Projecto inédito que alia nostalgia e turismo avança no Alqueva

Por a 5 de Novembro de 2012 as 16:37

Nostalgia e turismo. É essa a receita que a Genuineland – Rede de Turismo de Aldeia do Alentejo tem para dinamizar o turismo não apenas na região, mais concretamente no Alqueva, mas em todo o País. Nesse sentido, já estão a ser preparados pacotes na Reserva Dark Sky Alqueva “que procurem as raízes dos turistas” norte-americanos, em particular, além de um site exclusivamente dedicado a este segmento. Todas as novidades serão dadas a conhecer em Janeiro do próximo ano, mês em que arranca a comercialização dos pacotes.

“Estamos a falar de um produto muito específico, mas que, sendo bem trabalhado, pode ser mais uma saída para compensar a sazonalidade. Tem grandes potencialidades”, disse a presidente da Genuineland, Apolónia Rodrigues, na apresentação do projecto, esta segunda-feira, em Lisboa. “A ideia é tornar as pessoas únicas, nas suas férias, com experiências que surpreendam pelas ligações às suas raízes”, acrescentou.

Simultaneamente, também estão a ser pensadas campanhas de marketing direccionadas para produtores de filmes, de música e editoras, para introduzir parte do produto nesses meios de divulgação.

Até ao momento, 20 pequenas unidades de turismo rural no Alqueva estão já a trabalhar com a Genuineland neste projecto. De acordo com Apolónia Rodrigues, estima-se que, no primeiro ano de arranque do projecto, a procura pelas casas associadas aumente entre os 10 e os 15%. O alargamento do projecto a outras regiões vai depender dos testes no Alentejo.

 

Investigação científica sustenta projecto

Esta temática da nostalgia começou a ser seguida pela Genuineland há quatro anos, depois de um estudo para tese de doutoramento levado a cabo pela investigadora Áurea Rodrigues. O objectivo era “verificar que a nostalgia apresenta-se como um factor bastante relevante para levar os turistas norte-americanos a resolverem os constrangimentos que têm para viajarem e visitarem destinos rurais na Europa”. Assim, o mercado norte-americano vai ser um dos principais ‘alvos’ deste projecto, mas não só, já que se pretende alargar a outros mercados estrangeiros.

Mas qual é a definição de nostalgia que está na base deste estudo e projecto? “A nostalgia pode advir de experiências pessoais vividas pelo turista anteriormente no destino, através do contacto com familiares e amigos ou através de fotos e meios de mass media como filmes, programas de televisão e revistas”, explica a investigadora.

No estudo foram feitos questionários a residentes nos EUA que viajavam para zonas rurais de Itália (Toscânia) e para Portugal. No caso dos visitantes que viajam para Portugal, verificou-se que “fazem mais viagens de retorno às origens e têm tendência para serem mais nostálgicos do que os que estavam a viajar para Itália”.

“Sempre fomos um país emissor de emigrantes e nada disto está explorado a nível nacional, em termos de relação entre a nostalgia e o turismo”, sustenta a presidente da Genuineland.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *