Edição digital
Assine já
PUB
Destinos

Jornalista e fotógrafa lançam guia sobre Cabo Verde

As autoras percorreram as dez ilhas do arquipélago e publicaram um guia sobre o destino.

Tiago da Cunha Esteves
Destinos

Jornalista e fotógrafa lançam guia sobre Cabo Verde

As autoras percorreram as dez ilhas do arquipélago e publicaram um guia sobre o destino.

Sobre o autor
Tiago da Cunha Esteves
Artigos relacionados
Muito longe do excesso: Carlos Moedas diz que Lisboa deve continuar a apostar no turismo, sobretudo de qualidade
Destinos
PHC Hotels abre as portas do Convent Square Hotel Vignette Collection
Alojamento
Após incêndios: Agentes de viagens e operadores turísticos europeus já olham para o regresso a Rodes e Corfu
Destinos
GIobal Revenue Forum anuncia XLR8 como parceiro Afiliado
Air Canada muda-se para o Terminal 3 do aeroporto do Dubai
Aviação
Privatização da Azores Airlines: Ato público de reabertura das propostas a 7 de agosto
Aviação
NDC da British Airways já está disponível para agentes de viagens na plataforma Travelport+
Distribuição
Conheça as datas das feiras de emprego da Bolsa de Empregabilidade de 2024
Emprego e Formação
WOW vai celebrar o que de mais autêntico existe em Portugal
Destinos
Candidaturas aos CET nas Escolas do Turismo de Portugal abertas até 8 de setembro
Emprego e Formação

Uma jornalista e uma fotógrafa lançaram um guia sobre Cabo Verde, depois de terem percorrido as dez ilhas do arquipélago.

Tânia Sarmento e Helena Ramos descobriram os trilhos e praias do destino, as suas dunas douradas e as suas montanhas, testaram hotéis e os pratos típicos, dando a conhecer a essência de Cabo Verde.

Entre outros aspectos, o guia sugere mergulhos nas “imensas praias de areia branca da Boavista e do Sal”, danças ao ritmo das noites do Mindelo e experiências gastronómicas com o “peixe e marisco abundantes”.

Licenciada em Ciências da Comunicação, pela Universidade Nova de Lisboa, Tânia Sarmento foi jornalista no Diário Económico, onde escrevia sobre livros, teatro, dança, cinema e viagens. Hoje é coordenadora editorial da Lua de Papel, do grupo Leya. É autora do blogue A Viajar Sou Feliz, e colabora com a revista Fora de Série, do Diário Económico, onde escreve sobre viagens e life style.

A fotógrafa Helena Ramos viveu cinco anos em Espanha antes de voltar para Lisboa e iniciar a sua actividade como coordenadora editorial. Licenciada em História e Teologia pela Chester University College, posteriormente formou-se em Realização pela ETIC, e desde então concilia a fotografia e a realização com o mundo dos livros.

Sobre o autorTiago da Cunha Esteves

Tiago da Cunha Esteves

Mais artigos
Artigos relacionados
Muito longe do excesso: Carlos Moedas diz que Lisboa deve continuar a apostar no turismo, sobretudo de qualidade
Destinos
PHC Hotels abre as portas do Convent Square Hotel Vignette Collection
Alojamento
Após incêndios: Agentes de viagens e operadores turísticos europeus já olham para o regresso a Rodes e Corfu
Destinos
GIobal Revenue Forum anuncia XLR8 como parceiro Afiliado
Air Canada muda-se para o Terminal 3 do aeroporto do Dubai
Aviação
Privatização da Azores Airlines: Ato público de reabertura das propostas a 7 de agosto
Aviação
NDC da British Airways já está disponível para agentes de viagens na plataforma Travelport+
Distribuição
Conheça as datas das feiras de emprego da Bolsa de Empregabilidade de 2024
Emprego e Formação
WOW vai celebrar o que de mais autêntico existe em Portugal
Destinos
Candidaturas aos CET nas Escolas do Turismo de Portugal abertas até 8 de setembro
Emprego e Formação
PUB
Destinos

Muito longe do excesso: Carlos Moedas diz que Lisboa deve continuar a apostar no turismo, sobretudo de qualidade

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou que a cidade está “muito longe do excesso de turismo” realçando que “não estamos aos níveis de Veneza ou Barcelona”, por isso, “devemos continuar a apostar no turismo, sobretudo no de qualidade”.

Em entrevista à Bloomberg, o autarca garantiu que Lisboa deve registar um número recorde de pernoitas em 2023: 19 milhões, mais 12% do verificado em 2019. Considerando que a capital portuguesa está entre as cidades com as recuperações mais fortes desde a pandemia da Covid-19, o presidente da autarquia de Lisboa destaca que é “uma recuperação absolutamente extraordinária”, para lembrar que o turismo representa 20% da economia da cidade e, sublinhar que “Turismo é emprego”, havendo espaço para crescer.

Além do crescimento de turistas americanos, impulsionado pelo aumento do número de voos diretos entre Lisboa e os EUA, Carlos Moedas está convicto que a capital também vai beneficiar com a Jornada Mundial da Juventude, que decorre até domingo. “O efeito da chegada das pessoas atrairá muitas outras que virão depois”, referiu o autarca.

Lisboa recebe diariamente entre 30 e 40 mil turistas, sendo que há potencial de crescimento. “Acho que estamos muito longe do excesso de turismo. Não estamos aos níveis de Veneza ou Barcelona. Devemos continuar a apostar no turismo, sobretudo no de qualidade”, frisou Carlos Moedas, que pensa aumentar a taxa de turismo, atualmente de 2 euros por noite.

Sobre este tema, referiu que “os estrangeiros poderiam pagar um pouco mais e com isso teríamos uma cidade mais limpa. E os lisboetas veriam o turismo como algo positivo: há receitas que vêm do turismo para limpar mais a cidade”.

Segundo Carlos Moedas, a Lisboa e a Portugal falta dar o salto de cidade ou país de startups para empresas “com grande crescimento” que se tornam “grandes empresas” – enquanto Portugal investiu em encontrar startups durante muitos anos que é preciso investir em scale-ups, naquelas empresas que estão a ter “alto crescimento”.

“Mais do que uma competição entre países, é uma competição entre cidades”, referiu. “Lisboa tem de se posicionar nesta competição de talentos entre cidades. Quem conseguir atrair mais talentos, terá melhor crescimento e mais produtividade, disso não há dúvida.”

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

PHC Hotels abre as portas do Convent Square Hotel Vignette Collection

A unidade hoteleira, cujo investimento total situa-se nos 30 milhões de euros, resulta de um projeto de remodelação e conta com a parceria da IHG Hotels & Resorts. Com o selo de aprovação da Intercontinental em 536 critérios, a unidade abre agora portas naquele que era o antigo Convento de São Domingos.

O Convent Square Hotel Vignette Collection, a nova unidade hoteleira da PHC Hotels – Portuguese Hospitality Collection, abriu portas a 1 de agosto junto à Praça do Rossio, em Lisboa, após um investimento de cerca de 30 milhões de euros.

O novo hotel localiza-se no antigo Convento de São Domingos, cuja história remonta ao século XIII, quando o edifício foi mandado construir pelo Rei D. Sancho II. Agora, o antigo Convento Dominicano ganhou vida sob a forma de um hotel com 121 quartos de cinco tipologias, que vão desde o “cozy”, até 20 metros quadrados, e acabam em suites. A unidade fica completa com um restaurante, pátio interior, bar, e um Wellness Center no quinto andar com piscina interior, sala aquecida e sauna.

Construído em torno do antigo claustro do convento, o Convent Square Hotel Vignette Collection “combina elementos históricos do Convento de São Domingos com uma decoração contemporânea inspirada na sua história”, como se pode ler em comunicado.

Aliás, no “claustro” do hotel, que agora serve de área de pátio e lounge, ainda é possível ver o antigo poço da propriedade, que partilha o mesmo espaço que uma peça escultórica desenvolvida por Pedro Cabrita Reis em exclusivo para este espaço do hotel. A obra do artista Pedro Calapez também ganha destaque no lobby, com duas peças desenhadas para esta área.

Capítulo Restaurante e Bar | Créditos: PHC

Já a antiga Casa do Capítulo, onde decorriam as reuniões e tomadas de decisão do convento, dá agora lugar ao Capítulo Restaurante e Bar, onde imperam os tetos abobados originais e os clássicos da cozinha portuguesa reinventados pelo chef Vítor Sobral.

Hotel tem de cumprir com 536 critérios estipulados pela Intercontinental

Da aquisição do edifício até ao início da obra distaram dois anos, de 2015 a 2017. Desde então, “toda a parte de projeto, licenciamento, demorou algum tempo”, como explicou em entrevista à Publituris Hotelaria Miguel Andrade, diretor de operações da PHC. A pandemia foi outro fator para os atrasos, bem como “algumas situações de arqueologia, que também atrasaram a construção e fizeram com que se tivesse de alterar parte do projeto”.

As obras de reabilitação contaram com o projeto de arquitetura da GRCA, pelas mãos do arquiteto Marcelo Azevedo. Posteriormente, o design de interiores ficou a cargo da ARTICA, com as arquitetas Cristina Santos Silva e Ana Menezes Cardoso.

Recorde-se que o Convent Square Hotel Vignette Collection resulta de uma parceria com a IHG Hotels & Resorts, num processo que já decorre “desde julho do ano passado”. Ao todo, o hotel tem de cumprir com 536 critérios da Intercontinental, que vão desde “a parte legal à parte de Life & Safety”, passando pela “parte de produto e segurança”, de acordo com Miguel Andrade.

“Com uma localização de excelência, uma identidade muito própria e conceito diferenciador, esta unidade incorpora o objetivo primordial da Vignette Collection, o de oferecer uma experiência de luxo, que seja autêntica e atenta, num espaço de grande exclusividade”, refere Miguel Andrade em comunicado.

O diretor de operações considera ainda que “esta reabilitação permite devolver a Lisboa e ao país o seu património cultural e ainda oferecer aos nossos clientes uma experiência de sofisticação, sob a herança da Ordem Dominicana do antigo Convento de São Domingos”.

Sobre o autorCarla Nunes

Carla Nunes

Mais artigos
Destinos

Após incêndios: Agentes de viagens e operadores turísticos europeus já olham para o regresso a Rodes e Corfu

Agentes de viagens e operadores turísticos europeus reuniram-se para garantir que os viajantes possam regressar a Rodes e Corfu, após os violentos incêndios que devastaram, recentemente, as duas ilhas gregas., e que levaram à evacuação não só de residentes como de turistas.

Quase 100 representantes de agências de viagens e operadoras de turismo de toda a Europa participaram num workshop para fazer um balanço da situação em Rodes e Corfu. A procura de férias nestas ilhas é ainda forte e a situação atual exige um bom conhecimento dos fornecedores e ligação com entidades e autoridades locais.

A ECTAA (Associações Europeias de Agentes de Viagens e Operadores Turísticos), a HATTA (Associação Grega de Agências de Turismo e Viagens) e FEDHATTA (Federação das Associações Gregasde Agências de Viagens e Turismo) realizaram uma sessão de trabalho conjunto para agentes de viagens e operadores turísticos de toda a Europa para fazer um balanço dos últimos desenvolvimentos em Rodes e Corfu.

George Hatzimarkos, governador da região do Egeu Meridional, que supervisionou a evacuação segura e o atendimento de mais de 25 mil turistas, forneceu uma visão geral global dos acontecimentos da semana passada e deixou uma mensagem simples : A vida está a voltar ao normal para toda a ilha de Rodes, incluindo nas poucas áreas afetadas. Os residentes de Rodes, juntamente com o Estado grego, esperam continuar a oferecer o seu cuidado e hospitalidade única aos visitantes estrangeiros. Dos 41 hotéis evacuados, 35 já voltaram a funcionar. Hatzimarkos instou os profissionais de viagens a entrar em contato com as autoridades locais em caso de dúvidas.

Konstantinos Zikos, conselheiro do ministro do Turismo, assim como Efi Staylidiadi, da Organização Nacional de Turismo da Grécia, enfatizaram a importância de comunicar positivamente sobre o destino.

Durante o workshop, os operadores turísticos reconheceram o compromisso das autoridades gregas, bem como da população local, para proteger os visitantes e destacaram as preocupações que precisam de abordar com os turistas.

Frank Oostdam, presidente da ECTAA, destacou que “a confiança é essencial para os negócios. A Grécia demonstrou que foi capaz de encontrar soluções para eventos inesperados de grande escala de forma humana e eficaz e essa conquista não deve ser subestimada.” Acrescentou que “os eventos da semana passada questionam a indústria sobre o impacto das mudanças climáticas no modelo de negócios; é por isso que a ECTAA, a FEDHATTA e a HATTA realizarão uma reunião em Atenas nos próximos dias 28 e 29 de setembro para discutir com as autoridades gregas se estão a adaptar aos desafios atuais e futuros e garantir que as viagens se tornem mais sustentáveis.”

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

GIobal Revenue Forum anuncia XLR8 como parceiro Afiliado

Parceiro afiliado em Lisboa para ampliar ainda mais o alcance da rede de revenue management do Global Revenue Forum

Os membros fundadores do Global Revenue Forum anunciam hoje a adição do parceiro associado em Portugal, XLR8, que contribuirá para a extensão da comunidade que participa da conferência anual de revenue e, assim, estenderá os recursos educacionais e de networking em revenue management em toda a região.

Os membros fundadores do Global Revenue Forum (GRF) representam uma colaboração entre três das empresas de revenue management mais respeitadas da Europa, Hotel Performance, com sede em Milão; Revenue by Design, com sede em Londres, e Taktikon, com sede em Estocolmo. A adição da XLR8 em Portugal adiciona outra excelente empresa de revenue management ao GRF.

A XLR8 dispõe de uma oferta 360º em revenue management, com um revenue management system, consultoria, formação online e serviços de outsourcing de revenue management cobrindo o espectro de oportunidades de revenue em todos os pontos de contato com o cliente. As ofertas de formação e educação da empresa alinham-se idealmente com os objetivos do Global Revenue Forum para oferecer as melhores práticas à comunidade de revenue management.

Citações

Ally Northfield, Diretora, Revenue by Design Co-Fundadora GRF

Em nome da equipa GRF, tenho o prazer de dar as boas-vindas à XLR8 como parceira afiliada do Global Revenue Forum, um facilitador líder na prestação de serviços de revenue management para a complexa e diversificada indústria hoteleira em Portugal e também permitindo que o fórum se estenda a um país que é conhecido pela sua expertise em turismo e hotelaria. Este é o início de uma grande jornada para ambas as partes, e esperamos que seja um dia muito especial para a comunidade de Revenue Management em Portugal.

José Pedro Almeida, CEO, XLR8

Para a XLR8 esta é uma oportunidade fantástica de trazer para Portugal o evento líder de Revenue Management na Europa e é um prazer estar nesta jornada em parceria com a Revenue by Design, Taktikon e Hotel Performance. Estamos muito entusiasmados por fazer parte do Global Revenue Forum, antevendo uma parceria de longo prazo e apresentando o melhor do revenue management que Portugal tem, reunindo os principais stakeholders da indústria num evento de um dia incrivelmente rico onde os tópicos mais relevantes serão debatidos, em sessões com oradores locais e sessões em streaming das restantes localizações.

Sobre o Global Revenue Forum

O Global Revenue Forum é uma colaboração entre a Revenue by Design, Taktikon e Hotel Performance, e é o veículo para estender eventos de revenue management e educação entre as três empresas e parceiros afiliados a toda a região europeia. O principal evento para 2024 é o The Global Revenue Forum, a ser realizado a 30 de janeiro de 2024. Os eventos são realizados simultaneamente em Londres, Milão e Estocolmo, além de serem transmitidos ao vivo para parceiros afiliados e online. O evento contará com líderes e visionários da indústria que se reunirão para um dia de debate, discussão e networking incomparáveis.

Sobre a XLR8

A XLR8 é uma empresa portuguesa de Revenue Management que disponibiliza um conjunto de soluções que se adaptam às necessidades de cada hotel, qualquer que seja a sua dimensão, estrutura de equipas ou fase de desenvolvimento. A XLR8 oferece o primeiro e único sistema do mercado, desenvolvido para se tornar um assistente estratégico do hotel, um RMS intuitivo que permite aos hotéis obter resultados extraordinários de receita e economizar tempo, com o objetivo de fornecer aos Grupos Hoteleiros e Hotéis Independentes uma solução de software que, até agora, estava disponível apenas para grandes marcas internacionais. Além do Revenue Management System, contamos com uma equipa especializada, com experiência consolidada em cadeias hoteleiras internacionais e também em hotéis independentes, que trabalham com cada hotel para melhorar os seus resultados.

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos
Aviação

Air Canada muda-se para o Terminal 3 do aeroporto do Dubai

Esta mudança da Air Canadá para o Terminal 3 do Aeroporto Internacional do Dubai permite melhorar significativamente a experiência de ligação e reforça a parceria estratégica com a Emirates.

A Air Canada e a Emirates anunciaram um novo marco no serviço aos passageiros com a mudança das operações da transportadora aérea canadiana para o Terminal 3 do Aeroporto Internacional do Dubai.

A partilha de espaço das operações num dos principais terminais do mundo irá, de acordo com as duas companhias aéreas, melhorar significativamente a experiência de ligação dos passageiros e reforçar os benefícios da parceria lançada em novembro de 2022.

Assim, os passageiros que transitam no Dubai entre o continente americano com a Air Canada e o Médio Oriente, Índia, sudeste da Ásia e África com a Emirates, desfrutarão de uma experiência rápida e sem problemas, com a conveniência de permanecer no mesmo terminal.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Privatização da Azores Airlines: Ato público de reabertura das propostas a 7 de agosto

A SATA Holding anunciou, esta quinta-feira que, no próximo dia 7 de agosto, segunda-feira, às 13H00, terá lugar na sua sede em Ponta Delgada (Açores), a reabertura do ato público de abertura das propostas referentes ao concurso público internacional para a privatização da Azores Airlines.

Refira-se que, conforme uma das cláusulas do caderno de encargos, o júri interrompeu, no passado dia 31 de julho, o ato público de abertura do concurso público internacional para alienação de participação no capital social da SATA Internacional – Azores Airlines, “uma vez que se verificou que as propostas tinham uma diferença de valor inferior a 5% do preço por ação”, indica a empresa-mãe em nota de imprensa.

Devido ao facto de as únicas duas propostas – Atlantic Consortium e New Tour Azores, SA. – terem coincido no preço de aquisição apresentado e tendo em conta o procedimento previsto no caderno de encargos, procedeu-se à suspensão do ato público, por forma a que os concorrentes pudessem melhorar o preço por ação apresentado, o que deveria ocorrer nos cinco dias úteis seguintes ao ato público de abertura das propostas.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

NDC da British Airways já está disponível para agentes de viagens na plataforma Travelport+

A Travelport anunciou, esta quinta-feira, que o New Distribution Capability (NDC) da British Airways já está disponível para os agentes de viagens na plataforma Travelport+.

Com a Travelport, a British Airways está a possibilitar acesso simplificado do conteúdo NDC, para que os agentes de viagens possam facilmente reservar e atender as ofertas NDC para os seus clientes. Para já o conteúdo só está disponível no Reino Unido e na Irlanda, mas com promessa de uma implementação global para usuários do Travelport+ em todo o mundo.

Refira-se que a Curadoria de Conteúdo (Content Curation Layer, CCL) do Travelport+ é impulsionada por poderosos recursos de inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina, a fim de fornecer resultados mais precisos e relevantes para uma experiência de reserva mais rápida e simplificada para os agentes de viagens.

Assim, os agentes que usam o Travelport+ poderão facilmente pesquisar, comparar, reservar e atender ao conteúdo da British Airways num só lugar, com acesso a um material rico, tarifas e ofertas exclusivas, com apenas alguns toques no teclado.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Feira de Emprego da Bolsa de Empregabilidade em Lisboa. Créditos: Frame It

Emprego e Formação

Conheça as datas das feiras de emprego da Bolsa de Empregabilidade de 2024

No próximo ano a Bolsa de Empregabilidade estende o evento ao Alentejo, com uma feira de emprego a decorrer em fevereiro. Regiões como Lisboa, Porto, Centro e Algarve também estão contempladas para a realização deste evento que pretende “aproximar profissionais de turismo às empresas”.

Já são conhecidas as datas das próximas feiras da Bolsa de Empregabilidade de 2024, que no próximo ano decorrem nas regiões do Algarve, Alentejo, Lisboa, Porto e Centro.

A Bolsa de Empregabilidade organiza feiras de emprego há sete anos, “com o objetivo de aproximar profissionais de turismo às empresas”, como indicado em nota de imprensa. Se em 2023 a organização chegou ao Algarve, Lisboa, Porto e Centro, na cidade de Coimbra, a novidade da próxima edição passa pela extensão do evento à região do Alentejo, não estando ainda definidas as cidades em que decorrem as feiras.

Por enquanto sabe-se que a Bolsa de Empregabilidade chega ao Algarve a 30 janeiro, ao Alentejo em fevereiro, com data ainda por definir, a Lisboa a 1 março, ao Porto a 12 de março e à região Centro em abril, também com data ainda por definir.

Para as empresas que pretendam começar já o processo de recrutamento, a Bolsa de Empregabilidade permite a inscrição com desconto de Early Bird até 31 de outubro através do seu website, possibilitando o acesso à participação nas feiras de emprego e subscrição na plataforma em 2024.

As inscrições para candidatos ainda não estão oficialmente abertas, no entanto, os interessados podem requisitar a notificação da abertura das mesmas através do link.

A Bolsa de Empregabilidade, considerado pela organização da mesma como um “hub de contratação no turismo”, existe desde 2016 num formato físico. Desde 2022 conta com uma plataforma de recrutamento online, sendo que ao longo dos anos já recebeu cerca de 2.5000 candidatos nas feiras e 525 empresas à procura de profissionais.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

WOW vai celebrar o que de mais autêntico existe em Portugal

De 10 a 15 de agosto, o WOW vai celebrar o país autêntico, destacando a cultura, as artes e os ofícios, a gastronomia, a música e promovendo uma série de workshops e oficinas infantis. A grande maioria da programação acontece dentro dos museus do WOW, mas há outras atividades ao ar livre.

O WOW, em Vila Nova de Gaia, vai promover de 10 a 15 de agosto o “Portugal WOWtêntico”. Em cada dia do certame, estará em destaque um museu do WOW, sempre com uma programação temática, que preencherá o dia com atividades. Para participar, basta comprar o bilhete para o museu em causa e este dará direito a entrar e sair do museu durante o dia inteiro.

No dia 10 de agosto, o destaque é para o Museu do Vinho, com o tema “Uma casa portuguesa, com certeza”, onde há sempre “pão e vinho sobre a mesa”. Durante o dia, espalhados pelo museu, haverá uma série de encenações históricas, atividades infantis e workshops para adultos. Será possível provar a gastronomia e aprender mais sobre os costumes. Ao final da tarde, às 19h, atua o humorista Joel Ricardo Santos no auditório no segundo piso do museu.

No dia 11, o Museu da Cortiça é o protagonista. Subordinado ao tema “Portugal Dourado”, neste dia toda a programação nos levará numa viagem às planícies alentejanas, com degustações de pão e azeite, workshops de lã e música regional. O dia no museu termina, às 19h, com uma festa que é uma ode aos néctares alentejanos.

No dia 12 de agosto, sábado, há “Festa na Aldeia” dentro do Pink Palace. A ideia é reviver o espírito, os ritmos e os sabores das festas de verão na aldeia, tudo isto dentro de um museu. Há música regional minhota ao longo do dia, vários workshops, o jogo da malha, provas de vinho e um espetáculo de fado às 19h.

No dia 13, o Museu do Chocolate é o destaque do “Portugal WOWtêntico”, revelando como o chocolate ocupa lugar nas celebrações e na mesa portuguesa. Haverá teatro, jogos familiares, workshops e demonstrações gastronómicas sobre o cacau e o chocolate.

Na segunda-feira, dia 14, o The Bridge Collection, o museu arqueológico que compreende mais de 2000 artefatos usados por diferentes civilizações ao longo de 9000 anos, é o destaque, numa imersão na história mundial e brindar com bebidas tradicionais portuguesas. Há desafios para os mais novos e jogos de bebida para os “mais velhos”. Por entre os momentos musicais, haverá harpa e música greco-romana.

O último dia do festival, no Museu da Região do Porto o destaque vai ser o “Bravo Português” que vai ser desbravado ao longo do dia: das recriações históricas que vão animar o museu, às degustações de especiarias que trouxemos nas expedições marítimas, aos workshops de talha em madeira, de escovaria e pintura de azulejos.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

Candidaturas aos CET nas Escolas do Turismo de Portugal abertas até 8 de setembro

Estão abertas, até ao próximo dia 8 de setembro, as candidaturas a Cursos de Especialização Tecnológica (Nível 5) nas Escolas do Turismo de Portugal.

O Turismo de Portugal anuncia, na sua página oficial, que os candidatos podem escolher uma das seguintes áreas de formação profissional: Hotelaria/Alojamento; Cozinha; Pastelaria; Restauração e Bebidas; Turismo de Natureza e Aventura; Turismo Cultural e do Património; Gestão de Turismo; ou Animação Turística.

A mesma informação refere que os atuais cursos, com a chancela do Turismo de Portugal, pretendem preparar profissionais do turismo que pensem criticamente, que influenciem mudanças positivas, que sejam agentes de preservação do território, das tradições e da identidade do país.

Formar líderes ativos nesta mudança global, que saibam assumir a responsabilidade que o turismo tem na construção das sociedades, é a visão ‘holística’ sobre a qual assenta a oferta formativa oferecida pela rede de 12 escolas do Turismo de Portugal, diz a nota.

Refira-se que, entre outras distinções, a rede de Escolas do Turismo de Portugal recebeu a Certificação TedQual da Organização Mundial de Turismo, a primeira que esta organização atribui, a nível mundial, a uma rede de escolas com estas características.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.