APECATE quer criar profissão de técnico de turismo de ar livre

Por a 15 de Junho de 2012 as 10:15

A APECATE entregou na ANQEP (Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional) uma proposta para a criação de uma nova qualificação profissional para o sector turístico: o técnico de turismo de ar livre.

Para a presidente da direcção da associação, Ana Barbosa, é preciso actuar em duas direcções: “na óptica do futuro, ao nível da formação inicial, permitindo que os jovens interessados em ingressar no sector tenham disponível a respectiva formação e certificação profissional, o que hoje não acontece; em termos de presente, num sistema de reconhecimento e validação de competências adquiridas, que permita certificar os técnicos que operam nas empresas de turismo de ar livre.”

Desta feita, o que a APECATE propõe é um Curso de Especialização Tecnológica em Turismo de Ar Livre, que corresponde ao nível V do Quadro Europeu das Qualificações. Todavia, “com uma bolsa agregada de UFCD – Unidades de Formação de Curta Duração, com definição de perfis de entrada ao nível da mestria técnica e da experiência profissional”. As unidades que deveriam ser abordadas nessas unidades seriam, por exemplo, o birdwatching e o canyoning.

“A filosofia deste CET é a mesma do Plano de Formação de Activos da APECATE: associa a formação turística e comportamental a uma sólida componente técnica, neste caso em seis actividades de ar livre, das quais quatro serão de escolha obrigatória (Caminhadas e outras actividades pedestres, Actividades de Orientação, Passeios de Bicicleta, Manobras de Cordas, Escalada Desportiva e em Bloco e Canoagem e Rafting até Nível II) e estipula a obrigatoriedade do Curso Básico de Socorrismo como requisito para o exercício da profissão”, explica a APECATE.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *