Depois de Barcelona e Madrid, Pestana quer expandir para outros destinos espanhóis

Por a 20 de Junho de 2019 as 19:34
José Roquette, José Theotónio, Dionísio Pestana e Pedro Fino (Grupo Pestana)

O Pestana Hotel Group deu mais passo no  cumprimento do objetivo de ter um hotel em cada capital europeia. Depois de Londres, Berlim e Amesterdão, a maior cadeia hoteleira portuguesa inaugurou oficialmente, esta quinta-feira, dia 20, o Pestana Plaza Mayor, com 89 quartos e a chancela da marca premium do grupo – Collection Hotels.

Em declarações à imprensa, o presidente do grupo, Dionísio Pestana, destacou o peso que a carteira de hotéis internacionais abertos em destinos urbanos começa a ter no grupo, uma área de negócio que é para continuar “a dinamizar”. “Queremos continuar esta expansão nas capitais europeias. Não é fácil, mas vamos continuar a sonhar e à procura dessas oportunidades”.

Foram necessários cerca 10 anos e uma centena de projetos analisados para que o grupo Pestana entrasse finalmente na capital espanhola.

Aconteceu em 2015, depois de vencer o concurso público internacional para a concessão por 40 anos de um edifício na Plaza Mayor. A proposta do grupo concorreu com os ‘tubarões’ da hotelaria, mas acabou por sair vencedora. José Roquette, administrador responsável pelo desenvolvimento da cadeia hoteleira, acredita que, o facto do grupo ter chegado a este concurso “em boa forma”, apesar da crise, “terá feito a diferença”. “Chegámos preparados ao concurso em altura de crise e isso é o que nos diferencia”.

Depois do Pestana Plaza Mayor, a cadeia vai abrir, daqui a um ano, um segundo hotel na capital espanhola, da marca Pestana CR7, na Gran Via.

Em Espanha, José Roquette garante que estão sempre a analisar outras oportunidades, não só no segmento urbano, onde existem cidades históricas de “muito interesse turístico”, mas também no segmento de lazer. Já estudaram localizações como Sevilha e Bilbau e vão olhar para regiões “de lazer puro”, como as Canárias ou as Baleares. No entanto, o responsável lembra que Espanha tem das melhores cadeias hoteleiras do mundo no segmento de lazer. “Temos de olhar para Espanha com essa ambição [ter hotéis em destinos de sol e praia], não só porque somos o maior grupo português, mas porque nascemos com hotéis resort. Mas a nossa preocupação é fazer isso com bom senso.”

O grupo Pestana tem atualmente 15 hotéis em pipeline para desenvolver nos próximos quatro anos. Cinco desses projetos são em Portugal, nomeadamente, dois em Lisboa, dois no Porto e um no Algarve.

No Pestana Plaza Mayor, o grupo investiu 12 milhões de euros e criou 60 postos de trabalho. No próximo dia 26 de junho, prepara-se para inaugurar o Pestana Churchill Bay, em Câmara de Lobos, na Madeira.

*Em Madrid, a convite do Grupo Pestana.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *