“2011 não foi perfeitamente positivo”

Por a 27 de Fevereiro de 2012 as 18:29

O presidente do Turismo de Portugal, Frederico Costa, lembrou esta segunda-feira que “2011 não foi um ano perfeitamente positivo”, independentemente dos principais indicadores terem crescido.

“As obrigações das empresas para com a banca complicaram-se e 2012 trará grandes desafios em termos financeiros”, disse o presidente, num encontro com jornalistas, na sede do Turismo de Portugal.

“2012 será um grande desafio para o mercado interno, já que a procura vai desacelerar”, acrescentou Frederico Costa. “Nesse sentido, temos de apostar nos mercados externos”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *