Assine já
Alojamento

Grupo Hotusa fecha 2021 com 21 hotéis em Portugal

O grupo Hotusa encerrará o exercício de 2021 com 21 hotéis no nosso país. As próximas aberturas, previstas para outubro, acontecerão no Parque das Nações, em Lisboa.

Victor Jorge
Alojamento

Grupo Hotusa fecha 2021 com 21 hotéis em Portugal

O grupo Hotusa encerrará o exercício de 2021 com 21 hotéis no nosso país. As próximas aberturas, previstas para outubro, acontecerão no Parque das Nações, em Lisboa.

Victor Jorge
Sobre o autor
Victor Jorge
Artigos relacionados

O grupo Hotusa irá terminar o ano de 2021 com 21 hotéis em Portugal, contribuindo para isso, as duas aberturas que estão previstas acontecer até ao final do mês de outubro, adiantou Amancio Lopez Seijas, presidente do grupo Hotusa, no encontro com a imprensa, salientando que se trata “somente de resolver os habituais processos burocráticos” para a abertura.

Os dois novos hotéis da Eurostars Hotel Company, cadeia de hotéis do grupo Hotusa, ficam lado a lado, com o Eurostars Universal Lisboa de 5* e o Ikonik Lisboa 3* a serem, respetivamente, a 20.ª e 21.ª unidade hoteleira do grupo em Portugal, ficando os dois hotéis em regime de propriedade e localizados no Parque das Nações, em Lisboa.

Com 108 quartos, o Eurostars Universal Lisboa 5*, 108 quartos, é conceptualmente um hotel inspirado pela rosa dos ventos simbolizada por um pátio interior. No interior do hotel, a homenagem é prestada, em cada um dos andares, à história e tradição de Lisboa, através da cerâmica, escultura, arquitetura, fado e literatura, marcas que, segundo Amancio Lopez Seijas, presidente do grupo Hotusa, “são a história universal que Lisboa oferece ao mundo”.

Amancio Lopez Seijas, presidente do grupo Hotusa

De resto, o legado histórica da cidade sobressai nas referências a peças de grande valor cultural, recolhidas na própria cidade, enaltecendo o trabalho dos artesãos locais.

A escultura é outro dos traços distintivos com que o Eurostars Universal Lisboa presenteia os futuros hóspedes, com algumas paredes a exibirem esculturas em bronze de figuras nacionais, ao lado da arquitetura que merece um capítulo à parte, com destaque para alguns monumentos.

A nostalgia está presente com o fado, enquanto a literatura tem em autores como Eça de Queiroz, Saramago, Pessoa ou Camões os maiores destaques.

Já no Ikonik de 3*, que se interliga com Eurostars Universal Lisboa através do pátio e do espaço dedicado às salas de reuniões, estamos perante um hotel moderno e funcional, expressando, assim, um design mais vanguardista e com uma dinâmica que irá ao encontro de um público mais jovem.

Este é o primeiro hotel “Ikonik” em Portugal, tratando-se de uma marca que representa “uma nova forma de conceber hotéis”, admitindo o presidente do grupo Hotusa no encontro com a imprensa, que o hotel tem como inspiração temática o “verdadeiro reflexo da capital jovem, moderna e funcional que é Lisboa”.

Com 230 quartos, o Ikonik Lisboa 3* diferencia-se ainda pelos espaços para a realização de reuniões profissionais, bem como celebrações privadas e eventos sociais, contribuindo para tal os mais de 650 m2 de espaço disponível. Juntando aos mais de 200 m2 do Eurostars Universal Lisboa 5*, as duas unidades do grupo possuem quase 900 m2 de espaço.

Para finalizar, Amancio Lopez Seijas salientou a “boa experiência” do grupo em Portugal, admitindo que encara o futuro com “positivismo”, depois de todo o setor do turismo e viagens ter “paralisado”.

No final, Lopez Seijas afirmou ainda que “o turismo do futuro fugirá da massificação”, concluindo ainda esperar “um futuro expectavelmente positivo para Portugal e Espanha”.

Recorde-se que em entrevista recente, o presidente do grupo Hotusa admitiu que, em 2022, os resultados possam aproximar-se de 2019 e ultrapassá-los mesmo, já em 2023.

De referir que Portugal é, depois de Espanha, o mercado com maior implantação da área hoteleira do grupo Hotusa.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Artigos relacionados
Alojamento

InterContinental Hotels Group deixa de operar na Rússia

Grupo de hotelaria, que conta com 28 hotéis na Rússia, anunciou a decisão esta segunda-feira, 27 de junho, quatro meses depois do início da guerra na Ucrânia.

O InterContinental Hotels Group (IHG) anunciou esta segunda-feira, 27 de junho, que vai suspender todas as suas operações na Rússia, decisão que é tomada quatro meses depois do início da guerra na Ucrânia.

De acordo com o jornal espanhol especializado em turismo Hosteltur, a decisão foi anunciada em comunicado e abrange os 28 hotéis do IHG no país, com cujos proprietários o grupo tem estado em negociações relativamente aos “complexos” contratos de gestão de longo prazo sob os quais as unidades se encontravam a funcionar.

“Estamos agora no processo de encerrar todas as operações na Rússia de acordo com as sanções do Reino Unido, EUA e União Europeia e os desafios contínuos e crescentes de operar lá”, indica o grupo de hotelaria, no comunicado divulgado na segunda-feira.

O grupo recorda também que, assim que começou a guerra, encerrou a sua sede em Moscovo e suspendeu futuros investimentos, assim como novas aberturas de hotéis na Rússia, tendo indicado, logo nessa altura, que não pretendia retomar qualquer investimento no país, num futuro próximo.

Apesar da decisão agora anunciada, o IHG não esclarece em que data deixará, completamente, de operar na Rússia, garantindo apenas que vai continuar a apoiar as suas equipas, tanto na Rússia como na Ucrânia.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

Rede Virtuoso acrescenta Octant Ponta Delgada ao portefólio

Esta é a terceira unidade da Octant Hotels a integrar a rede Virtuoso.

O hotel Octant Ponta Delgada passa a integrar o portefólio de parceiros de viagens de luxo da rede Virtuoso.

Esta é a terceira unidade da Octant Hotels a integrar a rede, seguindo os passos do Octant Vila Monte e Octant Douro – que são preferred partners da Virtuoso desde 2017 e 2021, respetivamente.

A unidade foi admitida na Virtuoso após “critérios de seleção rigorosos e exigentes no que respeita à avaliação dos mais elevados padrões de qualidade e serviço”, de acordo com Vitor Santos, diretor-geral do Octant Ponta Delgada.

A integração nesta rede é vista pela unidade como “uma oportunidade para alargar a oferta e reforçar a notoriedade e prestígio no segmento de luxo”, tal como refere em comunicado, já que “a Virtuoso reúne as melhores agências de viagens e parceiros de luxo do mundo, cujas vendas anuais ultrapassam os 25 mil milhões de dólares americanos”.

“Estamos muito satisfeitos e orgulhosos do caminho que fizemos para chegar até aqui e sentimos que este é um duplo reconhecimento: por um lado, reflete os nossos esforços em garantir um serviço à medida e exclusivo aos nossos clientes e, simultaneamente, testemunha que somos uma referência no segmento de luxo em Ponta Delgada”, declara Vitor Santos.

A coleção Virtuoso reúne atualmente mais de 2.000 hotéis de luxo, resorts, empresas de cruzeiros, companhias aéreas, operadores turísticos e outras entidades de viagens em todo o mundo.

Junta ainda mais de 1.100 agências de viagens espalhadas por 50 países, numa rede que funciona com base em convites a parceiros exclusivos.

Sobre o autorCarla_Nunes

Carla_Nunes

Mais artigos
Tecnologia

Amadeus e a IE University expandem rede Travel4Impact para PME turísticas

A Amadeus e a IE University acabam de lançar a segunda edição do Travel4Impact em toda a Europa, apoiando as PME no papel crítico que desempenham na renovação em curso das viagens e do turismo.

Trata-se de um projeto de colaboração concebido para apoiar a indústria das viagens e turismo, melhorando a competitividade e o impacto positivo das pequenas e médias empresas.

A rede Travel4Impact apoia as PME que se concentram na digitalização e sustentabilidade como parte da sua estratégia. Esta iniciativa, que faz parte da estratégia de Responsabilidade Social Empresarial do Amadeus, é 100% subsidiada para as PME e inclui formação, tutoria e oportunidades de trabalho em rede.

Mais de 20 PME europeias do turismo serão selecionadas e convidadas a participar na fase de plataforma de lançamento. As pequenas e médias empresas interessadas em aderir ao projeto Travel4Impact devem preencher um formulário antes de 31 de julho, que pode ser encontrado na página web do Travel4Impact. Além disso, nos dias 05 e 13 de julho, pelas 17 de Portugal haverá sessões de informação à qual as PME podem aderir.

O objetivo a longo prazo desta iniciativa é a criação de uma rede global. O projeto teve início em 2021 em Espanha e foi concebido para evoluir para uma comunidade internacional.

Segundo Esther Villena, Head of Corporate Social Responsibility da Amadeus, 85% dos participantes na plataforma de lançamento consideram que os seus negócios têm melhores expectativas futuras graças à participação nesta iniciativa, em comparação com quando se iniciou o programa em 2021.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Homepage

Tarrafal Alfândega Suites é a nova unidade hoteleira da Oásis Atlântico em Cabo Verde

A inauguração terá lugar na próxima sexta-feira, 1 de julho, no novo empreendimento.

O grupo Oásis Atlântico vai inaugurar esta sexta-feira, 1 de julho, um novo empreendimento, o Tarrafal Alfândega Suites.

Localizado na Baía do Tarrafal, na Ilha de Santiago, em Cabo Verde, o edifício da antiga alfândega foi agora transformado numa unidade de 20 apartamentos, “todos com vista para o mar”, como indicado pelo grupo em comunicado.

O projeto turístico pretende “valorizar o património cultural, local e nacional, estimulando a economia da região”. Por essa razão, os detalhes arquitetónicos da traça original do edifício histórico foram preservados.

Para além dos apartamentos, o Tarrafal Alfândega Suites dispõe de um espaço de restauração, o “Restaurante Malagueta”, com terraço com vista para o mar e uma ementa que promete “refeições ligeiras e saudáveis”.

O cocktail de inauguração deste empreendimento contará com a presença do primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, bem como de diversas entidades institucionais.

O grupo Oásis Atlântico tem um portefólio de oito hotéis, nomeadamente: Hotel Belorizonte e Hotel Salinas Sea (Ilha do Sal, Cabo Verde); Hotel Praiamar (Santiago, Cabo Verde); Hotel Porto Grande (S.Vicente, Cabo Verde); Hotel Fortaleza e Hotel Imperial, no Brasil, e os hotéis Hotel Saidia Palace & Hotel Blue Pearl, em Marrocos.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Sem categoria

HiJiffy lança sistema operativo “Aplysia OS” para facilitar interações entre hóspedes e hotéis

A tecnologia utiliza inteligência artificial para acompanhar todas as fases da jornada do hóspede no hotel, desde a pré reserva até ao pós-estadia. O objetivo passa por facilitar ações como “o processo de reserva, o check-in antecipado ou a reserva de uma mesa no restaurante”, de acordo com a HiJiffy.

Carla_Nunes

A HiJiffy acaba de lançar um novo sistema operativo de comunicação com hóspedes, o Aplysia OS.

Esta tecnologia utiliza Inteligência Artificial (IA) para criar interações entre os hotéis e os clientes em todas as fases da jornada do hóspede, desde a pré reserva até ao pós-estadia, de acordo com informação enviada em comunicado pela empresa.

Desta forma, a Aplysia permite conectar os hóspedes e hotéis “24 horas por dia, sete dias por semana”, sem a necessidade de interação humana”.

O objetivo passa por facilitar ações como “o processo de reserva, o check-in antecipado ou a reserva de uma mesa no restaurante”, de acordo com a HiJiffy.

A empresa explica que este sistema foi treinado nos últimos seis anos “com milhões de questões exclusivamente relacionadas com a indústria hoteleira”, pelo que possui recursos de autoaprendizagem para analisar dados em bruto e não etiquetados e classificá-los por si só.

Isto permite que a IA “aprenda de forma quase autónoma, tornando o processo de aprendizagem mais rápido face às soluções treinadas manualmente por humanos”.

Para além disso, a Aplysia consegue “entender as emoções por detrás das conversas”, através da análise semântica e de sintaxe.

O sistema consegue reconhecer se a conversa é negativa, neutra ou positiva, reagindo de acordo com esta análise – ou seja, dá prioridade e encaminha automaticamente as mensagens para o departamento certo.

Por exemplo, se a conversa for classificada pelo sistema como positiva, “o hóspede poderá seguir um fluxo de atendimento normal, eventualmente até sem qualquer interação com um agente humano”, tal como explica Tiago Araújo, CEO da HiJiffy, à Publituris Hotelaria.

Se, por outro lado, o tom da conversa for negativo, o “hóspede poderá ser imediatamente redirecionado para a equipa do front-office, por exemplo, ou então diretamente para o diretor do hotel”.

A Aplysia OS é baseada na cloud e possui uma consola acessível através de desktop, browser e aplicações para Android e iOS.

Esta solução funciona apenas para os produtos da HiJiffy e não poderá ser comprada para ser usada para outros fins, tal como indica a empresa.

De momento, a tecnologia já está disponível “para todos os clientes da HiJiffy com muitos recursos já totalmente funcionais”, como adianta a empresa.

Funcionalidades em beta testing, que de momento só estão disponíveis para um número restrito de hotéis, serão alargadas a todos os clientes “em breve”.

Sobre o autorCarla_Nunes

Carla_Nunes

Mais artigos
Destinos

Portugal entre os destinos mediterrânicos com menor subida nos preços na hotelaria

A Grécia é, segundo uma análise realizada pela Mabrian, a campeã da subida de preços nos hotéis nos destinos mediterrânicos.

Victor Jorge

De acordo com uma análise da Mabrian, Portugal está entre os destinos mediterrânicos onde os preços na hotelaria menos subiu.

Na comparação feita entre os dias 25 de julho e 7 de agosto de 2022 e os mesmos dias de 2019, regista-se que foi na Grécia onde os preços mais subiram.

Efetivamente, no caso dos hotéis de 3*, a Mabrian indica uma estagnação dos preços em Portugal (0%), sendo o Egito o destino mediterrânico que maior subida apresenta (+25%), seguido da Grécia (+19,2%) e da Tunísia (+10,8%).

França apresenta-se como o único destino mediterrânico onde os preços dos hotéis de 3* desceu (-12%) no período analisado pela consultora.

Já nos hotéis de 4*, Portugal apresenta uma subida de 10,4% face ao período em análise que compara os anos de 2022 e 2019. O campeão da subida de preços é a Grécia (+62,7%), seguida do Egito (+40,9%) e da Tunísia (-28,3%). Mas existem destinos onde o preço apresenta uma descida, casos da França e Itália, com baixas de 11,3% e 5,3%, respetivamente.

Finalmente, nos hotéis de 5*, a subida de preços registada em Portugal é superior aos de 4*, já que o preço sobe 18,3% face a igual período de 2019. O líder neste capítulo volta a ser a Grécia, com uma subida de 110%, seguida, novamente, do Egito (+48,3%) e Tunísia (+26,6%).

Espanha, França e Itália registam subidas inferiores às indicadas para Portugal, com a Mabrian a estimar evoluções de 14,2% no caso espanhol e 13,2% e 1% para os hotéis de 5* franceses e italianos.

No campo das descidas, somente a Turquia apresenta um decréscimo nos preços (-9,9%) nos hotéis de 5*.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Homepage

Sleep & Nature Hotel dinamiza terapias do sono em Montemor-o-Novo

A unidade abre em regime soft opening esta quinta-feira, 30 de junho.

Publituris

Esta quinta-feira, 30 de junho, o Sleep & Nature Hotel, em Montemor-o-Novo, abre em regime de soft opening, prometendo aos hóspedes “um sono repousante”, tal como indicado em comunicado.

A unidade de quatro estrelas gerida pela Amazing Evolution localiza-se no Monte do Vagar, freguesia de Lavre, e pretende oferecer “mais do que um sítio para descansar” rodeado pela natureza.

Isto porque o conceito do hotel passa por aproveitar o ambiente envolvente, numa zona calma, para influenciar o bem-estar dos hóspedes, incentivando o contacto com a natureza como forma de melhorar as práticas de sono, através de terapias não-médicas.

Teresa Paiva, especialista em neurologia, é a responsável pelo conceito e desenvolvimento deste projeto. Chama a atenção para o facto de o sono ser “um dos cinco pilares da saúde”, influenciando o risco de “cancro, doenças autoimunes, depressão, demência e doenças cardiovasculares”.

Com uma oferta direcionada para as perturbações relacionadas com o sono e stress, a unidade disponibiliza um ginásio, piscinas interior e exterior, spa, biblioteca e restaurante.

O hotel rural contará com 32 unidades de alojamento, incluindo 8 quartos duplos, 12 quartos duplos com pátio, 7 suites e 5 suites familiares com terraço. Existem também quartos para pessoas com mobilidade condicionada.

A sua localização no Monte Vagar dá o nome ao restaurante desta unidade, com opções que pretendem “revigorar o corpo”, tendo em conta “os sabores da região”.

Da carta fazem parte opções como Polvo à lagareiro com batata a murro e espinafres salteados; Sopa de Cação; Borrego confecionado a baixa temperatura, com texturas de ervilha e hortelã Lombinhos de porco preto grelhados com migas de espargos, enchidos e ameijoas salteadas.

Os alojamentos estão disponíveis a partir de 108 euros e as reservas podem ser realizadas através do website da Sleep and Nature  ou do email [email protected].

A responsável pelo projeto, Teresa Paiva, formou-se em medicina em 1969 e especializou-se em neurologia.

É pioneira na investigação e tratamento de problemas relacionados com o sono, sendo considerada a maior especialista de medicina do sono em Portugal.

O seu trabalho clínico na medicina do sono começou em 1983 no Hospital de Santa Maria e, após uma longa experiência, começou em 1998 o Centro de Medicina e Sono (CENC).

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Restauração

Programa SELEÇÃO Gastronomia e Vinhos da AHRESP é tema de webinar

A AHRESP promove, no próximo dia 05 de julho, um webinar sobre o Programa SELEÇÃO Gastronomia e Vinhos no próximo dia 5 de julho, aberto a todos os restaurantes que servem gastronomia portuguesa. Inscrição gratuita, mas obrigatória.

Publituris

Implementado pela AHRESP, e desenvolvido em parceria com o Turismo de Portugal, este programa visa criar uma rede nacional de restaurantes que adote o receituário tradicional português, utilizando preferencialmente produtos portugueses e regionais, cumprindo as melhores práticas e oferecendo uma qualidade de serviço irrepreensível, conforme refere a Associação, em nota de imprensa.

Os restaurantes que estejam em condições de fazer parte desta rede, ou seja, de gastronomia portuguesa, cuja confeção seja efetuada no próprio local e que apresente serviço à mesa, podem usufruir de vantagens, como: Acesso a consultoria totalmente gratuita; Oferta de uma placa e de um diploma, que devem ser colocados em locais visíveis, no exterior e interior respetivamente; Direito de utilização da marca SELEÇÃO Gastronomia e Vinhos para promoção e divulgação de iniciativas próprias e Oferta de um kit de boas-vindas em formato digital (com template de menu, template de individual de mesa e outros materiais de comunicação).

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Golden Residence Hotel Madeira distinguido pela TUI

Unidade madeirense recebeu a distinção TUI QUALITY HOTEL, atribuída com base na qualidade do serviço e nas avaliações feitas pelos clientes da TUI a nível mundial.

Publituris

O Golden Residence Hotel Madeira conquistou a distinção TUI QUALITY HOTEL, atribuída com base na qualidade do serviço e nas avaliações feitas pelos clientes do operador turístico a nível mundial.

O prémio TUI QUALITY HOTEL, que é atribuído pela TUI, um dos principais operadores turísticos da Europa e visa distinguir as unidades hoteleiras reconhecidas pela qualidade do serviço prestado, tendo em conta as avaliações dos clientes de todo o universo TUI, concretamente TUI Alemanha, TUI Bélgica, TUI Holanda, TUI Polónia.

“Esta distinção é um reflexo da nossa dedicação para com os nossos hóspedes. O nosso grau de exigência é elevado, pois queremos providenciar a melhor experiência. Temos equipas altamente qualificadas e focadas em prestar um serviço de qualidade ímpar. Sabermos que estamos a contribuir para a criação de momentos e memórias marcantes é, sem dúvida, enriquecedor. É muito gratificante sabermos que nos destacamos pelas melhores razões”, congratula-se Arcilia Martin, diretora do Golden Residence Hotel Madeira.

Além do reconhecimento enquanto TUI QUALITY HOTEL, o Golden Residence Hotel Madeira tem vindo a ser distinguido pela qualidade do serviço e, este ano, já recebeu vários prémios e recomendações.

Localizado na costa sul da Madeira e com vistas panorâmicas sobre o mar e as plantações de bananas, o Golden Residence Hotel Madeira é uma unidade de quatro estrelas, que conta com 172 quartos, SPA, piscina exterior e interior, restaurante e bar, sendo também uma unidade ‘pet friendly’.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Seis hotéis da INATEL recebem certificação Green Key

O galardão foi atribuído às unidades Cerveira Hotel, Flores Hotel, Palace São Pedro do Sul Hotel, Manteigas Hotel, Vila Ruiva Hotel e Linhares da Beira Hotel Rural.

Publituris

A Fundação INATEL recebeu a certificação ambiental e social da Green Key pelo trabalho desenvolvido em seis dos seus hotéis.

O galardão foi atribuído esta terça-feira, 21 de julho, às unidades INATEL Cerveira Hotel (quatro estrelas); Flores Hotel (quatro estrelas); Palace São Pedro do Sul Hotel (quatro estrelas); Manteigas Hotel (três estrelas); Vila Ruiva Hotel (quatro estrelas) e Linhares da Beira Hotel Rural (três estrelas).

A cerimónia de entrega teve lugar no Centro de Monitorização e Investigação das Furnas, em São Miguel.

De acordo com informação enviada pela fundação, “todos os hotéis INATEL participam num programa de sustentabilidade ambiental”.

Nesse sentido, o INATEL assegura que as unidades avaliam o impacto da operação sobre o ambiente e adotam medidas para reduzir o mesmo, promovendo “a sensibilização de clientes, fornecedores e a formação de colaboradores”.

Sobre o Green Key

O programa ambiciona a implementação de boas práticas, através do cumprimento de 150 metas em diferentes áreas de atuação, que valorizam a gestão ambiental e a promoção da educação ambiental para a sustentabilidade.

As entidades certificadas devem cumprir determinados critérios, como a introdução de um sistema de gestão ambiental, a redução do consumo de energia e água e a separação de resíduos.

Medidas como a utilização de produtos de limpeza amigos do ambiente, a promoção do consumo de produtos orgânicos, bem como a exclusão de herbicidas químicos também fazem parte das medidas a ser cumpridas por estas entidades.

A iniciativa é da responsabilidade da Foundation of Environmental Education (FEE), sediada na Dinamarca, e coordenada em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE).

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.