Assine já
Alojamento

Programa HOSPES distingue Bensaude Hotels Collection

O programa HOSPES, promovido pela AHP, volta a distinguir a Bensaude Hotels Collection com o selo de sustentabilidade ambiental ”We Care’.

Publituris
Alojamento

Programa HOSPES distingue Bensaude Hotels Collection

O programa HOSPES, promovido pela AHP, volta a distinguir a Bensaude Hotels Collection com o selo de sustentabilidade ambiental ”We Care’.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Programa de responsabilidade social da hotelaria nacional doou mais de 21.700 bens
Homepage
Taxa de ocupação hoteleira desce em Outubro
Homepage
Unlock Boutique Hotels entre as melhores PME em Portugal
Alojamento
AHP aplaude as novas regras para impedir abusos de intermediários
Alojamento

A Bensaude Hotels Collection foi de novo distinguida com o selo de sustentabilidade ambiental do programa HOSPES, iniciativa promovida pela AHP – Associação da Hotelaria de Portugal.

O selo ‘We Care’ reconhece os empreendimentos turísticos que se destacam pelas suas políticas e boas práticas de sustentabilidade ambiental.

Para esta distinção, as empresas têm que estar comprometidas com a implementação de programas de avaliação, prevenção e redução de riscos e impactes ambientais; utilização de tecnologias e serviços “Amigos do Ambiente”; programas de eficiência energética; prevenção, redução e reutilização da água e incentivo à conservação da água e promoção da reutilização e reciclagem.

Desde 2015, esta cadeia hoteleira tem vindo a ser distinguida com o selo de sustentabilidade ambiental ‘We Care’ pela continuidade da sua política de sustentabilidade ambiental e promoção dos princípios que suportam uma gestão que integra a responsabilidade ambiental.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Figuras

H10 Hotels aposta em novos profissionais

Alexander Larsson, Francisco Sant’Anna e Inês Silva são as novas apostas do grupo H10 Hotels.

A H10 Hotels apostou em novos profissionais para as unidades do grupo.

Desta forma, Alexander Larsson passa a desempenhar as funções de Meetings & Events Manager para a H10 Hotels Lisboa. Formado em Turismo e Gestão Hoteleira, o profissional ocupava anteriormente o cargo de Sales Manager no Motel One Group, tendo passado também pela Vincci Hotels enquanto Deputy General Manager.

Já Francisco Sant’Anna assume o cargo de Director of Sales na H10 Hotels Lisboa, tendo já trabalhado para o grupo entre 2015 e 2018, enquanto Sales Manager e Director of Sales. Antes de assumir novamente funções na H10 Hotels, o profissional desempenhava as funções de Director of Sales & Marketing para a Singular Properties Azores.

Por fim, o H10 Hotels promoveu Inês Silva para Hotel Assistant Manager do The One Palácio da Anunciada 5*, que anteriormente desempenhava as funções de MICE Manager e MICE Coordinator na unidade. Licenciada em Direção e Gestão Hoteleira pela Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, a profissional é também mestre em Sales Management pela Universidade Europeia.

Sobre o autorCarla_Nunes

Carla_Nunes

Mais artigos
Hotelaria

“Transformação Digital na Hotelaria” esta quarta-feira em webinar promovido pela AHP

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) promove esta quarta-feira, pelas 11 horas, um webinar sobre “Transformação Digital na Hotelaria” com parceiros de referência a nível internacional.

Publituris

Como influenciar a escolha dos clientes e proporcionar-lhes uma boa experiência? Qual a vantagem competitiva que as soluções de BI podem trazer ao seu negócio? Como baixar o custo por venda das campanhas digitais e proteger a marca online? Como aumentar o lifetime value do seu negócio? Como aumentar a competitividade das empresas e trazer melhores experiências aos clientes?

São estas as questões que a AHP quer desvendar num webinar que tem lugar esta quarta-feira, 19 de outubro, a partir das 11 horas.

As boas vindas dicam a cargo de Cristina Siza Vieira, vice-presidente executiva da AHP, seguindo-se a mesa redonda sobre o tema “Transformação Digital na Hotelaria”, com Tatiana Taylor, Global Marketing Manager, da IDeaS, e Francisco Sánchez, Business Development Manager EMEA da TrustYou,

O webinar conta com a participação de três empresas parceiras da AHP: a SmartLinks, agência digital 360º especializada em Turismo, e-commerce e transformação digital e que assegura o Gabinete Digital da AHP; a IDeaS, líder mundial em soluções de Revenue Management; e a TrustYou, maior plataforma mundial de reviews de hóspedes.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Canto das Fontes lança franchising de glamping de luxo

O Eco-Glamping da Madeira – Canto das Fontes, com o apoio do Turismo de Portugal, quer replicar este conceito, tanto em Portugal continental como nas ilhas, onde se possa desfrutar da natureza.

Publituris

O Turismo de Portugal selecionou o Eco-Glamping da Madeira – Canto das Fontes para fazer parte do programa de aceleração de empresas inovadoras no setor do Turismo – Push4Tourism gerido pela Gesentrepreneur. A ideia passa por replicar o sucesso obtido na Ponta do Sol – Madeira, por onde já passaram três mil pessoas, criando outros espaços únicos para desfrutar da Natureza em Portugal Continental e Ilhas.

A empresa madeirense procura agora terrenos com características únicas, vistas privilegiadas, afastados de estradas ou ruídos, e com acesso a água, para criar o “oásis” que caracteriza a experiência oferecida

Este projeto, lançado em 2015 na Madeira, teve, desde o seu início, grande projeção internacional, beneficiando da cobertura mediática de jornais como o britânico The Guardian, entre outros, contando ainda com cerca de mil reviews de cinco estrelas.

Diz a empresa, em nota de imprensa, que a taxa de ocupação de 90% durante todo o ano, de mais de 60 nacionalidades diferentes, e a grande procura do espaço, foi a grande motivação do fundador Roberto Varela em querer proporcionar a experiência a um maior número de pessoas, e de fazer crescer o projeto ao mesmo tempo que espera contribuir para um Turismo cada vez mais sustentável e amigo do ambiente.

O Canto das Fontes nasceu através da recuperação de um terreno familiar, mas não é o único projeto do empreendedor na área do Turismo. Roberto Varela é também responsável por transformar, igualmente na Madeira, uma gruta antiga em alojamento, o  – Atlantis Beach Cave.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Cabo Verde aumenta taxa turística em 25% para 2023

Com o aumento previsto, o Governo de Cabo Verde estima que esta taxa possa gerar receitas de 8,6 milhões de euros ao longo do próximo ano.

Publituris

A taxa turística paga pelos turistas na hotelaria de Cabo Verde vai aumentar 25% no próximo ano, chegando aos 2,50 euros por noite, avança a Lusa, que diz que a medida consta da proposta de Orçamento de Estado de Cabo Verde para 2023.

Segundo a proposta a que a Lusa teve acesso e que vai agora ser discutida no parlamento cabo-verdiano, esta taxa deverá subir, em 2023, cerca de 50 cêntimos, o que leva o Governo a estimar que esta taxa possa gerar receitas de 8,6 milhões de euros ao longo do próximo ano.

“A taxa turística vai ser aumentada em 50 cêntimos de euro. A receita resultante desse aumento é consignada ao ‘Programa MAIS’ para financiamento de projetos destinados à erradicação da pobreza extrema”, afirmou Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde, quando apresentou as primeiras medidas incluídas na proposta de orçamento.

Recorde-se que a taxa turística foi introduzida na hotelaria cabo-verdiana em 2013 e tinha um valor de dois euros por noite, em estadias até 10 dias, aplicando-se apenas a turistas com mais de 16 anos de idade.

Este ano, até julho, Cabo Verde arrecadou já 3,6 milhões de euros com a taxa turística, valor que equivale a 85,3% do orçamentado pelo Governo para todo o ano de 2022 e que, segundo o Ministério das Finanças, corresponde a “um aumento exponencial ao montante cobrado no mesmo período de 2021”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Em webinar: Consolidador.com dá a conhecer funcionalidades da sua plataforma online

O Consolidador.com promove um webinar, esta quinta-feira, dia 20 de outubro, pelas 11 horas, com o objetivo de dar a conhecer as funcionalidades disponíveis na sua plataforma online.

A sessão, que estará aberta a todos os agentes de viagens, mediante inscrição, tem como principal intuito dar a conhecer em detalhe todas as funcionalidades disponíveis na sua plataforma. Após a apresentação, será dada a oportunidade aos agentes de esclarecer todas as suas dúvidas.

O webinar contará também com a participação de um representante da Biosphere Tourism Portugal, onde será feita uma breve apresentação do programa e as vantagens na adesão das agências de viagem a este projeto.

O consolidador aéreo para agências de viagens IATA e NÃO IATA permite ter acesso a mais de 500 companhias aéreas e a mais de 500 mil hotéis e atividades de lazer em todo o mundo.

Fundada em 2009 em Portugal, a empresa apoia diversos grupos de gestão e as agências de viagens independentes na área da consolidação, disponibilizando a possibilidade de efetuarem reservas e emissões de forma rápida e intuitiva quer disponham ou não de um GDS próprio, Amadeus ou Galileo.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Alojamento

Eurostars abre este ano nono hotel em Lisboa num investimento de 19M€

Com um investimento de 19 milhões de euros, a Eurostars Hotel Company, cadeia hoteleira do Grupo Hotusa, vai abrir, ainda este ano, a sua nona unidade em Lisboa e a 24.ª em Portugal, segundo país dos 18 no mundo onde o grupo de origem espanhola tem vindo a expandir mais rapidamente. Trata-se do quatro estrelas Eurostars Lisboa Baixa.

Apesar de estar mais concentrado em Lisboa e no Porto, mas um pouco espalhado pelo território nacional, o grupo hoteleiro tem outros projetos na calha em Portugal, designadamente, um hotel em Fátima, junto ao santuário, cujas obras deverão iniciar em 2023, está a olhar para outras oportunidades em cidades com património no país e com vontade de chegar às regiões autónomas, principalmente aos Açores, destino que se identifica com o conceito da cadeia.

Estas explicações foram dadas aos jornalistas que visitaram, esta sexta-feira, as obras finais do que vai ser o quatro estrelas Eurostars Lisboa Baixa, por Luís Cruz, diretor executivo da organização em Portugal.

Trazer a cidade de Lisboa, e mais propriamente a Baixa, para dentro do hotel, foi o conceito desenvolvido para este quatro estrelas que já está em fase final de pré-inauguração, conforme explicou aos jornalistas, Loli Moroño, diretora criativa do estúdio de design de interiores responsável pelo projeto, que juntamente com o arquiteto do projeto, Cristian Naudin, e Luís Cruz, conduziu a visita aos jornalistas. O elétrico, a calçada portuguesa, o azulejo pintado à mão e o artesanato português são os elementos-chave desta nova unidade hoteleira.

O Eurostars Lisboa Baixa localiza-se na Rua da Prata, num edifício clássico que ainda conserva a sua fachada original de estilo Pombalino. Durante a sua remodelação, realizada por ateliês especializados tanto em arquitetura (TYPSA) como em design de interiores (PF1 Interiorismo Contract), todos os pormenores foram pensados até ao último detalhe e trabalhados com total respeito pelos elementos originais da estrutura, garantiram os dois responsáveis pelo projeto.

Este hotel boutique, “com alma portuguesa e vocação universal”, conforme foi revelado na ocasião, vai oferecer de 57 quartos (54 duplos, duas suites e um quarto adaptado para hóspedes com mobilidade reduzida), todos com janelas e virados para a Rua da Prata ou as traseiras de edifício, onde a tradição e a modernidade se casam. Dispõe ainda de receção, bar/cafetaria com esplanada, e zona de estar, inspirados na cidade que o acolhe e impregnados da sua essência em cada recanto.

O design interior é rico em azulejos, veludos, mosaicos e paralelos (um claro aceno para as ruas de Lisboa), bem como em fotografias que imortalizam a sua beleza nostálgica. Nos quartos predominam as madeiras e o mármore, abraçados por murais inspirados nos azulejos tradicionais locais.

Vinte e quatro hotéis em Portugal coloca o nosso país como segundo maior mercado do grupo espanhol, considerou Luís Cruz, representando mais de 10% da oferta total que a rede de hotéis dispõe. De destacar que, os 23 estabelecimentos que estão em funcionamento em Portugal, totalizam 2.471 quartos. Em Espanha, o grupo dispõe de 164 unidades hoteleiras com um total de 15.565 quartos.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Alojamento

INE: RevPAR e ADR atingem máximos históricos em agosto

Segundo o INE, o alojamento turístico registou, em agosto, proveitos totais de 797,0 milhões de euros, enquanto os proveitos por aposento somaram 639,0 milhões de euros, traduzindo subidas de 24,9% e 25,7% face a agosto de 2019.

Inês de Matos

O alojamento turístico registou, em agosto, proveitos totais no valor de 797,0 milhões de euros, enquanto os proveitos por aposento somaram 639,0 milhões de euros, valores que traduzem subidas de 24,9% e 25,7% face a igual mês de 2019, respetivamente, avança o Instituto Nacional de Estatística (INE), que indica mesmo que o RevPAR e o ADR foram os “mais elevados desde que há registo”.

“O rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) situou-se em 102,2 euros em agosto e o rendimento médio por quarto ocupado (ADR) atingiu 137,2 euros, os valores mais elevados desde que há registo (+41,8% e +17,8% face a agosto de 2021). Em relação a agosto de 2019, o RevPAR aumentou 21,1% e o ADR cresceu 18,1%”, indica o INE, no comunicado que acompanha os dados a atividade turística de agosto, divulgados esta sexta-feira, 14 de outubro.

Em agosto, o Algarve concentrou 38,8% dos proveitos totais e 38,4% dos relativos a aposento, seguindo-se a AM Lisboa (21,7% e 22,5%, respetivamente) e o Norte (14,0% e 14,2%, pela mesma ordem). Já os valores de RevPAR mais elevados foram registados no Algarve (151,0 euros) e AM Lisboa (107,8 euros).

O INE revela que, desde o início do ano, o RevPAR “aumentou 90,4%”, com crescimentos de 93,3% na hotelaria, 104,8% no alojamento local e 19,0% no turismo no espaço rural e de habitação.

Já os proveitos cresceram, no acumulado até agosto, 163,7% no total e 163,5% nos relativos a aposento face ao mesmo período de 2021, enquanto na comparação com 2019, “verificaram-se aumentos de 13,2% e 14,3%, respetivamente”.

O INE diz que “a evolução dos proveitos foi positiva nos três segmentos de alojamento” durante os primeiros oito meses de 2022 e revela que, face a 2019, os proveitos totais na hotelaria aumentaram 12,0% e os de aposento cresceram 13,1%, enquanto nos estabelecimentos de alojamento local registaram-se subidas de 10,2% e 11,2%, e no turismo no espaço rural e de habitação os aumentos atingiram
61,6% e 59,0%, pela mesma ordem.

Os dados divulgados esta sexta-feira, 14 de outubro, pelo INE confirmam também que, em agosto, o setor do alojamento turístico nacional registou 3,4 milhões de hóspedes e 9,9 milhões de dormidas, “os valores mensais mais elevados desde que há registo”, o que traduz aumento de 33,0% e 31,9% face a igual mês de 2021 e de 1,2% e 2,8% face a agosto de 2019.

O mercado interno contribuiu com 3,7 milhões de dormidas, o que corresponde a uma descida de 11,4% face a igual mês do ano passado, enquanto os mercados externos, cujo peso chegou aos 62,4%, totalizaram 6,2 milhões de dormidas, o que traduz um aumento de 86,9%. Face a 2019, as dormidas de residentes aumentaram 8,2% enquanto as de não residentes diminuíram 0,2%.

Já a taxa líquida de ocupação-cama (68,3%) aumentou 10,6 pontos percentuais em agosto, “ficando ligeiramente abaixo dos 68,7% observados em agosto de 2019”, acrescenta o INE.

Em agosto, houve “aumentos das dormidas em todas as regiões”, tendo o Algarve concentrado 32,2% das dormidas, seguindo-se a AM Lisboa (21,1%), o Norte (16,5%) e o Centro (11,6%). Em comparação com 2019, apenas o Algarve registou um decréscimo (-7,1%), enquanto s aumentos mais expressivos ocorreram na RA Madeira (+16,9%) e no Norte (+15,9%).

Por municípios, o INE destaca Lisboa e Albufeira como aqueles que registaram “maior representatividade no total nacional da atividade turística”, uma vez que, em conjunto, estes dois municípios “concentraram 27,1% do total de dormidas do país e 32,9% do total de dormidas de não residentes”.

“O município de Lisboa atingiu 1,5 milhões (quota de 14,9% do total). Comparando com agosto de 2019, as dormidas aumentaram 2,1% (+11,4% nos residentes e +0,6% nos não residentes). Em Albufeira, registaram-se 1,2 milhões de dormidas (peso de 12,2% do total), o que representa uma redução de 11,8% face a agosto de 2019 (-6,0% nos residentes e -14,7% nos não residentes)”, indica o INE.

Já as taxas líquidas de ocupação-cama mais elevadas registaram-se no Algarve (76,0%), RA Madeira (74,8%) e RA Açores (71,9%), enquanto os maiores acréscimos neste indicador verificaram-se na AM Lisboa e no Norte (+23,0 p.p. e +14,3 p.p., respetivamente).

Sobre o autorInês de Matos

Inês de Matos

Mais artigos
Alojamento

Spa do Corinthia Hotel Lisbon eleito o melhor de Portugal

O Spa do Corinthia Hotel Lisbon foi eleito “Portugal’s Best Hotel Spa” na oitava edição dos World Spa Awards, galardões que são entregues com base na votação de profissionais, media e consumidores de todo o mundo.

Publituris

O Spa do Corinthia Hotel Lisbon foi eleito “Portugal’s Best Hotel Spa” na oitava edição anual dos World Spa Awards, galardões que são entregues com base na votação de profissionais do setor, media e consumidores de todo o mundo.

“Estamos muito orgulhosos por termos vencido este prémio, que celebra a excelência no turismo de spa, saúde e bem-estar.  Este prémio é inspirador e vem reforçar o nosso compromisso de oferecer aos nossos clientes o melhor serviço possível e experiências para revigorar corpo, mente e espírito”, congratula-se Roderick Micallef, diretor-geral do Corinthia Hotel Lisbon.

O prémio vem reconhecer o The Spa como o melhor em Portugal, espaço que conta com 13 salas de tratamento, incluindo duas suites de casal com jacuzzi, banho turco e banheira, duas salas de tratamentos em cápsula, uma sala de tratamento para Duche Vichy, piscina interior aquecida, solário natural e um Circuito de Hidroterapia.

No Circuito de Hidroterapia, o The Spa disponibiliza Duches Sensoriais, Piscina Hidrodinâmica, Jacuzzi, Sauna, Banho Turco, Balde de Água Fria, Tanque de Água Fria, Fonte de Gelo e Pedilúvio.

O Spa do Corinthia Hotel Lisbon é ainda complementado por um Hair Spa; Gabinete de Medicina Estética – D’Abril Medicina Estética, que oferece uma vasta seleção de tratamentos para rosto e corpo; e ginásio com 200 metros quadrados, que está aberto 24 horas por dia para os hóspedes do hotel.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Tecnologia

Travelport+ oferece conteúdo simplificado e uma gama mais ampla de opções de fornecedores

O Travelport+, recentemente lançado, passa a oferecer aos agentes de viagens mais opções de reservas de voos, hotéis e carros para passageiros, com novas conexões de fornecedores, trazendo maior número de ofertas e serviços auxiliares.

Publituris

A Travelport acaba de anunciar mais conteúdo aos agentes de viagens através do Travelport+. Os novos e ampliados acordos com a Booking.com e a Hertz agora trarão mais opções de tarifas de hotéis e aluguer de veículos para os agentes que utilizam o Travelport+. As agências ligadas à Travelport também terão acesso a maiores opções de conteúdo da Air France-KLM e da Lufthansa Group NDC no final de 2022.

Com o aumento da procura por viagens, a Travelport está a garantir que os agentes de viagens tenham mais opções prontamente disponíveis para os seus clientes, fornecendo ainda mais conteúdo para garantir que todos tenham a melhor experiência possível de venda. O conteúdo da Air France-KLM NDC está a ser introduzido no Travelport+, e a empresa também iniciará o lançamento do conteúdo NDC da Lufthansa Group para agências selecionadas, em 2022, com muito mais para vir no início de 2023.

A Travelport também está a adicionar três novas companhias aéreas à plataforma – Congo Airways, FlyGTA e US-Bangla Airlines, juntamente com 11 companhias com serviços auxiliares e quatro com Branded Fares.

Por outro lado, a nova parceria com a Booking.com desbloqueia uma nova gama de tarifas em 140 mil propriedades hoteleiras acessíveis através da plataforma Travelport+ e crescerá para mais de um milhão de propriedades no início de 2023, bem como a padronizar mais conteúdo de hotéis para permitir buscas mais fáceis e maior clareza nas tarifas.

O Travelport+ agora oferece tarifas pré-pagas de aluguer de carros Hertz no âmbito de uma parceria de distribuição ampliada de conteúdo. Os agentes de viagens que usam o Travelport+ agora terão mais oportunidades de geração de receita com aluguer de veículos reservados através da plataforma e poderão oferecer uma melhor experiência ao cliente.

Igualmente, a Travelport está fortemente focada em tornar o processo de gestão de reeemissões ainda mais fácil para os agentes que utilizam a plataforma Travelport+. Nos próximos meses, os clientes que mudarem para Travelport+ terão acesso à próxima geração do Automated Exchanges da Travelport, que automatiza tarefas complexas de reemissão manual de passagens.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

“Winds of Change” marca tema do 33.º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo

O congresso organizado pela Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) decorre de 16 a 18 de novembro.

Publituris

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) desvendou esta terça-feira o programa do 33.º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, que este ano decorre de 16 a 18 de novembro em Fátima, no Centro Pastoral Paulo VI.

Sob o tema “Winds of Change”, a associação assegura em comunicado que a edição deste ano “irá abrir com uma visão da sociedade aos dias de hoje e dos principais temas fraturantes transversais, para depois mergulhar em temas mais específicos da Hotelaria”.

“Têm sido anos de desafios e ameaças, tão inéditas quanto inesperadas – pandemia, guerra e inflação –, com consequências e impactos inegáveis no nosso setor de atividade, num calendário que está ainda por definir. Ignorar tudo o que já mudou, e ainda poderá mudar, ou agir recorrendo a lógicas e mecanismos do passado, dificilmente se constituirá como uma solução válida, ou fórmula vencedora”, defende a AHP em comunicado.

Nesse sentido, a associação declara que este é “o momento de ‘redesenhar o jogo’, enfrentando, juntos, estes ventos de mudança”. O programa completo do congresso, que aborda temas como a sustentabilidade, a captação de recursos humanos e as tendências e desafios do wellbeing para a indústria hoteleira, pode ser consultado aqui.

As inscrições para o Congresso encontram-se abertas até 11 de novembro. Para lá dos associados da AHP, também os associados da ADHP e da ACISO – Associação Empresarial de Ourém têm condições especiais de inscrição. Conheça as condições e inscreva-se no website do congresso.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.