Turistas portugueses são o primeiro mercado em Saïdia

Por a 2 de Junho de 2017 as 10:45
Saidia

Este Verão, são esperados mais oito mil turistas portugueses em Saïdia, em Marrocos, um total de cerca de 17 mil portugueses. Sílvia Lopes, representante do Turismo de Marrocos, que falava com os jornalistas à margem do roadshow sobre o destino promovido pela Solférias, refere que Saïdia “é um destino cada vez mais procurado pelos portugueses e tem vindo a crescer de ano a ano, o que comprova a qualidade do mesmo”.

A responsável indicou que 48% das dormidas dos portugueses em Marrocos são efectuadas em Saïdia, tendo este se tornado no primeiro mercado emissor internacional no destino.

Saïdia volta a fazer parte, pelo segundo ano consecutivo, da programação da Solférias que disponibiliza este Verão três voos charter – dois do Porto e um de Lisboa – para o destino, uma operação que tem início este sábado, 3 de Junho, e que termina a 24 de Outubro (último regresso).

Cláudia Martins, gestora de produto da Solférias, explica que os voos decorrem aos sábados de Lisboa e do Porto, com a companhia aérea Privilege, e o terceiro voo parte do Porto ao domingo com a TAP.

As partidas aos fins-de-semana são “perfeitas para quem trabalha e quer tirar uma semana de férias”. Cláudia Martins descreve que o destino fica a pouco mais de uma hora de voo e que é um destino de praia “ideal para famílias”. “Não é só um destino de sol e praia, tem várias excursões que as pessoas podem fazer, nomeadamente a Fez, a Oujda, Nador. Consoante as pessoas estejam mais interessadas em cultura ou em compras”, complementa.

Os pacotes da Solférias estão disponíveis desde 575 euros por pessoa, em sete noites em regime de Tudo Incluído. Entre a oferta hoteleira estão o Iberostar Saïdia 5*, o Be Live Collection Saïdia 5* e, brevemente, o Melia Beach Saïdia 5*.

“Vemos que as pessoas procuram cada vez mais a Solférias para reservar este programa. É de nosso interesse continuar a apostar não só em Saïdia mas em Marrocos em geral”, conclui Cláudia Martins.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *