APAVT: portugueses com mais procura na Páscoa

Por a 18 de Março de 2010 as 1:23

O capítulo de operadores da APAVT considera que a procura para a temporada desta Páscoa será superior à do ano passado.

Embora não avance números, a Associação afirma que a oferta é idêntica à do ano passado e os preços estão em linha com os de 2009, apesar de se verificarem ajustes relacionados com o aumento dos combustíveis.

Outros aspectos que a Associação ressalva é que os portugueses estão a reservar com maior antecedência, aderindo às “promoções de reservas antecipadas”; sendo que a procura se mantém por opções mais económicas.

Numa avaliação por destinos, Cabo Verde (com Sal e Boavista a contar com charters e regulares) e Disney são as “estrelas” desta Páscoa. Além destes, o Egipto e a Tunísia também registam uma procura significativa, bem como cidades europeias e circuitos europeus.

No longo curso, Caraíbas e Brasil continuam a ser os destinos mais procurados pelos portugueses. No primeiro caso refere-se, nos lugares cimeiros, República Dominicana e Cuba. No Brasil a procura centra-se essencialmente em destinos do Nordeste, “havendo a destacar uma certa retoma de procura por este destino, que apresenta opções também muito atractivas em termos de preço/qualidade”.

No âmbito do turismo interno, os Açores “registam um crescimento interessante”, e a Madeira verifica “uma procura que contraria os esperados efeitos dos acontecimentos de 20 de Fevereiro, mostrando haver uma resposta solidária dos portugueses”. Ainad assim, o Algarve continua a ser o destino com maior procura pelos portugueses.

A finalizar o comunicado da APAVT, a associação reafirma que a greve dos pilotos da TAP são “motivo de grande preocupação para a APAVT, pelo facto de poder comprometer este período de férias”, pois apesar de existirem outros destinos não dependentes da transportadora nacional e que são alternativa, este é um “período muito ligado às férias escolares e para alguns turistas o adiamento não é opção”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *