Edição digital
Assine já
PUB
Agenda

Ministro da Economia marca presença na Gala dos Publituris Portugal Travel Awards

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, vão estar presentes na 13ª edição dos Publituris Portugal Travel Awards, que se realizam no dia 16 de Setembro, no Convento São Francisco, em Coimbra.

Carina Monteiro
Agenda

Ministro da Economia marca presença na Gala dos Publituris Portugal Travel Awards

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, vão estar presentes na 13ª edição dos Publituris Portugal Travel Awards, que se realizam no dia 16 de Setembro, no Convento São Francisco, em Coimbra.

Carina Monteiro
Sobre o autor
Carina Monteiro
Artigos relacionados
Etihad Airways reforça ligações para Lisboa a partir de outubro
Aviação
Azores Airlines já inaugurou voos entre EUA, Canadá e Porto
Aviação
Costa Cruzeiros já usa energia elétrica no porto de Kiel
Transportes
Rede Expressos vai reforçar ligações europeias diretas ao Algarve
Transportes
Bolieiro contra taxa turística regional
Destinos
Azores Stopover eleito um dos melhores para este verão
Aviação
Living Tours lança experiências personalizadas em Portugal e Espanha
Destinos
Comboio Histórico do Douro realiza 51 viagens entre junho e outubro
Destinos
II Roadshow Iberostar decorre entre 25 e 27 de junho e espera 450 participantes
Alojamento
Mercado das Viagens termina ciclo de 15 formações técnicas
Distribuição

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, vão estar presentes na 13ª edição dos Publituris Portugal Travel Awards, que se realizam no dia 16 de Setembro, no Convento São Francisco, em Coimbra.
O evento tem início às 19h como a recepção dos convidados, seguido de jantar. A cerimónia de entrega dos Travel Awards realiza-se às 21h30 com a apresentação de António Raminhos e contará ainda com a actuação dos HMB, do Coro dos Antigos Orfeonistas de Coimbra e da Orquestra Clássica do Centro.
Os Publituris Portugal Travel Awards destinam-se a premiar as melhores empresas, instituições, serviços e profissionais que se destacaram no sector do Turismo no decorrer do último semestre de 2015 e o primeiro de 2016. Este ano, estão a concurso 20 categorias, onde se incluem a de “Melhor Companhia de Aviação”, “Melhor Rede de Agências de Viagens” ou a “Melhor Cadeia Hoteleira”. Os Publituris Portugal Travel Awards são uma co-organização entre o jornal Publituris, a Câmara Municipal de Coimbra e a Região de Turismo do Centro de Portugal.
Se ainda não confirmou a sua presença, confirme para o email [email protected].

Alojamento e transfers
Para os interessados em pernoitar em Coimbra, o Vila Galé Coimbra e o Tivoli Coimbra são os hotéis oficiais do evento. Para efectuar reservas ou aceder a mais informações, contacte através do email: [email protected] ou [email protected]. Os interessados deverão indicar no assunto do email que vão estar presentes na entrega de prémios do Publituris.

O Publituris irá disponibilizar, com o apoio da Barraqueiro Transportes, um serviço de transfers gratuitos para o local do evento, com partidas às 17h00 e às 17h30. O regresso será no final da cerimónia. O local de partida é o Radisson Blu Hotel (Campo Grande). Para facilitar a identificação, o autocarro terá no vidro da frente o logótipo dos Publituris Portugal Travel Awards. Os interessados deverão reservar obrigatoriamente o lugar no transfer até ao dia 9 de Setembro para o email: [email protected].

Os Publituris Portugal Travel Awards têm o patrocínio do Novo Banco, Travelport e Mapfre e contam com o apoio da Rituais, ClickandPlay, Eurologistix, Multislide, Green Media, BTL, Viatecla, Barraqueiro, Hotéis Vila Galé e Tivoli Hotels & Resorts.

Sobre o autorCarina Monteiro

Carina Monteiro

Mais artigos
Artigos relacionados
Etihad Airways reforça ligações para Lisboa a partir de outubro
Aviação
Azores Airlines já inaugurou voos entre EUA, Canadá e Porto
Aviação
Costa Cruzeiros já usa energia elétrica no porto de Kiel
Transportes
Rede Expressos vai reforçar ligações europeias diretas ao Algarve
Transportes
Bolieiro contra taxa turística regional
Destinos
Azores Stopover eleito um dos melhores para este verão
Aviação
Living Tours lança experiências personalizadas em Portugal e Espanha
Destinos
Comboio Histórico do Douro realiza 51 viagens entre junho e outubro
Destinos
II Roadshow Iberostar decorre entre 25 e 27 de junho e espera 450 participantes
Alojamento
Mercado das Viagens termina ciclo de 15 formações técnicas
Distribuição
PUB
Aviação

Azores Airlines já inaugurou voos entre EUA, Canadá e Porto

Todas as operações contam com um voo por semana em cada sentido, contribuindo para aproximar o Porto dos EUA e do Canadá.

Publituris

A Azores Airlines já inaugurou os novos voos diretos entre Nova Iorque, Boston, Toronto e a cidade do Porto, operações que contam com um voo por semana em cada sentido e que, segundo o Grupo SATA, vêm aproximar o Porto dos EUA e do Canadá.

“Esta operação aérea direta vem reforçar a oferta de voos à partida do Porto e da América do Norte, destinos para os quais a Azores Airlines já voa há mais de duas décadas e onde tem crescido consistentemente. Cremos que a cidade do Porto e a toda a Região Norte, têm argumentos singularmente atrativos para o segmento turístico, mas igualmente importantes para o segmento business ou, ainda, o segmento friends&relatives”, salienta Graça Silva, diretora de Vendas, marketing e comunicação do Grupo SATA.

As partidas de Nova Iorque decorrem aos domingos, enquanto o voo de regresso aos EUA acontece às quintas-feiras, sendo que, no caso das partidas de Boston as saídas são às quartas-feiras, com o regresso a decorrer na terça-feira. Já as partidas para Toronto têm lugar aos sábados, com regresso na sexta-feira.

“Com esta operação direta promovida pela Azores Airlines, a Região Norte e, em particular, a cidade do Porto, estão agora mais perto das icónicas cidades de Boston, Nova Iorque e Toronto, importantes centros de negócio e de confluência de tráfego”, considera a companhia aérea do Grupo SATA.

Além destes voos para a América do Norte, a Azores Airlines lembra que oferece também 24 ligações semanais entre o Porto e os Açores (Ponta Delgada e Terceira), que permitem ligação para Boston, Nova Iorque, Cabo Verde (Praia), Toronto e Montreal, via Ponta Delgada.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Bolieiro contra taxa turística regional

O presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, que recebeu em audiência, o presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada (CCIPD), Mário Fortuna, manifestou a sua oposição à implementação de uma taxa turística regional.

Publituris

Após reflexão conjunta com a Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada (CCIPD), a Associação da Hotelaria Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) e a Associação de Alojamento Local dos Açores (ALA), o Presidente do Governo Regional dos Açores, manifestou a sua oposição à implementação de uma taxa turística regional.

No encontro que manteve com o presidente da CCIPD, José Manuel Bolieiro sublinhou ainda a importância de manter a competência nos municípios da criação de taxas turísticas, considerando que esta matéria deve ser concretizada pelo poder local e alinhada com a competitividade territorial, avança notícia publicada na página oficial do Governo Regional.

“Esta matéria deve ser concretizada por via do poder local e da competitividade territorial. O Governo dos Açores é claro e objetivo, não considera oportuno nem adequado a criação de uma taxa turística regional”, frisa José Manuel Bolieiro, de acordo com a mesma notícia.

O Presidente do Governo reafirmou ainda o compromisso de trabalhar em conjunto com as entidades representativas do setor turístico e económico para promover o desenvolvimento sustentável dos Açores, sem onerar os visitantes ou comprometer a competitividade do destino.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Aeroportos nacionais mantiveram máximos históricos no movimento de passageiros em abril

Em abril, os aeroportos nacionais movimentaram 6,0 milhões de passageiros, num aumento de 2,3% que leva o INE a afirmar que, “no início de 2024, continuou a verificar-se máximos históricos nos valores mensais de passageiros nos aeroportos nacionais”.

Inês de Matos

Os aeroportos nacionais movimentaram, em abril, um total de 6,0 milhões de passageiros, valor que corresponde a um aumento de 2,3% face a igual mês de 2023, mantendo os máximos históricos mensais que se vêm a verificar desde o início do ano, segundo os dados divulgados esta sexta-feira, 14 de junho, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

“No início de 2024 continuou a verificar-se máximos históricos nos valores mensais de passageiros nos aeroportos nacionais”, indica o INE, no comunicado que, esta sexta-feira, acompanha as estatísticas rápidas do transporte aéreo.

Os dados do INE mostram que, em abril, os aeroportos nacionais registaram o desembarque médio diário de 101,5 mil passageiros, valor que foi 2,3% superior ao registado em abril de 2023, quando este número se tinha ficado pelos 99,2 mil passageiros por dia.

Em abril, os aeroportos nacionais registaram ainda a aterragem de 20,6 mil aeronaves em voos comerciais, valor que também corresponde a uma subida de 0,7% face a igual mês do ano passado.

No que diz respeito aos passageiros que aterraram em território nacional, acrescenta o INE, 82,4% correspondiam a tráfego internacional, num total de 2,5 milhões de passageiros, o que traduz um aumento de 3,4%.

A maioria dos passageiros que, em abril, desembarcou nos aeroportos nacionais era proveniente do continente europeu, representando 69,3% do total e correspondendo a um aumento de 1,5% face a abril de 2023.

Já o continente americano foi a segunda principal origem dos passageiros desembarcados em Portugal em abril, concentrando 8,9% do total de passageiros desembarcados e com uma subida de 15,1%.

Nos passageiros embarcados em território nacional, 81,8% corresponderam a tráfego internacional, num total de 2,4 milhões de passageiros, o que indica um aumento de 3,7% face ao mesmo mês do ano passado.

Dos passageiros que embarcaram em território nacional em abril, 70,3% tinham como destino aeroportos europeus, percentagem essa que aumentou 2,6% face a abril de 2023, enquanto os aeroportos no continente americano foram o segundo principal destino dos passageiros embarcados, correspondendo a 7,8% do total e com um aumento de 11,6%.

Perto de 20 milhões de passageiros movimentados em quatro meses

No acumulado desde o início do ano, os dados do INE mostram que os aeroportos nacionais continuam a somar crescimentos e, nos primeiros quatro meses do ano, o total de passageiros movimentados chega já a 19.637 milhões de passageiros, o que corresponde a um aumento de 4,8% face a igual período do ano passado.

Neste período, o destaque foi para o aeroporto de Lisboa, que movimentou 53,4% do total de passageiros, o que corresponde a 10,5 milhões de passageiros e a uma subida de 5,2% comparativamente ao mesmo período de 2023.

Já o aeroporto do Porto concentrou 23,0% do total de passageiros movimentados, correspondendo a 4,5 milhões de passageiros e traduzindo um crescimento de 5,6% face ao acumulado até abril do ano passado. O aeroporto de Faro, por sua vez, registou um crescimento de 2,4% no movimento de passageiros, que correspondeu a 2,1 milhões de passageiros.

França, acrescenta o INE, foi o principal país de origem e de destino dos voos que chegaram e partiram de território nacional até abril, apesar do número de passageiros desembarcados em Portugal e que eram provenientes deste país ter descido 2,4%, a mesma percentagem que também desceu o número de passageiros embarcados em território nacional e que eram provenientes de França.

Por outro lado, lê-se na informação divulgada pelo INE, o Reino Unido e Espanha ocuparam a segunda e terceira posições como principais países de origem
e de destino, enquanto a Alemanha ocupou a quarta posição e registou crescimentos de 8,6% e 9,0% no número de passageiros desembarcados e embarcados, pela mesma ordem, sendo a quinta posição ocupada por Itália.

 

 

Sobre o autorInês de Matos

Inês de Matos

Mais artigos
Meeting Industry

Cabo Verde Investment Forum vem a Portugal

O fórum Cabo Verde Investment, que se tem afirmado como o maior evento promocional do país, vai ter uma edição em Portugal, foi anunciado no Sal. No entanto, a página oficial do evento avança que será em novembro deste ano, em Lisboa.

Este ano, após a edição na ilha do Sal (dias 12 e 13 de junho), o Cabo Verde Investment Forum será realizado em Boston no próximo mês, em setembro no Brasil e, posteriormente, em Portugal. A garantia foi dada por José Almada, presidente da Cabo Verde Trade Invest, entidade que organiza o evento promovido pelo governo.

“Para além das edições nacionais, este ano nós vamos ter a oportunidade de internacionalização do evento, após o Sal, nós estaremos no próximo mês em Boston, em setembro teremos uma outra edição em São Paulo, e também teremos o Cabo Verde Investment Forum em Portugal”, disse, citado pela imprensa local. O turismo, como pilar económico maior de Cabo Verde, tem ocupado papel de destaque tanto nas palestras como nos encontros de negócios.

Partilhar as estratégias de desenvolvimento do governo e o estado do ambiente de negócios e da economia; promover oportunidades de investimento em sectores prioritários e emergentes; mobilizar recursos financeiros para a implementação de projetos, através da identificação de instrumentos financeiros disponíveis aos investidores; encorajar o estabelecimento de parcerias, conectando empresários que tenham projetos de investimento em Cabo Verde com potenciais investidores e financiadores; e demonstrar aos investidores não-residentes o potencial e os benefícios de investir em Cabo Verde, e o seu papel como a “Plataforma do Atlântico Médio para a economia mundial”, são os propósitos do evento, que conta com sessões plenárias, sessões temáticas (oportunidades de investimento) e encontros de negócios.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Destinos

Barcelona quer reunir líderes das cidades de todo o mundo para discutir turismo urbano

O presidente da Câmara de Barcelona, Jaume Collboni, quer promover, sob os auspícios do Turismo da ONU, um fórum especial para os líderes das cidades de todo o mundo para debater os principais temas relacionados com o turismo urbano e a necessidade de aumentar o envolvimento do setor privado.

Reunindo-se com Zurab Pololikashvili e com o ministro da Indústria e Turismo de Espanha, Jordi Hereu, à margem da 121ª sessão do Conselho Executivo do Turismo da ONU, o presidente da Câmara, Jaume Collboni, sublinhou a importância do turismo para Barcelona, ao mesmo tempo que delineou planos para gerir o crescimento do setor e potencialmente colocar limites à números de visitantes.

Jaume Collboni também estabeleceu planos para organizar um fórum especial para os líderes das cidades de todo o mundo se reunirem para debater os principais temas relacionados com o turismo urbano e a necessidade de aumentar o envolvimento do sector privado.

Reconhecendo a gestão do turismo urbano como um dos “desafios urgentes” o Turismo da ONU elogiou a liderança de Espanha no avanço do turismo sustentável, e de Barcelona por assumir a dianteira na definição de práticas de turismo urbano responsáveis ​​e inclusivas.

No mesmo encontro, também o ministro Hereu anunciou que o Governo de Espanha apresentará a sua Estratégia 2030 para o Turismo Sustentável na próxima reunião do Conselho Espanhol de Turismo, a realizar-se nas próximas semanas.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Meeting Industry

Conselho Executivo do Turismo da ONU reuniu-se para colocar o setor na agenda económica global

Os líderes do turismo de todo o mundo reuniram-se novamente tendo enfatizado a importância económica vital do sector, ao mesmo tempo que o colocam firmemente na agenda política. A 121ª sessão do Conselho Executivo do Turismo da ONU, que decorreu em Barcelona, pôs ênfase especial nas prioridades partilhadas de investimentos no turismo, na educação e na aceleração da inovação em todo o setor.

Publituris

A 121ª sessão do Conselho Executivo do Turismo da ONU, reunida em Barcelona, acolheu representantes de 47 países, incluindo 18 ministros do Turismo, para promover a visão da organização para o setor à medida que este alcança a recuperação total dos impactos da pandemia. De acordo com dados da ONU sobre Turismo, cerca de 285 milhões de turistas viajaram internacionalmente no primeiro trimestre de 2024, o que corresponde a uma subida de 20% face ao mesmo período do ano passado, enquanto as receitas do turismo internacional cresceram novamente para 1,5 biliões de dólares em 2023.

Abrindo a sessão, o Secretário-Geral do Turismo da ONU, Zurab Pololikashvili, sublinhou a necessidade de abraçar a inovação, crescer e direcionar o investimento para o setor, a fim de impulsionar a sua transformação positiva. “Com o turismo a recuperar da maior crise da sua história, agora é o momento de canalizar a nossa energia para construir uma maior resiliência contra quaisquer choques futuros”, disse, avançando que, ao mesmo tempo, “temos de garantir que o crescimento do turismo beneficia as pessoas em todo o mundo, acima de tudo, expandindo o acesso à educação e às oportunidades de emprego e aproveitando o poder das novas tecnologias.”

O Secretário-Geral apresentou então o seu relatório aos membros, resumindo as realizações do Turismo da ONU desde a última reunião do Conselho, colocando ênfase especial nas prioridades partilhadas de investimentos no turismo, na educação e na aceleração da inovação em todo o setor. Além disso, os membros adotaram o Plano de Trabalho para a Agenda do Turismo das Nações Unidas para a Europa, incluindo três projetos centrados no futuro dos destinos de viagens de inverno, na regulamentação das plataformas de aluguer de curta duração e nas estratégias para mitigar os efeitos dos investimentos verdes nas PME do turismo.

Em Barcelona, ​​o Conselho Executivo deu um passo significativo no compromisso do Turismo da ONU de criar um quadro jurídico harmonizado para o setor global, a fim de aumentar a confiança nas viagens internacionais, e aprovou a decisão para o centro jurídico inovador, dando início ao trabalho para aumentar o portfólio crescente de Escritórios Regionais e Temáticos do Turismo da ONU, à medida que continua a aproximar-se dos seus membros no terreno.

O Conselho Executivo foi atualizado sobre o planeado Escritório Regional para África, a ser inaugurado em Marraquexe, e o Escritório Regional para as Américas, localizado no Rio de Janeiro. Mantendo esta dinâmica, a liderança do Turismo da ONU assinou um Memorando de Entendimento com o Ministério do Turismo da Grécia para estabelecer um Centro de Investigação e Monitorização do Turismo Costeiro e Marítimo na Região do Mediterrâneo Oriental.

A 122ª sessão do Conselho Executivo do Turismo da ONU será realizada em Cartagena das Índias, Colômbia, enquanto a 123ª será organizada pela Espanha no primeiro semestre de 2025, e a 124ª sessão pelo Reino da Arábia Saudita no segundo semestre de 2025.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Portugal desce um lugar mas continua a ser um dos países mais pacíficos do mundo

Segundo o Índice Global da Paz 2024, elaborado pelo Instituto de Economia e Paz, Portugal obteve 1.372 pontos e surge em sétimo lugar, num ranking que é liderado pela Islândia.

Publituris

Portugal desceu uma posição e é agora o sétimo país mais pacífico do mundo, segundo o Índice Global da Paz 2024, elaborado pelo Instituto de Economia e Paz e divulgado esta terça-feira, 11 de junho.

De acordo com este ranking, Portugal obteve 1.372 pontos, numa lista que é liderada pela Islândia (1.112 pontos), seguindo-se a Irlanda e a Áustria, enquanto no extremo oposto se encontram países como Afeganistão, o Iémen, a Síria, o Sudão do Sul e a República Democrática do Congo.

O ranking tem em conta 23 critérios qualitativos e quantitativos, que se encontram agrupados em três domínios-chave, nomeadamente Conflitos em curso, Segurança e Proteção e Militarização.

Segundo este índice, existem atualmente 56 conflitos a nível global, o maior número desde a II Guerra Mundial, o que coloca o mundo numa encruzilhada, pelo que, acrescenta o Instituto de Economia e Paz, “sem esforços concertados, existe o risco de um recrudescimento de grandes conflitos”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Lufthansa City Center leva 250 operadores e agentes de viagens a Braga e Guimarães

O evento da Lufthansa City Center decorre até sábado, 15 de junho, em Braga e Guimarães, e inclui reuniões de negócio, workshops e conferências dedicadas aos temas da inovação e tecnologia.

Publituris

A Lufthansa City Center está a promover, até ao próximo sábado, 15 de junho, um encontro que levou até ao Minho mais de 250 operadores turísticos e agentes de viagens de todo o mundo e que vai contar com reuniões de negócio, workshops e conferências dedicadas aos temas da inovação e tecnologia, a decorrer em Braga e em Guimarães.

Para Luís Pedro Martins, presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, este tipo de evento permite “estabelecer relações duradouras com operadores turísticos e agentes de viagens influentes e selecionados, beneficiando a economia local e o reconhecimento global destas cidades”.

“Esta captação insere-se na estratégia de desenvolvimento do turismo de negócios, que passa pelo estabelecimento de parcerias estratégicas e por uma consistente ação de marketing e promoção, assente em práticas inovadoras e sustentáveis, cruciais para o posicionamento das cidades de Braga e Guimarães como excelentes destinos turísticos, mas também destinos com toda a oferta especializada e infraestruturas de topo para a realização de eventos internacionais”, acrescenta o responsável.

Segundo o Turismo do Porto e Norte de Portugal, a captação deste evento, considerado fundamental para afirmar esta região no turismo de negócios, foi realizada em conjunto com a agência Clube Viajar, membro da LCC em Portugal, e conta com o apoio do Turismo de Portugal e dos municípios de Braga e Guimarães.

Além das reuniões de negócio, workshops e conferências, o programa da iniciativa inclui ainda uma visita guiada pelo Centro Histórico de Braga e um concerto na Basílica do Bom Jesus, assim como um jantar a realizar na Colunata de Eventos, com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, que vai apresentar a visão e a estratégia de posicionamento de Braga para o setor turístico.

“Braga, com sua arquitetura única, com a sua herança religiosa e com a sua gastronomia, continua a cativar viajantes de todo o mundo. A cidade está comprometida em proporcionar experiências enriquecedoras e inesquecíveis, mantendo-se como um destino turístico de excelência”, refere o autarca.

Recorde-se que, no último ranking da International Congress and Convention Association (ICCA), Braga e Guimarães apresentaram “uma subida muito acentuada” no número de eventos internacionais, a par do Porto e de Matosinhos, tendo Braga subido mesmo 117 lugares neste ranking.

A Lufthansa City Center é a rede de agências de viagens do Grupo Lufthansa, sendo considerada a maior rede mundial independente do setor, com 500 escritórios espalhados por 90 países.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Guerin lança nova campanha publicitária que promete alugueres mais rápidos no verão

A nova campanha da Guerin vai ser exibida ao longo de todo o verão e foca-se nos mais de 40 KIOSK’s digitais que a empresa tem vindo a instalar em todo o país e que permitem alugueres mais rápidos. Em vigor está também uma redução que pode chegar aos 20%.

Publituris

A Guerin lançou uma nova campanha publicitária para o verão, sob mote “Conte 9 minutos para arrancar para as férias” e que desafia os clientes a testarem o avançado serviço inteiramente digital de aluguer de veículos da empresa de rent-a-car.

Mais rápido, mais eficiente e mais sustentável, o serviço digital de aluguer de veículos da Guerin “promete um processo simples de apenas 9 minutos desde a chegada a uma estação Guerin, até ao levantamento do veículo”.

A nova campanha da Guerin vai ser exibida ao longo de todo o verão e foca-se nos mais de 40 KIOSK’s que a empresa de rent-a-car tem vindo a implementar e que permitem reduzir “drasticamente os tempos de espera e as filas, principalmente nos aeroportos”.

“Com a Guerin, o processo é rápido e fácil, permitindo que os nossos clientes aproveitem melhor o seu tempo de férias”, afirma Delfina Acácio, diretora-geral da Guerin, citada num comunicado enviado à imprensa.

Além de evidenciar a rapidez deste sistema, a campanha de Guerin inclui ainda a oferta de 15% de desconto direto para reservas no website até dia 31 de julho (com levantamento até 30 de setembro) e mais 5% de desconto extra para alugueres de dois ou mais dias.

Recorde-se que a Guerin conta atualmente com mais de 40 KIOSK’S digitais, incluindo 10 no Aeroporto de Lisboa, sete no Aeroporto de Faro, seis no Aeroporto Porto, dois na Estação da zona industrial do porto, três na Estação Prior Velho, cinco no Aeroporto do Funchal, seis no Aeroporto Ponta Delgada, seis na Estação de Gaia e mais um na Estação de Coimbra.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Virgin Atlantic regressa ao Canadá em março de 2025

O regresso dos voos para Toronto enquadra-se na expansão que a companhia aérea de origem britânica está a fazer na América do Norte e é uma das novidades que a Virgin Atlantic está a preparar para assinalar o seu 40.º aniversário.

Publituris

A Virgin Atlantic vai voltar a operar no Canadá depois de mais de uma década de ausência e, no próximo ano, vai voar entre Heathrow, no Reino Unido, e Toronto, numa operação diária que arranca a 30 de março, avança a publicação britânica Travel Weekly.

Segundo a informação divulgada pela Travel Weekly, o regresso dos voos para Toronto enquadra-se na expansão que a companhia aérea de origem britânica está a fazer na América do Norte.

“A nova rota vai conectar dois grandes centros financeiros e oferecer uma melhor conectividade aos passageiros”, afirma um porta-voz da companhia aérea, citado pela publicação britânica.

Apesar de ainda não se saber exatamente qual será o aparelho usado pela Virgin Atlantic para operar esta rota, a Travel Weekly indica que a solução deverá passar pelo uso de vários aparelhos, incluindo o A330-900neo, que foi a mais recente aquisição da frota da companhia aérea.

Coincidindo com o regresso ao Canadá, a Virgin Atlantic alargou também o acordo de codeshare que mantinha com a WestJet desde outubro e que abrange os voos da transportadora canadiana desde Ottawa e Winnipeg.

Recorde-se que a Virgin Atlantic não voava para o Canadá desde 2014, ano em que a companhia aérea encerrou os voos que tinha para Vancouver, que operaram apenas durante dois anos.

O regresso ao Canadá é uma das novidades que a Virgin Atlantic está a preparar para assinalar o seu 40.º aniversário, que se comemora ainda em 2024.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2024 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.