Revive: MS Hotels ganha concessão do Mosteiro de Arouca

Por a 13 de Março de 2019 as 17:42

O grupo hoteleiro MS Hotels & Resorts ganhou a concessão do Mosteiro de Arouca para a reconversão do edifício num hotel, no âmbito do programa Revive,  que visa a recuperação de património do Estado para fins turísticos, revelou à Publituris Hotelaria Pedro Mesquita, diretor do grupo.

O edifício histórico do século XII dará lugar a um quatro estrelas que terá entre 60 a 70 quartos, com uma área de 25 metros quadrados. A unidade irá oferecer spa, piscina interior e exterior, restaurante e um campo de padel. O valor da concessão, que é feita durante um período de 50 anos, não foi revelado pelo responsável que adianta que este “se insere dentro dos montantes habituais de outros imóveis do Revive”. Já as obras de recuperação estão orçadas “num mínimo de 3,5 milhões de euros”.

A proposta vencedora do grupo hoteleiro sediado no Porto foi a única apresentada a concurso. Para a MS Hotels & Resorts este é um destino com elevado potencial histórico e gastronómico. “Não há oferta hoteleira expressiva nas áreas circundantes do concelho. Vamos ter a maior ponte pedonal do mundo, temos o Arouca Geopark e uma gastronomia ímpar. Há imensas vantagens em Arouca”, enumera Pedro Mesquita.

O hotel estará vocacionado para o segmento de turismo e lazer com uma forte aposta em eventos. A história do convento será tida em conta na hora da reconversão do Mosteiro que  tem no terreno circundante outras atrações como a Igreja, o Coro da Freiras, o Claustro, o Refeitório, a Cozinha e o Museu de Arte Sacra.

As obras deverão ser iniciadas no início de 2020 e prevê-se a conclusão num período de dois a três anos. O MS Hotels & Resorts abriu em fevereiro a primeira unidade no Porto e tem mais quatro projetos em execução em Aveiro, Braga, Évora e Lisboa num unvestimento estimado de 25 milhões de euros. 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *