Assine já
Emprego e Formação

Especialização em ‘Hospitality & Service Management’ da Nova SBE com candidaturas até 31 de maio

Esta área de especialização é uma oferta integrada no Mestrado de Gestão.

Publituris
Emprego e Formação

Especialização em ‘Hospitality & Service Management’ da Nova SBE com candidaturas até 31 de maio

Esta área de especialização é uma oferta integrada no Mestrado de Gestão.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Turismo do Centro e D. Dinis Business School abrem 2.ª edição do curso de Gestão de Turismo
Destinos
“Os três Covilhetes” vencem Olimpíadas do Turismo
Sem categoria
Algarve investe seis milhões na qualificação de jovens para o setor do turismo
Homepage
4.ª edição da Pós-graduação em Organização e Gestão de Eventos do ISCE avança em novembro
Homepage

O Westmont Institute of Tourism & Hospitality, fundado pela Nova SBE em colaboração com o Westmont Hospitality Group, encerra as suas candidaturas para a Área de Especialização em “Hospitality & Service Management” a 31 de maio.

A Especialização em “Hospitality & Service Management”, uma área integrada no Mestrado de Gestão da Nova SBE, oferece uma abordagem integrada e inovadora ao combinar conhecimento académico com uma forte ligação com a indústria e experiência prática, facultando aos alunos um conjunto de competências e de ferramentas necessárias para seguirem uma carreira ligada à gestão de serviços e customer experience em diferentes setores que não apenas o do Turismo e Hotelaria.

Dentro desta área de especialização, através das aulas, talks e webinars, lecionados e apresentados por professores e consultores internacionais em “Hospitality & Service Management”, por líderes nacionais e internacionais da indústria do turismo e hotelaria, bem como por executivos com conhecimento e prática em experiência do cliente em setores como a banca, saúde, entretenimento, tecnologia, desporto e retalho, os alunos irão desenvolver as competências necessárias para desenhar e providenciar experiências de serviço únicas, com o objetivo de criar um impacto emocional nos clientes.

Para aprender como incorporar os princípios de hospitalidade e da gestão de serviços nas operações e como criar e desenvolver novas ideias de serviços para melhorar a experiência do cliente, esta área de especialização tem como cursos Introduction to Hospitality Industry, Customer Experience & Service Excellence, Brand Management in Hospitality, Hospitality Operations. Revenue Management, International Events Management, Marketing Analytics e Hospitality & Service Trends.

Ao longo do programa, os alunos participarão em 2 bootcamps que os ajudarão a focarem-se e desenvolverem os seus projetos, 6 sessões de pitch para praticarem as suas competências de comunicação e mais de 20 horas de mentoria que lhes irão proporcionar uma compreensão profunda das metodologias e manter sua motivação alta. Cada desafio de pitch será um evento de networking apresentado por uma start-up parceira.

Paralelamente à Especialização em “Hospitality & Service Management”, o Westmont Institute of Tourism & Hospitality irá desenvolver cursos de formação de executivos, com parceiros nacionais e internacionais, bem como diversas iniciativas de partilha de conhecimento como conferências, debates, talks e outros encontros, com o propósito de promover no campus da Nova SBE um leque ainda mais diversificado de experiências de ensino nestas áreas.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Emprego e Formação

Turismo de Portugal financia com 6 milhões de euros programa “Formação + Próxima”

O Turismo de Portugal canaliza seis milhões de euros para o programa que tem por objetivo formar cerca de 75.000 pessoas no setor.

O Turismo de Portugal vai financiar com seis milhões de euros, ao longo de seis anos, o programa “Formação + Próxima”, para formação descentralizada no setor a cerca de 75 mil pessoas.

Na sessão que marcou o lançamento deste programa, no Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, em Amarante, Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, explicou que o instituto tem “12 escolas espalhadas por todo o território”, mas que tem “sentido ao longo destes anos que há muita necessidade de formação, não só inicial, mas também contínua, e principalmente formação para executivos em todo o território”.

“Além disso o que nos tem sido pedido é para darmos formação em turismo a outras entidades, nomeadamente municípios e CCDR [Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional], ou seja, entidades que não são 100% turismo, mas que precisam de ter formação”, salientou.

Este programa, que deverá começar no início de 2022, “funcionará em parceria estreita com os municípios para que tenha uma componente digital mas também do território”, explicou Luís Araújo, indicando que passa por multiplicar as escolas do Turismo de Portugal, “não com instalações próprias”, mas aproveitando outros espaços existentes, para “dar esta formação muito mais direcionada as necessidades daquela região específica”.

“A ideia é fazer parcerias com os municípios e, numa primeira fase, estamos a falar à volta de 36 municípios”, explicou, destacando que a “formação vai ser dada até a funcionários dos municípios para captar investimento, desenvolvimento do território e produto” entre outras áreas.

Luís Araújo acredita que este programa pode ajudar na resolução do problema de mão-de-obra no setor, mas avisou que é só uma componente entre várias. “Há uma parte demográfica, não temos pessoas”, salientou, chamando ainda a atenção para a “atratividade” do turismo, que deve ser promovida com “salários, benefícios, planos de carreira”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

Turismo de Portugal lança projeto Formação + Próxima

Formação + Próxima, um projeto desenvolvido pelas Escolas do Turismo de Portugal, é apresentado oficialmente hoje, em Amarante.

Publituris

Formação + Próxima, um projeto desenvolvido pelas Escolas do Turismo de Portugal, é apresentado oficialmente hoje, às 16h00, no Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, em Amarante. 

A sessão, que será transmitida em streaming no canal de YouTube do Turismo de Portugal, contará com a participação da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques. 

A medida, inscrita no Plano “Reativar o Turismo. Construir o Futuro”, visa capacitar, massivamente e de forma gratuita, os colaboradores do setor do turismo, em parceria com as autarquias, enquanto agentes mais próximos das realidades locais e mobilizadores da mudança estratégica que se pretende alcançar no território em que se inserem. 

Este projeto tem como objetivo descentralizar a formação do espaço físico das Escolas do Turismo de Portugal e adaptá-la às necessidades de cada autarquia, por todo o território nacional, à diversidade das empresas do setor e extensível a toda a cadeia de valor do turismo. 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

Empresas já podem inscrever-se para recrutar na Bolsa de Empregabilidade

Estão abertas as inscrições para as empresas interessadas em contratar na Bolsa de Empregabilidade que regressa em 2022 com a realização de feiras físicas em Lisboa e no Porto.

Publituris

Estão abertas as inscrições para as empresas interessadas em contratar na Bolsa de Empregabilidade que regressa em 2022 com a realização de duas feiras físicas em Lisboa (18 e 19 de março), e no Porto (6 de abril).

As empresas que se inscreverem para recrutar na feira de emprego de Lisboa até dia 10 de dezembro de 2021, têm a possibilidade de participar na feira do Porto sem custo adicional.

Com um novo mote – criar o maior hub de contratação no Turismo em Portugal, a iniciativa é do Fórum Turismo, e acontece há cinco anos em Lisboa, como um evento independente na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), na FIL. Em 2022, a feira de emprego da Bolsa de Empregabilidade vai rumar pela primeira vez também ao Porto, no Palácio da Bolsa.

Para além das feiras físicas, prevê-se o investimento na plataforma de contratação digital, que permite às empresas inscritas para contratar na Bolsa, disponibilizarem as suas vagas de emprego para o público, online, e durante todo o ano.

Em 2022, de acordo com António Marto, presidente do Fórum Turismo, “o objetivo é descentralizar o emprego e as oportunidades para mais pontos do país”.

A iniciativa visa colocar “cara a cara” os profissionais, estudantes e desempregados que procuram oportunidades no Turismo, com os representantes de recursos humanos das empresas que disponibilizam estas vagas de trabalho.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

Turismo de Portugal ganha novamente presidência da AEHT

Ana Paula Pais, diretora coordenadora do Departamento de Formação do Turismo de Portugal, assume um segundo mandato à frente da Associação Europeia de Escolas de Hotelaria e Turismo

Publituris

Ana Paula Pais, diretora coordenadora do Departamento de Formação do Turismo de Portugal, assume um segundo mandato de quatro anos na presidência da Associação Europeia de Escolas de Hotelaria e Turismo – AEHT.

Ao comentar esta reeileição, a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques considera que, para além de Portugal ser considerado o melhor destino turístico, “queremos também ser uma referência em termos de formação em turismo, aspeto fundamental para o futuro do setor e para a valorização das profissões nesta atividade”.

A eleição decorreu durante o congresso anual da AEHT que teve lugar em Tallin (Estónia), no início do mês de novembro, e reuniu cerca de 500 participantes de toda a Europa, entre alunos, professores e diretores de escolas.

Neste encontro europeu, também as Escolas do Turismo de Portugal foram premiadas num conjunto de competições nas quais os alunos de vários países tiveram a oportunidade de mostrar as suas competências nas áreas de Cozinha, Pastelaria, Empreendedorismo, Serviço de Vinhos e Serviço de Restaurante,

Os 12 alunos das Escolas do Turismo de Portugal – selecionados mediante competições nacionais que lhes permitiram representar o país neste evento – distinguiram-se com um total de seis medalhas, sendo três de ouro, uma de prata e duas de bronze.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

Turismo de Portugal lança Programa “Upgrade 2.0”

Depois de na primeira edição ter realizado 449 ações de formação para um total de 32.393 participantes, o “Upgrade 2.0” pretende capacitar os percursos formativos na Transformação Digital e Sustentabilidade.

Publituris

Foi no final do 32.º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), que a secretária de Estado do Turismo (SET), Rita Marques, anunciou o lançamento, por parte do Turismo de Portugal, do Programa “Upgrade 2.0”, numa versão melhorada desta formação gratuita dirigida aos profissionais do setor.

Com sessões a partir do dia 15 de novembro na Academia Digital, esta iniciativa, operacionaliza mais uma das medidas previstas no “Plano Reativar o Turismo | Construir o Futuro”, referindo a SET que “esta é mais uma aposta do Turismo de Portugal na capacitação dos profissionais do setor, com o objetivo de contribuir para que os colaboradores das micro e pequenas empresas, empresários em nome individual, empreendedores e gestores do turismo, adquiram novos conhecimentos e desenvolvam competências que lhes permitam estruturar os negócios com novas propostas de valor, mais sustentáveis e capazes de responder às exigências futuras da indústria turística.”

Nesta nova edição, o Programa “Upgrade 2.0” apresenta um formato revisto e ainda mais direcionado: para além de ser mais curto, o número de MasterClass e Webinars foi reforçado e focam-se em temáticas específicas ajustadas às necessidades dos participantes. Paralelamente, disponibiliza um Programa de Mentoria para apoiar os profissionais na sustentabilidade do negócio.

O Programa está estruturado em dois percursos formativos, que se complementam, dedicados à Transformação Digital e à Sustentabilidade e que podem ser realizados em simultâneo, em paralelo ou parcialmente, à medida da disponibilidade e interesse de cada profissional, com uma estrutura flexível que se ajusta às necessidades dos participantes.

O objetivo é partilhar conhecimentos que lhes permitam alavancar a sua transformação digital, alicerçada no modelo de negócio de cada empresa, e definir caminhos de sustentabilidade que adicionem valor às pessoas e aos territórios onde estão integradas, reforçando o papel de liderança do setor do turismo na dinâmica da economia local e nacional, na preservação e regeneração dos recursos e na criação de modelos de trabalho mais justos e inclusivos.

De referir ainda que o percurso de capacitação digital tem a duração de 60 horas de formação e pretende contribuir para a melhoria das competências digitais dos profissionais do setor, desde as competências essenciais de literacia digital até às competências mais exigentes do Marketing Digital, que potenciem uma transformação digital intrínseca e geradora de valor para os negócios e para as pessoas.

Já o Upgrade Sustentabilidade totaliza 45 horas formativas, com vista a contribuir para a criação de uma cultura de valor e de inovação sustentável, através da integração de boas-práticas de sustentabilidade nos seus três pilares – ambiental, económica e social – numa abordagem 360º, nomeadamente, práticas que promovam o consumo eficiente de água e de energia.

Recorde-se que a primeira edição do Programa Upgrade decorreu entre dezembro de 2020 e junho 2021, com a realização de 449 ações de formação para um total de 32.393 participantes.

Este Programa “Upgrade 2.0” decorre na Academia Digital do Turismo de Portugal, em regime live training, recebendo os participantes, no final da formação, um Certificado de Formação Profissional atribuído pelo Turismo de Portugal e pelo Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa (SIGO).

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

NOVA SBE INAUGURA WESTMONT HOSPITALITY HALL

Com este novo espaço, a Nova SBE está agora preparada para desenvolver e promover uma educação de gestão avançada e de excelência em hospitalidade e turismo, assente nos valores da sustentabilidade e inovação.

Publituris

Criar e preparar os líderes e empreendedores de amanhã nas áreas de hospitalidade e turismo. Este é o objetivo do Westmont Institute of Tourism & Hospitality (WiTH) fundado pela Nova SBE em parceria com o Westmont Hospitality Group.

A inauguração decorre esta segunda-feira, 25, no campus de Carcavelos, com a presença do presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do Príncipe Amyn Aga Khan.

Com este novo espaço, a Nova SBE está agora preparada para acolher o ecossistema de professores, alunos, investigadores e parceiros focados em desenvolver e promover uma educação de gestão avançada e de excelência em hospitalidade, turismo e todas as indústrias orientadas para o serviço, assente nos valores da sustentabilidade e inovação.

“No futuro, digital e tecnologia serão fundamentais, sim, mas mais do que isso teremos que saber cuidar do consumidor, elevar os padrões de serviço, criar experiências únicas com impacto emocional nos nossos clientes. Será um fator de sucesso decisivo”, refere Daniel Traça, Dean da Nova SBE, reforçando que “a parceria com o Westmont Hospitality Group e agora a inauguração do Westmont Hospitality Hall, permite trazer para a Nova SBE, de forma inovadora, todas as competências e recursos da indústria hoteleira para que possamos aprofundá-las, desenvolver inovação e levá-las a outras áreas: retalho, banca, saúde, entre outras.”

Entre o leque de projetos e ofertas já disponibilizadas pelo instituto, existe uma Área de Especialização no Mestrado em Gestão, dedicada à hospitalidade e gestão de serviços, mas também estão disponíveis cursos de formação de executivos pensados para preparar os participantes para liderar a recuperação e transformação dos negócios num contexto atual de disrupção, com foco na experiência do cliente, na inovação e na sustentabilidade, alicerçada pela cultura e mentalidade da Hospitality.

Complementarmente, o WiTH pretende afirmar-se como espaço de reflexão neste domínio, promovendo diversas iniciativas como conferências, debates, talks e encontros informais, potenciando a ligação dos alunos com o mundo empresarial e o desenvolvimento de projetos concretos. O Westmont Hospitality Hall ganha agora protagonismo assumindo-se como o palco privilegiado para receber estes eventos, um espaço aberto à comunidade e onde os alunos terão um papel importante na sua dinamização.

Este novo espaço, para além de estar  disponível para os estudantes desenvolverem os seus projetos, representa uma nova centralidade no campus de Carcavelos e o local ideal para co-construir com as empresas novas soluções de melhoria da experiência dos seus clientes.

Sendo um projeto vocacionado para criar um futuro melhor, o WiTH está neste momento a desenvolver com o Nova SBE Data Science Knowledge Center um ambicioso projeto de criação de uma plataforma de dados e de conhecimento que possa melhorar de forma significativa o contexto de tomada de decisão de projetos de desenvolvimento turístico em África, numa ótica de sustentabilidade, criando condições para fazer do turismo um veículo de criação de riqueza na região e de geração de novas oportunidades de emprego.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

Conheça os vencedores dos Hospitality Education Awards 2021

A iniciativa anual organizada pela Associação Fórum Turismo decorreu no Dia Mundial do Turismo.

Publituris

Foram conhecidos, esta segunda-feira, Dia Mundial do Turismo, os vencedores dos Hospitality Education Awards 2021.

Iniciativa anual organizada pela Associação Fórum Turismo, em parceria com o Turismo de Portugal, I.P, a Organização Mundial de Turismo (OMT), a Associação Nacional de Escolas Profissionais (ANESPO), o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), e a Rede de Instituições Públicas do Ensino Superior com Cursos na área do Turismo (RIPTUR), os prémios visam distinguir a formação turística e estimular a melhoria da qualidade formativa através do reconhecimento dos seus melhores intervenientes. 

No total, foram sete as categorias premiadas, tendo existido um reconhecimento especial à categoria de Melhor Stakeholder (categoria não ativada nesta edição), que distinguiu os desafios extraordinários encarados pelos mesmos no último ano.

A Melhor Carreira Jovem, uma categoria introduzida nos prémios desta edição, destacou-se face às restantes por ser a primeira categoria dos prémios a ter a sua vencedora votada pelo público. No total, foram recebidas mais de 4000 votações do público para esta nova categoria.

