American Airlines prevê superar números de 2018 na rota sazonal Lisboa-Filadélfia

Por a 16 de Maio de 2019 as 11:48

A American Airlines retomou, a 4 de abril, os voos diários entre Lisboa e Filadélfia, nos EUA, rota sazonal que se vai manter até 27 de outubro e que, segundo Victor Cortina, manager corporate & channel sales da companhia aérea para Portugal e Espanha, tem vindo a apresentar uma subida nas reservas.

“As reservas estão a correr muito bem. Para junho, estão 3% acima do ano passado, 4% em julho e 2% em agosto, no tráfego business e turístico. No leisure, o crescimento é menos expressivo, mas são números muito bons”, disse o responsável ao Publituris, à margem de um evento de apresentação da rota, que decorreu esta quinta-feira, 16 de maio, na embaixada dos EUA, em Lisboa.

Tal como já tinha acontecido em 2018, a American Airlines volta a colocar um avião B767-300 na rota de Lisboa, aparelho que foi recentemente renovado e que conta com capacidade para 204 passageiros, incluindo 27 lugares em business class e 177 lugares em económica.

Durante a apresentação, Victor Cortina revelou que a intenção da American Airlines passa por colocar um avião Dreamliner na rota de Lisboa dentro de alguns anos, até porque, afirmou o responsável, “a concorrência está a vir para Lisboa e é necessário melhorar o avião”.

Fora dos planos da companhia aérea norte-americana está, por enquanto, a passagem da rota Lisboa-Filadélfia a anual, uma vez que, explicou Victor Cortina, “esta rota é muito rentável sazonal e para férias”.

“Estamos há 12 anos em Portugal e, de momento, não há planos para tornar os voos anuais. Já pedimos, mas esta rota é muito rentável sazonal e para férias”, explicou o responsável, revelando que “desde há seis anos que a rota Lisboa-Filadélfia é rentável”.

Victor Cortina recordou ainda que o aeroporto de Filadélfia é um importante hub para a American Airlines, a partir do qual os passageiros que viajam desde Lisboa podem ter acesso a voos de ligação para mais de 200 destinos nos EUA, Canadá, México e Caraíbas.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *