VRSA e Ayamonte têm maior potencial turístico juntas

Por a 19 de Fevereiro de 2013 as 12:08

As cidades de Vila Real de Santo António (VRSA) e Ayamonte “têm maior capacidade para se afirmarem quer no contexto do Algarve, quer no contexto da Andaluzia, captando mais visitantes e ampliando os proveitos turísticos”. Essa é a conclusão de uma reunião entre representantes dos dois destinos e hoteleiros e associações de Portugal e da Andaluzia para recolher sugestões e avaliar o potencial turístico da recém-criada Eurocidade Ayamonte – Vila Real de Santo António.

Em conjunto, calcula-se que a Eurocidade possa representar perto de 11% da capacidade de alojamento do Algarve (cifrada em 102884 camas) e cerca de um quarto da capacidade de alojamento da região de Huelva (47912 camas).

“Numericamente falando, a capacidade global de alojamento da Eurocidade Ayamonte – VRSA coloca a cidade espanhola no primeiro lugar em termos de camas turísticas no contexto da região de Huelva. Em sentido idêntico, a Eurocidade passa a conferir a Vila Real de Santo António o quarto lugar em termos de camas turísticas no Algarve”, destaca a autarquia de VRSA, numa nota divulgada.

Por outro lado, unidas, estas duas cidades dispõem de seis campos de golfe de 18 buracos e três portos desportivos que, ao todo, oferecem mais de 900 lugares de amarração.

“Portugal e Espanha vivem uma realidade semelhante em termos turísticos, nomeadamente no que se refere aos desafios e dificuldades, pelo que a definição de estratégias comuns trará proveitos igualmente comuns para os agentes económicos”, sustenta o presidente da Câmara, Luís Gomes. “Estamos confiantes de que a cooperação turística é uma área com potencial no contexto da Eurocidade, até porque não estamos a impor nenhum modelo à partida, mas antes a construir caminho ao lado dos profissionais do setor”, acrescenta.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *