Visa e Currencycloud levam inovação aos pagamentos transfronteiriços e de viagens

Por a 4 de Junho de 2019 as 15:36

A Visa e a Currencycloud, plataforma de pagamentos de classe empresarial, anunciaram esta terça-feira, 4 de junho, o lançamento duma parceria para impulsionar ainda mais a inovação nos pagamentos transfronteiriços e de viagens.

Com esta parceria, explica a Visa, os seus clientes, assim como bancos e parceiros FinTech, podem agora “ter a opção de usar a plataforma de pagamentos baseada em cloud da Currencycloud para oferecer aos clientes serviços com elevada procura como wallets de várias moedas e notificações em tempo real sobre transações de câmbio estrangeiro”, o que significa que os “titulares de contas da Visa vão poder gerir melhor as suas viagens ao estrangeiro através de melhor visibilidade e controlo do seu saldo”.

“Hoje, um em cada cinco pagamentos é uma transação internacional, seja de um consumidor que viaja internacionalmente ou compra de um vendedor internacional online”, refere Charlotte Hogg, CEO da Visa para a Europa, explicando que o objetivo da empresa é oferecer “pagamentos transfronteiriços mais simples e convenientes e facilitar a gestão do saldo dos titulares de conta Visa em viagem”.

“A nossa parceria com a Currencycloud irá permitir que os nossos clientes façam exatamente isso, oferecendo uma solução inovadora, competitiva e digital que em última instância oferece aos consumidores e titulares maior controlo sobre os pagamentos digitais – em casa e no estrangeiro”, acrescenta o responsável.

A parceria agora estabelecida vai concentrar-se em oferecer soluções que eliminem as barreiras de como, onde e quando os consumidores podem pagar no estrangeiro, dando tranquilidade aos viajantes quando usam o seu cartão Visa.

O foco inicial da parceria irá envolver a colocação da plataforma Currencycloud disponível para permitir a pré-compra da moeda de viagem ou a notificação em tempo real das taxas de câmbio quando um titular de conta Visa usar o seu cartão no estrangeiro.

O mercado de pagamentos internacionais continua a crescer e, até 2020, o comércio eletrónico transfronteiriço deverá atingir 900 mil milhões de dólares americanos, correspondendo a mais de um quinto do mercado global de comércio eletrónico.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *