Vídeo promocional da Rota Vicentina entre os finalistas da ATTA

Por a 29 de Agosto de 2018 as 16:02

A Associação Rota Vicentina lançou um novo vídeo promocional que é o único europeu entre os finalistas de uma competição internacional, promovida pela conceituada ATTA – Adventure Travel Trade Association, cuja votação decorre online até 28 de Setembro.

A votação decorre através do site https://www.adventure.travel/adventure-in-motion e, além do vídeo promocional da Rota Vicentina, é possível votar também nos outros oito finalistas, que foram escolhidos entre os 170 vídeos candidatos.

Após 28 de Setembro, os três vídeos finalistas com mais votos vão ser apresentados a uma audiência de 800 especialistas em turismo/natureza, presentes na Adventure Travel World Summit, que decorre em Outubro, na Toscana, Itália, e que vão escolher ao vivo o vencedor da competição.

Esta é a terceira participação da Rota Vicentina nesta competição, depois do sucesso alcançado em 2012 com o primeiro vídeo concorrente, que obteve 15 prémios e nomeações internacionais.

Este ano, o vídeo apresentado a concurso pela Rota Vicentina “baseia-se no equilíbrio necessário entre os vários tipos de usufruto” da Costa Alentejana e Vicentina, dando a palavra a “quem sente as paisagens, os trilhos, a natureza, os ofícios locais e as pessoas como elementos indissociáveis”, num testemunho que atribui ao Turismo “o importante papel de alimentar um ecossistema natural e sócio-económico saudável e próspero”, refere a Associação Rota Vicentina numa nota à imprensa.

“Esperamos que esta reflexão sobre o que significa a sustentabilidade no Turismo se alastre, ela é urgente e muito importante, não só para esta região e para o nosso país, mas para todo o mundo”, afirma Marta Cabral, presidente da Direcção da Associação Rota Vicentina, citada na mesma informação.

O trabalho está integrado num programa de investimentos alargado e integrado, que pretende reforçar a sinalização de trilhos ao longo da costa e sobretudo na criação de novos percursos circulares no interior, para além de um reforço da oferta de actividades complementares, com uma rede de trilhos de BTT, actividades de natureza e outras ligadas à cultura local.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *