Assine já
Distribuição

Olimar distingue parceiros

Os prémios “Golden Wave” são o reconhecimento por parte da Olimar aos parceiros.

Publituris
Distribuição

Olimar distingue parceiros

Os prémios “Golden Wave” são o reconhecimento por parte da Olimar aos parceiros.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Olimar anuncia Catálogo ‘Portugal 2015’
Distribuição
Olimar apresenta catálogo de Verão 2018 nos Açores
Destinos
Lisboa acolhe Convenção Anual da Best-Reisen
Destinos
Olimar mantém crescimento sustentável em 2018
Homepage

O operador turístico Olimar distinguiu, no passado dia 9 de Março, os seus parceiros nos quais se incluem empresas portuguesas com o  Golden Wave 2017.
Os prêmios foram entregues no  Olimar Partner-Dinner  que decorreu no no Restaurante Paulaner’s im Spreebogen ,no âmbito da ITB 2017.

Os prémios  “Golden Wave” são o reconhecimento por parte da Olimar aos parceiros galardoados, pelo seu desempenho e colaboração na época turística anterior.

Contou com a presença de cerca de 200 parceiros de Portugal, Espanha, Itália ,Cabo Verde e Croácia.

Os parceiros portugueses distinguidos foram os seguintes:
-Beach and Family Resorts :  Pestana Bahia Praia Nature & Beach Resort; e Água de Alto/Açores;
-Landscape and Nature Hotels: Six Senses Douro Valley, Lamego/Portugal; Hotel Jardim Atlântico, Prazeres/Madeira;
– City Hotels: Porto Bay Liberdade, Lisboa; The Yeatman Hotel, Vila Nova de Gaia/Porto;
– Golf and Wellness Hotels: Vila Vita Parc, Porches/Algarve; Hotel Quinta da Marinha Resort, Cascais/Portugal; Furnas Boutique Hotel Thermal & Spa, Furnas/Açores;
– Price/performance ratio: Four Views Oásis, Caniço de Baixo/Madeira; Vila Baleira Hotel Resort & Thalasso Spa, Porto Santo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Curso de Especialização em Direção Hoteleira ADHP
Emprego e Formação

ADHP promove nova edição do Curso de Especialização em Direção Hoteleira

Este ano letivo, a formação decorre entre 11 de outubro de 2022 e 25 de fevereiro de 2023, em formato online.

A ADHP – Associação dos Diretores de Hotéis de Portugal promove uma nova edição do Curso de Especialização em Direção Hoteleira (CEDH), que este ano letivo decorre entre 11 de outubro de 2022 e 25 de fevereiro de 2023, em formato online.

O curso terá a duração de 332 horas e decorre de terça-feira a sexta-feira, das 18h30 às 22h30, e no sábado, das 9h às 13h. A conclusão do curso com aproveitamento dá direito ao Certificado de Formação Profissional emitido pela ADHP, sendo que a totalidade das horas do curso são reconhecidas para efeitos do cumprimento das 40 horas de formação contínua anual, para as entidades empregadoras, nos termos do artigo 131.º do Código do Trabalho.

O objetivo do curso passa por  “dotar os formandos de conhecimentos técnicos atuais que lhes permitam responder aos múltiplos desafios de uma hotelaria em constante mudança”, como indicam em comunicado. Desta forma, a formação encontra-se “em linha com as mais recentes tendências da hotelaria, o comportamento do consumidor atual, as funções emergentes e as novas realidades da distribuição online”.

Pensado para profissionais que procuram desenvolver ou atualizar conhecimentos e evoluir na carreira profissional, sejam diretores, chefes departamentais ou outras funções mais operacionais, o curso é igualmente adequado para pessoas de outras áreas de negócios que tenham interesse em desenvolver competências em hotelaria.

Tendo como principal propósito preparar os formandos para assumir funções de direção geral ou direção departamental de uma unidade hoteleira, o CEDH abrange todas as dimensões da operação: alojamento, comidas e bebidas, vendas, manutenção, segurança, qualidade, informática, recursos humanos e gestão. A formação incide também sobre as tendências mais prementes na hotelaria, com a integração, desde 2021, de módulos como o E-Commerce na Hotelaria, a Legislação Laboral, Compras ou a Gestão Ambiental.

Em comunicado, a associação destaca ainda a orientação do curso para a vertente prática, da qual é exemplo o módulo de business plan, “no qual os formandos deverão desenvolver um plano de negócios para o seu hotel – concreto ou simulado, consoante exerçam ou não funções de direção hoteleira”.

“A formação é um dos nossos contributos mais importantes para a valorização e qualificação dos diretores de hotéis, missão que está no cerne da ADHP. Acreditamos que o Curso de Especialização em Direção Hoteleira é uma excelente plataforma para a construção de carreiras de referência, permitindo uma partilha múltipla de experiências, conhecimentos e know-how que confere a todos os participantes um reforço substancial da sua preparação para os desafios do dia a dia e emergentes na hotelaria”, refere Fernando Garrido, presidente da ADHP.

Para inscrições ou mais informações sobre o CEDH estão disponíveis o endereço [email protected]adhp.org e o número de telefone 968 204 405.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Homepage

Nova edição Publituris Hotelaria: Entrevista a José Frazão, administrador da ExpoSalão e dinamizador da DecorHotel

Na edição de setembro da Publituris Hotelaria, o destaque vai para a próxima edição da DecorHotel, que este ano regressa ao Porto de 27 a 29 de outubro, depois de uma edição realizada em Lisboa.

Na edição de setembro da Publituris Hotelaria, o destaque vai para a próxima edição da DecorHotel, que este ano regressa ao Porto de 27 a 29 de outubro, depois de uma edição realizada em Lisboa.

José Frazão, administrador da ExpoSalão e dinamizador da DecorHotel, assegura que contam com uma adesão “superior àquela que conseguimos em Lisboa”. A palavra evolução é, segundo o responsável, “talvez aquela que melhor espelha aquilo que conquistámos ao longo destas edições”, admitindo que “podemos afirmar que a DecorHotel terá já aquilo que percebemos como um evento de cariz internacional”.

A pouco mais de três meses do final de 2022, a pergunta que se coloca é: Estamos perante o melhor ano turístico de sempre em Portugal? A resposta é dada na “Análise CLEVER” assinada por Luís Brites. Combinando os valores de ocupação e receita turística até hoje conseguidos, com a análise de perspetivas de interesse – pesquisa de voos e alojamento – o CEO da CLEVER Hospitality Analytics afirma que “poderemos estar, de facto, em excelente perspetiva de presenciar o melhor ano turístico de sempre”.

Já no Fala-se, fique a conhecer a nova unidade de luxo na Ericeira do grupo hoteleiro Aethos. Localizado numa falésia, a 40 metros  do mar, o Aethos Ericeira abriu a 1 de setembro e inspira-se na natureza envolvente e na vista desafogada para o Oceano Atlântico para melhor se dirigir ao seu público-alvo: os surfistas.

No capítulo das novidades, a edição deste mês é também uma oportunidade de ficar a conhecer o novo projeto da Eurostars Hotel Company, o Eurostars Lisboa Baixa. O futuro quatro estrelas na Rua da Prata tem data de abertura prevista para o final deste ano e é inspirado na tradição e cultura lisboetas, totalizado 57 quartos.

A hotelaria de cinco estrelas é o tema central do dossier de setembro, onde damos a conhecer a oferta atual deste segmento hoteleiro de norte a sul do país, os públicos que pretende captar e as áreas em que aposta para fazer face à procura.  O investimento em tecnologia, na cozinha de autor e na sustentabilidade marcam algumas das medidas adotadas por hotéis como o Six Senses Douro Valley, The Lodge Hotel, The Yeatman, Montebelo Viseu Congress Hotel, The Ivens Hotel, Alentejo Marmòris Hotel & Spa, Vila Joya, Savoy Palace e Grand Hotel Açores Atlântico, com quem falámos para esta edição.

Destaque ainda para o especial Made in Portugal, onde apresentamos as novidades das empresas nacionais. Fique a conhecer as soluções e inovações para o setor hoteleiro de empresas como a EPOCA, Costa Nova, Regoldi, Laskasas, Glammfire e Costa Verde, a par das preferências dos clientes.

Na rubrica Palavra de Chef falámos com Ana Magalhães, a primeira mulher a vencer o concurso Chefe Cozinheiro do Ano em 23 anos. O respeito pelo produto, a importância de valorizar a tradição gastronómica portuguesa e a sustentabilidade na cozinha guiam grande parte da conversa com a sub-chef júnior de 26 anos no Six Senses Douro Valley.

Seguimos para a Inspeção, onde mostramos que “o paraíso só para adultos existe, tem vista para a Ria Formosa” e um lugar cativo no AP Cabanas Beach & Nature, que abriu no verão de 2021.

A fechar, brindamos com as sugestões de Pedro Luz, head sommelier na Garcias Wines & Spirits Boutique – Comporta. As sugestões ficam completas com os novos conceitos de restauração do Domes Lake Algarve, que damos a conhecer nesta edição.

As opiniões pertencem a Sérgio Guerreiro (Nova SBE Westmont); Paulo Mesquita (COO no Dom Pedro  Hotels & Golf Collection);  João Caldeira Heitor (coordenador científico da licenciatura em Gestão do Turismo do ISG – Instituto Superior de Gestão); Francisco Jaime Quesado (economista e gestor especializado em inovação e competitividade); Karina Simões (Head of Hotel Advisory na JLL Portugal); Liliana Conde (consultora) e José Varela Gomes (coordenador da licenciatura em Gestão Hoteleira do ISAG – European Business School).

*Para ler a versão completa desta edição da Hotelaria – em papel ou digital – subscreva ou encomende aqui.

Contacto: Carmo David | [email protected] | 215 825 430 **

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
InterContinental Lisbon
Homepage

InterContinental Hotels Group lança nova campanha de responsabilidade social

Através da iniciativa “Giving for Good”, o grupo vai recolher bens, preparar refeições e promover práticas sustentáveis em setembro.

Em setembro, o InterContinental Hotels Group dinamiza recolhas de bens, preparação de refeições e a promoção de práticas sustentáveis através da iniciativa “Giving for Good”. Esta está integrada na “missão Jorney to Tomorrow”, uma política de responsabilidade social do grupo hoteleiro.

Através desta campanha, o grupo adianta em comunicado que o InterContinental Lisbon irá preparar cerca de 150 refeições para a Re-Food do núcleo de São Sebastião, “o que reforça a parceria já estabelecida entre o hotel e a instituição, que combate o desperdício alimentar”. Ainda em parceria com esta organização, será dinamizada uma angariação de bens e fundos, que serão alocados à melhoria das instalações do núcleo de São Sebastião.

A unidade hoteleira estabelece ainda uma parceria com as Aldeias SOS Portugal – através de dinâmicas internas de angariação de fundos, o hotel estabeleceu o objetivo de “ajudar novamente a educação anual de dois jovens apoiados pela associação”.

No que toca à sustentabilidade ambiental, além de campanhas de consciencialização relativas à poupança de energia e de água, o InterContinental Lisbon apadrinhou simbolicamente um lobo ibérico, em conjunto com a Associação Natureza Portugal (ANP) e o World Wide Fund for Nature (WWF). Além disso, através do programa Check-Out for Nature, o hotel vai sensibilizar os clientes a doarem 1 euro para a ANP.

A unidade hoteleira une-se ainda à associação Plantar uma Árvore para semear 18 árvores, cujo cuidado e crescimento será acompanhado por parte das equipas de colaboradores do hotel.

“Continuaremos a apostar em políticas sustentáveis, social ou ambientalmente, e iremos promovê-las junto dos nossos colaboradores, parceiros e clientes, de forma a amplificar a nossa ação e, consequentemente, os resultados destas campanhas”, refere Maarten P. Drenth, Area General Manager da IHG em Portugal.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Transportes

Número de voos comerciais na UE aumenta 25% em agosto face a 2021

Com os voos a aumentar no espaço da UE em agosto de 2022, face ao mesmo mês de 2021, Portugal registou mais 1.000 voos relativamente a igual período do ano passado. Comparado com 2019, tanto UE como Portugal ainda estão negativos (-14% e -2%, respetivamente).

Victor Jorge

Segundo dados recentes do Eurostat, o número de voos no espaço da União Europeia (UE) registou um incremento de 25% face ao mesmo mês de 2021, indicando a entidade estatística europeia que, relativamente a 2019, a diferença está a atenuar-se, referindo um decréscimo de 14%.

Este aumento de 25% faz com que o número absoluto de voos comerciais atingisse os 596.930, em agosto de 2022, comparando com os 478.996 de agosto de 2021 e com os 695.912 do mesmo mês de 2019.

Os dados mostram que somente dois Estados-Membros registaram aumentos, quando comparado agosto de 2019 com o mesmo mês de 2019: Grécia (+5%) e Luxemburgo (+2%).

Já Portugal registou, em agosto deste ano, 39.585 voos comerciais, um ligeiro decréscimo face aos 39.631 do mês de julho anterior, mas um aumento relativamente ao mês de agosto de 2020 em que foram operados 29.508 voos. Já quando comparado com o oitavo mês de 2019, o Eurostat indica uma diferença de 896 a menos (40.481 voos), ou seja, menos 2%.

Nos restantes Estados-Membros, a maiores descidas (comparando agosto de 2022 e agosto de 2019) foram registadas pela Eslovénia (-42%), Letónia (-39%) e Finlândia (-31%).

No que diz respeito aos aeroportos, o Eurostat indica crescimentos de 25,4% para a Madeira, numa comparação dos meses de agosto de 2022 com 2019, enquanto o de Ponta Delgada aumento o número de voos comerciais em 14,8%. Já Lisboa, Faro e Porto, registam decréscimos de 6,5%, 8,2% e 2,6%, respetivamente.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Homepage

Guestcentric torna-se parceira da nova empresa de gestão de ativos hoteleiros AHM

Atualmente, a AHM gere cinco unidades hoteleiras independentes no norte de Portugal.

Publituris

A GuestCentric Systems associou-se a uma nova empresa de gestão de ativos hoteleiros, a ACE Hospitality Management (AHM), “para aumentar o negócio direto da empresa e apoiá-la na sua estratégia de crescimento de portefólio”, como indica em comunicado.

Atualmente, a AHM gere cinco unidades hoteleiras independentes no norte de Portugal. Através desta parceria, a AHM passa agora a contar com a GuestCentric Systems para a ajudar na sua estratégia “ambiciosa” de aumento de ativos. A agência de marketing digital especializada em hotelaria possui uma divisão própria, a Labs, com “uma vasta experiência em ajudar hotéis independentes a aumentar o seu negócio direto e, com isso, a melhorar significativamente a sua rentabilidade global”, asseguram em comunicado.

“Enquanto nova empresa de gestão de ativos hoteleiros, com planos de crescimento ambiciosos, precisávamos de um parceiro tecnológico focado na inovação, em quem pudéssemos confiar para otimizar a nossa presença online, comunicar a proposta de valor da marca e aumentar as vendas diretas” declara Cláudia Alves, Cluster Sales & Marketing Manager da ACE Hospitality Management.

Pedro Colaço, CEO da GuestCentric, acrescenta: “Há mais de 14 anos que a Guestcentric se orgulha de trabalhar ao lado de uma vasta gama de hotéis e de empresas de gestão hoteleira, para otimizar o crescimento do seu negócio direto. É com enorme entusiasmo que vemos a AHM fazer parte do nosso portefólio de clientes, e vemos isso como a confirmação de que nos considera o seu parceiro de eleição, para acompanhá-la na sua trajetória de crescimento sustentado”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Aethos Ericeira
Homepage

Aethos Ericeira já abriu e acrescenta mais um hotel de luxo à região

Localizado numa falésia, a 40 metros do mar, o novo hotel constituído por 46 quartos e quatro suites é dirigido “à nova geração de viajantes de luxo”.

Publituris

O grupo hoteleiro Aethos abriu a sua mais recente unidade na Ericeira a 1 de setembro. O hotel, dirigido “à nova geração de viajantes de luxo”, como se pode ler em comunicado, tinha abertura prevista para julho deste ano.

Localizado numa falésia, a 40 metros do mar, o novo hotel é constituído por 46 quartos e quatro suites, inspirando-se na natureza envolvente e na vista desafogada para o Oceano Atlântico para melhor se dirigir ao seu público-alvo: os surfistas.

Com estes clientes em mente, o Aethos Ericeira dispõe de um espaço individual para armazenar pranchas e fatos, além de um concierge de surf, que indica os melhores locais para surfar à distância de uma notificação no telemóvel. Estão ainda incluídas aulas diárias de surf, bem como aulas adicionais para famílias ou grupos, com um instrutor privado, mediante reserva numa plataforma dedicada para o efeito.

Aethos Ericeira

Focado no bem-estar físico e mental, a unidade conta com um spa com piscina de água salgada aquecida, sauna, jacuzzi hammam, salas de tratamento e um ginásio com produtos orgânicos da marca sueca “Under Your Skin”. O conceito fica completo com aulas de diárias de yoga e meditação e a disponibilização de bicicletas e buggies para explorar a propriedade, a par de refeições saudáveis servidas no ONDA, o restaurante do Aethos Ericeira, cujos menus assinados pelo chef Afonso Blazquez privilegiam ingredientes locais e saudáveis.

O projeto de arquitetura e design de interiores ficou a cargo do Astet Studio, um gabinete de Barcelona, e do arquiteto português Luís Pedra Silva. Os profissionais juntaram-se para criar um espaço harmonioso com a natureza envolvente, fazendo uso de materiais como madeiras, peles, veludos, tapetes e mármore. O objetivo passou por criar “um projeto de design de interiores descontraído”, dirigido a uma comunidade jovem de “nómadas que adoram surfar, mas também apreciam um luxo descomplicado”, explica Ala Zreigat, um dos fundadores do Astet Studio, em comunicado.

“Um dos grandes desafios foi fazer com que o espaço funcionasse em todas as estações do ano, e não só no verão, mas acho que conseguimos resolver esse desafio ao propor um diálogo entre materiais frios e quentes”, afirma Ala Zreigat.

As tarifas de abertura do Aethos Ericeira começam nos 200 euros e as reservas podem ser feitas para o email [email protected] ou para o telefone 261244510.

Experiências como aulas de grupo ou privadas de surf, yoga, meditação, piqueniques, workshops de mixologia, provas de vinhos e massagens estão apenas disponíveis para hóspedes e mediante marcação.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Japão aumenta quota de entradas e dispensa turistas de serem acompanhados por guias

O Japão aliviou as restrições com o objetivo de impulsionar o turismo internacional. Para tal, a partir de agora, a quota de entradas diárias no país aumento para 50 mil pessoas, sendo que turistas estrangeiros não precisam mais de ser acompanhados por um guia.

Publituris

O Japão aumentou para 50 mil a quota de entradas diárias e passou a permitir que turistas estrangeiros entrem no país sem serem acompanhados por um guia com o objetivo de impulsionar o turismo internacional, que ainda requer a intermediação de uma agência de viagens e um visto.

“Com esta medida esperamos que o Japão possa participar em intercâmbios internacionais, e mantemos a ideia de continuar a procurar um equilíbrio entre medidas preventivas e atividades socioeconómicas”, disse o porta-voz do Governo japonês Hirokazu Matsuno numa conferência de imprensa.

Matsuno disse também que o Governo japonês adaptará estas medidas de acordo com a situação da COVID-19 no estrangeiro e no país.

Desde junho, o Japão tem permitido a entrada de turistas estrangeiros em excursões organizadas em grupo, supervisionadas por um guia, como parte das 20 mil entradas diárias autorizadas, mas a partir de agora não será necessário ser acompanhado ou reservar uma excursão específica, embora seja necessário apresentar previamente um plano de viagem.

Uma agência de viagens mediadora continuará a ser obrigada a organizar a visita e a obter um documento necessário para o processamento do visto, embora não tenha sido especificado quais os critérios específicos que irão determinar a viabilidade deste tipo de turismo.

A partir de agora, as pessoas com pelo menos três doses de vacina contra a COVID-19 não terão de apresentar um certificado de teste negativo nas 72 horas anteriores ao embarque para o Japão.

O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, tinha anunciado antes que também irá encurtar o período de isolamento, de dez para sete dias, a partir do momento em que a pessoa começa a ter sintomas, a fim de permitir que os trabalhadores regressem aos empregos mais rapidamente.

De referir que as rigorosas medidas fronteiriças do Japão são o principal fator que dissuade os turistas de viajar para o arquipélago. Em 2019, antes do surto pandémico, o Japão recebeu 31,9 milhões de turistas. Em 2021, o número foi de 246 mil, segundo dados do Gabinete Nacional de Turismo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Turismo

VI Cimeira do Dia Mundial do Turismo da CTP tem como tema “O Turismo e o Novo Mundo”

“O Turismo e o Novo Mundo” é o tema da VI Cimeira do Turismo Português, organizada pela Confederação do Turismo de Portugal (CTP), no dia 27 de setembro, a realizar na Fundação Champalimaud, em Lisboa.

Publituris

“O Turismo e o Novo Mundo” é o tema da VI Cimeira do Turismo Português, organizada pela Confederação do Turismo de Portugal (CTP), que se realiza dia 27 de setembro (Dia Mundial do Turismo), na Fundação Champalimaud, em Lisboa.

No site do evento pode ler-se que a Cimeira pretende apelar à “reflexão e ao debate construtivo sobre a atividade que mais contribui para o crescimento da economia em Portugal e para a recuperação económica do país nos últimos anos”.

De resto, o evento realiza-se num momento em que o turismo se debate com “enormes desafios, numa conjuntura pós pandemia e numa geoestratégia mundial marcada pela guerra na Ucrânia”.

A VI Cimeira do Turismo Português será aberta pelo Presidente da República, Marcelo de Rebelo de Sousa, a quem se junta o primeiro-ministro, António Costa, Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, para além do presidente da CTP, Francisco Calheiros.

Nos diversos debates já programados, os temas são: “O Turismo na atual geoestratégia mundial”, “Os novos desafios da promoção turística”, “Como atrair profissionais para o Turismo”, “O novo paradigma da mobilidade”, “Financiamento do Turismo e gestão dos custos de contexto”.

Entre os oradores nos vários debates e keynote speakers contam-se Fernando Medina, ministro das Finanças; Luís Amado, ministro dos Negócios Estrangeiros do XVII Governo e ministro da Defesa Nacional do XVIII Governo; Paulo Portas, vice-primeiro ministro e ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros dos XV e XVI Governos; Cristina Ramos-Fernandez, Chief Operating Officer AccorHotels; Rita Marques, secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços; Petra Hedorfer, CEO do German National Tourism; Miguel Sanz, CEO do Tour España; Caroline Leboucher, Diretora Geral da Atout France; Frederico Costa, Head of Travel, Google Portugal; Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal; Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social; Margarida Almeida, CEO da Amazing Evolution Asset Management; Maria Kol, HR Country Lead da Cisco Portugal; António Pinto de Sousa, presidente do Conselho de Administração da Ibersol; Christine Ourmières-Widener, CEO da TAP; José Luís Arnaut, presidente do Conselho de Administração da ANA; Carlos Nogueira, consultor e ex-presidente do Conselho de Administração da CP; António Pires de Lima, presidente da Direção do BCSD e CEO da Brisa; Miguel Maya, CEO do Millennium bcp; Augusto Mateus, presidente da Augusto Mateus & Associados; Jorge Rebelo de Almeida, presidente do Conselho de Administração da Vila Galé.

Antes da sessão de encerramento, que contará com a presença do ministro da Economia e do Mar, serão entregues as “Medalhas de Mérito Turístico”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Turismo do Centro quer valorizar recursos turísticos da EN16

Com 225 km de extensão, atravessando 14 concelhos, a Turismo do Centro irá liderar o projeto que pretende valorizar os recursos turísticos da Estrada Nacional 16.

Publituris

Quatro entidades da região Centro de Portugal – a Turismo Centro de Portugal, que lidera o projeto, e as Comunidades Intermunicipais (CIM) Viseu Dão Lafões, Beiras e Serra da Estrela e Região de Aveiro – apresentaram, em conjunto, o projeto de estruturação do produto EN16, uma estrada nacional que apresenta “grande potencial turístico”.

Na apresentação, Pedro Machado, presidente da Turismo do Centro (TdC), assumiu o compromisso de, enquanto líderes do consórcio, “criar as condições para no final do primeiro trimestre, na Bolsa de Turismo de Lisboa, em que o Centro de Portugal é o destino nacional convidado de 2023, apresentarmos já o ‘claim’, o ‘statement’, desta campanha, daquilo que vai ser a futura EN16”.

A Estrada Nacional 16 (EN16) é uma via que atravessa vários territórios, mais concretamente a região de Aveiro, a região Viseu Dão Lafões e a região da Beira Interior e Serra da Estrela, ligando Aveiro a Vilar Formoso, sendo que o projeto agora apresentado pretende “congregar estes territórios e valorizar os seus recursos turísticos”.

O protocolo de colaboração prevê a execução de múltiplas ações com a criação de uma “rede colaborativa, que envolve entidades públicas e agentes privados”, revela a TdC em comunicado. Além disso, será também feito o levantamento de elementos identitários da EN16 e serão identificados os recursos turísticos ao longo do percurso.

A produção de suportes promocionais é outra das iniciativas previstas, assim como a produção de um guia de viagem e a criação de uma agenda de animação turística concertada, salientando Pedro Machado que o Turismo Centro tem “a responsabilidade de coordenar esta candidatura, quer do ponto de vista da elaboração do plano de comunicação e de marketing da EN16”.

Além disso, o restauro dos elementos de identidade da EN16 (como marcos, placas de localidade, sinalética direcional, fontes, parkings / zonas de descanso e letreiros de azulejo ACP, entre outros) é outro dos objetivos deste projeto, que contará com uma campanha promocional alargada.

As entidades envolvidas identificaram como parceiros estratégicos deste projeto os municípios, o Turismo de Portugal, a ARHRESP, a CCDR-Centro e a IP – Infraestruturas de Portugal.

A valorização turística da EN16 por parte das três Comunidades Intermunicipais, juntamente com a Turismo Centro de Portugal, tem também como objetivo fundamental a requalificação urbana e ambiental de todo o traçado, com especial enfoque para o aumento das condições de segurança, o que se traduz no real contributo não só para os visitantes, mas também e principalmente para os cidadãos que todos os dias utilizam esta via de comunicação.

225 km de interesse turístico
A EN16 é uma estrada com história, construída na década de 1930. No seu trajeto, com cerca de 225 km de extensão, a EN16 atravessa 14 concelhos: Aveiro, Albergaria-a-Velha, Águeda, Sever do Vouga, Oliveira de Frades, Vouzela, Viseu, São Pedro do Sul, Mangualde, Fornos de Algodres, Celorico da Beira, Guarda, Pinhel e Almeida.

Pelo caminho, cruza os rios Vouga, Mau, Sátão, Dão, Mondego e Côa e espaços naturais tão importantes como a Ria de Aveiro, a Serra do Caramulo e a Serra da Estrela. É de assinalar também o notável conjunto arbóreo instalado à beira da estrada, com muitos exemplares notáveis.

“A EN16 atravessa territórios fundamentais no Centro de Portugal, como são os de Aveiro, Viseu Dão Lafões e Serra da Estrela. Pelas suas características, esta estrada é propícia para o desenvolvimento de uma estratégia de promoção turística em rede, que assenta na riqueza paisagística, cultural, patrimonial e gastronómica de vários locais que se complementam. Houve uma vontade conjunta das várias entidades envolvidas e dessa vontade nasceu este projeto, que tem a capacidade de trazer desenvolvimento às populações”, sublinhou Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Madeira e Nova Iorque ligadas o ano inteiro a partir de 3 de novembro

A partir de 3 de novembro, a Azores Airlines ligará a Região Autónoma da Madeira e a cidade de Nova Iorque com um voo semanal durante o próximo ano.

Publituris

Anunciada a ligação aérea entre a Madeira e Nova Iorque (EUA), a Associação de Promoção da Madeira (APM) e o Grupo SATA congratulam-se pelo lançamento desta operação, com o início no dia 3 de novembro de 2022, e que será para “o ano inteiro”, conforme revelado em comunicado de imprensa.

A operação será realizada pela Azores Airlines, conta com o apoio da Região Autónoma da Madeira, através da Associação de Promoção da Madeira, e que, neste âmbito, desenvolverão campanhas ‘cobranding’ e ainda ações promocionais conjuntas nos Estados Unidos da América, dando, assim, “continuidade e a reforçar todo o trabalho e esforços aplicados no mercado norte-americano”.

Para o presidente da Associação de Promoção da Madeira e secretário Regional de Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, “este é um momento de grande satisfação para a Região Autónoma com a inovadora operação Madeira-Nova Iorque durante o ano inteiro”.

Depois da realização, pela primeira vez, dos voos diretos entre a Madeira e o Aeroporto JFK, a partir de novembro de 2021, Eduardo Jesus destaca a criação de condições para “ampliar as ligações continuamente de uma estação para a outra”, salientando que “é importante para quem quer viajar e para o mercado, pela confiança que transmite”.

Já Graça Silva, diretora de Marketing e Vendas do Grupo SATA, destaca a possibilidade de se dar “continuidade ao trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos com a Região Autónoma da Madeira, com a oferta de ligações aéreas ao longo de todo o ano”, o que permite, segundo a mesma “consolidar a nossa posição junto de um mercado que tem um enorme potencial e colaborar no desenvolvimento de um destino extraordinário”.

A Azores Airlines vai operar uma vez por semana, durante o período de inverno IATA. A saída de Nova Iorque será à quinta-feira, pelas 21h20 (locais) e chegada à Madeira às 08h35 (locais) do dia seguinte. Por seu turno, a ligação Madeira-Nova Iorque, será efetuada à sexta-feira, com partidas às 17h05 e chegada a Nova Iorque às 19h55.

A partir do verão IATA 2023 (que se inicia a 26 de março), a saída de Nova Iorque passa para a segunda-feira, pelas 20h55 (locais) com chegada ao Funchal no dia seguinte, mais precisamente às 09h00 (locais). A ligação Madeira–Nova Iorque realiza-se à terça-feira, com partidas às 16h00 e chegada a Nova Iorque às 18h50.

Recorde-se que a primeira ligação direta Madeira-Nova Iorque, no último Inverno IATA, decorreu a 29 de novembro 2021 e prolongou-se até o dia 24 de maio de 2022. Durante este período foram realizadas 19 frequências e transportados 4.041 passageiros no total.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.