Edição digital
Assine já
PUB
Agências

Agência Abreu cria em São Miguel primeiro Centro de Negócios nas Ilhas

Com a renovação e modernização da loja de Ponta Delgada, nos Açores, a Agência Abreu criou o seu Centro de Negócios de São Miguel, o primeiro a abrir nas ilhas portuguesas.

Publituris
Agências

Agência Abreu cria em São Miguel primeiro Centro de Negócios nas Ilhas

Com a renovação e modernização da loja de Ponta Delgada, nos Açores, a Agência Abreu criou o seu Centro de Negócios de São Miguel, o primeiro a abrir nas ilhas portuguesas.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Porto de Setúbal prepara-se para voltar a receber cruzeiros a partir de maio
Transportes
“Coimbra, the right place to be” é mote da participação do município convidado da BTL
Meeting Industry
Alentejo ultrapassa níveis pré-pandemia em 2023, com destaque para os estrangeiros
Destinos
ICCA leva o seu 63º congresso a Abu Dhabi em outubro
Meeting Industry
Ryanair chega a acordo com a TUI para venda do produto da companhia aérea
Aviação
Nova edição Publituris Hotelaria: Entrevista a Bernardo Trindade, presidente da AHP
Alojamento
Terminam hoje as votações para os “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”
Eventos Publituris
Nova Edição: Uma última homenagem a André Jordan, a reta final na votação para os Portugal Trade Awards, Tiger Team e autocarros de turismo
Turismo
Edição Digital: Uma última homenagem a André Jordan, a reta final na votação para os Portugal Trade Awards, Tiger Team e autocarros de turismo
Edição Digital
Tailândia oferece cobertura médica para turistas em caso de acidente
Destinos

Este balcão passa a tratar, simultaneamente, das viagens de lazer e de negócios, oferecendo, assim, resposta às necessidades corporativas que as empresas da região têm vindo a procurar.

A localização central, junto à marginal da cidade de Ponta Delgada, a necessidade de acompanhar o crescimento das viagens de negócios e a procura pelos serviços proporcionados pela Agência Abreu, foram determinantes para consolidar este balcão como modelo híbrido em termos de funcionamento para lazer e corporativo.

Quem visitar a nova loja, indica a empresa em nota de imprensa, encontrará um atendimento personalizado assistido por profissionais com vasta experiência e conhecimento, sustentados por ferramentas tecnológicas e uma capacidade negocial – seja com companhias aéreas, hotéis e outros serviços – que permitem assegurar a eficácia da resposta a cada tipo de cliente.

Vasco Marques, diretor Regional da Agência Abreu nos Açores explica que “a loja foi pensada e desenhada de modo a criar as condições e a potenciar o desenvolvimento de cada área de negócio, ao mesmo tempo que se apresenta num espaço modernizado, onde imperam o conforto e a simpatia das nossas equipas”.

Por sua vez, o diretor geral da Agência Abreu, Pedro Quintela, defende que este projeto “evidencia a importância que a região dos Açores tem na nossa estratégia a nível nacional, não somente em termos de lazer, mas também a nível corporativo, já que é a primeira loja nas Ilhas portuguesas a funcionar também como Centro de Negócios, a seguir aos Centros de Braga, Porto, Aveiro e Lisboa”.

Refira-se que o Centro de Negócios de Ponta Delgada está instalado na Avenida Infante D. Henrique, 55, e funciona de segunda a sexta-feira entre as 09h00 – 18h00, com assistência 24 horas, sete dias por semana.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Porto de Setúbal prepara-se para voltar a receber cruzeiros a partir de maio
Transportes
“Coimbra, the right place to be” é mote da participação do município convidado da BTL
Meeting Industry
Alentejo ultrapassa níveis pré-pandemia em 2023, com destaque para os estrangeiros
Destinos
ICCA leva o seu 63º congresso a Abu Dhabi em outubro
Meeting Industry
Ryanair chega a acordo com a TUI para venda do produto da companhia aérea
Aviação
Nova edição Publituris Hotelaria: Entrevista a Bernardo Trindade, presidente da AHP
Alojamento
Terminam hoje as votações para os “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”
Eventos Publituris
Nova Edição: Uma última homenagem a André Jordan, a reta final na votação para os Portugal Trade Awards, Tiger Team e autocarros de turismo
Turismo
Edição Digital: Uma última homenagem a André Jordan, a reta final na votação para os Portugal Trade Awards, Tiger Team e autocarros de turismo
Edição Digital
Tailândia oferece cobertura médica para turistas em caso de acidente
Destinos
PUB
Transportes

Porto de Setúbal prepara-se para voltar a receber cruzeiros a partir de maio

O primeiro navio de cruzeiros deverá atracar na Doca dos Pescadores, no Porto de Setúbal, em maio, prevendo-se que a infraestrutura portuária receba mais três navios de cruzeiro até ao final de 2024 e outros quatro em 2025.

O Porto de Setúbal vai voltar a receber navios de cruzeiro já a partir de maio, avança o jornal O Setubalense, que diz que o regresso dos cruzeiros vai acontecer ao abrigo de um projecto que se encontra em desenvolvimento e que visa complementar a oferta de Lisboa.

De acordo com a informação avançada, o primeiro navio de cruzeiros deverá atracar na Doca dos Pescadores em maio, prevendo-se que a infraestrutura portuária receba mais três navios de cruzeiro até ao final de 2024.

O Setubalense diz que o projeto da APSS – Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra pretende “complementar” Lisboa e não “concorrer” com a oferta da capital.

Segundo António Caracol, administrador da APSS, este projeto pretende “puxar pelos elementos da região”, uma vez que o Porto de Setúbal é um “motor” que tem vindo a “alavancar ao longo dos anos” toda a península.

“Agora percebemos que existia a possibilidade, pelo facto de a administração ser a mesma, de sermos procurados por alguns operadores que manifestaram esse interesse em vir também para Setúbal”, explicou o responsável, ao jornal regional.

António Caracol lembra que, em 2023, “Lisboa bateu o recorde de número de cruzeiros” e de passageiros, pelo que, ao olhar para os números da capital, a APSS entendeu que também “Setúbal tem de aproveitar esta oportunidade”

Segundo o responsável, esta não é uma ideia nova, uma vez que o município de Setúbal já “expressou esse interesse” por diversas vezes, pelo que, neste momento, a APSS está em conversações “com várias entidades para perceber qual a melhor forma de colocar em prática toda esta organização”.

“Irá criar muitos postos de trabalho e novas empresas aparecerão. Em termos de oferta, pretendemos que seja diferente da oferta turística”, sublinhou ainda o responsável, revelando que, para este ano, estão previstas quatro ou cinco escalas de navios de cruzeiros, bem como outras quatro em 2025.

O administrador da APSS revelou que as intervenções na parte arquitetónica da Doca dos Pescadores já foram realizadas e contaram com os “contributos incorporados” de todas as entidades.

“Tudo isto já está a ser projetado, portanto, esperamos que depois de tudo isto possamos levar a concurso para começar a ter esse terminal de cruzeiros, e que seja uma coisa à proporção do porto”, explicou, acrescentando que espera que, em breve, o porto possa também “receber navios eléctricos”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

“Coimbra, the right place to be” é mote da participação do município convidado da BTL

Coimbra é o Município Convidado da edição deste ano da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), e a sua participação terá como mote “Coimbra, the right place to be”, numa aposta que visa mostrar que o concelho é o lugar certo para visitar em 2024.

A Câmara Municipal Coimbra procura aumentar a visibilidade nacional e internacional, promovendo os seus principais atrativos e motivos de eleição como destino turístico, com ênfase no património histórico e cultural e nas experiências turísticas mais associadas ao património imaterial e às tradições coimbrãs.

Em declarações ao Notícias de Coimbra, o vice-presidente da Câmara Municipal, Francisco Veiga referiu que “não tenho dúvidas de que a nossa participação contribuirá para reforçar a marca Coimbra e projetar o destino, nacional e internacionalmente”.

O mesmo jornal avança que o Município Convidado da BTL 2024 vai marcar presença com um stand totalmente digital e inovador, que pretende proporcionar aos visitantes uma experiência diferenciadora: a oportunidade de conhecerem a cidade e toda a sua potencialidade turística através de fotografias, imagens e vídeos que captam a essência da identidade histórica e cultural de Coimbra e resumem o que a cidade tem para oferecer.

O stand foi concebido com recurso a placas LED e equipamento digital e vai contar com três zonas distintas: um palco para atuações e outras dinâmicas, um auditório para apresentações formais e uma zona de expositores, onde a CM de Coimbra, os parceiros – Universidade de Coimbra, Fundação Bissaya Barreto e Praxis – e os agentes e operadores turísticos inscritos no programa Hosted Buyers estarão representados.

E são várias as iniciativas e os momentos planeados, que vão desde atuações de DJs, uma happy hour, degustações do património doceiro, complementadas com provas de cerveja e gin artesanais, à presença de seis personagens históricas alusivas a Coimbra, que complementam a narrativa. Haverá ainda sessões de fado, atuações com a Estudantina e grupos de concertinas, realização de caricaturas elaboradas ao vivo por Luís Costa, e várias iniciativas programadas no âmbito do Programa infantil Kids Route, incluindo provas de caxôpo, bebida artesanal produzida pela Praxis a partir da maçã, sem ser alcoólico, criada a pensar especialmente nas crianças.

O programa integra, ainda, a atuação musical do Arauto, figura emblemática do imaginário do Portugal dos Pequenitos, que será responsável, diariamente, pela abertura e pelo encerramento do stand. O Notícias de Coimbra revela que o programa inclui, também, algumas ações estratégicas, como a apresentação da agenda de eventos culturais e de lazer para 2024, iniciativas organizadas ou apoiadas pelo município.

A apresentação de quatro novos roteiros turísticos, para além dos oito já existentes, é outra das novidades que integra o programa do stand de Coimbra na BTL. São quatro roteiros, que irão ficar disponíveis digitalmente para consulta e utilização do público em geral através de uma web app, com múltiplas funcionalidades, que oferece uma experiência diferente e inovadora a todos os que estejam interessados em visitar a cidade.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Alentejo ultrapassa níveis pré-pandemia em 2023, com destaque para os estrangeiros

No ano passado, o Alentejo cresceu em hóspedes estrangeiros e nas dormidas destes turistas, vendo ainda os proveitos globais ultrapassarem em perto de 50% os níveis de 2019.

Em 2023, o Alentejo registou um “crescimento significativo na atividade turística”, com “aumentos notáveis tanto em hóspedes estrangeiros quanto em dormidas”, avança a Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo (ARPTA), revelando que, segundo o mais recente relatório do Travel BI do Turismo de Portugal, a região já ultrapassou os números pré-pandemia.

De acordo com a ARPTA, no ano passado, o destaque foi para os hóspedes estrangeiros que visitaram a região e que cresceram 20,9% face a 2022, enquanto as dormidas destes turistas cresceram 18,5%, “representando um terço (33%) do total de turistas que pernoitaram na região”.

“Comparando com o ano de 2019, considerado até então o melhor ano turístico, o número de hóspedes do estrangeiro em 2023 ultrapassou em 0,9% o de 2019, enquanto as respetivas dormidas cresceram 11,3%”, indica a ARPTA, referindo que também os proveitos turísticos globais estão a subir na região

No caso dos proveitos globais, a ARPTA considera que “evidenciam uma tendência de crescimento contínuo, com um aumento homólogo de 16,7% e um impressionante crescimento de 48,6% em relação a 2019, destacando a robustez e a recuperação do setor turístico na região”.

Quanto a mercados, o TOP 5 continua a apresentar Espanha na liderança destacada, seguindo-se os Estados Unidos, a Alemanha, a França e o Brasil, sendo que “todos os mercados registaram um aumento em 2023”.

A ARPTA congratula-se ainda com o facto da região ter apresentado uma melhor performance turística do que o país, que registou um crescimento homólogo de 19,1% nos hóspedes estrangeiros face ao ano passado e de 11,2% em relação a 2019.

“Estes resultados comprovam que o Alentejo está com a estratégia correta que lhe permite este crescimento turístico: crescemos em número de hóspedes, mas crescemos mais em dormidas e muito mais em proveitos. O crescimento sustentável verificado é fruto de um esforço coletivo entre o setor público e privado, que juntos trabalham para inovar e promover o Alentejo, garantindo experiências autênticas e memoráveis aos nossos visitantes”, considera Vítor Silva, presidente da ARPTA.

Vítor Silva garante que a região está comprometida em manter “este caminho de crescimento, respeitando os valores da sustentabilidade e da preservação” do nosso património único do Alentejo.

 

 

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

ICCA leva o seu 63º congresso a Abu Dhabi em outubro

O 63º Congresso da ICCA – International Congress and Convention Association terá lugar em Abu Dhabi, no Centro Nacional de Exposições, de 20 a 23 outubro 2024. Esta escolha prende-se com o crescimento da capital dos Emirados Árabes Unidos enquanto destino MICE.

Este congresso da ICCA decorre, segundo a organização, numa moderna capital, num destino conhecido pela sua hospitalidade, cortesia e excelentes instalações de última geração.

O Centro Nacional de Exposições de Abu Dhabi tem 133 mil metros quadrados e é um local pensado para ser polivalente e gerar experiências positivas e diferenciadoras.

O 63.º Congresso visa contribuir para a Visão 2030 de Abu Dhabi, tendo um especial foco na estratégia de sustentabilidade, educação e desenvolvimento das carreiras, sobretudo dos jovens profissionais que entram no setor.

O Congresso da ICCA é um dos mais importantes eventos mundiais, reunindo anualmente cerca de mil especialistas experientes na organização de conferências e congressos internacionais.

De acordo com o CEO da ICCA, Senthil Gopinath, a organização “reconhece como Abu Dhabi compreende o papel transformador que os grandes eventos internacionais podem desempenhar e como os delegados reunidos de todo o mundo podem encontrar-se, partilhar e aprender num espírito de abertura e possibilidade”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aviação

Ryanair chega a acordo com a TUI para venda do produto da companhia aérea

Com esta parceria, a TUI passa a vender voos, assentos e malas na Ryanair como parte dos seus pacotes de viagem e sem cobrar “excessivamente aos clientes pelos produtos” da transportadora, segundo a Ryanair.

A Ryanair e a TUI estabeleceram uma nova parceria, que prevê que o operador turístico passe a vender voos, assentos e malas na Ryanair como parte dos seus pacotes de viagem e sem cobrar “excessivamente aos clientes pelos produtos” da transportadora, avança a Ryanair, em comunicado.

De acordo com a Ryanair, este acordo coloca a TUI noutro patamar, que diferencia o operador turístico daquilo a que a Ryanair chama de Online Travel Agencies (OTA) piratas, que enganam os clientes, cobrando valores exagerados pelo produto da companhia aérea.

“Os clientes da TUI irão agora beneficiar da exibição na TUI dos preços realmente baixos da Ryanair, sem margens de lucro ocultas”, sublinha a companhia aérea no comunicado divulgado.

Além de evitarem cobranças excessivas, os clientes da TUI passam também a ter acesso à conta myRyanair sempre que os seus pacotes de férias incluírem produtos da Ryanair, recebendo também informação sobre o voo no seu e-mail e tendo ainda a garantia de que os seus contactos e informações de pagamento serão fornecidos à Ryanair.

A Ryanair realça que os clientes continuam também “a beneficiar de planos de pagamento flexíveis e proteção ATOL e já não necessitarão de preencher o formulário de pagamento da Ryanair”, um processo de verificação que os clientes não autorizados das OTA piratas têm de continuar a fazer.

A companhia aérea avança ainda que, com este acordo, a TUI tornou-se no terceiro parceiro OTA da Ryanair, a par da loveholidays e da Kiwi, nos quais os clientes têm a garantia de não pagar “margens de lucro ocultas, sobretaxas e taxas de “serviço” inventadas”.

“Temos o prazer de anunciar esta parceria com a TUI, que permitirá aos clientes da TUI reservar agora voos, assentos e malas da Ryanair como parte do seu pacote de férias com a garantia de que terão total transparência de preços dos produtos Ryanair”, congratula-se Dara Brady, da Ryanair.

Já Peter Krüger, diretor de Estratégia e diretor Executivo de Experiências de Férias do Grupo TUI, sublinha que o novo acordo com a Ryanair “segue a estratégia do grupo de maior digitalização dos segmentos de negócio”.

“A cooperação com a Ryanair irá agora expandir ainda mais a gama de pacotes dinâmicos de férias TUI e, ao mesmo tempo, alcançar mais um marco na digitalização. Além disso, a cooperação também contribui para a nossa estratégia de crescimento – o objetivo é alcançar um crescimento adicional através de mais produtos e novos hóspedes”, acrescenta o responsável da TUI.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Nova edição Publituris Hotelaria: Entrevista a Bernardo Trindade, presidente da AHP

A Publituris Hotelaria deste mês faz capa com Bernardo Trindade, presidente da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP). Há dois anos à frente da associação, Bernardo Trindade considera que o setor “encontra-se bem” tendo em vista os resultados alcançados. Contudo, diz-se “preocupado” com o facto de Portugal estar a recusar 1,3 milhões de turistas por ano, dadas as dificuldades na Portela.

A edição de fevereiro dá ainda destaque ao próximo Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo da AHP, que este ano tem lugar no Centro de Congressos da Madeira – Funchal, de 21 a 23 de fevereiro, com entrevistas a vários intervenientes nas mesas-redondas do evento.

No capítulo “Fala-se”, fique com uma entrevista a António Marto, presidente da Associação Fórum Turismo, que em declarações à Publituris Hotelaria dá conta do crescimento de uma das iniciativas desta associação, a Bolsa de Empregabilidade, e revela um dos próximos projetos: o desenvolvimento de uma plataforma de emprego digital.

Este número é também uma oportunidade para estar a par da mais recente aposta da Fauchon Hospitality em Portugal. Depois de escolhido o parceiro – a Unlock Boutique Hotels –, para expandir a atividade hoteleira para Portugal, o presidente e CEO da Fauchon Hospitality, Jacques-Olivier Chauvin, esteve à conversa com a imprensa e explicou a razão para a entrada no nosso país. O local será escolhido em 2024. A abertura dependerá se é construção ou renovação.

Ainda no segmento “Fala-se”, destaque para a mais recente iniciativa da ADHP Júnior, “Embaixadores da Hotelaria”. Com o intuito de aproximar os estudantes de gestão hoteleira não só do mundo profissional, como também do associativismo, este projeto arrancou em outubro do ano passado com o intuito de apurar embaixadores em oito universidades e politécnicos, para pôr em prática os eventos englobados nesta iniciativa. Conhecidos os novos embaixadores, Leonardo Simões, presidente da ADHP Júnior, dá conta do balanço deste projeto e perspectiva o futuro.

No especial Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) fique a conhecer as novidades dos fornecedores para hotelaria que vão marcar presença na feira, como é o caso da Floema, Groupe GM, HiJiffy, Hotelis, Paratytech, SALTO e Serlima.

A fechar, o chef Maycon Melo dá conta da cozinha que trabalha no Mirante Rooftop Bar, do Senhora da Rosa, Tradition & Nature Hotel, em São Miguel, Açores. Natural do Brasil, o chef abraçou os Açores há 11 anos e fez de São Miguel a sua casa. Os estudos em Biologia Marinha trouxeram-no até à ilha onde viria a descobrir um outro percurso de vida, a cozinha, algo que garante ter-se tornado a sua “maior paixão da vida” passado seis meses.

Por fim, brindamos com as sugestões de Ana Beatriz Amado, sommelier no Dourum Experience, no Porto.

As opiniões desta edição pertencem a Patrícia Correia (ADHP), Alexandre Marto Pereira (United Hotels of Portugal), Kevin Hemsworth (ISAG) e Luís Pedro Carmo Costa (Neoturis).

*Para ler a versão completa desta edição da Hotelaria – em papel ou digital – subscreva ou encomende aqui.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Eventos Publituris

Terminam hoje as votações para os “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”

Iniciadas a 22 de janeiro, as votações para os “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024” terminam hoje, 16 de fevereiro. Os vencedores serão conhecidos na BTL, no dia 28 de fevereiro, a partir das 11h00.

Publituris

96 nomeados, 16 categorias e uma “Personalidade do Ano”, eleita direta e exclusivamente pela redação do Publituris.

As votações para os “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024” terminam hoje, 16 de fevereiro de 2024.

No ar desde 22 de janeiro, esta é a última possibilidade que tem para votar e escolher os “seu” vencedor”.

Por isso, vá até https://premios.publituris.pt/trade/2024/ e vote.

Os vencedores serão conhecidos no dia 28 de fevereiro de 2024, a partir das 11h00, no Auditório AVK, no Pavilhão 3 da BTL.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Turismo

Nova Edição: Uma última homenagem a André Jordan, a reta final na votação para os Portugal Trade Awards, Tiger Team e autocarros de turismo

A edição de 16 de fevereiro do jornal PUBLITURIS faz capa com André Jordan, falecido no dia 9 de fevereiro. O PUBLITURIS presta, assim, uma homenagem a quem foi apelidado durante anos como “Pai do Turismo” em Portugal. “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”, Tiger Team e um dossier sobre Autocarros de Turismo preenchem o resto da edição.

Publituris

A segunda e última edição de fevereiro de 2024 do jornal PUBLITURIS faz uma homenagem a André Jordan. Empresário, empreendedor, “Pai do Turismo” em Portugal, “Senhor Quinta do Lago”, Senhor Belas Clube de Campo”, André Jordan marcou, indiscutivelmente, o setor do turismo no nosso país.

Nesta edição republicamos uma das primeiras entrevistas dadas por André Jordan em Portugal e ao jornal PUBLITURIS. Foi na edição de 15 de outubro de 1974 que Nuno Rocha, fundador e na altura diretor do jornal, entrevistou André Jordan. O foco da entrevista está, sobretudo, no Algarve, mas o que André Jordan referiu há quase 50 anos sobre a região, não só é válido para o Algarve como para todo o país.

Lá estão temas como o Aeroporto de Lisboa, um “Turbotrain”, a necessidade de se apostar em infraestruturas, o emprego, a inflação, incentivos fiscais, desenvolvimento social, tráfego aéreo, poluição, a cultura, o golfe [claro], atração de investimento estrangeiro, etc..

Recordo, a data da entrevista que republicamos é de 1974!

Além desta homenagem que o jornal PUBLITURIS presta a André Jordan, recordamos os nomeados para os “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”, cujas votações terminam neste dia 16 de fevereiro de 2024.

Ainda poderá votar até ao final do dia em https://premios.publituris.pt/trade/2024/

No “Meeting Industry”, fomos conversar com João Moita, Managing Partner da Tiger Team, DMC que está no mercado desde janeiro de 2023. João Moita reclama infraestruturas de raiz em Lisboa para servir o segmento onde a empresa se posiciona, o MICE, designadamente, um centro de congressos, hotéis de grandes dimensões e um parque de diversões, sem falar da falta de decisão sobre um novo aeroporto. De resto, admite que Portugal tem boa reputação no panorama internacional para este segmento.

O “Dossier” desta edição é dedicado aos Autocarros de Turismo. Depois de um ano positivo em 2023, as empresas de autocarros de turismo e passageiros mostram-se confiantes de que também 2024 venha a ser um ano de sucesso e, apesar dos desafios que continuam a existir, há novidades para apresentar ao mercado.

Numa edição que junta o “Check-in” com o Pulse Report da guestcentric, as opiniões pertencem a Francisco Jaime Quesado (economista e gestor) e Amaro F. Correia (docente na Atlântico Business School.

A versão completa desta edição é exclusiva para subscritores do Publituris. Pode comprar apenas esta edição ou efetuar uma assinatura do Publituris aqui obtendo o acesso imediato.

Para mais informações contacte: Carmo David | [email protected] | 215 825 430

Nota: Se já é subscritor do Publituris entre no site com o seu Login de assinante, dirija-se à secção Premium – Edição Digital e escolha a edição que deseja ler, abra o epaper com os dados de acesso indicados no final do resumo de cada edição.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Edição Digital

Edição Digital: Uma última homenagem a André Jordan, a reta final na votação para os Portugal Trade Awards, Tiger Team e autocarros de turismo

A edição de 16 de fevereiro do jornal PUBLITURIS faz capa com André Jordan, falecido no dia 9 de fevereiro. O PUBLITURIS presta, assim, uma homenagem a quem foi apelidado durante anos como “Pai do Turismo” em Portugal. “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”, Tiger Team e um dossier sobre Autocarros de Turismo preenchem o resto da edição.

Publituris

A segunda e última edição de fevereiro de 2024 do jornal PUBLITURIS faz uma homenagem a André Jordan. Empresário, empreendedor, “Pai do Turismo” em Portugal, “Senhor Quinta do Lago”, Senhor Belas Clube de Campo”, André Jordan marcou, indiscutivelmente, o setor do turismo no nosso país.

Nesta edição republicamos uma das primeiras entrevistas dadas por André Jordan em Portugal e ao jornal PUBLITURIS. Foi na edição de 15 de outubro de 1974 que Nuno Rocha, fundador e na altura diretor do jornal, entrevistou André Jordan. O foco da entrevista está, sobretudo, no Algarve, mas o que André Jordan referiu há quase 50 anos sobre a região, não só é válido para o Algarve como para todo o país.

Lá estão temas como o Aeroporto de Lisboa, um “Turbotrain”, a necessidade de se apostar em infraestruturas, o emprego, a inflação, incentivos fiscais, desenvolvimento social, tráfego aéreo, poluição, a cultura, o golfe [claro], atração de investimento estrangeiro, etc..

Recordo, a data da entrevista que republicamos é de 1974!

Além desta homenagem que o jornal PUBLITURIS presta a André Jordan, recordamos os nomeados para os “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”, cujas votações terminam neste dia 16 de fevereiro de 2024.

Ainda poderá votar até ao final do dia em https://premios.publituris.pt/trade/2024/

No “Meeting Industry”, fomos conversar com João Moita, Managing Partner da Tiger Team, DMC que está no mercado desde janeiro de 2023. João Moita reclama infraestruturas de raiz em Lisboa para servir o segmento onde a empresa se posiciona, o MICE, designadamente, um centro de congressos, hotéis de grandes dimensões e um parque de diversões, sem falar da falta de decisão sobre um novo aeroporto. De resto, admite que Portugal tem boa reputação no panorama internacional para este segmento.

O “Dossier” desta edição é dedicado aos Autocarros de Turismo. Depois de um ano positivo em 2023, as empresas de autocarros de turismo e passageiros mostram-se confiantes de que também 2024 venha a ser um ano de sucesso e, apesar dos desafios que continuam a existir, há novidades para apresentar ao mercado.

Numa edição que junta o “Check-in” com o Pulse Report da guestcentric, as opiniões pertencem a Francisco Jaime Quesado (economista e gestor) e Amaro F. Correia (docente na Atlântico Business School.

Leia aqui a edição.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Tailândia oferece cobertura médica para turistas em caso de acidente

A Tailândia lançou um programa de ajuda financeira a visitantes estrangeiros, em caso de hospitalização ou morte, para apoiar o turismo que ainda não regressou ao nível pré-Covid, anunciou, esta quinta-feira, o ministro do Turismo, Sudawan Wangsuphakijkosol.

Publituris

“Esta campanha visa tranquilizar os turistas estrangeiros. A Tailândia é um lugar seguro e todos são cuidados”, disse Sudawan Wangsuphakijkosol à AFP.

O programa, que começou em 1 de janeiro e vai até 31 de agosto, cobre despesas médicas até 500 mil baht (13 mil euros) e casos de morte até um máximo de um milhão de baht. Os turistas podem registar-se através do site da Tailândia Traveller Safety em tts.go.th.

Situações causadas por “negligência, intenção, ato ilegal” ou comportamento de risco de um turista estão fora do âmbito do seguro, insistiu o governo num comunicado de imprensa.

O reino do Sudeste Asiático é um destino popular para turistas, e acidentes envolvendo estrangeiros são comuns, com o risco de acabar no hospital com contas médicas altas.

Desde a reabertura das fronteiras na sequência da pandemia, o turismo não recuperou com o vigor esperado, em particular devido aos visitantes chineses, que são em menor número do que antes, devido ao abrandamento económico.

A Tailândia recebeu 28 milhões de visitantes estrangeiros em 2023, longe dos 40 milhões verificados em 2019.

As autoridades estimam 35 milhões de turistas em 2024, com o objetivo de deixar 55 mil milhões de dólares no país, ou seja, mais de 10% do produto interno bruto.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.