Edição digital
Assine já
PUB
Alojamento

Pestana lança promoção exclusiva

A cadeia hoteleira festeja o marco dos 100 mil gostos.

Raquel Relvas Neto
Alojamento

Pestana lança promoção exclusiva

A cadeia hoteleira festeja o marco dos 100 mil gostos.

Sobre o autor
Raquel Relvas Neto
Artigos relacionados
ALEP denuncia em Bruxelas conflitos do Mais Habitação com a legislação europeia
AL
Pestana abre 4.º hotel nos EUA
Hotelaria
Quebras nos portugueses e britânicos ditam descida da ocupação no Algarve em janeiro
Alojamento
Porto e Terceira recebem GLEX Summit 2024
Agenda
Governo aprova quadro de medidas para reduzir consumo de água no Algarve
Destinos
Porto e Norte com hotéis a 75% de ocupação no Carnaval
Destinos
Governo italiano prepara-se para procurar alternativa à Lufthansa para a ITA Airways
Aviação
Os Especialistas acreditam num bom 2024 tendo em conta as reservas antecipadas no início do ano
Distribuição
Falta 1 semana para terminarem as votações para os “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”
Prémios
Só metade dos turistas chineses planeia visitar a Europa em 2024
Destinos

A página do Facebook do Pestana Hotels & Resorts atingiu os 100 mil gostos. Um marco que o Grupo Pestana quer festejar com os seus seguidores através de uma promoção exclusiva na página da rede social.

A oferta é válida para oito destinos, incluindo Portugal, desde que as reservas sejam efectuadas até 27 de Setembro.

Assim, para festejar os 100 mil “likes”, o Grupo Pestana preparou pacotes especiais, com base no número 100, para hotéis na Alemanha, Reino Unido, Brasil, Estados Unidos, Colômbia, Moçambique, São Tomé e algumas unidades em Portugal. Ou seja: Quem optar pelo Pestana Berlin Tiergarten terá direito a upgrade para quarto executivo, pequeno-almoço e internet por 100 euros a noite. Quem preferir ir até Londres, onde há sempre muito para fazer e ver, a opção é ficar no cosmopolita Pestana Chelsea Bridge, por apenas 100 libras.

No Brasil, até 26 de dezembro e por 100 reais por pessoa, poderá escolher entre o Pestana São Paulo, o Pestana Curitiba, o Pestana Bahia Lodge e o Pestana Angra. A oferta inclui pequeno-almoço e é válida para um mínimo de duas noites. Entre 16 de setembro e 30 de Novembro, o recém inaugurado Pestana South Beach Art Deco Hotel poderá ser uma boa opção para conhecer o melhor de Miami.

Na Colômbia, descubra a encantadora e cultural cidade de Bogotá, onde a partir de 100USD poderá encontrar o hotel design Pestana Bogotá 100.

Em África, a escolha pode ser feita entre Moçambique e São Tomé e Príncipe. Até 22 de Dezembro, uma estadia no Pestana Inhaca fica por 100USD com direito a pequeno almoço, já por 100€, o Pestana São Tomé ainda disponibiliza uma visita a uma fábrica de chocolate, enquanto o Pestana Miramar dá direito a meia pensão.

Finalmente, em Portugal, a oferta é mais variada. De 1 de novembro a 31 de dezembro, o Pestana Sintra e o Pestana Cascais garantem uma estadia de duas noites aos fãs dos Pestana Hotels & Resorts. O mesmo acontece em duas unidades da Madeira, no Pestana Grand e no Pestana Casino Park. Já no Algarve, a oferta é limitada ao Pestana Vila Sol e ao Pestana Viking onde poderá usufruir de uma estadia de três noites.

Esta promoção especial 100 aplica-se apenas a novas reservas. Para usufruir da oferta, os clientes deverão aceder à aplicação “oferta limitada” disponível em http://www.bit.ly/oferta-limitada.

 

Sobre o autorRaquel Relvas Neto

Raquel Relvas Neto

Mais artigos
Artigos relacionados
ALEP denuncia em Bruxelas conflitos do Mais Habitação com a legislação europeia
AL
Pestana abre 4.º hotel nos EUA
Hotelaria
Quebras nos portugueses e britânicos ditam descida da ocupação no Algarve em janeiro
Alojamento
Porto e Terceira recebem GLEX Summit 2024
Agenda
Governo aprova quadro de medidas para reduzir consumo de água no Algarve
Destinos
Porto e Norte com hotéis a 75% de ocupação no Carnaval
Destinos
Governo italiano prepara-se para procurar alternativa à Lufthansa para a ITA Airways
Aviação
Os Especialistas acreditam num bom 2024 tendo em conta as reservas antecipadas no início do ano
Distribuição
Falta 1 semana para terminarem as votações para os “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”
Prémios
Só metade dos turistas chineses planeia visitar a Europa em 2024
Destinos
PUB
AL

ALEP denuncia em Bruxelas conflitos do Mais Habitação com a legislação europeia

A Associação do Alojamento Local em Portugal (ALEP) apresentou, recentemente, em Bruxelas, uma nova reclamação oficial contra as medidas do Programa Mais Habitação, com impacto no Alojamento Local.

Em 2023, a associação já tinha enviado uma reclamação preliminar à Comissão Europeia, antes da entrada em vigor das medidas do Mais Habitação. Agora com a lei publicada e sentidos os primeiros impactos, a ALEP, em parceria com a European Holiday Home Association (EHHA), regressou a Bruxelas para apresentar a versão definitiva e atualizada da reclamação. O processo foi suportado por um parecer jurídico detalhado, tornado público, que evidencia as inúmeras incompatibilidades e o conflito entre as medidas do Mais Habitação no Alojamento Local (AL) e a legislação europeia.

Entre as diversas medidas do Mais Habitação para o AL que entram em conflito com a legislação comunitária, a ALEP destaca a intransmissibilidade de registos, que impede a venda de apenas 1% das quotas de uma empresa dedicada ao AL ou a transmissão do registo para o cônjuge em caso de divórcio, que não tem qualquer relação com o problema da habitação.

Além disso, também a proibição de novos registos, mesmo que em frações de serviços ou na habitação permanente do titular, uma restrição que não tem nenhum efeito prático para a habitação; a proibição cega de novos registos em todo o litoral, incluindo regiões onde a presença do AL é insignificante e cujo coeficiente de pressão urbanística apresentado pelo Governo é baixo ou próximo de zero; a limitação da validade dos registos, que afeta também os titulares que já estão a operar, deixando-os sujeitos a uma reavaliação em 2030, sem que seja dada nenhuma garantia de renovação, bem como os critérios para a mesma; e, finalmente, os tributos extraordinários (CEAL) que prejudicam fortemente certos segmentos do Alojamento Local e favorecem outras ofertas de alojamento turístico, como a hotelaria, criando assim um ambiente de concorrência desleal.

Recorde-se que, Portugal foi dos primeiros países a criar uma regulamentação nacional e municipal para o Alojamento Local, que serviu de referência na União Europeia. Para a ALEP, o Programa Mais Habitação, “ao invés de melhorar essa regulamentação já existente, trouxe medidas extremas e cegas a nível nacional, ignorando por completo o papel e o conhecimento técnico e local das Câmaras Municipais”.

Para o presidente da ALEP, Eduardo Miranda, “Portugal passou de melhor a pior exemplo a nível europeu, trocando uma legislação equilibrada e alinhada com as regras comunitárias, por uma legislação restritiva, com medidas injustificadas, cegas e desproporcionais”.

O responsável acrescenta “conforme a ALEP tem defendido e fez saber junto da Comissão Europeia, estas medidas, não trazem soluções para o problema da habitação, elas desvirtuam a concorrência e prejudicam os pequenos operadores do AL, favorecendo os grandes operadores urbanos da hotelaria, cuja oferta continua a crescer em grande ritmo”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

Pestana abre 4.º hotel nos EUA

O maior grupo hoteleiro multinacional de origem portuguesa reforça a sua aposta nos EUA, mercado onde está presente há mais de uma década. Depois de Nova Iorque, onde conta com dois hotéis) e Miami, é a vez de Orlando (Flórida) receber mais um Pestana.

O Pestana Hotel Group vai expandir a sua operação a mais uma cidade nos EUA. Depois de ter inaugurado, em 2013, o seu primeiro hotel em Miami, na zona de South Beach, com o Pestana Miami South Beach, um boutique hotel art déco, em 2020 foi a vez de abrir o Pestana Park Avenue, localizado no coração de Manhattan, nas proximidades do Empire State Building. No ano seguinte, em 2021, o grupo alcançou um marco significativo com a abertura do Pestana CR7 Times Square, que se tornou o hotel número 100 da cadeia hoteleira do Pestana Hotel Group.

Agora, o Pestana Orlando Suites – Lake Buena Vista, torna-se o 4.º hotel do grupo nos EUA, reforçando a presença do Pestana Hotel Group no continente americano, tornando-se na 109.ª unidade da cadeia hoteleira.

Com a aquisição desta nova unidade hoteleira em Lake Buena Vista, uma das zonas mais prestigiadas de Orlando, o Pestana Hotel Group reforça a sua presença nos EUA, aumentando para 500 o número total de quartos do grupo no mercado norte-americano.

José Roquette, Chief Development Officer (CDO) do Pestana Hotel Group destaca que “a abertura do Pestana Orlando Suites é mais um passo significativo na nossa estratégia de diversificação geográfica”.

Considerando que o mercado norte-americano “continua a ser um pilar estratégico para o Pestana Hotel Group”, José Roquette salienta que esta nova aquisição “é um reflexo vivo da nossa estratégia asset right, que se concentra em manter a propriedade dos ativos nos mercados com maior potencial reconhecido”, acrescentando ainda que “esta expansão não só reforça a presença global do Pestana Hotel Group, mas destaca o nosso crescimento contínuo e sustentado, que nos leva a estar hoje presentes em 16 países”.

O hotel Pestana Orlando Suites – Lake Buena Vista fica localizado a cerca de 15 minutos dos principais parques temáticos da Walt Disney World, da Universal Studios e do Sea World, bem como do importante Centros de Convenções de Orlando, um dos maiores dos EUA, mas também muito próximo dos melhores outlets, com inúmeras lojas e restaurantes.

O novo Pestana Orlando Suites – Lake Buena Vista oferece 127 suites com mais de 40 m2, vocacionado para viagens em família, constituindo, também, tendo em conta a sua localização privilegiada, próxima do Centro de Convenções, uma opção para viagens de negócios.

O hotel dispõe de várias comodidades incluindo restaurante, bar, jardim, piscina exterior, ginásio, business center e estacionamento.

Orlando é um dos destinos turísticos mais procurados nos EUA, depois de Nova Iorque e Las Vegas, sendo um dos destinos mais populares do mundo. Prevê-se que em 2025 possa vir a receber 100 milhões de visitantes, com a abertura do novo parque temático da Universal Studios, o “Epic Universe”, que será o maior parque da marca nos EUA. Além de ser um forte polo de turismo de lazer, Orlando destaca-se também como um dos principais destinos de congressos dos EUA.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Quebras nos portugueses e britânicos ditam descida da ocupação no Algarve em janeiro

Em janeiro, as unidades de alojamento turístico do Algarve apresentaram uma taxa de ocupação de 34,4%, valor que ficou 1,3pp acima da registada em mês homólogo de 2019, mas 0,9pp abaixo de janeiro de 2023, de acordo com a AHETA.

Em janeiro, as unidades de alojamento turístico do Algarve apresentaram uma taxa de ocupação de 34,4%, valor que ficou 1,3pp acima da registada em mês homólogo de 2019, mas 0,9pp abaixo de janeiro de 2023, com a AHETA – Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve a sublinhar as descidas dos mercados nacional e britânico.

De acordo com os dados da AHETA, em janeiro o mercado nacional registou uma descida de 1,4pp face ao mesmo mês do ano passado, enquanto o mercado britânico caiu 0,6pp.

Em sentido contrário estiveram mercados como neerlandês, o polaco e o alemão, que, segundo a AHETA, apresentaram subidas em janeiro de 0,5pp, 0,4pp e 0,3pp, respetivamente.

Em janeiro, a estadia média nas unidades de alojamento turístico do Algarve foi de 4,4 noites, 0,2 noites acima da verificada no mês homólogo de 2023, com destaque para o mercado sueco, que apresentou as estadias mais prolongadas na região, chegando às 8,7 noites, seguido do mercado neerlandês, com uma média de 8,4 noites.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agenda

Porto e Terceira recebem GLEX Summit 2024

Portugal volta a ser o palco da maior cimeira de exploradores do mundo. Com início no Porto, a Global Exploration Summit (GLEX Summit) segue viagem para a ilha Terceira, nos Açores.

Entre os dias 15 e 19 de junho, a Global Exploration Summit (GLEX Summit) volta a reunir a elite da exploração em Portugal e, desta vez, a cidade do Porto acolhe o programa do primeiro dia da cimeira que reúne a elite mundial de exploradores e cientistas. Depois da estreia na Invicta, a GLEX Summit viaja, pelo segundo ano consecutivo, até à ilha da Terceira, para mais dois dias de partilha de algumas das mais extraordinárias histórias da exploração e ciência associadas ao Espaço, Oceanos e conservação do Planeta.

Organizada pela Expanding World, com a chancela e curadoria do The Explorers Club, a GLEX Summit estreia-se na cidade do Porto, a 15 de junho, com a GLEX Ignition Session. O dia inaugural da quinta edição da cimeira vai ser totalmente dedicado à evolução da exploração espacial. Nos dias 18 e 19 de junho, com sessões abertas ao público, a GLEX Summit regressa aos Açores com um programa inspirador onde vão ser partilhadas as mais recentes descobertas, as tecnologias mais inovadoras e as novas missões que estão a revolucionar o futuro do planeta.

Sob o mote “What’s Next?”, um dos destaques da edição deste ano vai ser dedicado à revolução da próxima década de exploração lunar, com destaque para a missão Artemis, que vai levar uma tripulação de astronautas a pisar a Lua, pela primeira vez, desde 1972, incluindo a primeira mulher.

Esta missão da NASA representa um ponto de viragem na consolidação da exploração espacial, já que para além de pretender abrir portas para futuras missões, tem como grande objetivo estabelecer uma presença humana sustentável e duradoura na Lua.

A Alfândega do Porto e o Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo vão ser o palco onde a linha da frente dos exploradores e cientistas vão apresentar e partilhar as descobertas mais recentes, as mais recentes tecnologias e as futuras missões que estão a revolucionar o futuro do Espaço, dos Oceanos e do Planeta.

E como as alterações climáticas também ditam o futuro, este vai ser outro tema em grande destaque na GLEX Summit, onde vai ser abordado o papel do Espaço e dos Oceanos para a recolha de dados que permitam investigar e mitigar os efeitos dessas alterações.

Manuel Vaz, responsável da Expanding World salienta o “orgulho e privilégio” de trazer para Portugal o maior encontro de exploradores do nosso planeta. “O GLEX Summit 2023 foi uma experiência inspiradora e enriquecedora que nos trouxe a linha da frente de exploradores em todas as áreas, desde o Alasca até a floresta Amazónica, incluindo os oceanos e os confins do espaço. Para além dos oceanos e da conservação da natureza, um dos tópicos em foco desta edição é a próxima década na lua com a missão Artemis que levará os primeiros europeus à Lua”, refere Manuel Vaz.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Destinos

Governo aprova quadro de medidas para reduzir consumo de água no Algarve

O Governo espera que, com a resolução agora aprovada, seja possível “ultrapassar as necessidades essenciais da época do verão e terminar o ano de 2024 com reservas para 2025”.

O Governo aprovou esta quinta-feira, 8 de fevereiro, em Conselho de Ministros, uma resolução que define o quadro de medidas de carácter temporário para reduzir os consumos e racionalizar a utilização dos recursos hídricos na região do Algarve.

Com este quadro de medidas, o Governo espera que seja possível “ultrapassar as necessidades essenciais da época do verão e terminar o ano de 2024 com reservas para 2025”.

“Para além de medidas estruturais que se encontram em curso, a implementação de medidas de resposta imediata que minimizem os efeitos da conjuntura de seca é essencial face à situação de seca prolongada na região do Algarve que tem vindo a agravar a situação de escassez hídrica da região”, lê-se no comunicado do Conselho de Ministros.

No Algarve, a capacidade das albufeiras encontra-se a um nível de 25%, comparado com os 45% do ano passado pela mesma altura, o que está a ameaçar o abastecimento regional.

Recorde-se que o Governo anunciou, a 19 de janeiro, cortes no consumo de água no Algarve devido à seca que se tem vindo a agravar na região, prevendo-se uma redução de 25% na agricultura e de 15% no setor urbano, que inclui o turismo.

Na altura, o ministro do Ambiente e Ação Climática, Duarte Cordeiro, explicava que o corte decidido não vai provocar “restrição ao desenvolvimento da atividade” turística, esperando-se que exista apenas um “condicionamento relativamente à eficiência hídrica e poupança de água”.

A necessidade de impor cortes de água no Algarve foi decidida pela Comissão Permanente de Prevenção, Monitorização e Acompanhamento dos Efeitos da Seca que, de acordo com Duarte Cordeiro, propôs 46 medidas que estão, agora, refletidas na resolução do Conselho de Ministros.

No entanto, em janeiro, Duarte Cordeiro dizia que não estavam previstos apoios para compensar o turismo devido às restrições de água, mas o comunicado do Conselho de Ministros fala na “atribuição de apoios para as medidas extraordinárias e autoriza a realização de despesa por diversas entidades”, sem, contudo, explicitar que apoios estão previstos e para que setores.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Porto e Norte com hotéis a 75% de ocupação no Carnaval

O facto de, este ano, o Carnaval se festejar a 13 de fevereiro, ou seja, colado ao Dia dos Namorados está a ajudar a aumentar a taxa de ocupação para a próxima semana na região do Porto e Norte de Portugal.

A taxa de ocupação das unidades de alojamento turístico na região do Porto e Norte de Portugal para o Carnaval ronda os 75%, avança o Observador, que cita fonte oficial da entidade regional de turismo.

“A ocupação hoteleira, ainda sem os dados totalmente compilados, porque as reservas nesta altura são muito de ‘last minute’ (última hora), apontam para uma ocupação hoteleira média no destino a rondar os 75%, o que poderemos considerar que são números interessantes“, refere a fonte citada.

O facto de, este ano, o Carnaval se festejar a 13 de fevereiro, ou seja, colado ao Dia dos Namorados está a ajudar a aumentar a taxa de ocupação para a próxima semana na região do Porto e Norte de Portugal.

“Alguns turistas nacionais e de mercados de proximidade, aproveitam para tirar uns dias de descanso e dinamizar a atividade turística”, explicou a fonte do TPNP citada na notícia original.

Luís Pedro Martins, presidente da TPNP, mostra-se “novamente animado e com grande expectativa” face às previsões para o Carnaval, assim como para o ano de 2024, que o responsável espera que possa correr como 2023, em que a região fechou o ano com 6,9 milhões de hóspedes, mais 15% do que em 2022, e 13,3 milhões de dormidas, o maior crescimento nacional (14,9%).

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Governo italiano prepara-se para procurar alternativa à Lufthansa para a ITA Airways

O Governo italiano está a preparar um plano alternativo para o caso de a aquisição da ITA Airways pela Lufthansa fracassar. Para o efeito, a primeira-ministra Meloni parece querer recorrer a um velho conhecido na corrida à companhia aérea.

O Governo italiano, liderado pela primeira-ministra Geórgia Meloni, está a preparar um plano B caso a aquisição da ITA Airways pela Lufthansa não seja aprovada. De acordo com o jornal “La Repubblica”, Meloni reuniu-se na semana passada com a companhia de cruzeiros MSC.

Na reunião com Gianluigi Aponte, o armador e fundador da MSC garantiu que reconsideraria a aquisição da ITA Airways se os planos de aquisição por parte do grupo alemão falhassem.

A razão das preocupações de Meloni prendem-se com os organismos de controlo anti-trust da União Europeia (UE) iniciaram uma análise mais aprofundada da oferta da Lufthansa. As medidas de correção propostas pela Lufthansa não foram, por conseguinte, suficientes para dissipar as preocupações em matéria de concorrência. Os observadores da concorrência da UE consideraram que a aquisição poderia restringir a concorrência no mercado dos voos de passageiros em várias rotas de curto e longo curso.

A Itália receia agora que as concessões para a planeada aquisição da Lufthansa possam ser demasiado grandes e pouco atrativas.

A MSC não é alheia à corrida ao concurso para a ITA Airways. Inicialmente, a Lufthansa pretendia adquirir a companhia aérea italiana em dificuldades juntamente com a MSC. Contudo, a empresa de cruzeiros tinha anteriormente retirado a sua proposta de aquisição conjunta da ITA Airways e da Lufthansa.

De referir que a MSC tem vindo a tentar entrar no mercado da aviação comercial há já algum tempo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Os Especialistas acreditam num bom 2024 tendo em conta as reservas antecipadas no início do ano

Os organizadores de Os Especialistas acreditam que as empresas que constituem este grupo de viagens e turismo vão ter um bom ano, tendo em conta que “estas primeiras semanas do ano revelaram-se, em termos de reservas antecipadas, bastante boas”.

Com “casa cheia”, desde o dia 5 de fevereiro no Porto, tendo depois passado por Braga, Coimbra e Lisboa, para terminar esta sexta-feira em Albufeira (Algarve), Os Especialistas fazem um balanço positivo da edição de 2024 do seu roadshow anual.

Miguel Jesus, um dos organizadores de Os Especialistas, e diretor-geral do operador turístico Image Tours, disse aos jornalistas, à margem da sessão que teve lugar esta quinta-feira, em Lisboa que “nos últimos anos tem sido este o mote, temos tido casa cheia em todos os locais. Em apenas uma semana as inscrições esgotaram tanto no Porto, Braga, Coimbra e Lisboa, exceto o Algarve, que pela sua dimensão, não aconteceu, mas de qualquer forma, temos para esta sexta-feira 62 agências de viagens confirmadas, o que não é mau para a zona que é”.

Segundo a organização, da qual faz também parte Artur Sousa, diretor geral da ATR, o roadshow anual de Os Especialistas “é um evento em que o agente de viagens procura não faltar e segue um pouco o nosso lema que é “Soluções para agentes de viagens”, e vem ao nosso encontro para saber as novidades um pouco em todas as áreas das viagens, querem saber como está o mercado e o que temos de novo para este ano”.

O pulso do mercado começa-se a sentir no início do ano. Assim, Miguel Jesus revelou que, neste momento, as empresas que constituem Os Especialistas “estão bastante otimistas porque, estas primeiras semanas do ano revelaram-se, em termos de reservas antecipadas, bastante boa”, acentuando que “costumo dizer que a 31 de dezembro ninguém quer ouvir falar de férias, mas a partir de 1 de janeiro toda a gente quer marcar as suas viagens, então começam também as campanhas que animam o mercado, e estamos a sentir bastante procura”.

Apesar do também diretor do operador turístico Image Tours, especializado no médio e extremo Oriente sentir alguma retração de vendas neste início do ano para os seus destinos estrelas como a Turquia, o Egito, sem falar da Jordânia ou Israel, mas que, em contrapartida está a crescer em termos da Grécia, e a Turquia está a recuperar nas últimas semanas, “pelo feedback que temos dos nossos parceiros de Os Especialistas, sentimos que toda a gente está a trabalhar bem”, dando como exemplo, as Caraíbas e os circuitos. As operações que a Image Tours tem para a Páscoa, na Turquia já estão quase completas de Lisboa e do Porto, e “isso são bons sinais”.

Assim, no conjunto de parceiros que formam Os Especialistas “há um grande otimismo em relação ao ano de 2024”. Miguel Jesus avançou ainda que “falando com o nosso parceiro, o consolidador Magnet, verificamos um crescimento a nível de emissões, e isso são bons sinais”.

Este ano, Os Especialistas passaram a contar com um novo parceiro, a Amadeus, lembrando que, em tempos, contaram com a Travelport. Para a organização “é isso, no fundo, que queremos, desde seguros a consolidador, passando pelo GDS, operadores turísticos, companhias aéreas e de cruzeiros e destinos internacionais, para que, quando o agente de viagens se desloca ao nosso roadshow saiba que vai encontrar soluções para alguns dos seus problemas”.

Miguel Jesus garantiu que este grupo é para continuar e o modelo do seu contacto com os agentes de viagens em Portugal é para manter, mas “queremos melhorar, inovar e trazer coisas novas, mas aquilo que temos feito nos últimos anos é aquela que funciona para os nossos parceiros”, para avançar que, enquanto expositores, conseguimos passar a mensagem no workshop e, para o agente de viagens, o facto de sermos apenas 15 empresas, há a possibilidade de falar com cada um dos fornecedores”.

Os parceiros de Os Especialistas, para além do roadshow anual, juntam-se várias vezes ao ano em reuniões para discutirem e trocarem opiniões, bem como para analisarem a evolução do mercado. “A organização é nossa, mas não somos nós que decidimos tudo”, apontaram.

A principal regra de Os Especialistas é que não haja concorrência entre os parceiros e, segundo a organização, não aumentar o número porque “queremos dar ao agente de viagens possibilidade e tempo para falar com todos. Se tivermos muitos parceiros isso não vai acontecer e nós não vamos conseguir passar as nossas mensagens”.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Prémios

Falta 1 semana para terminarem as votações para os “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”

Lançadas a 22 de janeiro, as votações para a 12.ª edição dos “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL” terminam dentro de uma semana, a 16 de fevereiro. Há 96 nomeados em 16 categorias.

Publituris

Pela 12.ª vez, o jornal Publituris organiza os “Portugal Trade Awards”, iniciativa que se destina a premiar as melhores empresas, instituições, serviços e profissionais que se destacaram no Trade no setor do Turismo.

Neste ano de 2024, voltamos a colocar a votação o que de melhor se fez no trade do setor do Turismo no ano de 2023.

Recorde-se que, face às edições anteriores dos “Publituris Portugal Trade Awards” existem categorias que transitaram para os “Publituris Travel Awards” que se realizarão em julho de 2024.

As categorias que transitaram para os “Publituris Portugal Travel Awards” foram todas as categorias relacionadas com a hotelaria, rent-a-car, cruzeiros, parques temáticos, animação turística e marinas.

A votação online decorre no site dos prémios – https://premios.publituris.pt/trade/2024 – entre os dias 22 de janeiro e 16 de fevereiro de 2024.

Para validar o voto é exigida a introdução do e-mail, que terá de ser idêntico ao de registo na newsletter do Publituris.pt.

Os vencedores resultarão de uma média ponderada entre os votos do júri (45%), dos assinantes do jornal do Publituris (45%) e subscritores da newsletter diária (10%), sendo que os membros do Júri também votam online.

O júri é constituído por diversas personalidades: representantes de associações do setor, ex-secretários de Estado do Turismo, empresários, profissionais.

De referir que, desde 2022, os “Portugal Trade Awards” assumiram a denominação “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL”, numa parceria com a Bolsa de Turismo de Lisboa – BTL.

Os vencedores serão conhecidos no próximo dia 28 de fevereiro de 2024, a partir das 11h00 na BTL 2024, em Lisboa.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Só metade dos turistas chineses planeia visitar a Europa em 2024

Um recente estudo da European Travel Commission (ETC) apurou que apenas 57% dos turistas chineses contam viajar para a Europa neste ano, o que representa uma forte queda relativamente ao ano passado, quando 71% dos turistas oriundos da China contavam visitar território europeu.

Publituris

A recuperação turística do mercado chinês está atrasada e assim deverá continuar em 2024, pelo menos na Europa, prevê um estudo da European Travel Commission (ETC), que apurou que apenas 57% dos turistas chineses contam viajar para a Europa neste ano.

O estudo da ETC nota que a percentagem de turistas chineses que conta viajar para a Europa este ano sofreu uma queda drástica relativamente à edição do ano passado, quando 71% dos turistas oriundos da China contavam visitar território europeu.

Um dos motivos apontados para a descida da intenção dos turistas chineses em visita a Europa é o facto destes turistas estarem, neste momento, a viajar mais pelos destinos asiáticos, uma vez que vários países desta região do mundo flexibilizaram os requisitos para a atribuição de vistos, a exemplo da Tailândia .

A menor disponibilidade financeira e poucos dias de férias disponíveis também ajudam a explicar a redução das intenções dos turistas chineses em viajarem para a Europa, este ano.

Recorde-se que a China era um mercado vital para vários destinos europeus antes da COVID-19, a exemplo do Reino Unido e Países Baixos, mas tem assistido a uma tímida recuperação desde a reabertura pós-pandemia.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.