Edição digital
Assine já
PUB
Header Stock photos by Vecteezy
Destinos

48% dos portugueses planeiam férias neste verão

Quase metade dos portugueses prevê gozar férias neste verão de 2022, com os períodos mais destacados a incidir nas 2.ª quinzenas de julho e agosto.

Publituris
Header Stock photos by Vecteezy
Destinos

48% dos portugueses planeiam férias neste verão

Quase metade dos portugueses prevê gozar férias neste verão de 2022, com os períodos mais destacados a incidir nas 2.ª quinzenas de julho e agosto.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Turismo de Portugal distinguiu 294 empresas turísticas que assumem práticas ambientalmente responsáveis
Turismo
Área de Turismo e Hospitalidade da Universidade Europeia assinala 60 anos com conjunto de atividades e eventos ao longo
Emprego e Formação
Agentes de viagens portugueses vão poder tornar-se “especialistas” em Macau
Distribuição
Promoção, parcerias e criação de sinergias apontados como ingredientes para afirmação do Enoturismo em Portugal
Turismo
TOURBIT financiou nove PME portuguesas do turismo com 72 mil euros para projetos digitais
Turismo
“Todos os nossos maiores mercados estão cobertos por este aumento de capacidade”, anuncia CEO da TAP na BTL
Aviação
Air Transat aposta no lazer e vê reservas a subir para o verão
Aviação
AP Hotels & Resorts aposta em Sines com nova unidade em 2025
Alojamento
Maioria dos visitantes dos Açores fica satisfeita e 87,1% recomendam o destino
Destinos
Aviação viveu ano mais seguro da última década em 2023
Aviação

Quase metade dos portugueses (48%) pretende fazer férias nos meses de verão, correspondendo a uma subida de 25 pontos percentuais (p.p.) face ao ano passado, avança o estudo Observador Cetelem Consumo 2022.

Estes números são semelhantes ao período vivido antes do primeiro confinamento devido à COVID-19, em março de 2020, mas ainda longe dos valores de 2019, altura em que 71% dos portugueses tencionava ir de férias.

Entre os que demonstraram mais intenção em ir de férias estão os portugueses com idades compreendidas entre os 25 e os 44 anos (60%) e pertencentes às classes mais altas destacando o Observador Cetelem que esse número cresce junto dos que “mantiveram o poder de compra”.

Dos portugueses que tencionam ir de férias no verão, 54% planeiam tirar duas semanas, sobretudo, os inquiridos entre os 25 e os 44 anos (60%), revelando o estudo que cerca de 20% dizem que vão optar por tirar uma semana de férias, sendo esta intenção maior (30%) junto dos mais jovens (18 aos 24 anos).

Relativamente à altura do verão escolhida para gozar as férias, os períodos mais procurados são na 2.ª quinzena de julho (32%) e a 2.ª quinzena de agosto (27%).

Do outro lado da balança, ou seja, os que não tencionam ir de férias ou ainda não sabem se vão, apontam as dificuldades financeiras como sendo o principal motivo. O estudo indica que 34% dos inquiridos revelam não tencionar ir de férias, admitindo 18% que ainda não sabem se vão, principalmente, os inquiridos com mais de 65 anos (70%).

Quando questionados qual a razão para não terem férias este verão, 52% dos inquiridos revelam que é por não terem condições financeiras para tal, sendo que este motivo é o mais apontado pelos ouvidos com idades entre os 55 os 74 anos (63%).

Mas não são só as dificuldades financeiras apontadas para uma eventual não ida de férias este verão. 28% dos inquiridos indicaram preferirem ir de férias noutros períodos ou, pura e simplesmente, por não terem férias nessa altura do ano (14%). O receio ao nível da segurança face à situação internacional foi apontado somente por 9% dos inquiridos, sendo que são os mais jovens os que mais temem pela sua segurança (14%).

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Turismo de Portugal distinguiu 294 empresas turísticas que assumem práticas ambientalmente responsáveis
Turismo
Área de Turismo e Hospitalidade da Universidade Europeia assinala 60 anos com conjunto de atividades e eventos ao longo
Emprego e Formação
Agentes de viagens portugueses vão poder tornar-se “especialistas” em Macau
Distribuição
Promoção, parcerias e criação de sinergias apontados como ingredientes para afirmação do Enoturismo em Portugal
Turismo
TOURBIT financiou nove PME portuguesas do turismo com 72 mil euros para projetos digitais
Turismo
“Todos os nossos maiores mercados estão cobertos por este aumento de capacidade”, anuncia CEO da TAP na BTL
Aviação
Air Transat aposta no lazer e vê reservas a subir para o verão
Aviação
AP Hotels & Resorts aposta em Sines com nova unidade em 2025
Alojamento
Maioria dos visitantes dos Açores fica satisfeita e 87,1% recomendam o destino
Destinos
Aviação viveu ano mais seguro da última década em 2023
Aviação
PUB

SIXT volta à BTL a 28 de fevereiro com novidades

Durante 5 dias, a SIXT rent a car leva à FIL novos serviços e ofertas.

Brand SHARE

Há mais uma edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) a caminho e a SIXT rent a car regressa ao evento para divulgar os serviços e ofertas que estão a dar velocidade ao seu projeto de mobilidade premium.

Situado no Pavilhão 4, Stand 4D54, o espaço da SIXT na BTL será paragem obrigatória para agências de viagens e empresas do setor hoteleiro, entre outras do panorama nacional. Para este segmento em concreto, a rent a car tem novamente destinadas tarifas e condições especiais. De um modo abrangente, o público B2B terá aqui a oportunidade de contactar com as diversas possibilidades de parceria SIXT, assim como de descobrir descontos e outros benefícios associados. No stand, será ainda possível às empresas ficarem a par de outras soluções que a SIXT tem para oferecer, a exemplo do serviço de carsharing.

Até 3 de março, os visitantes poderão conhecer novos serviços da marca: o SIXT Ride, através do qual o cliente pode requisitar um motorista em território nacional ou internacional (um serviço útil para quem precisa de um transfer à chegada ao aeroporto ou numa viagem de negócios, por exemplo); o SIXT Guest, que lhe permite pedir uma viatura sem ter de sair do hotel em que está hospedado; e ainda o SIXT Luxury, destinado ao aluguer de viaturas Porsche. Trata-se de uma aposta da SIXT que contempla atualmente as versões mais recentes de 9 modelos da icónica marca germânica. A propósito, na BTL irá estar em exposição um Porsche 911, junto ao qual poderá tirar uma fotografia.

Com uma cobertura nacional em expansão – agora com 30 balcões em todo o país – e uma frota diversificada e cada vez mais sustentável, a SIXT apresenta-se na Bolsa de Turismo de Lisboa como a solução de mobilidade premium de todos os viajantes, sejam eles profissionais ou particulares. Para estes últimos, haverá um desconto exclusivo nos alugueres que sejam feitos diretamente no stand da rent a car na BTL e ainda brindes surpresa.

Em 2023, a SIXT voltou a ser distinguida a nível mundial como a melhor empresa para alugueres corporativos* (6º ano consecutivo), melhor rent a car de luxo* (8º ano consecutivo) e melhor serviço de chauffeur* (11º ano consecutivo).

*distinções atribuídas pela World Travel Awards nas categorias World’s Leading Business Car Rental Company, World’s Leading Luxury Car Rental Company e World’s Leading Luxury Chauffeur Service.

 

 

 

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos
Turismo

Nova Edição: O Turismo nas eleições, os vencedores dos “Portugal Trade Awards”, as tendências dos mercados emissores, entrevistas Cabo Verde, BTL e easyJet, NDC e Turismo Cultural

A edição do jornal Publituris que marca o 56.º aniversário da publicação está recheada de temas diversos. O Turismo nas eleições; as tendências dos principais mercados emissores de turismo; os vencedores dos “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”; destinos Solférias; a nova marca Porto e Norte; entrevistas Cabo Verde, BTL, easyJet; World2Fly; NDC; Turismo Cultural e Industrial em 132 páginas na mais antiga publicação do trade do turismo em Portugal.

Publituris

A próxima edição do jornal PUBLITURIS é especial. Especial porque é uma edição que estará na Bolsa de Turismo de Lisboa – BTL 2024. Especial porque traz uma perspectiva sobre o que vale o Turismo para os diversos partidos, com representação parlamentar, nas eleições de 10 de março. Especial porque divulga os vencedores dos “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”.

A começar, em plena campanha eleitoral, trazemos a importância do setor do Turismo nos diversos programas eleitorais dos partidos, com representação parlamentar. Procurámos o que os oito programas trazem em termos de referência ao “Turismo”, “TAP” e “Aeroporto”.

Aproveitando a presença na FITUR 2024, que se realizou de 24 a 28 de janeiro, em Madrid, o jornal Publituris analisa as principais tendências dos mercados emissores mais relevantes. Na conferência da UN Tourism (antiga Organização Mundial do Turismo – OMT), China, Índia, Médio Oriente, Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Espanha, EUA e Canadá deram a conhecer como é que os respetivos habitantes irão viajar em 2024.

Nesta edição, divulgamos os vencedores da 12.ª edição dos “Portugal Trade Awards”. Assim, os vencedores são: Solférias – “Melhor Operador Turístico”; Cosmos – “Melhor Agência Corporativa”; Consolidadro.com – “Melhor Consolidador”; Abreu – “Melhor DMC”; Abreu online – “Melhor Distribuidor B2B”; ATR – “Melhor GSA Aviação”; Amadeus – “Melhor Sistema Global de Distribuição”; CM Private Luxury Tours – “Melhor Empresa de Transfers”; Unlock Boutique Hotels – “Melhor Empresa Gestão Hoteleira”; GuestCentric – “Melhor Empresa de Software de Gestão Hoteleira (PMS)”; Merytu – “Melhor Startup”; Neoturis – “Melhor Consultoria e Assessoria em Turismo”; Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril – “Melhor Formação em Turimso”; Ageas – “Melhor Seguradora de Viagens”; Gr8 Events – “Melhor Empresa de Organização de Eventos”; MEO Arena – “Melhor Venue para Eventos e Congressos”; e, por último, a “Personalidade do Ano 2023”, prémio entregue a Luís Rodrigues, CEO da TAP Air Portugal.

Na “Distribuição”, damos a conhecer a oferta da Solférias para o verão de 2024. O operador turístico, através do evento “Oficina de Ideias, promoveu ações de formação sobre os destinos que constam da sua programação charter para o verão, designadamente, as ilhas do Sal e da Boavista, em Cabo Verde, Porto Santo, Hurgada (Egito), Monastir e Djerba (Tunísia), Saidia (Marrocos), Senegal e Zanzibar (Tanzânia).

Nos “Destinos”, entrevistámos o ministro do Turismo e Transportes de Cabo Verde, Carlos Santos, que admitiu que o destino ainda tem espaço para crescer em Portugal, mercado emissor que faz parte do top 5. Por isso, foi escolhido coo destino internacional convidado da edição 2024 da BTL.

Ainda nos “Destinos”, falámos com Luís Pedro Martins, presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), a propósito da nova marca e conceito da e para a região. De resto, Luís Pedro Martins salientou que a região “está no bom caminho para ter mais turismo e, muito importante, melhor turismo”.

No âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de abril de 1974, o jornal Publituris traz “Capas que fazem História”. Nesta edição mostramos a capa de 1 de março de 1974, edição essa que marcou o 6.º aniversário da publicação.

Com a realização da BTL 2024, de 28 de fevereiro a 3 de março, ficámos a saber que a grande ambição do maior evento do setor do turismo, em Portugal, passa “pelo mundo se mostrar em Portugal na BTL”. Pedro Braga, diretor-geral adjunto da FCE Lisboa – Feiras Congressos e Eventos, deixou a referência de que a BTL “tem a ambição de fazer regressar o Turismo de Portugal, apresentar um Conselho Estratégico e abrir a BTL ao mundo”.

Nos “Transportes”, José Lopes, country manager da easyJet Portugal, disse, em entrevista, que “Portugal continua a ter oportunidades interessantes para crescimento no futuro”. Isto, depois de a easyJet ter registado, em 2023, um ano histórico, e estimar voltar a crescer mais 6%, em 2024.

Ainda nos “Transportes”, depois de, em 2023, ter feito uma forte aposta nas Caraíbas, a World2Fly, companhia aérea do Grupo World2Meet (W2M) volta a disponibilizar, este verão, uma extensa oferta de voos para Cuba, República Dominicana e México. Além das Caraíbas, o grupo tem já no mercado uma vasta programação, com destaque para destinos com a Albânia ou Zanzibar.

Na “Tecnologia”, o tema é NDC. Para tal, entrevistámos um especialista na área da aviação comercial, Mário Almeida, desvendamos, em primeira pessoa, a estratégia da TAP sobre a matéria, e damos a conhecer a APG Platform NDC.

Para finalizar, o “Dossier” desta edição é dedicado ao Turismo Cultural e Industrial. Num país onde, queiramos ou não, a cultura é vista (infelizmente) como um parente pobre, o turismo literário tem conseguido combater este cenário. Contudo, a tarefa não é fácil e o Turismo de Portugal tem-se esforçado por colocar o Turismo Literário – e não só – no mapa de diversificação da oferta turística, para dentro e para fora.

Já no Turismo Industrial, na vila mineira no Baixo Alentejo, é possível recuar 5000 anos para encontrar os primeiros indícios de mineração na área de Aljustrel. Constituindo ainda uma das minas em atividade mais antigas do mundo, nasceu, recentemente, o Parque Mineiro de Aljustrel, revelando Marcos Aguiar, coordenador deste projeto, tratar-se de um produto “muito genuíno e com alicerces históricos muitos robustos”.

Tudo isto além do Check-in, e das opiniões de Francisco Jaime Quesado (Economista e gestor); Ana Jacinto (AHRESP); Carlos Torres (Jurista), Pedro Castro (SkyExpert); Joaquim Robalo de Almeida (ARAC); e Jan-Erik Ringertz (Highgate Portugal).

A versão completa desta edição é exclusiva para subscritores do Publituris. Pode comprar apenas esta edição ou efetuar uma assinatura do Publituris aqui obtendo o acesso imediato.

Para mais informações contacte: Carmo David | [email protected] | 215 825 430

Nota: Se já é subscritor do Publituris entre no site com o seu Login de assinante, dirija-se à secção Premium – Edição Digital e escolha a edição que deseja ler, abra o epaper com os dados de acesso indicados no final do resumo de cada edição.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Prémios

E os vencedores dos “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024” são:

Foi no primeiro dia da BTL 2024 que foram conhecidos os 17 vencedores dos “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”. Destaque para o prémio de “Personalidade do Ano” entregue a Luís Rodrigues, CEO da TAP Air Portugal.

Publituris

Os vencedores dos “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024” foram conhecidos no arranque do primeiro dia, 28 de fevereiro, da Bolsa de Turismo de Lisboa – BTL 2024.

O evento que contou com a presença do secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda; presidente do Turismo de Portugal, Carlos Abade; presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP), Francisco Calheiros; presidente da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), Pedro Costa Ferreira, presidente e vice-presidente executiva da Associação da Hotelaria de Portugal, Bernardo Trindade e Cristina Siza Vieira, respetivamente; vogal do Conselho Diretivo do Turismo de Portugal, Lídia Monteiro; entre outros, deu a conhecer os vencedores nas 16 categorias que estavam a votação, bem como a “Personalidade do Ano”.

Luís Rodrigues, CEO da TAP Air Portugal, foi a “Personalidade do Ano 2023”, prémio que não esteve sob votação e foi atribuído diretamente pela redação do Publituris.

Nas outras categorias, os vencedores foram:

MELHOR OPERADOR TURÍSTICO             
Solférias

MELHOR AGÊNCIA CORPORATIVA
Cosmos

MELHOR CONSOLIDADOR
Consolidador.com

MELHOR DMC
Abreu Events

MELHOR DISTRIBUIDOR B2B
Abreu online

MELHOR GSA AVIAÇÃO
ATR

MELHOR SISTEMA GLOBAL DE DISTRIBUIÇÃO
Amadeus

MELHOR EMPRESA DE TRANSFERS
CM Private Luxury Tours

MELHOR EMPRESA GESTÃO HOTELEIRA
Unlock Boutique Hotels

MELHOR EMPRESA SOFTWARE DE GESTÃO HOTELEIRA (PMS)
GuestCentric

MELHOR STARTUP
merytu

MELHOR CONSULTORIA E ASSESSORIA TURISMO
Neoturis

MELHOR FORMAÇÃO TURISMO
Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril

MELHOR SEGURADORA DE VIAGENS
AGEAS

MELHOR EMPRESA DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS
GR8

MELHOR VENUE PARA EVENTOS E CONGRESSOS
Altice Arena

PERSONALIDADE DO ANO
Luís Rodrigues, CEO TAP Air Portugal

*Pode rever os melhores momentos dos “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024” na próxima edição do jornal Publituris.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Edição Digital

Edição Digital: O Turismo nas eleições, os vencedores dos “Portugal Trade Awards”, as tendências dos mercados emissores, entrevistas Cabo Verde, BTL e easyJet, NDC e Turismo Cultural

A edição do jornal Publituris que marca o 56.º aniversário da publicação está recheada de temas diversos.

Publituris

A próxima edição do jornal PUBLITURIS é especial. Especial porque é uma edição que estará na Bolsa de Turismo de Lisboa – BTL 2024. Especial porque traz uma perspectiva sobre o que vale o Turismo para os diversos partidos, com representação parlamentar, nas eleições de 10 de março. Especial porque divulga os vencedores dos “Portugal Trade Awards by Publituris @BTL 2024”.

A começar, em plena campanha eleitoral, trazemos a importância do setor do Turismo nos diversos programas eleitorais dos partidos, com representação parlamentar. Procurámos o que os oito programas trazem em termos de referência ao “Turismo”, “TAP” e “Aeroporto”.

Aproveitando a presença na FITUR 2024, que se realizou de 24 a 28 de janeiro, em Madrid, o jornal Publituris analisa as principais tendências dos mercados emissores mais relevantes. Na conferência da UN Tourism (antiga Organização Mundial do Turismo – OMT), China, Índia, Médio Oriente, Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Espanha, EUA e Canadá deram a conhecer como é que os respetivos habitantes irão viajar em 2024.

Nesta edição, divulgamos os vencedores da 12.ª edição dos “Portugal Trade Awards”. Assim, os vencedores são: Solférias – “Melhor Operador Turístico”; Cosmos – “Melhor Agência Corporativa”; Consolidadro.com – “Melhor Consolidador”; Abreu – “Melhor DMC”; Abreu online – “Melhor Distribuidor B2B”; ATR – “Melhor GSA Aviação”; Amadeus – “Melhor Sistema Global de Distribuição”; CM Private Luxury Tours – “Melhor Empresa de Transfers”; Unlock Boutique Hotels – “Melhor Empresa Gestão Hoteleira”; GuestCentric – “Melhor Empresa de Software de Gestão Hoteleira (PMS)”; Merytu – “Melhor Startup”; Neoturis – “Melhor Consultoria e Assessoria em Turismo”; Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril – “Melhor Formação em Turimso”; Ageas – “Melhor Seguradora de Viagens”; Gr8 Events – “Melhor Empresa de Organização de Eventos”; MEO Arena – “Melhor Venue para Eventos e Congressos”; e, por último, a “Personalidade do Ano 2023”, prémio entregue a Luís Rodrigues, CEO da TAP Air Portugal.

Na “Distribuição”, damos a conhecer a oferta da Solférias para o verão de 2024. O operador turístico, através do evento “Oficina de Ideias, promoveu ações de formação sobre os destinos que constam da sua programação charter para o verão, designadamente, as ilhas do Sal e da Boavista, em Cabo Verde, Porto Santo, Hurgada (Egito), Monastir e Djerba (Tunísia), Saidia (Marrocos), Senegal e Zanzibar (Tanzânia).

Nos “Destinos”, entrevistámos o ministro do Turismo e Transportes de Cabo Verde, Carlos Santos, que admitiu que o destino ainda tem espaço para crescer em Portugal, mercado emissor que faz parte do top 5. Por isso, foi escolhido coo destino internacional convidado da edição 2024 da BTL.

Ainda nos “Destinos”, falámos com Luís Pedro Martins, presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), a propósito da nova marca e conceito da e para a região. De resto, Luís Pedro Martins salientou que a região “está no bom caminho para ter mais turismo e, muito importante, melhor turismo”.

No âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de abril de 1974, o jornal Publituris traz “Capas que fazem História”. Nesta edição mostramos a capa de 1 de março de 1974, edição essa que marcou o 6.º aniversário da publicação.

Com a realização da BTL 2024, de 28 de fevereiro a 3 de março, ficámos a saber que a grande ambição do maior evento do setor do turismo, em Portugal, passa “pelo mundo se mostrar em Portugal na BTL”. Pedro Braga, diretor-geral adjunto da FCE Lisboa – Feiras Congressos e Eventos, deixou a referência de que a BTL “tem a ambição de fazer regressar o Turismo de Portugal, apresentar um Conselho Estratégico e abrir a BTL ao mundo”.

Nos “Transportes”, José Lopes, country manager da easyJet Portugal, disse, em entrevista, que “Portugal continua a ter oportunidades interessantes para crescimento no futuro”. Isto, depois de a easyJet ter registado, em 2023, um ano histórico, e estimar voltar a crescer mais 6%, em 2024.

Ainda nos “Transportes”, depois de, em 2023, ter feito uma forte aposta nas Caraíbas, a World2Fly, companhia aérea do Grupo World2Meet (W2M) volta a disponibilizar, este verão, uma extensa oferta de voos para Cuba, República Dominicana e México. Além das Caraíbas, o grupo tem já no mercado uma vasta programação, com destaque para destinos com a Albânia ou Zanzibar.

Na “Tecnologia”, o tema é NDC. Para tal, entrevistámos um especialista na área da aviação comercial, Mário Almeida, desvendamos, em primeira pessoa, a estratégia da TAP sobre a matéria, e damos a conhecer a APG Platform NDC.

Para finalizar, o “Dossier” desta edição é dedicado ao Turismo Cultural e Industrial. Num país onde, queiramos ou não, a cultura é vista (infelizmente) como um parente pobre, o turismo literário tem conseguido combater este cenário. Contudo, a tarefa não é fácil e o Turismo de Portugal tem-se esforçado por colocar o Turismo Literário – e não só – no mapa de diversificação da oferta turística, para dentro e para fora.

Já no Turismo Industrial, na vila mineira no Baixo Alentejo, é possível recuar 5000 anos para encontrar os primeiros indícios de mineração na área de Aljustrel. Constituindo ainda uma das minas em atividade mais antigas do mundo, nasceu, recentemente, o Parque Mineiro de Aljustrel, revelando Marcos Aguiar, coordenador deste projeto, tratar-se de um produto “muito genuíno e com alicerces históricos muitos robustos”.

Tudo isto além do Check-in, e das opiniões de Francisco Jaime Quesado (Economista e gestor); Ana Jacinto (AHRESP); Carlos Torres (Jurista), Pedro Castro (SkyExpert); Joaquim Robalo de Almeida (ARAC); e Jan-Erik Ringertz (Highgate Portugal).

Leia aqui a edição.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Turismo

Sol & Praia? Portugal tem muito mais para oferecer, referem especialistas na “Visit Portugal Conference 2024”

A 2.ª edição da conferência “Visit Portugal Conference”, organizada pelo Turismo de Portugal, serviu para explorar as mais recentes tendências do turismo global, descobrir as novidades sobre alguns mercados internacionais, segmentos no turismo, mas também sobre a perceção que os mercados emissores possuem sobre Portugal. Uma coisa ficou certa: Portugal tem muito, mas mesmo muito para oferecer ao turista internacional.

Victor Jorge

Pelo segundo ano, o Turismo de Portugal organizou a “Visit Portugal Conference”, desta vez para com o propósito de entregar valor e informação útil às empresas do setor, beneficiando do conhecimento in loco das equipas de turismo nos mercados externos, foram vários os especialistas que deixaram a sua opinião sobre o que está a acontecer, mas fundamental, quais as tendências no turismo global.

Dirk Herber, Global Head of Thought-Leadership da Dentsu, as 12 tendências que irão moldar o turismo do future. Assim, para o responsável da Dentsu, sustentabilidade, inclusão, ativismo universal, a economia dos mais idosos, o “bleisure”, as mulheres, o equilíbrio entre o ‘overtourism’ e o ‘undertourism’, o turismo virtual, a relação com as marcas, novas tribos, os guardiões digitais e o conteúdo imersivo, irão estar no centro do que será o turismo no futuro.

Para Dirk Herbert há que ter em atenção que, em 2030, o mundo terá 8,5 mil milhões de habitantes, sendo que as regiões com maior crescimento populacional estarão na África Subsariana, Sudeste asiático e Médio Oriente. Além disso, há que notar que, em 2030, existirão mais de mil milhões de pessoas com mais de 65 anos de idade, o equivalente a 12% da população mundial e que a classe média será constituída por cerca de 5,3 mil milhões de pessoas. Para finalizar, a última chamada de atenção quanto à questão populacional, é que, em 2030, será mais de cinco mil milhões as pessoas a viver em cidades.

Por isso, questões como as alterações climáticas, a maior transferência de riqueza na história da humanidade, bem como a evolução e poder da Inteligência Artificial farão parte do “novo normal”.

Todas estas questões terão de ser tidas em conta pelo universo do turismo a nível global, referindo Dirk Herbert que, “quem as assumir mais rapidamente e se adaptar a esta transformação, mais capacidade de resposta e melhor posicionado estará para responder às exigências dos turistas”.

Já Lapo Elkann, diretor Criativa da Italia Independent, profissional que passou por algumas das mais icónicas marcas italianas, salientou que “o que falta a Portugal é massa critica e um trabalho em conjunto”. Dando o exemplo de produtos que cumprem os mais altos standards de qualidade mundial – vinho, gastronomia, cortiça, têxtil, entre outros – Elkann frisou que, “agora é preciso trabalhar em conjunto para o bem de todos, ou seja, de Portugal e criar marcas fortes que consigam transmitir a qualidade que o vosso país tem para oferecer ao mundo”.

De resto, o vinho e a gastronomia estiveram em foco nesta conferência do Turismo de Portugal onde se destacou, de facto, a importância que estes segmentos poderão e deverão ter na afirmação a nível global.

Mas também o Turismo Literário e a ligação de Portugal com o mar e a natureza foram referenciados como produtos e segmentos onde Portugal deve apostar para se afirmar num mundo turístico cada vez mais concorrencial e competitivo.

Sheree Mitchell, presidente da Immersa Global, frisou que “Portugal terá de ter cuidado quando refere uma oferta de luxo. Quando se posiciona num mercado como os EUA, por exemplo, a noção de luxo é completamente diferente e poderá levar o consumidor ao engano”. Por isso, segundo Sheree Mitchell, “é melhor apostar e promover a qualidade e o serviço do que está a colocar tudo no mesmo saco do luxo”. Até porque, segundo a mesma, “muitas vezes palavra luxo “até poderá afastar muitas pessoas, já que julgam, à partida, que se trata de algo inatingível. Mas todos gostam de qualidade e de um serviço de excelência”.

Da Alemanha, por exemplo, veio a sugestão da autenticidade e de “quererem mais do que podem suportar”, uma vez que, na opinião de Oliver Zahn, Chairman do DRV Outbound Tourism Committee, “isso poderá subverter tudo o que até agora foi conquistado por Portugal”.

Porque, no final, ficou a certeza: Portugal tem muito mais para oferecer do que Sol & Praia.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Transportes

PLAY com preços especiais para a Islândia, EUA e Canadá

Fundada antes da pandemia [em 2019], mas com o primeiro voo a acontecer no verão de 2021, a PLAY Airlines comemora o seu primeiro ano bissexto com preços especiais para voos para a Islândia, EUA e Canadá.

Publituris

A PLAY Airlines, companhia aérea lowcost islandesa que opera a partir de Lisboa e Porto, lança uma oferta especial para celebrar o seu primeiro ano bissexto, proporcionando aos viajantes uma oportunidade única de explorar destinos a preços mais acessíveis.

A promoção inclui um desconto de 25% no preço dos voos, aplicável a viagens nos meses de abril a maio e de setembro a dezembro de 2024, com partidas disponíveis a partir do Porto ou Lisboa, para destinos como Islândia, Nova Iorque, Boston, Baltimore, Washington D.C. ou Toronto.

O período de reserva desta promoção é entre 23 de fevereiro a 1 de março de 2024. Os detalhes completos, termos e condições da oferta estão disponíveis no website da PLAY Airlines.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Portugal entre os destinos com melhor performance em 2023, dizem dados da UN Tourism

O Barómetro Mundial do Turismo das Nações Unidas monitoriza regularmente as tendências do turismo a curto prazo para fornecer às partes interessadas do turismo mundial uma análise atualizada do turismo internacional. Neste barómetro que analisa as melhores performances dos destinos, Portugal aparece em destaque.

Victor Jorge

Publicado quatro vezes por ano, incluindo uma análise dos dados mais recentes sobre destinos turísticos (inbound) e mercados de origem (outbound), Barómetro Mundial do Turismo das Nações Unidas (UN Tourism) coloca as Ilhas Turcas e Caicos com a melhor performance no ano 2023 face a 2019, com um crescimento de 127%.

Neste barómetro, Portugal aparece destacado com um crescimento de 11%, sendo que na região da Europa, somente Albânia (+53%), Andorra (+31%), Lichtenstein (+16%) e Sérvia (+15%) aparecem à frente de Portugal.

O barómetro estima que 1286 milhões de turistas internacionais (dormidas) foram registados em todo o mundo em 2023, um aumento de 34% em relação a 2022, correspondendo a mais 325 milhões.

Segundo as contas, o turismo internacional recuperou 88% dos níveis pré-pandémicos em 2023, apoiado por uma forte procura reprimida.

O Médio Oriente liderou a recuperação por regiões em termos relativos, sendo a única região a superar os níveis pré-pandémicos com chegadas 22% acima de 2019.

A Europa atingiu 94% dos níveis pré-pandémicos em 2023, enquanto a África recuperou 96% e as Américas 90%.

A Ásia e o Pacífico atingiram 65% dos níveis pré-pandémicos, com uma recuperação gradual desde o início de 2023.

Quatro sub-regiões: Norte de África, América Central (ambas +5%), Europa do Sul Mediterrânica e Caraíbas (ambas +1%) excederam os níveis pré-pandémicos em 2023.

Já as receitas totais das exportações do turismo (incluindo o transporte de passageiros) estão estimadas em 1,6 biliões de dólares em 2023 (cerca de 1,48 biliões de euros), quase 95% dos 1,7 biliões de dólares (1,57 biliões de euros) registados em 2019.

As estimativas preliminares do Produto Interno Bruto Direto do Turismo (PIBDT) apontam para 3,3 biliões de USD em 2023 (pouco mais de 3 biliões de euros), ou seja, 3% do PIB mundial, o mesmo nível de 2019, impulsionado pelas viagens nacionais e internacionais.

“Após uma forte recuperação em 2023, espera-se que o turismo internacional recupere totalmente os níveis pré-pandémicos em 2024, com estimativas iniciais que apontam para um crescimento de 2 % acima dos níveis de 2019 nas chegadas de turistas internacionais”, refere a UN Tourism.

As perspetivas positivas para o setor estão refletidas no último inquérito do Índice de Confiança do Turismo da ONU, com 67 % dos profissionais do turismo a indicarem perspetivas melhores ou muito melhores para 2024 em comparação com 2023.

“Espera-se que o desencadeamento da restante procura reprimida, o aumento da conectividade aérea e uma recuperação mais forte dos mercados e destinos asiáticos sustentem uma recuperação total até ao final de 2024”, admite o relatório da UN Tourism.

Os desafios económicos e geopolíticos continuam a representar desafios significativos para a recuperação sustentada do turismo internacional e dos níveis de confiança.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos

Fonte: GoldenPark

GoldenPark: A Nova Casa de Apostas em Portugal

GoldenPark

Brand SHARE

A GoldenPark é uma marca espanhola que chegou recentemente a Portugal. Trata-se de uma casa de apostas (e também casino online), que até ao momento da sua chegada era desconhecida para a maioria dos apostadores, mas traz consigo boas surpresas.

Para entrarmos com o pé direito, ao fazer o registo recebemos logo 10€ grátis para apostar. Além disso, no nosso primeiro depósito, temos acesso a um bónus de boas-vindas de até 40€ em apostas grátis!

No que diz respeito às modalidades disponíveis, neste momento são 17, desde o tradicional futebol, ténis e basquetebol, até ao ciclismo ou MMA.

5 Modalidades mais Populares para Apostar na GoldenPark

Quando o tema é as melhores casas de apostas online, precisamos ter em conta alguns fatores importantes. A diversidade das modalidades desportivas, bem como a oferta de mercados em cada uma delas, são exemplos disso.

Na nossa opinião, estas são as 5 modalidades mais populares na GoldenPark.

    1. Futebol

Como não poderia deixar de ser, esta é a modalidade com maior representação na plataforma. São mais de 45 competições, entre elas a Premier League, Bundesliga e Liga dos Campeões.

Um jogo entre equipas de uma das ligas do Top 5 europeu, tem uma média superior a 130 mercados. Entre eles, o vencedor da partida, resultado exato, hipótese dupla e número de golos.

    2. Basquetebol

Trata-se de uma modalidade que conquista cada vez mais adeptos, principalmente à custa da competição mais fascinante, a NBA. De qualquer forma, as outras competições não foram esquecidas, ao todo são mais de 12.

Numa partida de NBA, temos mais de 130 mercados, entre eles o vencedor do jogo, vencedor por período, total de pontos e handicap.

    3. Ténis

Nesta modalidade estão presentes competições do ATP e WTA, singulares e pares. Os torneios do Grand Slam não poderiam faltar, e competições inferiores como os Challenger.

Os jogos que estão disponíveis atualmente, oferecem mais de 35 opções de mercados para cada partida. Não faltam os de vencedor do encontro, resultado exato, vencedor de set e handicap.

    4. Hóquei no gelo

Tal como no basquetebol, esta modalidade tem maior peso graças à sua competição mais famosa, a NHL. Apesar disso, a oferta é atualmente superior a 12 competições.

Um jogo a contar para a NHL, tem normalmente mais de 25 mercados disponíveis, entre eles o vencedor do jogo, hipótese dupla e total de pontos.

    5. MMA

A modalidade de artes marciais está representada pela sua competição de maior relevo, a UFC. Neste momento, tem 65 combates disponíveis, sendo que apenas podemos apostar no mercado de vencedor do combate.

Notas Finais

Já lá vão muitos anos desde que o governo foi autorizado a legislar este setor, e a verdade é que continuam a entrar novas empresas neste mercado competitivo das apostas legais.

Apesar da GoldenPark ainda estar numa fase inicial, faltando-lhe, por exemplo, uma aplicação móvel, a marca tem uma boa margem para continuar a crescer.

Vale a pena ainda referir que a plataforma apresenta um bom suporte ao cliente, por via de telefone, email e chat ao vivo, bem como vários métodos de pagamento, entre eles um dos favoritos no nosso país, o MBWay.

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

Betclic

Sabia que a Betclic Também Tem Jogos de Casino

Betclic

Brand SHARE

Quando pensamos na prestigiada marca, rapidamente nos lembramos de apostas desportivas. Contudo, existe também uma vertente de casino, e lá podemos encontrar não só as melhores slots da betclic, como também outros jogos fantásticos.

Ao optar por esta estratégia de juntar desporto e casino, a Betclic conseguiu atrair um público com gostos bastante diversificados.

Além de ser um dos casinos online que adiciona slots e jogos de mesa com mais regularidade, realiza ainda vários torneios e até oferece rodadas grátis. 

4 Tipos de Jogos de Casino na Betclic

Como sabemos, um bom casino é constituído por diferentes tipos de jogos, e podemos dizer que a Betclic sabe disso. Veja o que pode encontrar na plataforma:

    1. Slot machines

Este é sem dúvida o jogo que mais atrai os fãs de casino. A Betclic tem um número superior a 1600 slots, sendo mais de 10 exclusivas. 

Com apostas mínimas tão baixas como 0.10€, é acessível a qualquer tipo de banca. Apesar da grande maioria ser em formato tradicional, estão disponíveis também slots Megaways e Hold & Win.

Temos ainda à disposição, mais de 180 slots especiais (jackpot), onde os prémios podem chegar a valores bem acima da média. 

    2. Roleta

Faz parte dos jogos de mesa com muita tradição no casino. Podemos contar com mais de 10 opções, sendo 4 delas exclusivas da marca. 

Estão disponíveis todos os tipos de apostas comuns, números individuais, grupos de números, par ou ímpar e cores.

De destacar a inclusão de uma roleta americana, algo que não encontramos com tanta frequência nos seus concorrentes.

    3. Blackjack

Quem é fã de casino, está certamente familiarizado com o blackjack. E a plataforma apresenta mais de 16 títulos, e a maioria é exclusiva. Dentro dessa oferta, estão disponíveis os formatos de single hand ou multi hand.

É um jogo onde o fundamental é tomar a decisão certa, entre pedir cartas, parar, dobrar a aposta ou dividir os pares.

    4. Banca francesa

Por último, a novidade. Trata-se da banca francesa, um jogo com uma procura crescente, e que a Betclic já implementou no seu casino. São duas salas, ambas exclusivas.

São lançados 3 dados, sendo que o objetivo do jogador é prever qual será a soma dos números em cada lançamento. Existem 3 seleções possíveis que incluem diferentes somas, grande, pequeno e ases.

Um facto curioso, é que apesar do seu nome, é de origem portuguesa.

Notas Finais

Claramente, o número de slot machines é muito superior à restante oferta, mas a quantidade de jogos de mesa também tem aumentado. Algo que demonstra o interesse da plataforma em agradar ao maior número de jogadores possível. 

Para além de tudo isso, não podemos ignorar os fatores de segurança e credibilidade que uma marca como a Betclic transporta consigo.

Em Portugal a evolução pós-regulamentação é notória, o que é um ótimo sinal para outros países que ainda não o fizeram. E talvez por influência desse mesmo sucesso, o Brasil parece aproximar-se da legalização.

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos

Fonte: Betclic

Conheça a Secção de Desporto da Betclic

Betclic

Brand SHARE

A Betclic apresenta uma boa secção de desporto. Atualmente, são mais de 12 as modalidades disponíveis e podemos contar também com uma boa variedade de mercados, dentro de cada um dos eventos.

Foi a primeira marca a obter licença para operar em Portugal, e ao longo destes 7 anos, tem conquistado a preferência de muitos apostadores.

As melhores casas de apostas oferecem bons bónus e odds atrativas. Contudo, algo fundamental é que tenham também as melhores modalidades disponíveis. E uma coisa é certa, esse aspeto não foi esquecido pela Betclic.

4 Melhores Modalidades na Betclic

Um bom site de apostas desportivas, não pode estar limitado a um ou dois desportos. Ter várias opções que agradem a muitos tipos de apostadores, é essencial.

Mostramos agora uma lista daquelas que, na nossa opinião, são as melhores modalidades presentes na Betclic.

    1. Futebol

É uma modalidade com adeptos espalhados um pouco por todo o mundo, e o mediatismo do futebolista argentino Lionel Messi ou de Cristiano Ronaldo, em muito contribui para isso.

Não existem dúvidas de que está no topo da preferência, são mais de 35 competições, e um jogo entre equipas das principais ligas, apresenta mais de 200 mercados disponíveis para apostar.

São mais de 50 competições desde a Premier League, Liga Portugal, Liga dos Campeões entre outras e poderá encontrar mais de 150 eventos por dia.

    2. Basquetebol

Este é um desporto que beneficia bastante do grande sucesso que é a NBA. Contudo, a Betclic tem também mais de 20 ligas de países diferentes, bem como a principal competição de equipas europeias, a Euroliga.

Num jogo de NBA, existem mais de 150 mercados para apostar. Vencedor do jogo, total de pontos, resultado handicap e desempenho do jogador são alguns exemplos.

    3. Ténis

Aqui podemos contar com os torneios do Grand Slam, e ainda com competições de nível inferior, atualmente estão mais de 5 Challengers disponíveis. Também é possível apostar nos encontros femininos e de pares.

Um evento disputado, por exemplo, no Open da Austrália, oferece mais de 40 mercados. Entre os quais, destacamos o vencedor do encontro, vencedor do set, total de jogos e handicap de sets.

    4. Hóquei no gelo

Com mais de 10 ligas presentes, o interesse por este desporto tem aumentado nos últimos tempos. O principal fator é a competição dos Estados Unidos da América, a NHL.

Cada encontro da NHL, tem um número superior a 50 mercados de aposta, estando entre eles o resultado do jogo, total de golos e resultado handicap 3-way.

Notas Finais

Como seria de esperar, o futebol tem um lugar de grande destaque na marca. Até pelo facto da Betclic ser o patrocinador principal da Liga Portugal. Contudo, podemos verificar que existem também outras modalidades, com imensos mercados de interesse. 

Não deixe de explorar o site, pois a plataforma atualiza a sua oferta de desportos com alguma regularidade e apresenta ainda várias transmissões ao vivo, em diversos eventos.

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.