MSC Cruzeiros apoia reconstrução das Bahamas após furacão Dorian

Por a 6 de Setembro de 2019 as 10:24

A MSC Cruzeiros vai apoiar, através do MSC Group, a reconstrução das Bahamas após a passagem do furacão Dorian, tendo já sido formada uma delegação que se encontra a caminho de Nassau, nas Bahamas, para identificar “as necessidades mais urgentes de assistência” e a melhor forma para “apoiar as ações imediatas e a longo prazo, bem como as necessidades de financiamento da população e das empresas locais”.

Num comunicado enviado à imprensa, a MSC Cruzeiros explica que a delegação que vai a caminho das Bahamas é composta por membros de altos cargos de chefia da equipa do MSC Group nos EUA, do qual a MSC Cruzeiros é associada, contando também com a liderança do seu braço filantrópico, a MSC Foundation.

“Como uma companhia familiar e que vive do mar há mais de 300 anos, estamos totalmente comprometidos em apoiar os esforços de emergência e recuperação imediatos e a longo prazo nas Bahamas. As nossas companhias há muito tempo que estão estreitamente ligadas às Bahamas e à sua população, com uma história rica e que se estende por muitas décadas. Esperamos agora apoiar os seus esforços para reconstruir e recuperar de todas as formas que forem possíveis e através de todas as nossas áreas de negócio”, sublinha Gianluigi Aponte, Executive Chairman e fundador do MSC Group, citado em comunicado.

Na mesma informação, a MSC Cruzeiros explica que já existiram contactos entre o MSC Group e as autoridades das Bahamas, de forma a encontrar a melhor forma para ajudar a população mais afetada pelo furacão Dorian.

“Nesta fase inicial, além de disponibilizar e entregar bens de primeira necessidade, os esforços do MSC Group vão concentrar-se em casas modulares pré-fabricadas temporárias para a população das áreas mais afetadas pelo Furacão, bem como na disponibilização de navios para serviços de entrega de carga proveniente dos EUA para os terminais de contentores de Freeport e de Marsh Harbour, em Abaco”, acrescenta o MSC Group.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *