Airbus deixa de fabricar A380 em 2021

Por a 14 de Fevereiro de 2019 as 11:37
Emirates

A Airbus anunciou que vai deixar de fabricar aviões A380, o maior aparelho comercial do mundo, a partir de 2021, decisão que surge depois da Emirates decidido alterar a encomenda que tinha para estes aparelhos, que vão ser substituídos por aviões A330-900 e A350-900.

Num comunicado enviado à imprensa, o CEO da Airbus, Tom Enders, explica que, em resultado da decisão da Emirates, a Airbus deixou de ter “uma carteira de pedidos substancial do A380 e, portanto, não há base para apoiar a produção do A380, apesar de todos os esforços de vendas”, o que levou o fabricante aeronáutico europeu a decidir “finalizar as entregas do A380 em 2021″, concluiu Enders.

A decisão da Airbus surgiu depois da Emirates ter alterado a encomenda de 162 A380 para 123 destes aparelhos, o que motivou a assinatura de um novo contrato com a Airbus, que prevê a aquisição de 40 A330-900 e 30 A350-900.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *