TAP cancela mais 2.500 voos devido ao Covid-19

Por a 9 de Março de 2020 as 17:19

A TAP vai cancelar mais 2.500 voos nos próximos meses devido ao surto de Covid-19, o novo coronavírus que já fez mais de três vítimas mortais em todo o mundo, informou a companhia aérea portuguesa, que já na semana passada tinha anunciado o cancelamento de mil voos devido às “quebras significativas” das reservas para os próximos meses.

“A companhia decidiu reduzir a capacidade para os próximos meses em cerca de 2500 voos adicionais, um ajustamento que se junta ao anunciado na semana passada, de 1000 voos, resultando assim estas medidas numa redução total da oferta de 3500 voos, equivalentes a sete por cento dos voos programados em março, 11 por cento em abril e 19 por cento em maio”, anuncia a TAP, num comunicado enviado à imprensa esta segunda-feira, 9 de março.

Tal como na semana passada, a TAP invoca a “quebra nas reservas de viagens para os próximos meses que se tem verificado nos últimos dias” para anunciar os cancelamentos, que voltam a “incidir especialmente na operação para cidades nas regiões mais afetadas”.

“Os cancelamentos agora anunciados continuam a incidir especialmente na operação para cidades nas regiões mais afetadas, sobretudo Itália, mas contemplam também a redução de oferta em outros mercados europeus que mostram maiores quebras da procura, como Espanha ou França, e incluem ainda alguns voos intercontinentais, dado o modelo de operação da TAP, como companhia de longo curso e conexão”, aponta a TAP.

A companhia aérea garante que “vai contactar todos os passageiros afetados por estes cancelamentos” para, em conjunto com eles, encontrar “as melhores opções e alternativas para a realização das suas viagens”.

“Para garantir maior flexibilidade e tranquilidade aos seus clientes, a TAP permite desde ontem [domingo, 8 de março] a alteração de viagens sem pagamento das taxas de alteração em reservas feitas até final de março. Os clientes da TAP podem agora alterar a data da viagem, ou o destino para onde querem viajar, sem custo da taxa de alteração para bilhetes comprados entre o dia 08 e 31 de março”, acrescenta a companhia aérea nacional.

A isenção da taxa de alteração está disponível para os voos operados pela TAP em todas as rotas, datas e tarifas (exceto tarifa discount), desde que a viagem tenha sido comprada durante o mês de março, numa oferta que está também disponível para os clientes TAP Miles&Go e Corporate.

O pedido de alteração da viagem deve ser realizado com uma antecedência mínima de 21 dias antes da partida.

 

2 comentários

  1. Cecilia Dorfey

    17 de Março de 2020 at 20:12

    A TAP cancelou o voo para Porto Alegre em 20/03 – o que entendo e respeito. Mas ao cancelar o voo de retorno da minha mãe para Porto Alegre, colocou minha mãe num voo de Lisboa a Belo Horizonte e ponto (!). BH nao eh uma escala ate Porto Alegre no novo roteiro. Belo Horizonte fica a 2000km de Porto Alegre, de que jeito é pra minha mãe ir ate POA? Não há jeito de entrar em contato com a TAP e conseguir entender o equívoco e encontrar uma solução.

  2. João Duarte

    14 de Março de 2020 at 21:54

    A TAP não deixa alterar os voos com menos de 21 dias e destinos como Paris (Disney) os clientes vão ser obrigados a perder os bilhetes para um destino que vai fechar até ao final do mês. Divulguem. Apelem para a TAP permitir fazer alterações com menos de 21 dias.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *