Assine já
Destinos

Marrocos suspende voos com Alemanha, Reino Unido e Países Baixos devido ao agravamento da COVID-19

Suspensão de voos entra em vigor às 23h59 desta quarta-feira, 20 de outubro, e não tem data para terminar

Publituris
Destinos

Marrocos suspende voos com Alemanha, Reino Unido e Países Baixos devido ao agravamento da COVID-19

Suspensão de voos entra em vigor às 23h59 desta quarta-feira, 20 de outubro, e não tem data para terminar

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Lisboa regressa às listas de regiões de risco devido à COVID-19
Homepage
Portugal suspende voos de e para o Brasil a partir de sexta-feira
Homepage
Reino Unido endurece medidas de acesso ao país com novas multas e até pena de prisão
Homepage
Açores passam para “lista verde” do Reino Unido
Destinos

As autoridades marroquinas decidiram suspender, a partir da meia-noite desta quinta-feira, 21 de outubro, os voos de e para a Alemanha, Reino Unido e Países Baixos, devido à evolução da situação da COVID-19 nestes três países.

“Suspensão pelas autoridades marroquinas, a partir de 20/10/2021 às 23:59 e até novo aviso, dos voos de e para: Alemanha, Países Baixos e Reino Unido”, anunciou o organismo marroquino que gere os aeroportos na rede social Twitter, segundo a Lusa.

A Lusa diz ainda que também a Royal Air Maroc (RAM), companhia aérea de bandeira marroquina, confirmou já a suspensão dos voos com estes três países, devido “à evolução da pandemia”.

A Lusa recorda que a Alemanha, o Reino Unido e os Países Baixos são os países europeus com os quais Marrocos possui maior número de ligações aéreas, devido às comunidades  migrantes que ali residem.

A 5 de outubro, Marrocos já tinha suspendido as ligações aéreas com a Rússia pelo mesmo motivo, uma vez que este país tem vindo a apresentar recordes diários de novos infetados pelo coronavírus SARS-Cov-2, que causa a doença COVID-19.

No Reino Unido, a situação também se tem vindo a agravar e o governo britânico já veio dizer que está a “monitorizar muito de perto” uma nova subvariante (‘AY4.2’) da mutação Delta, considerada mais contagiosa que a estirpe inicial e que se espalhou pelo Reino Unido.

Nas últimas semanas, o Reino Unido voltou, por isso, a ultrapassar os 40 mil casos por dia de COVID-19, numa taxa de incidência que, indica a Lusa, é muito maior do que a do resto da Europa, ainda que o número de infeções também esteja a aumentar nos Países Baixos e na Alemanha.

Em Marrocos, cerca de 54% da população já recebeu uma dose da vacina contra a COVID-19 e 43% tem a vacinação completa, mas a meta das autoridades marroquinas passa por vacinar 80% da população, cerca de 30 milhões de pessoas.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Destinos

Dubai Safari Park reabriu para nova temporada

Com 119 hectares, o Dubai Safari Park está dividido por secções temáticas e conta com animais de várias partes do mundo, além de uma variedade de espetáculos e gastronomia local e internacional.

Publituris

O  Dubai Safari Park, no Dubai, reabriu a 27 de setembro para uma nova temporada, que promete um conjunto de novas experiências ao nível do entretenimento interativo e educacional.

Segundo o Turismo do Dubai, este “parque oferece experiências únicas com base na diversidade de animais com origem em vários pontos do globo e que neste parque vivem num ambiente climaticamente controlado e próximo do seu habitat natural”.

Com 119 hectares, o Dubai Safari Park está dividido por secções temáticas como a Aldeia Africana, a Aldeia Asiática, o Safari do Deserto Arábico, a Aldeia Exploradora, e a área do Vale, numa viagem à descoberta da “diversidade de fauna e flora” dos diferentes pontos do mundo.

O parque renova as atrações a cada estação do ano e, em novembro, vai receber novos animais e crias como a vaca Ankole-Watusi, o antílope Eland, o órix árabe, o crocodilo do Nilo e o búfalo, que contribuíram recentemente para expandir a comunidade animal no Parque.

Na última temporada, o Dubai Safari Park recebeu mais de meio milhão de visitas, contando com diversos pacotes de visita, como o Safari King, que permite uma experiência personalizada na companhia de um guia; o pacote Bastidores que proporciona uma experiência exclusiva de 90 minutos, na qual os visitantes podem encontrar-se com especialistas em cuidados de animais e alimentar os animais; ou o pacote Bush Photographer permite aos visitantes tirar fotografias aos animais a partir de pontos estratégicos  do espaço.

Além dos pacotes de safari, o Dubai Safari Park apresenta uma variedade de espetáculos, bem como uma área de restauração com uma oferta variada de gastronomia local e internacional, disponibilizando ainda serviços de comboio combinados com bicicletas, carros elétricos e outros veículos amigos do ambiente, numa gama de opções de mobilidade que facilitam a circulação no parque.

“Com atrações concebidas para os visitantes de todo o mundo, o Parque está totalmente orientado para proporcionar momentos inesquecíveis. Nesta temporada, 2022-23, o Parque está fortemente concentrado na sensibilização para a prevenção da extinção de espécies ameaçadas através de programas de reprodução animal”, afirma Ahmed Alzarooni, diretor do Departamento de Parques Públicos e Instalações Recreativas do Município do Dubai.

O Dubai Safari Park abre diariamente, entre as 9h00 e as 17h00 horas, e todas as informações sobre o parque, assim como a pré-reserva de bilhetes, estão disponíveis através do website do parque.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Airbnb diz que receber em zona vinícola em Portugal é garantia de sucesso

A Airbnb acaba de confirmar que os anfitriões portugueses com casas em zonas vinícolas receberam mais de um milhão de euro no segundo trimestre de 2022.

Publituris

Num universo de mais de 120 mil alojamentos em todo o mundo registados na Categoria de Vinhas na Airbnb, o site de reservas indica que, em Portugal, os anfitriões das regiões vinícolas do Algarve, Douro, Dão, Península de Setúbal, Beira Interior, Alentejo e Minho lideram o ranking de receitas no período em análise.

De destacar que, em maio, a Airbnb apresentou uma nova forma de pesquisa através das suas categorias — incluindo Vinhas. Agora, para os anfitriões, partilhar uma casa próxima de uma vinha é uma garantia de “boa colheita”, e não se trata apenas de uvas.

A 30 de junho de 2022, segundo a Airbnb, 80% dos anfitriões portugueses na Categoria de Vinhas tinham mais de 40 anos, e 52% identificavam-se como mulheres. Os hóspedes portugueses interessados na atividade vinícola também apresentam características variadas, desde Millenials (48%) a Gen X (28%) ou boomers (14%), famílias que procuram uma escapadinha rural (26%) e pares românticos ou grupos de amigos (34%).

 

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Portugal volta a ser o Melhor Destino Europeu e arrecada mais 30 prémios nos WTA

Além do titulo de melhor destino europeu, o país viu também várias regiões distinguidas nos World Travel Awards (WTA), que foram entregues no passado sábado, 1 de outubro, em Maiorca, Espanha.

Publituris

Portugal voltou a ser eleito Melhor Destino Europeu na cerimónia europeia dos World Travel Awards 2022 (WTA), que foram entregues este sábado, 1 de outubro, em Maiorca, Espanha, e onde o país arrecadou mais 30 distinções.

Além do titulo de melhor destino europeu, o país viu também várias regiões distinguidas, com destaque para os Açores (Europe’s Leading Adventure Tourism Destination), Algarve (Europe’s Leading Beach Destination), Lisboa (Europe’s Leading City Break Destination, Europe’s Leading Cruise Destination e Europe’s Leading Seaside Metropolitan Destination) e Porto (Europe’s Leading City Destination).

“A distinção, em mais de 3 dezenas de categorias na edição europeia dos World Travel Awards 2022, assume particular significado depois dos difíceis anos da pandemia. É com muito orgulho que vemos as empresas, os profissionais e as entidades do Turismo nacional serem reconhecidos pelos seus pares a nível internacional”, congratula-se Rita Marques, secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, citada em comunicado.

Esta foi a quinta vez em seis anos que Portugal foi eleito “Melhor Destino Turístico do Europa”, na edição europeia dos WTA, cuja eleição resulta da votação de milhares de profissionais do setor, oriundos de todos os países do mundo.

Na informação divulgada, a Secretaria de Estado do Turismo, Comércio e Serviços lembra também que em 2021, Portugal já tinha conquistado mais de duas dezenas prémios na edição europeia destes prémios.

A lista completa de vencedores desta edição europeia dos World Travel Awards, incluindo os premiados a nível nacional, está disponível aqui.

A cerimónia de atribuição dos prémios mundiais está agendada para o dia 11 de novembro, em Omã.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Açores querem chegar este ao Nível III de Prata em sustentabilidade

O III Encontro do Comité Consultivo para a Sustentabilidade do Destino Turístico Açores, órgão instituído por Resolução do Conselho do Governo, no âmbito dos requisitos de certificação da região como “Destino Turístico Sustentável”, acaba de acontecer, em sessão presidida pela secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas.

Publituris

Na ocasião, segundo Berta Cabral, conforme informação veiculada no site oficial do Governo Regional, este “é um momento único ao longo do ano, onde é possível partilhar visões e experiências, debater ideias e propostas, e mobilizar forças e vontades”, visando o desenvolvimento sustentável dos Açores.

Na reunião, foram debatidas questões relativas ao processo de certificação dos Açores como “Destino Turístico Sustentável” e à estratégia para o desenvolvimento do turismo, avaliando, de forma sucinta os meses de pico de procura e perspetivando novas oportunidades de evolução para os próximos anos.

Berta Cabral recordou, ainda segundo a mesma fonte, que os Açores se mantêm como a primeira e única região arquipelágica no mundo com esta certificação e estão a trabalhar para garantir o Nível de III de Prata já este ano, de modo a chegar ao Nível Ouro em 2024.

“É importante dizer que os Açores, apesar de serem um destino jovem, vão à frente nestas questões, pois há destinos concorrentes e muito mais maduros que estão a procurar fazer o mesmo caminho que nós, e quando nos tentam seguir é sinal de que aquilo que estamos a fazer está bem feito”, salientou a governante regional.

Estimando a conclusão, no próximo ano, a revisão do Plano Estratégico e de Marketing do Turismo dos Açores, Berta Cabral adiantou que “a sustentabilidade terá um papel central na nova versão da estratégia de promoção da região, mas, sobretudo, no desenvolvimento de toda a cadeia de valor do setor”.

O Comité Consultivo para a Sustentabilidade do Destino Turístico Açores é constituído por entidades públicas, associativas ou privadas, com interesse, direto ou indireto, em alguma temática do desenvolvimento sustentável da Região, e tem como missão o acompanhamento e o envolvimento no processo de certificação dos Açores como “Destino Turístico Sustentável”; na gestão da atividade turística; no acompanhamento da atividade do Açores DMO; e na implementação do PEMTA – Plano Estratégico e de Marketing para o Turismo dos Açores.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Destinos de surf e o melhor da Extremadura são os próximos eventos da B travel Xperience Lisboa

Os destinos de surf e o melhor da Extremadura são os eventos agendados pela B travel Xperience Lisboa para este mês. Associação Nacional de Surfistas e o Turismo da Extremadura são os convidados.

Publituris

Onde encontrar as melhores ondas, qual a temporada ideal para praticar surf nos mais diversos destinos à volta do mundo, que desafios um surfista pode encontrar, são algumas questões que Francisco Rodrigues, presidente da Associação Nacional de Surfistas (ANS), vai responder no próximo dia 20 de outubro.

A 26 de outubro, os sabores e atrações da Extremadura espanhola vão servir de mote a mais uma Travel Talk. O Turismo da Extremadura, juntamente com o jornalista de viagens Ricardo Santos, vão dar a conhecer esta região.

Refira-se que a B travel Xperience Lisboa pretende despertar o desejo em partir à descoberta de alguns dos mais distintos destinos através dos cinco sentidos.

Os eventos da Xperience Lisboa são de entrada livre e decorrem na Avenida Fontes Pereira de Melo, 27, a partir das 18h30. Os interessados devem efetuar a sua inscrição para o email [email protected] ou através das redes sociais da B travel Xperience Lisboa.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Lisboa em destaque na gala europeia dos WTA

Lisboa arrecadou este sábado, 1 de outubro, os prémios de Melhor Destino Metropolitano à beira-mar, Melhor Destino City Break e Melhor Destino de Cruzeiros. O Porto de Lisboa foi ainda distinguido como o melhor da Europa.

Publituris

A capital portuguesa esteve em destaque na última edição da gala europeia dos World Travel Awards (WTA), na qual arrecadou os prémios de Melhor Destino Metropolitano à beira-mar, Melhor Destino City Break e Melhor Destino de Cruzeiros.

“Os prémios que hoje Lisboa recebe refletem a aposta na qualidade do Turismo em Lisboa. Estamos a recuperar e a reposicionar Lisboa como uma capital cada vez mais atrativa em que o Turismo se cruza com outros setores como a Cultura, o Comércio, a Ciência ou a Inovação. Lisboa vence pela oferta diferenciadora em relação a outros destinos”, refere Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa e da Associação Turismo de Lisboa (ATL), citado em comunicado.

A gala europeia dos WTA decorreu este sábado, 1 de outubro, em Maiorca, Espanha, e, além dos prémios atribuídos à capital portuguesa, distinguiu também o Porto de Lisboa como  Melhor Porto de Cruzeiros da Europa.

Os WTA são considerados os “Óscares do Turismo” e resultam de uma votação online, na qual participou o público em geral e milhares de profissionais de Turismo e Viagens à escala global.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

“O Peru pode ser um complemento ao turismo no Brasil”

À margem da “Travel Talk” que decorreu quinta-feira, 29 de setembro, na B the Travel Xperience, em Lisboa, o embaixador do Peru explicou porque é que o país é um bom complemento ao Brasil para o mercado português.

Inês de Matos

O embaixador do Peru em Portugal, Carlos Gil de Montes, considera que o “Peru pode ser um complemento ao turismo no Brasil” para o mercado português, uma vez que existem boas ligações aéreas entre os dois país e o Peru é um país que oferece “uma grande diversidade” e que conta com um povo “afetuoso e hospitaleiro”.

“Queremos poder oferecer mais Peru aos portugueses, dando-lhes um país que oferece alternativas. Os portugueses conhecem a América do Sul através do Brasil e acredito que o Peru pode ser um complemento ao turismo no Brasil. E creio que o complemento que podemos oferecer é a cultura e diversidade”, disse o embaixador aos jornalistas, à margem da Travel Talk dedicada ao Peru, esta quinta-feira, 29 de setembro, na B the Travel Xperience, em Lisboa.

Além da diversidade geográfica e cultural únicas de um país com 1,250 milhões de quilómetros quadrados, equivalente a Portugal, Espanha e França juntos, Carlos Gil de Montes explicou que também a gastronomia é hoje um dos argumentos do país a nível turístico.

“Quando falamos de cultura, falamos também de gastronomia e é um elemento importante que o Peru tem para difundir a sua cultura”, considerou, adiantando que, atualmente, o Peru tem também alguns dos “melhores restaurantes do mundo, são três entre os 50 melhores, um dos quais em segundo lugar”.

A proliferação de restaurantes de alto nível tornou mesmo a cidade de Lima, capital do país, num destino turístico, com o responsável a explicar que, atualmente, Lima “atrai muitos turistas que querem ficar na cidade para conhecer e experimentar os vários restaurantes da cidade”.

O embaixador do Peru em Portugal lamenta, no entanto, que não existam voos diretos entre os dois país, pelo que as melhores opções para os portugueses chegarem ao Peru é através de Madrid, Paris ou Amesterdão.

“Lamentavelmente, não temos voos diretos, seria o ideal, oferecia um plus ao turismo português que procura a América do Sul”, afirmou, considerando, no entanto, que, além dos voos através das capitais europeias, “se algum turista que for ao Brasil, quiser passar alguns dias no Peru, também existem opções”.

Apesar das dificuldades de voos, em 2019, o Peru tinha recebido cerca de 10 mil turistas portugueses, que procuraram essencialmente a zona de Cuzco devido aos vestígios arqueológicos e a Machu Picchu, número que foi, contudo, fortemente afetado devido à pandemia.

“Devido à pandemia esse número decresceu, mas esperamos que rapidamente possa normalizar. Acreditamos que vai ser um processo gradual”, explicou Carlos Gil de Montes, revelando que, até julho deste ano, o Peru tinha recebido cerca de mil turistas lusos.

Por isso, o embaixador do Peru em Portugal diz que vai continuar a promover o país em território nacional e conta voltar a participar na BTL, a principal feira do turismo português, já no próximo ano.

“Vamos promover o Peru permanentemente”, garantiu.

 

Sobre o autorInês de Matos

Inês de Matos

Mais artigos
Destinos

José Manuel Bolieiro defende para o destino Açores sustentabilidade e genuinidade

O presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, defendeu que a região deve continuar a posicionar-se como destino de “desenvolvimento sustentável”, assegurando “genuinidade e manutenção do património” como marcas distintivas.

Publituris

“Temos um compromisso convicto com a nossa história, a nossa identidade e aqueles que são os objetivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas”, declarou o líder açoriano, citado na página oficial do Governo Regional.

José Manuel Bolieiro, que falava aos jornalistas, em Ponta Delgada, lembrou que há que “saber cativar” profissionais para o setor, com “melhores remunerações” e “formação contínua”, acrescentando que “quando nos queixamos da falta de mão-de-obra, temos de considerar que há necessidade de qualificação de recursos humanos, mas também há uma responsabilidade de saber cativar”.

Para cativar trabalhadores, acrescentou ainda, que é preciso garantir aos futuros e aos atuais, “para que não desistem da sua intervenção, motivação e realização pessoal e profissional na sua carreira com melhores remunerações, com qualificação e formação contínua e com obviamente tempo de lazer”.

José Manuel Bolieiro destacou ainda a necessidade, no campo do turismo, de não ser “adulterada a identidade e a natureza” dos Açores, havendo “total comprometimento com a preservação e valorização” da “natureza, identidade e história”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Best Wine Selection valoriza vinhos do Dão

O programa “Best Wine Selection”, iniciativa que acaba de ser oficialmente apresentado no Solar do Vinho do Dão (Viseu), é um programa-piloto que visa a valorização do projeto “Enoturismo na Região Demarcada dos Vinhos do Dão”.

Publituris

A apresentação do programa foi presidida pela secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Rita Marques, que destacou a resiliência do setor da restauração e deu os parabéns pelos projetos apresentados. “Quero deixar uma palavra de alento para os empresários da restauração, que têm sido um pilar da recuperação operada, dinamizando toda a atividade económica. A oportunidade destes programas é mais uma boa desculpa para continuar a fazer bem feito. O que queremos é o melhor e para isso para temos que continuar a servir bem”, afirmou.

O programa Best Wine Selection tem como objetivo principal dignificar e promover os vinhos portugueses, neste caso os vinhos do Dão, gerando uma rede de restaurantes que garanta a satisfação dos seus clientes, através da oferta de vinhos de qualidade e da prestação de um serviço irrepreensível. Ao mesmo tempo, este programa é mais uma iniciativa-chave que vem valorizar o projeto “Enoturismo na Região Demarcada dos Vinhos do Dão”, lançado pela CIM Viseu Dão Lafões e integrando sinergias entre a AHRESP, o Turismo Centro de Portugal, a Viseu Marca e a CVR do Dão.

Fruto desta iniciativa os restaurantes da região Viseu Dão Lafões vão poder exibir um novo selo de qualidade, o “Best Wine Selection”, que atesta a excelência do serviço prestado no domínio dos vinhos do Dão.

Promover a oferta vitivinícola da região, incentivar o consumo de produtos regionais e qualificados, impulsionar as empresas de restauração e alojamento que integrem o programa e atrair turistas, consumidores e visitantes são objetivos complementares.

Para poderem ser candidatos ao programa “Best Wine Selection”, os restaurantes têm de ser previamente aderentes ao programa “Seleção Gastronomia e Vinhos”, também da AHRESP. Depois, devem manifestar o interesse na candidatura através do preenchimento de um boletim de inscrição, disponível no site da AHRESP.

Os restaurantes que integrem esta Rede passam a usufruir de várias vantagens, como o direito de exibirem uma placa e um diploma “Best Wine Selection”, respetivamente no exterior e no interior do estabelecimento. Também podem utilizar a marca “Best Wine Selection” para promoverem e divulgarem iniciativas próprias, aceder a canais de promoção inerentes ao próprio programa e serem incorporados no site das entidades parceiras, com ligação a outros sites de interesse turístico. Além disso, ficam abrangidos por estímulos a processos de modernização e de implementação de boas práticas.

O programa “Best Wine Selection” surge em linha com a proposta de ativação da Rota do Vinho do Dão, com iniciativas de qualidade e diferenciadoras, tirando partido de outras atividades com potencial turístico já em curso no território, nomeadamente ao nível da gastronomia, da valorização do património histórico, das tradições culturais e da vertente natureza, com particular incidência no inegável valor histórico e patrimonial vitivinícola existente na região do Dão.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Nova edição: merytu, sustentabilidade, Quadrante e Animação Turística

A nova edição do Publituris, a última do mês de setembro, faz capa com a nova plataforma merytu, que pretende dar resposta a uma problemática do setor do turismo: os Recursos Humanos.

Publituris

A nova edição do Publituris, a última do mês de setembro, faz capa com a nova plataforma merytu, que pretende dar resposta a uma problemática do setor do turismo: os Recursos Humanos.

Pensada em 2020 e lançada no ano passado, esta plataforma pretende facilitar o contacto entre quem emprega e quem procura emprego liberal e flexível. Apesar de ter uma especial incidência na hospitalidade, a merytu pretende abranger todo o turismo a nível nacional, entre outros setores de atividade já em vista.

Nesta edição, saiba também o que está a fazer o operador turístico Quadrante, que decidiu mudar alguns paradigmas para estar mais próximo dos agentes de viagens, e conheça as conclusões a que chegou Cláudia Seabra, investigadora da Universidade de Coimbra, que foi estudar o impacto da COVID-19 na sustentabilidade no turismo.

Os Publituris Portugal Travel Awards 2022 estão a chegar e, por isso, os nomeados voltam a integrar esta edição, até porque a votação para eleger os vencedores termina já a 7 de outubro.

Até lá, ainda é possível votar nos 104 nomeados em 15 categorias que concorrem na edição deste ano e que serão conhecidos no dia 18 de outubro, a partir das 19h00, na Quinta da Pimenteira, em Lisboa. A votação está disponível aqui.

Nesta edição, publicamos ainda um dossier sobre animação turística, segmento que continua a encontrar vários constrangimentos e cuja recuperação ainda é tímida. Integrada neste trabalho, está também uma entrevista ao presidente da APECATE, associação que representa a animação turística, congressos e eventos, que se queixa dos parcos apoios destinados a este setor.

Além do Check-in, as opiniões desta edição são de Francisco Jaime Quesado (economista), Mafalda Almeida (professora do ISCE), António Paquete (economista) e Luiz S. Marques (investigador).

Boas leituras!

A versão completa desta edição é exclusiva para subscritores do Publituris. Pode comprar apenas esta edição ou efetuar uma assinatura do Publituris aqui obtendo o acesso imediato.

Para mais informações contacte: Carmo David | [email protected] | 215 825 43

Nota: Se já é subscritor do Publituris entre no site com o seu Login de assinante, dirija-se à secção Premium – Edição Digital e escolha a edição que deseja ler, abra o epaper com os dados de acesso indicados no final do resumo de cada edição.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.