Assine já
Distribuição

Vouchers em litígio não são “materialmente relevantes”, garante APAVT

Prazo para que os clientes pedissem o reembolso por viagens canceladas na sequência da pandemia terminou esta sexta-feira, 14 de janeiro.

Publituris
Distribuição

Vouchers em litígio não são “materialmente relevantes”, garante APAVT

Prazo para que os clientes pedissem o reembolso por viagens canceladas na sequência da pandemia terminou esta sexta-feira, 14 de janeiro.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Nova directiva alivia pequenas agências de viagens
Homepage
Nova edição: Futuro das agências de viagens, FITUR e marketing digital
Homepage
APAVT lança campanha onde promove as vantagens de reservar numa agência de viagens
Homepage
Agências de viagens queixam-se de serem tratadas como “parente pobre do turismo” e querem mais apoios
Distribuição

O presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, afirmou à Lusa que a questão os vouchers emitidos em 2020, devido às viagens que foram canceladas na sequência da pandemia e que se estima que valham cerca de 100 milhões de euros, está praticamente resolvida e que os litígios que se verificam não são “materialmente relevantes”.

“Na altura, não havendo valores concretos, porque pertencem aos negócios de cada empresa e não há um registo oficial de todos os inquéritos que fizemos, estimamos que possam ter sido emitidos vales na ordem dos 100 milhões de euros”, disse à Lusa Pedro Costa Ferreira.

De acordo com o responsável, parte dos vouchers acabou por ser utilizada em viagens, enquanto outra parte foi reembolsada “sob as mais diversas formas”, com Pedro Costa Ferreira a explicar que, apesar de não ser possível apresentar números exatos dos reembolsos, “há um valor que é possível calcular” e que “é o valor da linha de crédito que era exclusiva para pagamento de vales”.

Segundo o presidente da APAVT, este instrumento era “tão exclusivo que, para quem aderisse a essa linha de crédito, o banco emprestava o dinheiro pagando diretamente aos clientes dos vales. E foi utilizada em 37 milhões de euros”, ou seja, no mínimo houve reembolsos deste valor, sublinhou.

Em relação a questões mais sensíveis, que deram origem a litígios, Pedro Costa Ferreira garantiu que “não são visíveis litígios materialmente relevantes, no sentido em que nos tribunais arbitrais, no provedor do cliente, na Deco, não são conhecidas muitas reclamações”, existindo “até menos do que num período normal de vendas, se calhar”.

“A nossa sensibilidade é que a partir de dia 14 de janeiro [prazo final para a resolução desta questão] não vai haver um problema materialmente relevante, a maioria dos vales estará viajada ou reembolsada ou mesmo acordado o seu pagamento para mais tarde”, explicou, salientando que “há liberdade entre agência de viagens e os consumidores” e que, em muitos casos, há um acordo para que a viagem aconteça “mesmo com o fim do vale”.

“São acordos entre duas entidades livres do ponto de vista económico”, assegurou o presidente da APAVT, reconhecendo, no entanto, que possam existir “incidentes de incumprimento”, uma vez que “a resposta é assimétrica quando há milhares de empresas”.

Pedro Costa Ferreira recordou, no entanto que “os clientes que não forem reembolsados podem sê-lo através do fundo de garantia do setor que responde em nome das agências que não cumprirem”, sendo que “se as empresas não pagarem ao próprio fundo, deixam de ter autorização para atuar como agência de viagens”.

“É uma falha que acaba com a própria agência”, alertou, detalhando que este fundo “não é dinheiro público, nem dos contribuintes, é das agências de viagens, por lei só elas alimentam este fundo”, acrescentando que, por ser hoje o último dia, podem “vir à tona os litígios”.

Recorde-se que os vouchers de viagens canceladas durante a pandemia eram válidos até final de 2021, sendo que, após esse prazo, os clientes tinham 14 dias para solicitar o seu reembolso caso a viagem não tivesse sido reagendada até 31 de dezembro.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Distribuição

Icárion disponibiliza “Num único destino, experiencie diferentes hotéis”

No site do operador turístico Icárion já é possível aceder aos programas nas Maldivas, Maurícia e Zanzibar que permitem a divisão de estada entre hotéis.

Publituris

Com o mote “Num único destino, experiencie diferentes hotéis”, o objetivo do operador é criar cada vez conteúdos e programas que vão de encontro ao solicitado pelas agências de viagens que por sua vez refletem no que os viajantes pretendem.

Francisca Ferreira, Product Manager da Icárion refere que os pedidos que lhes chegam das agências de viagens “são analisados pela equipa para que, numa base regular, sejam criados produtos de acordo com o que o mercado procura”.
Em nota de imprensa o operador turístico do grupo World2Meet lembra que a divisão de estadias entre hotéis nas Maldivas sempre foi um produto muito solicitado no período pré-pandemia, tendo agora voltado a ser permitido pelas autoridades locais pelo que, a par da divisão de estadias por categorias de quarto, igualmente disponível no site, é uma das ferramentas mais importantes na venda do destino.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Nortravel volta à ilha de São Jorge em circuitos

O operador turístico Nortravel anuncia o mercado a retoma dos circuitos à ilha açoriana de São Jorge.

Publituris

De novo visitável em segurança, após o período de atividade sismovulcânica sentida nos meses de março e abril, o operador turístico Nortravel retomou a habitual programação dos circuitos em grupo com guia privativo nos Açores para visitar a ilha de São Jorge.

Assim, o operador turístico realizou a primeira visita deste ano à ilha de São Jorge, no passado dia 13 de maio.

Para além dos circuitos que visitam a ilha açoriana, a Nortravel indica ainda, em nota de imprensa, que nos meses de junho, julho e agosto os circuitos nos Açores têm partidas garantidas que podem ser consultadas em www.nortravel.pt para reservar online com confirmação imediata.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Globalis: Certificação de qualidade traz mais valias à empresa, clientes e parceiros

A Globalis, empresa especializada em viagens e eventos corporativos, viu uma auditoria aprovar, recentemente, a manutenção do seu certificado de gestão de qualidade, “uma vez mais, sem inconformidades”.

A notícia foi avançada ao Publituris pela CEO da Globalis, Fátima Silva, que reconhece que a certificação de qualidade traz mais valias à empresa, clientes e parceiros.

Isto significa, segundo Fátima Silva, que “para os nossos clientes, podem ter a garantia de um processo limpo de A a Z, e que estamos constantemente à procura da melhoria. É garantia de que o serviço que prestamos é limpo, correto e sempre em prol do cliente”.

Outro benefício “de sermos certificados, é que permite, ainda, em termos comerciais e de imagem de alguns parceiros sermos escolhidos. Além disso, também nos permite ter acesso a práticas e experiências de outras empresas certificadas”, destacou a CEO da Globalis, para apontar que, “não é por causa disso que tenhamos mais clientes, mas confere-nos uma posição de segurança e de confiança junto dos nossos clientes”.

Com esta certificação da certificação do seu sistema de gestão da qualidade segundo os requisitos da NP EN ISO 9001:2015, renovável de dois em dois anos, a Globalis indica, no seu site oficial que “garantimos a qualidade dos serviços tendo como pilares a sistematização dos processos e procedimentos, rotinas bem definidas e monitorizáveis e uma equipa capacitada e focada na melhoria contínua”, continuando “a perseguir os objetivos de qualidade de serviço que nos carateriza”, pode-se ler.

 

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Distribuição

Solférias: Saïdia sai reforçada com dispensa de teste PCR para entrar em Marrocos

O operador turístico Solférias aplaude o facto de o teste PCR deixar de ser obrigatório para entrada em Marrocos, o que vai permitir alavancar as férias dos portugueses em Saïdia, um dos destinos que constam da sua operação charter este verão.

A Solférias, que sempre se comprometeu a manter todos os agentes de viagens em Portugal a par das últimas novidades, tendências ou alterações nos destinos turísticos que fazem parte da sua programação, informa o mercado que o destino Marrocos deixou de exigir a realização de um teste PCR obrigatório, bastando, a partir de agora, a apresentação de um certificado de vacinação válido.

Esta medida, segundo comunicado do operador turístico, vem reforçar, ainda mais, a atratividade deste destino para os viajantes portugueses, nomeadamente Saïdia, que “se mantém como um dos destinos favoritos do nosso mercado”.

Para esta estância balnear, a apenas uma hora de voo de Lisboa e 1h30 do Porto, que combina uma boa oferta hoteleira de cinco estrelas em regime de tudo incluído, com praia e clima agradável, a Solférias vai realizar, em colaboração com a Viajar Tours, uma operação charter direta com partida de Lisboa e outra do Porto, às sextas-feiras, em voo operado pela Smartwings, que decorrerá de 17 de junho (primeira partida) e 23 de setembro de 2022 (último regresso), com preços desde 606 euros por pessoa em regime de Tudo incluído, para programas de sete noites.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Distribuição

Airmet DMC já está disponível para associados do grupo

A nova plataforma de recetivos mundiais do grupo de gestão de agências de viagens – Airmet DMC, já está disponível para utilização dos seus associados.

Publituris

Esta ferramenta, segundo nota de imprensa da Airmet, e conforme já tinha sido revelado durante a sua 18ª convenção, nos Salgados, permite às agências do grupo construírem pacotes à medida para os seus clientes, através da oferta de mais de 500 recetivos mundiais em mais de 150 países.

“Com esta plataforma, os nossos associados poderão pesquisar e reservar os recetivos de forma independente e automática”, referiu Suzana Fonseca, diretor de operação da rede, para destacar uma das grandes vantagens deste DMC: “permitir que as agências personalizem toda a viagem do seu cliente, pois sabemos que há consumidores que procuram, cada vez mais, viagens à medida e diferentes daquilo que se encontra nos pacotes já definidos”. Além disto, as agências de viagens “poderão definir o seu mark-up, definindo, assim, a sua rentabilidade”.

Por sua vez, Luís Henriques, diretor geral da Airmet, explica que este lançamento “faz parte da estratégia e novidades apresentadas na nossa 18º Convenção. Já a plataforma de voos, também anunciada neste evento, está neste momento em testes e esperamos lançá-la muito em breve”, apontou.

Campanha de marketing e vendas “Olá Verão

A Airmet anuncia ainda que lançou esta semana, e pelo segundo ano consecutivo, a campanha de marketing e vendas “Olá Verão” que decorre até ao final deste mês e que reúne mais de 15 fornecedores e dezenas de produtos associados.

“Além das condições especiais de venda de cada parceiro nesta campanha específica, foram ainda produzidos cerca de 20 materiais gráficos, entre capas de facebook, assinaturas de email e posts que foram partilhados com as nossas agências para que as mesmas pudessem incluir na comunicação com o seu cliente”, refere Adriana Fragoso, responsável pelo departamento de marketing do grupo de gestão.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Site da Icárion com novas funcionalidades

O operador turístico do grupo World2Meet, Icárion, desenvolveu uma função especial no seu site (www.icarion.pt) que permite ao agente de viagens selecionar dentro do próprio destino, que tipo de programa procura, facilitando, assim, o processo de venda.

Publituris

Já disponíveis em cinco destinos diferentes, este filtro permite ao agente de viagens encontrar mais facilmente e de uma forma muito intuitiva o programa que se ajusta mais ao pedido do seu cliente. Cada destino tem abordagens diferentes mediante as caraterísticas do país e dos programas, indica o operador turístico especialista em “Grandes Viagens”.

A Icárion recorda que já disponibilizava no site a seleção de vários programas mediante o estilo de viagem pretendido como por exemplo Grandes Viagens, Luas de Mel, Viagens em Família, Fly & Drives entre outros.

A inovação e a sustentabilidade fazem parte do seu ADN pelo que a empresa adotou uma política de compensação de CO2 sendo que todas as viagens incluem, sem qualquer custo adicional para o passageiro, a compensação de CO2 dos seus voos de forma a contribuir para a reflorestação e conservação das florestas em diferentes partes do mundo. De momento são quatro os projetos aderentes que se encontram localizados no Uganda, na Zâmbia, no Quénia e, mais recentemente, na Costa Rica.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Grupo Ávoris apresenta operações especiais e novidades a agentes de viagens da Madeira

Neste evento para agentes de viagens madeirenses, que decorre a 19 de maio, o Grupo Ávoris vai apresentar as suas operações especiais para as Caraíbas, ilhas espanholas e Cabo Verde, assim como as novidades das várias marcas do grupo.

Publituris

O Grupo Ávoris vai realizar a 19 de maio uma apresentação na Madeira para dar a conhecer as suas operações especiais para as Caraíbas, Ilhas espanholas e Cabo Verde, assim como as novidades das várias marcas que compõe o grupo.

O evento vai ter lugar no Hotel Next, a partir das 18h30, e está aberto à participação dos agentes de viagens madeirenses que queiram conhecer mais sobre a oferta do Grupo Ávoris, que inclui marcas como a Jolidey, Catai, LePlan, LeSki, Quelónia e Rhodasol.

Os agentes de viagens interessados em assistir à apresentação do Grupo Ávoris devem realizar a sua inscrição através do e-mail [email protected].

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

TUI Portugal lança “‘Verão HOT”

“Verão Hot by TUI” é a proposta do operador turístico aos portugueses para reserva imediata dos vários destinos de disponibiliza ao mercado.

Publituris

A TUI Portugal acaba de lançar uma campanha-convite aos portugueses para o Verão de 2022. São duas semanas deste “Verão HOT”, com os destinos selecionados pelo operador turístico, disponíveis para reservas nas agências de viagens parceiras até 31 de maio. As viagens podem ser realizadas até final setembro de 2022.

Com ofertas exclusivas para as agências de viagens, numa lógica de overcomission nas reservas para os destinos selecionados, a campanha inclui também descontos até 100 euros por pessoa para o cliente final.

Incluídos na oferta às agências de viagens estão destinos como Canadá, Tailândia, Turquia, Tanzânia e Quénia, enquanto o cliente final pode contar com descontos diretos nas reservas para Maldivas, Seychelles, Maurícia, Polinésia Francesa, Peru, Costa Rica, Islândia, Austrália e Bali.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Grupo GEA promove campanha junto dos consumidores

A rede de agências de viagens do Grupo GEA, vai levar a cabo, durante este mês, uma campanha comercial junto dos consumidores, designada de “Quinzena dos Preços GEA” numa parceria com muitos dos seus principais fornecedores.

Publituris

Trata-se, segundo o grupo, de uma iniciativa que colheu junto dos parceiros a montante uma imediata e ampla aceitação, vindo dar à rede de agências uma oportunidade de se apresentar ao mercado com outro tipo de visibilidade, numa altura crucial do período de vendas, com pricings muito apetecíveis para muitos dos produtos da temporada alta que se avizinha.

Sendo o Grupo GEA muito assimétrico nos nichos de mercado a que cada agência na sua especificidade se dirige, procurou-se junto dos fornecedores selecionar e ter disponíveis todos aqueles produtos que pudessem satisfazer toda a procura e necessidades que possam ser suscitadas pelo cliente final.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Traventia com recorde de reservas

A plataforma online de venda de pacotes de viagem e experiências Traventia atingiu, no passado mês de abril o seu melhor mês de sempre a nível de reservas do mercado português.

Publituris

A empresa anuncia que, comparado com o julho de 2019, o seu melhor mês até então, registou um crescimento de 52%, mas face ao abril do ano passado, o aumento foi de 270%.

Com um também forte crescimento de reservas de curto prazo, o número de pessoas no país que desfrutou de experiências ou estadas com a Traventia, em abril passado, subiu 114% frente a abril de 2019.

Em comunicado, a plataforma refere que estes fortes crescimentos resultam de uma estratégia de especialização no destino interno, destacando-se a ampliação do portefólio de atividades e atrações turísticas, acordos com novos operadores em Portugal e novos métodos de pagamento aceites na plataforma.

A Traventia considera ainda que as reservas feitas por clientes de Portugal têm vindo a crescer de maneira constante durante todo o ano de 2022, e atendendo a que os meses de verão são tradicionalmente os mais fortes em termos de reservas, existe confiança que este será não só o ano de recuperação face à pandemia, mas também um ano de recordes.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.