Dispositivos mobile são essenciais nas viagens, conclui estudo

Por a 28 de Novembro de 2018 as 17:13

Os viajantes mundiais assumem que os dispositivos mobile são essenciais nas viagens que efectuam. A pesquisa por voz, o e-payment, e novas funcionalidades, como as chaves de quarto digitais, que pretendem melhorar a experiência da viagem e simplificar os processos, estão em franco crescimento. Estas são algumas das conclusões  do Travelport 2018 Global Digital Traveler Survey, promovido pela Travelport, e que envolveu  16 mil respostas de viajantes de 25 países.
Segundo o estudo, quase metade dos inquiridos reservou ou pagou por uma viagem ou parte dela através do smartphone. Nove em cada dez inquiridos utilizam aplicações nos destinos que integram mapas, companhias aéreas, informações sobre o tempo ou referências de social media. De acordo com o estudo, os viajantes usam 10 a 12 aplicações para este fim. As características mais referidas nas aplicações de viagens são a capacidade de pesquisa e reserva de voos (68 por cento), alertas de voo em tempo real (64 por cento), e a possibilidade de ver um itinerário inteiro em apenas um sítio (67 por cento).

Também mais de metade dos viajantes usam voz para pesquisa, quer durante a reserva quer enquanto viajam, sendo que esta tendência registou um crescimento de três por cento relativamente a 2017. Quanto aos pagamentos, quase metade dos inquiridos, quer de lazer (47 por cento) quer de business (55 por cento), pensa que a capacidade para efetuar pagamentos utilizando o Touche ID Apple/Android é importante ou muito importante. Mais de metade dos inquiridos referiu que gostaria de efetuar o check in no hotel através de uma aplicação e 50 por cento que optaria por utilizar uma chave digital do seu quarto, através do telemóvel.

A Índia é, pelo segundo ano consecutivo, o país com os viajantes digitalmente mais avançados. Os resultados têm em conta a combinação de vários indicadores do uso da tecnologia para melhorar a experiência da viagem. Indonésia, Brasil, China e Nigéria (que pela primeira vez integra este estudo da Travelport) compõem os restantes países dos cinco lugares do ranking.

Gordon Wilson, presidente e CEO da Travelport, comentou os dados apurados. “Todos constatamos a forma como a tecnologia está a mudar todos os aspetos da nossa vida. A indústria de viagens sempre esteve envolvida na procura de novas experiências e na vanguarda das novas tecnologias. Na Travelport, estamos constantemente a testar e a inovar de que forma podemos utilizar as novas tecnologias para fazer com que o processo de gestão e compra de viagens continue a melhorar. É interessante confirmar que os viajantes estão tão entusiasmados em utilizar as novas tecnologias como nós em criá-las”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *