Assine já
Destinos

BTL abre inscrições para hosted buyers a 15 de Novembro

Candidaturas recebidas vão ser analisadas pela BTL, TAP e pelo Turismo de Portugal e só as aprovadas integram o programa de hosted buyers.

Publituris
Destinos

BTL abre inscrições para hosted buyers a 15 de Novembro

Candidaturas recebidas vão ser analisadas pela BTL, TAP e pelo Turismo de Portugal e só as aprovadas integram o programa de hosted buyers.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
WTM Latin America 2018 abre inscrições para hosted buyers
Destinos
Inscrições para os “BTL Blogger Travel Awards” já abriram
Destinos
Turismo de Portugal e parceiros lançam programa de aceleração
Destinos
Turismo de Portugal
Porto e Norte fecha 2016 com quase sete milhões de dormidas
Destinos
Porto e Norte

As inscrições para Hosted Buyers na BTL 2018 abrem na próxima quarta-feira 15 de Novembro, destinando-se agentes de viagens, operadores turísticos, directores de DMC’s e outros profissionais do Turismo.

Os interessados podem realizar a sua candidatura através do site http://btl.fil.pt/be-a-hosted-buyer/, sendo as candidaturas recebidas vão ser analisadas pela BTL, TAP e pelo Turismo de Portugal. Apenas as candidaturas que forem aceites serão convidadas a integrarem o programa de hosted buyers.

“O programa de hosted buyers tem sido, ao longo dos últimos anos, uma verdadeira oportunidade para as empresas nacionais contactarem com os compradores internacionais, especializados em determinados segmentos. Passadas 29 edições, queremos continuar a apostar no sector e na sua afirmação internacional e conseguir aproveitar a onda gigante do Turismo em Portugal”, afirma Fátima Vila Maior, directora de área de feiras da FIL e responsável pela BTL.

O programa de hosted buyers conta com os habituais parceiros estratégicos, especificamente a TAP, Turismo de Portugal, APAVT, Barraqueiro e várias unidades hoteleiras de Lisboa. A BTL 2018 vai decorrer entre 28 de Fevereiro e 4 de Março, na FIL, Parque das Nações, Lisboa.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Destinos

Lisboa é a segunda cidade da Europa para férias com diversão noturna sem multidões

Estudo de uma empresa de jogos online apurou que a capital portuguesa conta com uma “impressionante oferta de atividades ao ar livre e restaurantes”, além de casinos e animação noturna.

Publituris

Lisboa é a segunda cidade da Europa melhor classificada para férias e diversão sem multidões, de acordo com um estudo da empresa de jogos online SlotsUp, que destaca o facto da capital portuguesa contar com uma “impressionante oferta de atividades ao ar livre e restaurantes”.

De acordo com um comunicado enviado à imprensa pela SlotsUp esta quinta-feira, 13 de janeiro, Lisboa surge como a segunda melhor “cidade do pecado” da Europa, uma vez que conta com uma generosa oferta de atividades para uma férias de diversão com amigos, como casinos, animação noturna, atividades ao ar livre e restaurantes.

“Lisboa ficou em segundo lugar com uma impressionante oferta de atividades ao ar livre e restaurantes, alem de uma população de apenas 500.000 pessoas, pelo que é o local perfeito para uma escapadela com distanciamento social”, indica a SlotsUp.

O estudo da empresa de jogos online aponta Benidorm, em Espanha, como a capital da diversão e a cidade mais indicada para umas férias animadas com distanciamento, enquanto Praga, capital da República Checa, ficou na terceira posição, empurrando Amesterdão, nos Países Baixos, para fora do Top3. Já a capital britânica ficou na oitava posição, à frente de Sydney, na Austrália, e Singapura, enquanto o Mónaco ficou na quarta posição, com mais atividades noturnas do que Paris.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Abertas inscrições para competição mundial de vídeos de turismo

As inscrições para a considerada maior competição mundial para vídeos de turismo estão ainda abertas até sábado. Trata-se do Circuito CIFFT, que reúne os melhores festivais de filmes de turismo do mundo em concurso.

Publituris

Estão abertas, até sábado, dia 15, as inscrições para a considerada maior competição do mundo para vídeos de turismo.

O Circuito CIFFT reúne os melhores festivais de filmes de turismo do mundo em um concurso que irá reconhecer e premiar os melhores anúncios e campanhas em vídeo produzidos para a promoção de destinos, produtos e serviços turísticos.

A iniciativa conta com o apoio da Organização Mundial do Turismo (OMT) e da European Travel Commission (ETC), entre outras instituições.

Nesta 34ª edição, o concurso já conta com a participação de grandes marcas e empresas do setor do turismo de países Portugal, Áustria, Azerbaijão, Croácia, França, Finlândia, Grécia, Japão, Polónia, Eslovénia, África do Sul, Espanha e Taiwan.

De acordo com a programação, ao longo do ano, os participantes irão percorrer 10 festivais que compõem o Circuito CIFFT em quatro

continentes, incluindo o festival ART&TUR em Portugal, organizado pelo Centro de Portugal Film Commission (CPFC), que será realizado em Ourém entre os dias 25 e 28 de outubro do próximo ano.

Em cada etapa do Circuito CIFFT, as produções audiovisuais serão avaliadas e premiadas por júris internacionais, enquanto os prémios obtidos serão convertidos em pontos que garantem acesso à CIFFT Ranking List, o principal recurso para benchmarking relacionado com a criatividade e a eficácia na Comunicação Turística. Ao fim do ano, o ranking irá definir os Melhores Filmes de Turismo do Mundo em cinco categorias temáticas principais: destinos turísticos cidade, região e país, serviços turísticos e produtos turísticos.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Candidaturas ao programa Check-In já estão abertas e decorrem até 6 de fevereiro

Programa da Nova SBE e do Turismo de Portugal, que visa preparar as empresas do setor para a digitalização e torná-las mais resilientes para o futuro, arranca a 28 de março,

Publituris

Já se encontram a decorrer as inscrições para a 2ª edição do programa Check-In – Tourism Innovation on Campus, iniciativa que visa ajudar as PME a vingarem na nova era do turismo e a tornarem-se digitais, promovida por dois institutos da Nova SBE, em parceria com o Turismo de Portugal.

As candidaturas podem ser apresentadas até 6 de fevereiro e, segundo um comunicado da Nova SBE, está previsto que o arranque da nova edição do programa Check-in aconteça a 28 de março, com o evento imersivo Matchmaking.

De acordo com o comunicado divulgado pelo estabelecimento de ensino superior, com a pandemia da COVID-19, o turismo precisa de “avançar rapidamente para uma recuperação sustentada”, o que passa pela intensificação da digitalização das empresas e da força de trabalho do setor, de forma a torná-lo “mais resiliente”.

“Nesta nova era do Turismo as tecnologias digitais precisam ser usadas para aumentar a segurança e confiança dos viajantes e, ao mesmo tempo, repensar o sector de forma integrada e sinergética”, aponta a Nova SBE, que diz que este é “ainda o momento de redesenhar e ajustar as políticas e a gestão do turismo, inclusive através de uma maior diversificação, produtos mais inovadores e a revitalização das áreas rurais”, numa reconstrução do setor em que a inovação e a tecnologia assumem um papel principal.

“O programa Check-In – Tourism Innovation on Campus responde às necessidades mais prementes do sector e parte para a sua 2ª edição com o intuito de apoiar as startups nacionais e internacionais a co-desenvolverem as melhores soluções com experientes e reconhecidos parceiros do mercado, com o objetivo de as colocarem à disposição do setor das Viagens e Turismo. Para tal, as startups integradas no programa são capacitadas com as ferramentas e o mindset necessários para enfrentarem os seus desafios”, acrescenta a Nova SBE.

As startups participantes podem também vir a integrar o ecossistema de inovação da Nova SBE, através da comunidade de startups do Haddad Entrepreneurship Institute, que irá permitir uma maior aproximação das startups aos alunos, recursos e network da Escola.

No total, o programa conta, nesta segunda edição, com a participação de 18 parceiros de várias áreas do turismo, 15 dos quais já integraram a primeira edição do programa, dando agora continuidade à parceria “pelas mais valias de inovação e disrupção que encontram nos projetos e sinergias que são potenciadas”.

Amazing Evolution, Boost, Campigir, Cityrama, Visit Cascais, Details Hotels & Resorts, FeelsLikeHome, Go4Travel, GuestCentric, HotelShop, Osiris, Nonius Hospitality Technlogy, PortugalTrails, Selina Hotels, Top Atlântico, TravelStore, United Hotels of Portugal e Parques de Sintra são, nesta edição, os parceiros do programa Check-In.

As candidaturas devem ser enviadas até 6 de fevereiro, sendo que, até 27 de março, decorre a fase de pré-seleção de startups elegíveis, à qual se segue o arranque do programa, no dia 28, com a imersão Matchmaking, na qual, durante três dias, as empresas vão dar a conhecer as suas ideias para os projetos-pilotos, que vão posteriormente ser desenvolvidos ao longo de três meses.

“Digitalização e Personalização, Experiência Integral e Aprimorada e EcoTravel são as áreas de desafio a que a 2ª edição do programa procura responder com novas soluções, prevendo-se que em junho sejam apresentadas no Demo Day”, acrescenta a Nova SBE.

Recorde-se que o programa Check-in é promovido pelo Haddad Entrepreneurship Institute em cooperação com o Westmont Institute of Tourism and Hospitality, ambos institutos da Nova SBE, em parceria com o Turismo de Portugal.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Porto e Norte promove região do Douro no Aeroporto Francisco Sá Carneiro

Entidade regional de turismo inaugura esta sexta-feira, 14 de janeiro, uma uma tela gigante promocional da região do Douro no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.

Publituris

O Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) inaugura esta sexta-feira, 14 de janeiro, uma tela gigante promocional da região do Douro no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, convidando os turistas que passam pela infraestrutura aeroportuária a visitarem o destino que está a comemorar o 20.º aniversário da classificação enquanto Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.

“A tela ficará estrategicamente situada no exterior da loja do Turismo do Porto e Norte, situada em frente à zona de «chegadas» do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, primeiro “call to action” da Região, impactando os turistas para partirem à descoberta de uma região ímpar em termos de paisagem e valor histórico”, refere o TPNP, num comunicado enviado à imprensa.

Com 5,7 metros de largura e 3,90 metros de altura, a tela transmite, segundo o TPNP, “uma imagem poderosa do Douro Vinhateiro, região que durante este ano será alvo de uma forte promoção nas feiras de turismo nacionais e internacionais”, lê-se no comunicado.

Além desta ação, o TPNP vai também levar a cabo uma grande campanha de promoção digital e várias exposições nas lojas do Turismo do Porto e Norte, numa estratégia que representa “mais um passo na promoção de um dos subdestinos da região com grande potencial turístico e que vai ao encontro de um dos objetivos traçados pelo presidente do Turismo do Porto e Norte, Luís Pedro de Martins, de uma melhor distribuição de turistas por todo o destino”.

Além do presidente do TPNP, na cerimónia de inauguração da tela promocional do Douro vão também marcar presença Beraldino Pinto, vice-presidente da Comissão de Coordenação da Região Norte, Carlos Santiago, presidente da Comissão Intermunicipal do Douro, e Fernando Vieira, diretor do Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Brasil vai sediar este ano primeiro escritório da OMT na América Latina

O Brasil vai ter ainda este ano o primeiro escritório da Organização Mundial do Turismo (OMT) na América Latina. Será o quarto em todo o mundo. a ter a presença deste organismo das Nações Unidas especializado em turismo.

Publituris

A Organização Mundial do Turismo (OMT) escolheu o Brasil para sediar o seu primeiro escritório na América Latina. Prevê-se que esta delegação deverá entrar em operação já este ano.

Assim, o país passará a ser um dos quatro em todo o mundo onde a agência das Nações Unidas especializada em turismo marca presença.

Entre as várias funções do novo escritório, destacam-se a promoção e desenvolvimento do setor do turismo, visando, nessa zona do globo, atrair investimento, impulsionar novas startups, realizar e encomendar estudos de relevância para o setor, desenvolver um portal de apoio ao turista, bem como apoiar as ações e projetos desenvolvidos pela OMT em todo o mundo.

Segundo o ministro brasileiro do Turismo, Gilson Machado Neto, “graças ao compromisso até aqui demonstrado, pudemos provar o nosso potencial ao mundo e fechar aquela que é uma das maiores oportunidades para o turismo brasileiro em décadas. A confirmação de um escritório da OMT no Brasil é uma grande conquista para todos nós e para o nosso país”.

Para o presidente da Embratur, Carlos Brito, que participou ativamente no processo, “temos a certeza de que poderemos, em conjunto com os maiores stakeholders do mundo no setor do turismo, realizar ainda mais ações promocionais para que os turistas internacionais venham visitar os destinos maravilhosos que temos no Brasil”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Portugal é o melhor país do mundo para trabalho remoto e viagens

Portugal está em primeiro lugar no ranking dos países onde é mais fácil conjugar o trabalho remoto com viagem de lazer, de acordo com um índice publicado pela momondo.

A momondo, através do seu índice de trabalho remoto com viagens de lazer, revela que Portugal ficou posicionado em primeiro lugar.

Sabendo que cada vez mais pessoas adotam ambientes de trabalho flexíveis, a momondo analisou os dados de 111 países classificando-os com base em 22 fatores e em seis categorias: custo de viagens e acessibilidade, preços locais, saúde e segurança, condições de trabalho remoto, vida social, e clima. Assim, encontrou os destinos onde é mais fácil conjugar o trabalho remoto com o lazer nas horas livres.

Segundo a plataforma, algumas das razões que explicam esta classificação são porque Portugal ter um visto de trabalho remoto, um nível elevado de inglês de muitos habitantes, estabilidade política elevada com ausência de violência, ótimo clima e baixa poluição do ar.

Além de Portugal, nos top 10 estão a Espanha, Roménia, Maurícia, Japão, Malta, Costa Rica, Panamá, República Checa, e Alemanha.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Destinos

CEPT debate estratégia para promoção turística externa em 2022

A estratégia e os objetivos de promoção turística externa do destino Portugal para 2022 foram traçados na reunião do CEPT. Os destaques vão para uma aposta no crescimento em valor, na digitalização e na sustentabilidade como fatores primordiais para promover a competitividade do setor.

O Conselho Estratégico para a Promoção Turística Externa (CEPT), reunido esta semana, sob presidência do ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, decidiu que para 2022, o país deve apostar no crescimento em valor, na digitalização e na sustentabilidade como fatores primordiais para promover a competitividade do setor.

Refere nota do Ministério da Economia que, em termos operacionais, o esforço promocional de 2022 passa pelo regresso de iniciativas presenciais de impacto junto do consumidor em alguns dos mercados emissores mais significativos como o Reino Unido, França e Brasil, mantendo-se igualmente uma forte aposta no mercado norte-americano.

O CEPT apontou ainda para as parcerias intra e inter-regiões, e entre os parceiros públicos e privados, “como a forma mais profícua para levar aqueles objetivos estratégicos a bom porto”.

A estrutura consultiva do Governo em matéria de promoção turística externa e de concertação estratégica, constituída por representantes do Turismo de Portugal, dos Governos Regionais da Madeira e dos Açores, do setor privado, através da Confederação do Turismo de Portugal (CTP), das ARPT’s e das Entidades Regionais de Turismo, realça que os segmentos turísticos que vão corporizar esta estratégia são os de maior valor acrescentado, nomeadamente o Enoturismo, a Gastronomia, a Arte, a Arquitetura e o Turismo Literário. Neste último caso, destaque para o facto de Portugal ser este ano o país convidado da Bienal do Livro de São Paulo.

“Todos estes segmentos turísticos, para além dos consolidados na estratégia promocional do país, têm já planos de ação estabelecidos e têm vindo a ser desenvolvidos para que se assumam como motores de desenvolvimento da atividade turística nacional, em todo o território, durante todo o ano, fazendo com que o turismo possa estender os seus benefícios a outros setores da economia e da sociedade portuguesa”, indica ainda o comunicado, que salienta que a promoção de cada um destes segmentos “está a reforçar a aposta no digital, com a presença contínua nas redes sociais, plataforma cada vez mais importante para atrair e captar a atenção para Portugal, enquanto destino turístico.

Na ocasião, Siza Vieira considerou que, ao longo dos últimos anos o turismo conquistou um lugar de extrema importância no contexto da economia portuguesa, quer no que diz respeito às exportações como também ao emprego. A pandemia veio interromper um ciclo muito virtuoso de crescimento do setor, mas “com o apoio do Estado e a resiliência das empresas e dos empresários, o setor tem condições para recuperar e voltar gradualmente ao ritmo do crescimento que queremos seja mais sustentável e gerador de riqueza para Portugal, contribuindo para o desenvolvimento de toda a nossa sociedade e para a preservação do nosso património ambiental e cultural”.

Por sua vez, a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, lembrou que “o turismo está perante o grande desafio de se saber reinventar, incorporando no seu modelo de desenvolvimento futuro a dupla transformação verde e digital.

Por isso, a governante está confiante de que o setor em Portugal sairá seguramente mais competitivo desse processo, “para o qual considero importante o facto de termos consolidada uma estratégia muito consensual e de longo prazo, complementada pelo Plano Reativar o Turismo | Construir o Futuro, assim como um modelo de governação com provas dadas que abrange todos os stakeholders do setor, desde os institucionais a nível regional e a nível nacional, a todo o setor privado, que considero crítico para o sucesso alcançado pelo turismo em Portugal”.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Destinos

Site do turismo de Setúbal renovado

O portal de turismo de Setúbal, visitsetubal.com, apresenta-se ao público a partir desta quarta-feira, totalmente renovado, com uma nova reformulação gráfica e proporcionando uma experiência de navegação mais intuitiva e funcional.

Publituris

Sob o lema “Setúbal é um Mundo”, o renovado site turístico do concelho assume-se como uma plataforma moderna e completa, que permite desvendar uma parte do muito que há para descobrir no.

Assim, o portal de turismo de Setúbal, visitsetubal.com, apresenta-se ao público a partir desta quarta-feira, totalmente renovado, com uma nova reformulação gráfica e proporcionando uma experiência de navegação mais intuitiva e funcional a quem procura visitar o concelho, e oferece maior facilidade na consulta de sugestões de atividades, por exemplo, por áreas temáticas como Aventura, Cultura, Sabores, Natureza, Azeitão e Região.

O portal faculta, igualmente, propostas de roteiros, restauração e hotelaria, com uma secção dedicada especialmente à divulgação dos vários eventos culturais, turísticos e de lazer que preenchem a realidade do dia a dia do concelho.

O portal visitsetubal.com, disponível também em inglês, francês e castelhano, facilita a interação dos visitantes do site através de formulários próprios e dedica uma secção ao turismo inclusivo no concelho, onde é possível descarregar o Guia de Turismo Acessível.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Turismo religioso volta, presencialmente, a Fátima em março

Depois do formato exclusivamente online em 2021, a ACISO volta a organizar ‘Workshop Internacional’ onde se debaterá importância do turismo religioso, no Centro Pastoral Paulo VI, em Fátima, nos dias 10 a 12 de março.

Publituris

A importância do turismo religioso vai voltar a ser debatida de forma presencial em Fátima, no mês de março, com a realização do X Workshop Internacional, organizado pela Associação Empresarial Ourém-Fátima (ACISO).

O certame, apontado como um dos mais relevantes encontros mundiais de profissionais de turismo religioso, teve em 2021 uma edição apenas no formato ‘online’, devido às contingências decorrentes da pandemia de covid-19.

Este ano, nos dias 10 e 11 de março, no Centro Pastoral Paulo VI, em Fátima, os empresários do setor vão poder reunir-se de forma presencial, estando também prevista a participação virtual para os que não possam estar presentes na Cova da Iria. No dia 12, os contactos serão apenas ‘online’.

Dirigidos particularmente aos operadores turísticos nacionais, agentes de viagem e hoteleiros, os trabalhos contarão também com a participação de operadores de “mercados consolidados e emergentes”, adianta a organização.

A promoção de uma bolsa de contactos de negócio, a promoção internacional de Portugal enquanto destino privilegiado de turismo religioso e o reforço da importância do turismo religioso no contexto do setor turístico mundial são os principais objetivos do ‘workshop’.

“Com a secularização das nossas sociedades, a peregrinação como prática religiosa foi reconfigurando o seu papel e o turismo religioso, agora num conceito mais alargado, foi crescendo, dando lugar a um segmento de mercado cada vez mais exigente. A vertente espiritual na procura do encontro consigo próprio é, cada vez mais, motivação de crentes e não crentes que buscam um certo recolhimento”, explicou a organização, acrescentando que “os turistas religiosos querem beber da história e simbologia que os destinos carregam”.

Para os promotores do evento, “Portugal é um roteiro de templos, cultos e festas religiosas e tem em Fátima o principal local de culto Mariano de todo o mundo”.

A ACISO conta na organização com a colaboração da Câmaras Municipais de Ourém e da Guarda e do Santuário de Fátima.

Em paralelo ao programa principal, terão lugar ‘workshops’ sobre a “Herança Judaica”, na Guarda, e “Experiências turísticas em Fátima e na Região”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Tailândia reabre mais três destinos

A Tailândia reabriu, esta terça-feira, mais três destinos turísticos Sandbox: Krabi, Phang-Nga e Surat Thani (apenas Ko Samui, Ko Pha-ngan e Ko Tao), que se juntam a Phuket.

A Tailândia anunciou a reabertura, a partir desta terça-feira, de mais três destinos turísticos: Krabi, Phang-Nga e Surat Thani (apenas Ko Samui, Ko Pha-ngan e Ko Tao), que se juntam a Phuket, por indicação do Centro de Administração da Situação Covid-19 do país.

Por outro lado, aquele país do sudoeste asiático aprovou o levantamento das restrições de viagem para chegadas de países africanos, ao mesmo tempo que mantém a suspensão do Thailand Pass para todas as novas inscrições de TEST & GO.

Assim, os turistas internacionais já podem viajar para a Tailândia com o programa Sandbox e optar por passar a sua estadia obrigatória de sete noites em Krabi, Phang-Na, Phuket ou Surat Thani (apenas Ko Samui, Ko Pha-ngan e Ko Tao).

No entanto, todos os viajantes devem verificar se têm tudo em ordem antes de solicitar o Sandbox Thailand Pass, nomeadamente um certificado de vacinação, um resultado de teste RT-PCR negativo antes da chegada, alojamento pré-pago de sete noites num hotel aprovado, testes RT-PCR pré-pagos a realizar durante a estadia na Tailândia e uma apólice de seguro com cobertura não menos do que 50 mil dólares. Caso tencionem continuar a viagem para outros destinos na Tailândia, os viajantes devem permanecer pelo menos as primeiras sete noites num destino Sandbox.

Igualmente, o Centro de Administração da Situação Covid-19 da Tailândia aprovou também a medida para manter a designação de 26 províncias da “Blue Zone” com destinos turísticos piloto. No entanto, diretrizes rigorosas de saúde e segurança serão introduzidas.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos

Toda a informação sobre o sector do turismo, à distância de um clique.

Assine agora a newsletter e receba diariamente as principais notícias do Turismo. É gratuito e não demora mais do que 15 segundos.

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.