Edição digital
Assine já
PUB
Opinião

A relevância dos santuários de Portugal no turismo religioso

Portugal é um país rico em história e tradição religiosa, com múltiplos santuários que testemunham a nossa herança espiritual.

Opinião

A relevância dos santuários de Portugal no turismo religioso

Portugal é um país rico em história e tradição religiosa, com múltiplos santuários que testemunham a nossa herança espiritual.

Sobre o autor
Manuel Carvalho e Sousa

O turismo religioso é uma forma de viajar em que o principal objetivo é a visita a locais sagrados, a santuários, a templos e outros lugares de significado espiritual para as diversas religiões do mundo.

Esta tipo de viagens oferece aos turistas a oportunidade de conhecerem diferentes culturas, com as suas próprias tradições religiosas e, permite ainda ter também uma experiência espiritual ou uma reflexão pessoal, que é otimizada pela espiritualidade que está associado ao local de culto.

O turismo religioso não se limita apenas às grandes religiões mundiais, com as suas terras e cidades santas. Existem muitos outros locais, que têm também grande significado espiritual para sua religião e cultura. Estes destinos podem incluir templos antigos, santuários naturais, sítios arqueológicos e outros espaços culturais.

Para muitos, o turismo religioso vai além da simples visita a locais sagrados. É uma jornada de autodescoberta, de espiritualidade e de compreensão intercultural, em que muitos turistas se assumem como peregrinos. Neste âmbito realizam grandes caminhadas, em que frequentemente relatam uma sensação de paz interior, de renovação espiritual e conexão com algo maior do que eles mesmos. Exemplos deste tipo de peregrinação são as que se realizam a Santiago de Compostela e a Fátima, sendo que o primeiro remonta à Idade Média e este último tem a sua origem no princípio do Século XX.

Portugal é um país rico em história e tradição religiosa, com múltiplos santuários que testemunham a nossa herança espiritual. Desde os tempos antigos até aos dias de hoje, estes locais sagrados têm desempenhado um papel fundamental na vida espiritual e cultural do povo português, muitas vezes sendo construídos em locais onde em épocas anteriores já existiam monumentos de cariz religioso.

Um dos mais famosos santuários religiosos de Portugal é o Santuário de Fátima, que se assume como um dos mais importantes destinos de peregrinação católica do mundo, atraindo anualmente que atrai milhões de fiéis e contribuindo de forma significativa para a economia dos locais onde estão implantados.

Outro santuário notável é o Santuário do Bom Jesus do Monte em Braga, hoje classificado como Património Mundial da UNESCO. Este santuário é famoso pela sua escadaria monumental, com uma série de capelas decoradas com cenas da Paixão de Cristo, que conduzem os fiéis até à igreja que se situa no topo da colina.

Além destes, há muitos outros santuários religiosos espalhados por todo o país, cada um com a sua própria história e significado. O Santuário de Nossa Senhora da Conceição, em Vila Viçosa, o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego ou o Santuário do Cristo Rei, em Almada, são apenas alguns exemplos daqueles que são os mais relevantes.

Estes santuários para além de desempenham um papel importante na vida espiritual dos portugueses, também atraem visitantes de todo o mundo, que vêm à procura de inspiração, conhecimento, cura ou reflexão espiritual.

Com a sua beleza arquitetónica, história e enquadramento paisagístico, os santuários religiosos de Portugal são verdadeiros tesouros patrimoniais que continuam a encantar e a inspirar quem nos visita.

Sobre o autorManuel Carvalho e Sousa

Manuel Carvalho e Sousa

Docente do ISAG - European Business School
Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.