Edição digital
Assine já
PUB
Free Stock photos by Vecteezy
Distribuição

Flexibilização é palavra de ordem no 46º Congresso da APAVT

A flexibilização em toda a cadeia de valor do turismo, como fator fundamental para a recuperação do setor, foi a palavra-chave no painel sobre ‘Tendências do consumidor, capacidade da oferta e velocidade da retoma’, esta quinta-feira no Congresso da APAVT.

Carolina Morgado
Free Stock photos by Vecteezy
Distribuição

Flexibilização é palavra de ordem no 46º Congresso da APAVT

A flexibilização em toda a cadeia de valor do turismo, como fator fundamental para a recuperação do setor, foi a palavra-chave no painel sobre ‘Tendências do consumidor, capacidade da oferta e velocidade da retoma’, esta quinta-feira no Congresso da APAVT.

Sobre o autor
Carolina Morgado
Artigos relacionados
Hotel The Cliff Bay alvo de remodelação de 1,5M€
Hotelaria
Pedro Machado garante para breve criação do Estatuto do Agente de Viagens
Distribuição
Qatar Airways torna-se na primeira companhia aérea do Médio Oriente com internet Starlink a bordo
Aviação
Azores Airlines abre novas rotas para a Europa e América do Norte em junho
Aviação
Albufeira promoveu-se nos EUA e juntou “várias dezenas” de participantes em Boston e Nova Iorque
Destinos
Huelva consolida posição como destino estrela em 2024 da Tour10
Distribuição
eDreams: Espanha é o país preferido dos portugueses para as férias de verão
Destinos
ANAV recebida pelo novo SET e representantes de vários partidos políticos
Distribuição
Aliança entre Paraty e Spazious oferece motor de reservas para grupos e eventos aos hotéis
Hotelaria
Lusanova leva agentes de viagens à Turquia e Índia
Distribuição

A flexibilização em toda a cadeia de valor do turismo, como fator fundamental para a recuperação do setor, foi a palavra-chave no painel sobre ‘Tendências do consumidor, capacidade da oferta e velocidade da retoma’ que teve lugar esta quinta-feira, no âmbito do 46º Congresso da APAVT, a decorrer em Aveiro.

Silvia Mosquera, CCRO da TAP, Frédéric Frére, CEO da Travelstore American Express GBT, Francisco Pita, CCO da ANA Aeroportos/Vinci, Joaquim Monteiro, diretor-geral da Luísa Todi DMC, a que se juntou ainda ao debate, Maria José Costa, da Eventivos DMC, foram categóricos em afirmar que a flexibilização, a continuação dos apoios ao setor, a diminuição da carga fiscal, a necessidade de reter talentos, bem como a clarificação de normas e a sua comunicação clara e atempada, são algumas das questões cruciais para a retoma do turismo.

Se por um lado, os intervenientes deste painel falaram de alguma recuperação com valores a aproximarem-se aos de 2019, da retoma do turismo em Portugal, da performance do mercado, da reafirmação pela TAP de que as agências de viagens são o seu parceiro privilegiado na distribuição, e dos aeroportos nacionais a conhecerem uma boa recuperação, por outro lado pairava o clima de incerteza que o setor está a viver face à nova vaga da pandemia.

Silvia Mosquera, admitiu que a nova variante Ómicron está a provocar um abrandamento das vendas de bilhetes, face à recuperação que se assistia desde setembro. “Estávamos muito otimistas porque a recuperação estava a ser muito boa. Com efeito, em novembro, e agora também em dezembro, estamos a operar 80% da capacidade dos voos que operámos em 2019. São bons números”, disse.

A responsável referiu que a recuperação se fez notar, sobretudo, “no mercado doméstico, étnico, e nas viagens de visita à família e amigos”, enquanto o corporate está a ter ainda algum atraso.

Prudência 

Prudente e conservador está igualmente Frédéric Frére em relação à retoma das viagens de negócios, realçando que não se pode fazer conjeturas a longo prazo, e acredita que há ameaças, mas também oportunidades. Reconhece que com novas atitudes de consumo surgem outras necessidades e motivos para viajar, e que o online apesar de ser importante, há necessidade dos contactos presenciais.

Já os DMC’s estimam um recomeço só a partir da Páscoa. Alertam que neste momento nada acontece, e que pretendem a retoma com eventos. Pedem mais apoios para poderem encarar a situação difícil que atravessam, com anulações e cancelamentos.

afirmou Francisco Pita no 46.º Congresso Nacional da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), em Aveiro.

Por sua vez, Francisco Pita disse que, dada a recuperação a que se assistiu no aeroporto de Lisboa, em novembro, “em muitos dias” já se assistiu ao mesmo número de movimentos na Portela que se verificava em 2019. “Temos, de facto, necessidade de um aumento rápido da capacidade aeroportuária na região de Lisboa se queremos continuar a crescer”, reafirmou.

De acordo com o responsável, os comportamentos são assimétricos entre aeroportos e alerta que a nova variante pode obrigar a rever previsões.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Artigos relacionados
Hotel The Cliff Bay alvo de remodelação de 1,5M€
Hotelaria
Pedro Machado garante para breve criação do Estatuto do Agente de Viagens
Distribuição
Qatar Airways torna-se na primeira companhia aérea do Médio Oriente com internet Starlink a bordo
Aviação
Azores Airlines abre novas rotas para a Europa e América do Norte em junho
Aviação
Albufeira promoveu-se nos EUA e juntou “várias dezenas” de participantes em Boston e Nova Iorque
Destinos
Huelva consolida posição como destino estrela em 2024 da Tour10
Distribuição
eDreams: Espanha é o país preferido dos portugueses para as férias de verão
Destinos
ANAV recebida pelo novo SET e representantes de vários partidos políticos
Distribuição
Aliança entre Paraty e Spazious oferece motor de reservas para grupos e eventos aos hotéis
Hotelaria
Lusanova leva agentes de viagens à Turquia e Índia
Distribuição
PUB
Distribuição

Pedro Machado garante para breve criação do Estatuto do Agente de Viagens

O secretário de Estado do Turismo, Pedro Machado, presente esta terça-feira, em Lisboa, no evento promovido pela APAVT para assinalar o Dia do Agente de Viagens, garantiu para breve a criação do Estatuto do Agente de Viagens, bem como a apresentação de um conjunto de medidas para o turismo. Já o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, incidiu a sua intervenção nas diferentes dimensões e nos impactos que a distribuição turística tem no turismo e na economia nacional.

Pedro Machado, que se dirigiu ao trade turístico e em particular aos agentes de viagens, esta terça-feira, no Hotel Mundial, em Lisboa, no evento que assinalou pela primeira vez em Portugal o Dia do Agente de Viagens, prometeu que “temos na orientação da pasta que aqui represento, em articulação com o ministro da Economia, de sermos capazes de não complicar, agilizar e sermos facilitadores da vossa atividade”, tendo sempre em cima da mesa dois drivers essenciais para os empresários: o tempo da avaliação e o tempo da decisão”.

Assim, anunciou o secretário de Estado do Turismo: “Muito em breve irão conhecer aquilo que são um pacote de medidas para o turismo, à semelhança do que aconteceu à habitação, decisão do novo aeroporto e com a juventude”.

Apesar de estar no cargo há menos de dois meses, Pedro Machado disse que “tenho a certeza absoluta que os agentes de viagens e o Estatuto dos Agentes de Viagens, somado com o Dia do Agente de Viagens, vai acontecer, mais breve do que muitos de vocês estariam à espera”.

O secretário de Estado do Turismo acentuou que “representamos hoje para alguns 16% do nosso produto, para outros eventualmente mais, se somarmos os efeitos induzidos e percecionados do que representa a indústria do turismo em Portugal, e somos um dos melhores destinos do mundo, estamos em 12º segundo lugar, quando eramos 13º, portanto, os indicadores apontam para um crescimento substantivo”, apontando que “há de facto um conjunto de características que fazem deste, um país extraordinário”.

O governante está convicto que 2024 será “um ano em que todos os indicadores apontam para um ano recorde e extraordinário”, mas só será extraordinário “se crescermos em valor da operação”, realçou, para referir que “o Turismo de Portugal vai alargar os mercados, para além dos onde já estamos, não no sentido de alguns reforçar as nossas pontes aéreas, caso dos EUA, para novas cidades, mas também alargamento do México, da Argentina e da Austrália, como vamos iniciar os voos diretos com Seul (Coreia do Sul) já em Setembro”, exemplificou, “o que significa que estamos do vosso lado”.

Presidente da APAVT destaca 3 dimensões do agente de viagens: económica, ligação ao cliente e amor às diferenças

Na sua intervenção durante o evento, o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira assinalou o Dia da tribo do Agente de Viagens em três dimensões diferentes: económica, ligação ao cliente e amor às diferenças.

No que diz respeito à dimensão económica desta tribo, “atualizámos os números do setor e para efeitos diretos, indiretos e induzidos, o impacto da distribuição turística na economia são 5,8 mil milhões de euros, que corresponde a 2,4% do PIB e em termos de valor acrescentado bruto vale 16 Auto Europas”, apontou Pedro Costa Ferreira, para lembrar que “é um setor formado por micro e pequenas empresas que juntas têm uma dimensão fantástica por causa também da transversalidade do turismo, da nossa posição na cadeia de valor e pelo efeito multiplicador do setor”.

Segundo o presidente da APAVT, o setor da distribuição turística “tem também impacto no emprego para efeitos diretos, indiretos e induzidos, já que somos responsáveis pela criação de 126 mil postos de trabalho, e temos um impacto no rendimento das famílias de 3,9 mil milhões, ou seja, 3,5% do total nacional”, para realçar que “é uma dimensão económica muito maior do que possamos pensar quando olhamos apenas para a nossa rua onde temos a nossa agência. Somos pequenos, mas somos uma teia fantástica muito importante e que tanto tem dado pelo turismo português e pela economia nacional”.

Pedro Costa Ferreira avançou ainda que os agentes de viagens têm dado muito aos seus clientes. “Temos uma ligação única ao cliente”, recordando que, na pandemia “salvámos os nossos clientes e, aqueles que não eram nossos clientes, fomos nós que os repatriámos a todos e depois fomos nós os agentes de viagens que começámos a ligar os destinos turísticos aos passageiros na retoma da economia e fomos os primeiros a abrir os aeroportos e certamente, responsáveis por tanta recuperação económica”.

Quanto à terceira dimensão, o presidente da APAVT, aquela que considerou a mais importante de todas e pela qual é tão feliz por ser agente de viagens desde que iniciou a sua carreira, “é que o agente de viagens está no lado certo do mundo”, porque “trabalhamos sobre o amor às diferenças, contribuindo para um mundo mais tolerante, que inclui todos e que todos une. É esta tribo que trabalha todos os dias para um mundo melhor que hoje festejamos”, concluiu o dirigente associativo.

 

 

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Distribuição

Huelva consolida posição como destino estrela em 2024 da Tour10

Um crescimento de 14% nas reservas e um aumento de 41% do volume de negócios, faz da província de Huelva um ponto de referência turístico para a Tour10.

Publituris

A estadia média em Huelva é de 4,8 dias, o que indica que os visitantes desfrutam de uma experiência completa e enriquecedora na província, uma oportunidade para conhecer os seus recursos.

Para a Tour 10, entre os destinos mais populares de Huelva, destaca-se Islantilla, com um aumento de 30% nas reservas em relação a 2023. Islantilla está a consolidar a sua posição como um enclave ideal para desfrutar do sol e da praia num ambiente familiar. De salientar também Matalascañas. Este destino registou um crescimento de 60% nas reservas, posicionando-se como uma das opções mais populares para os amantes da natureza e dos desportos aquáticos.

Desta lista, a Tour10 lembra ainda Mazagón, com um aumento de 30% nas reservas. Trata-se de um destino perfeito para quem procura tranquilidade e desconexão num ambiente natural privilegiado.

Quanto ao perfil dos viajantes, a Tour10 observou um predomínio de clientes provenientes do sul de Portugal e da Andaluzia Ocidental, o que reflete a atratividade de Huelva para o turismo nacional e internacional mais próximo da província.

No que diz respeito a este ano de 2024, cabe destacar a ação realizada pela Tour10 em conjunto com diferentes organizações de Huelva para promover a província como destino de referência no mercado português durante a BTL de Lisboa no passado mês de fevereiro.

Fran Serón, CEO da Tour10, valorizou este crescimento afirmando que “a província oferece uma grande variedade de atrações para todos os tipos de viajantes, desde praias paradisíacas a aldeias encantadoras e uma cultura rica. Além disso, a excelente relação qualidade/preço torna-a um destino ideal para famílias, casais e grupos de amigos”.

A Tour10, como plataforma de distribuição turística considerada líder na Andaluzia, continuará a apostar em Huelva na sua programação, oferecendo aos seus clientes uma ampla oferta de alojamento e experiências personalizadas para que possam desfrutar ao máximo deste destino.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

ANAV recebida pelo novo SET e representantes de vários partidos políticos

A instituição da figura do Provedor do Cliente da Associação Nacional de Agências de Viagens volta à agenda da Secretaria de Estado do Turismo, uma das questões discutidas na audiência que Pedro Machado concedeu à direção da ANAV.

Publituris

A ANAV foi recebida por Pedro Machado, secretário de Estado do Turismo, e por representantes de vários partidos políticos com assento parlamentar, os quais demonstraram ampla abertura ao pedido da Associação.

O objetivo das referidas reuniões foi voltar a colocar em cima da mesa a resolução de vários temas consideradas relevantes para o setor das agências de viagens, situações estas que foram, entretanto, interrompidas na sua evolução com a queda da legislatura anterior.

Entre os vários assuntos tratados, tiveram especial atenção a instituição da figura do Provedor do Cliente da ANAV, bem como a preocupação da Associação no que toca à atuação comercial considerada lesiva para as agências de viagens, por parte da companhia aérea Ryanair.

A ANAV aproveitou para reapresentar à Secretaria de Estado a sua proposta de enquadramento legal do Provedor do Cliente da Associação “de incontornável importância para todos os associados e seus clientes”, como referiu o presidente da Direção de ANAV, Miguel Quintas, tendo já definido o perfil da pessoa que irá representar essa função.

Miguel Quintas, reforçou que “a abertura do secretário de Estado do Turismo às questões sensíveis para as agências de viagens foi total, e acreditamos que teremos um largo período de cooperação e entendimento, sempre colocando o setor acima de todos os demais interesses, tal como tem de ser, num ecossistema que se quer democrático e inclusivo.”

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Lusanova leva agentes de viagens à Turquia e Índia

A Lusanova, com o apoio da Turkish Airlines, levou um grupo de oito agentes de viagens numa viagem de familiarização à Turquia e Índia, destinos considerados estratégicos na sua programação ano, “o que se tem refletido nas vendas do operador turístico nos últimos meses”, sublinha Tiago Encarnação, diretor operacional da Lusanova.

Publituris

Ao longo de uma semana, o grupo de agentes de viagem da ACP, Bestravel Espinho, All the Way Travel Vila Nova de Gaia, Top Atlântico Guimarães, Aventouras Coimbra, Viajes El Corte Inglés Leiria, ClickViaja de Santa Maria da Feira e Boutique das Viagens da Figueira da Foz, acompanhado por Olinda Gomes da Lusanova e Nuno Figueiredo da Turkish Portugal, experienciou dois dos principais Grandes Destinos de aposta do operador turístico.

Na capital turca, os participantes puderam conhecer algumas das principais atrações de Istambul, como o Mercado Egípcio e o bazar das especiarias, a Basília de Santa Sofia e a Mesquita Azul. Após um cruzeiro que atravessa o estreito do Bósforo, os agentes de viagem portugueses visitaram o Palácio de Dolmabahce, o bairro boémio de Ortakoy, as Fortalezas de Rumeli e Anatólia e o Palácio de Beylerbeyi. A famosa Praça de Taksim ou o Grande Bazar são outras atrações que integraram o itinerário do grupo.

Ainda em Istambul, o grupo de agentes de viagens foi conhecer a Flight Academy da Turkish Airlines e ainda o recente Istambul Grand Airport (IGA).

Já em Deli, na Índia, os convidados da Lusanova começaram por visitar Raj Ghat, o memorial a Mahatma Ghandi, seguido da Jama Masjid, uma das maiores mesquitas da Ásia, de arquitetura hindu e mogol. Em riquexós, os agentes de viagens partiram também à descoberta das ruas e becos da “Velha Deli”, uma área repleta de lojas e bazares, passando pelo Forte Vermelho.

Em Agra, cidade banhada pelo rio Yamuna, descobriram um pouco mais sobre a história do Império Mughal e visitaram ainda o majestoso Taj Mahal.

Jaipur, a Cidade Rosa do Rajastão, com os seus palácios e fortalezas encerrou a viagem de familiarização do grupo, com uma última passagem por Deli, desta vez para explorar a “Nova Deli” com visitas a Qutub Minar, Rashtrapati Bhawan e o templo de Sikh Gurudwara Bangla Shabib, entre outros.

Tiago Encarnação, diretor operacional da Lusanova destacou o valor estratégico que as viagens de familiarização têm dentro da estratégia comercial do operador turístico, ao realçar que “além de proporcionar aos agentes de viagem uma imersão direta nos nossos produtos, estas servem para capacitá-los com um conhecimento prático e uma compreensão profunda de nosso portefólio”.

Sublinhou ainda que “essa experiência na primeira pessoa fortalece a nossa parceria com os agentes de viagens, mas também faculta as ferramentas necessárias para comercializarem eficazmente estes produtos junto dos seus clientes”.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

unusual voyages celebra 1º aniversário com oferta de viagens

A unusual voyages celebra o primeiro ano de operações com um evento online e gratuito para a comunidade viajante, que decorrerá esta quinta-feira, dia 30 de maio, às 19 horas.

Publituris

A unusual voyages, localizada na Ericeira, que está a assinalar o primeiro aniversário, vai aproveitar o evento online e gratuito que promove no dia 30 de maio para oferecer uma das suas viagens, e ainda ofertas como descontos em viagens e em equipamento fotográfico Fujifilm, talks sobre saúde em viagem com o Dr. Diogo Medina da Consulta do Viajante, e partilhas de experiências de líderes e viajantes da agência.

O evento decorrerá numa sessão zoom com interação de todos os participantes. Para participar, basta inscrever na página de reservas no Eventbrite.

Refira-se que na passada sexta-feira dia 24 maio a agência de viagens foi premiada na semana do empreendedorismo de Mafra na categoria de startup, pelas mãos do country manager da Web Summit, Artur Pereira.

A agência foi fundada em 2023 e realizou viagens à Mongólia, Nepal e Etiópia. Em 2024 o portfólio estende-se a 14 destinos, alguns dos quais serão relevados no decorrer do evento. Os participantes terão ainda acesso a preços early bird para todas as novas viagens.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Solférias tem “preços mais baixos para o verão” na Disneyland Paris

O operador turístico Solférias e a Disneyland Paris lançam uma nova campanha com os melhores preços para estadias no parque temático nos meses de julho e agosto.

Publituris

Com o lema “Os preços mais baixos para o verão”, esta campanha que a Solférias acaba de lançar no mercado, para a Disneyland Paris, tem um custo de referência de 121 euros por pessoa (hotel: Disney Hotel Cheyenne, três noites baseado em dois adultos / duas crianças) e é aplicável para datas de reserva até 1 de julho de 2024 para chegadas entre 1 de julho e 31 de agosto deste ano.

Para quem não conhece ou para quem queira regressar, “esta é uma excelente oportunidade para descobrir ou regressar a um dos mais mágicos lugares do planeta: a Disneyland Paris”, indica o operador turístico em nota de imprensa.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Living Tours promove na China novas experiências turísticas em Portugal e Espanha

O operador turístico Living Tours está a promover na China novas tours e atividades em Portugal e Espanha, com novidades para quem planeia viajar para as cidades de Lisboa, Barcelona, Madrid, Ibiza ou Palma de Maiorca.

Publituris

O grupo português Living Tours está, pela primeira vez, na China para participar no ITB China (27 a 29 de maio), em Shanghai, e integrar a comitiva de empresas portuguesas do China Roadshow (entre os dias 29 e 31 de maio), organizado com o apoio do Turismo de Portugal, com passagens por Pequim, Guangzhou e Macau.

A estreia faz-se nos eventos, mas a ligação ao mercado asiático já era conhecida, de acordo com o operador. No início do ano, a Living Tours confirmou o fecho de parceria com a plataforma de viagens online Trip.com do Ctrip Group, operador de tours da China, que irá permitir o reforço da oferta de todas as atividades e experiências disponíveis em território português para os viajantes chineses.

Para esta visita, a Living Tours leva na bagagem novidades sobre novas rotas e atividades privadas em território português, em cidades como Lisboa, Fátima, Nazaré, Óbidos, Arrábida ou Comporta, onde a empresa passou a disponibilizar recursos próprios, entre frotas e equipas, para concretizar experiências com foco nos roteiros gastronómicos e vinícolas, e também sobre experiências por Espanha, em cidades como Barcelona, Madrid ou Andaluzia, onde é responsável pela gestão de roteiros chave na mão através da área de especialização Living DMC (Destination Management Company).

Na região das Ilhas Baleares, mais especificamente em Ibiza e Palma de Maiorca, explora-se o turismo de natureza e de aventura com atividades como voos de balão de ar quente, visitas a grutas marinhas e coasteering. Ficam, ainda, disponíveis as muito requisitadas festas de barco com DJs internacionais, equipa de animação e paragens para nadar nas águas do Mar Mediterrâneo.

A promoção de Portugal como destino para eventos corporativos e para o segmento MICE também estará assegurada com a apresentação de outra das grandes novidades da Living Tours para 2024: a aposta na Living Events, que procura potencializar os recursos turísticos dos destinos que representa e promover este segmento.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

GEA e TAP juntam agentes de viagens em dois eventos formativos

O Grupo GEA Portugal, em parceria com a TAP Air Portugal, promoveu dois eventos de formação para as agências de viagens associadas do agrupamento, em formato de pequenos-almoços.

Publituris
tagsGeaTAP

Estes encontros, que aconteceram no Hotel da Música no Porto, e no Meliã Lisboa Oriente, em Lisboa, contaram com a presença de mais de 40 agências de viagens, em momentos dedicados e exclusivos de networking e trabalho.

Os dois eventos inserem-se nos momentos GEA BIZ, um conjunto de ações mais personalizadas levadas a cabo pela rede, que se traduzem numa oportunidade única para os agentes de viagens atualizarem os seus conhecimentos, mas também para fortalecerem relações profissionais num ambiente de convívio e partilha.

Durante os pequenos-almoços, a TAP Air Portugal apresentou várias novidades e informações essenciais para o trabalho diário dos agentes de Viagens, desde a frota, a rede da companhia, a experiência a bordo, bem como os seus produtos corporate ou a ponte aérea. A formação também serviu para dotar os agentes com dicas e boas práticas para os seus processos diários com a companhia aérea, desde reemissões ou reembolsos, APIs, Helpdesk ou o Tapagents.com, a plataforma de apoio aos agentes de viagens.

Ricardo Correia, diretor Comercial da TravelGEA, refere que “estes eventos são fundamentais para mantermos os nossos agentes de viagens informados e alinhados com as políticas e novidades da TAP Air Portugal”, para realçar que a formação contínua e personalizada, aliada a momentos de convívio, “fortalece a nossa parceria com a TAP Air Portugal e constrói um conjunto de valências que permitem os agentes de viagens estarem mais aptos na execução do seu trabalho diário.”

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Distribuição

Solférias celebra “Dia Mundial da Criança” com programas onde a garotada viaja grátis

Planear férias com crianças nem sempre é tarefa fácil. Neste sentido, o operador turístico, Solférias, decidiu dar mais um passo no sentido de descomplicar esse processo, disponibilizando uma série de destinos e programas onde as crianças viajam grátis.

Publituris

Os destinos, programas e partidas desta campanha são: Saïdia em voos do Porto às sextas-feiras, de 7 a 26 de junho; Monastir com partidas do Porto às quartas-feiras, de 10 a 24 de julho; Hurghada em voos de Lisboa às sextas-feiras, entre 7 e 28 de junho; Sal para as partidas de Lisboa nos dias 1 e 15 de junho, 6 de julho e 14 e 21 de setembro; Boavista, nas partidas do Porto a 12 de julho, 30 de agosto e 6 de setembro, e Porto Santo, na operação de Lisboa nas datas 3,10,17 e 24 de junho, bem como 9 e 16 de setembro.

Igualmente, a Solférias não esquece os agentes e agências de viagens e o seu papel fundamental em proporcionar as melhores férias aos viajantes portugueses. Assim, em colaboração com os Hotéis Vila Galé, o melhor vendedor desta campanha ganhará duas noites de estadia no Hotel Vila Galé Nep Kids, em Beja. A oferta inclui duas noites em regime APA, alojamento para dois adultos + 1 ou 2 crianças até aos 12 anos inclusive em quarto Twin Familiar Standard, para estadias  entre 1 de outubro de 2024 e 30 de março de 2025, exceto datas especiais e festivas, sujeito a disponibilidade.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agências

Clientes Bestravel podem aderir às Aventuras Solidárias da AMI

A Bestravel anuncia uma parceria com a Assistência Médica Internacional, visando a comercialização das suas Aventuras Solidárias, viagens desenhadas segundo os princípios e missão da AMI. Neste âmbito, a rede de franchising de agências de viagens disponibilizará três programas de férias solidárias para São Miguel (Açores), Réfane (Senegal) e Bolama/bijagós (Guiné-Bissau).

Publituris

Esta iniciativa, que marca mais um passo significativo no compromisso da Bestravel para com o turismo responsável e o apoio a comunidades vulneráveis em todo o mundo, reforça também a parceria que a rede de franchising de agências de viagens está a desenvolver com a AMI e que se traduzirá em diversas iniciativas durante o ano de 2024, como parte da sua política de responsabilidade social.

Refira-se que a Aventura Solidária é um projeto emblemático da AMI, que oferece aos participantes a oportunidade única de contribuir diretamente para o desenvolvimento sustentável e o bem-estar de comunidades locais. Através desta experiência, os viajantes não só apoiam financeiramente uma causa ou projeto significativo, mas também mergulham profundamente nas realidades culturais e sociais das regiões visitadas, trabalhando lado a lado com os locais na busca de soluções para os seus desafios. Apresenta-se como uma iniciativa multifacetada com o propósito de gerar impactos positivos tanto no âmbito social quanto ambiental. Este esforço é complementado pela intenção de fortalecer as comunidades locais, incentivando a permanência das populações nos seus territórios natais através do acesso ampliado à saúde, educação e oportunidades de empreendedorismo.

No âmbito deste acordo, a Bestravel disponibilizará três programas de férias solidárias: São Miguel (Açores), Réfane (Senegal) e Bolama/bijagós (Guiné-Bissau).

Para São Miguel (Açores), o programa de sete dias/seis noites no Hostel Change The World, desde 1.256 euros por pessoa, tem partida agendada de Lisboa a 30 de outubro de 2024. Este projeto tem como objetivo reduzir a poluição luminosa que afeta as áreas protegidas dos arquipélagos da Madeira, Açores e Canárias, e mitigar os seus impactos nas espécies protegidas ao nível da UE. As aves marinhas serão utilizadas como espécies-bandeira e indicadoras do impacto da poluição luminosa, uma das ameaças prioritárias para este grupo na Macaronésia.

Já Réfane, no Senegal são 10 dias/7 noites no acampamento AMI, desde 2.428 euros por pessoa, com partida de Lisboa a 1 de novembro de 2024. Este projeto irá apoiar a reabilitação do Centro de Saúde de Mbambey, que prevê a expansão do serviço de obstetrícia do seu Centro de Saúde.

Por sua vez, o programa “Ilha de Bolama-Bijagós” (Guiné-Bissau) oferece nove dias/sete noites, e inclui uma noite no Hotel Ancar em Bissau, cinco noites nas instalações da Missão de Desenvolvimento da AMI, e uma noite no hotel Uaque, desde 2.752 euros por pessoa, com partida de Lisboa a 26 de novembro de 2024. Este projeto tem como objetivo o reforçar das capacidades institucionais das Direções Regionais de Saúde de Bafatá, Bolama, Gabú, Quinara e Tombali.

Ricardo Teles, diretor operacional da Bestravel afirma que com esta parceria com a AMI “estamos a abrir caminhos para que cada viagem deixe uma pegada positiva, transformando o ato de viajar numa poderosa ferramenta de mudança”, destacando que “esta colaboração não é apenas sobre explorar novos destinos, mas sobre criar oportunidades para que as comunidades locais prosperem, garantindo que o desenvolvimento sustentável e a ajuda humanitária caminhem lado a lado”.

A colaboração com a AMI estende-se também a uma ação de responsabilidade social que está em vigor até final do mês de junho. Por cada passageiro que reservar uma viagem com a Bestravel, a Bestravel compromete-se a doar automaticamente 50 cêntimos para a AMI, apoiando assim as numerosas iniciativas humanitárias da organização.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.