O encerramento da cerimónia foi feito pela secretária de Estado do Turismo,  Rita Marques, que deixou o desafio: “Portugal pode ajudar outros destinos a serem os melhores destinos turísticos do mundo, capacitando, formando e reforçando competências pelo mundo fora.”

Fique a conhecer os vencedores dos Hospitality Education Awards 2021:

Melhor Projeto Educacional – Clube de Ciência Viva, Escola de Hotelaria e Turismo de Vila Real de Santo António

Melhor Projeto de Inovação – Rota Carmelita, INSIGNARE – Escola de Hotelaria de Fátima

Melhor Carreira de Docente no Ensino Superior – Eunice Ferreira Ramos Lopes, Instituto Politécnico de Tomar

Melhor Carreira de Docente no Ensino Profissional – Marta Sotto-Mayor, Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa

Melhor Carreira Jovem (nova categoria) – Daniela Silvestre, Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão

Melhor Professor/Formador no Digital (nova categoria) – Abílio de Jesus Nascimento Guerreiro, Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve

Prémio Fórum Turismo – Aurora Farinha

O evento realizou-se presencialmente, no Auditório da Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril e contou com um Welcome Drink, um espetáculo de video mapping realizado pela Vortice Dance Company e a entrega dos prémios.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

Lusófona e DHM premeiam melhor docente investigador em Turismo

Esta distinção surge com o intuito de reconhecer o trabalho dos docentes que mais se destacaram em cada ano académico.

Publituris

A Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias e a DHM  – Discovery Hotel Management atribuiram o Prémio Melhor Docente Investigador em Turismo da Universidade Lusófona 2020-2021, ao Professor Doutor Álvaro Lopes Dias, pela “relevância da sua investigação em turismo, bem como pela competência pedagógica e dedicação
aos estudantes”.

Esta distinção surge com o intuito de reconhecer o trabalho dos docentes que mais se destacaram em cada ano académico, tanto na vertente de investigação como na formação aplicada proporcionada aos seus estudantes.

Álvaro Lopes Dias é professor no Departamento de Turismo na Universidade Lusófona e no ISCTE-IUL, Lisboa, Portugal. O docente conta com dois doutoramentos, um em Gestão e Marketing e outro em Turismo, Pós-doutoramento em Gestão, Mestrado em Estratégia, e MBA em Negócios Internacionais; e mais de 26 anos de experiência de ensino. Teve vários cargos de visita em diferentes países e instituições, incluindo Brasil, Angola, Espanha, Arábia Saudita, Polónia e Finlândia. Já publicou 22 livros e produziu uma extensa pesquisa no campo do Turismo e da Gestão. O seu trabalho tem sido publicado no Current Issues in Tourism, J. Sustainable Tourism, J. Brand Management ou Business Process Management Journal.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Emprego e Formação

Bolsa de Empregabilidade do Fórum Turismo estreia-se no Brasil

A décima edição do BTM – Brazil Travel Market – acontece nos dias 22 e 23 de outubro de 2021 em Fortaleza.

Publituris

A Bolsa de Empregabilidade, feira de emprego no Turismo em Portugal, organizada e promovida pela Associação Fórum Turismo desde 2016, estreia a sua primeira edição no mercado internacional durante o Brazil Travel Market (BTM), em Fortaleza.

Este ano, a Associação Fórum Turismo aliou-se ao BTM e avançam com a criação de uma feira de emprego para auxiliar os profissionais do setor do Brasil na procura de oportunidades de emprego. Em Portugal, a feira de emprego que até à data sempre foi organizada dentro da Bolsa de Turismo de Lisboa, já conta com quatro edições realizadas, onde estiveram presentes mais de 180 empresas participantes e foram trocadas mais de 20.000 ofertas de trabalho.

“Quando criámos em 2016 a Bolsa de Empregabilidade, o nosso principal objetivo era o de oferecer o maior número de oportunidades de trabalho e de uma forma bastante acessível a todos os que procuravam uma carreira no Turismo. Vermos este projeto a crescer ano após ano em Portugal e a despertar o interesse de outros países na sua organização é um grande orgulho para nós. Pela primeira vez, iremos fazer uma Feira de Turismo no Brasil e acreditamos que não ficará por aqu,i” afirma António Marto, Presidente do Fórum Turismo.

O BTM é um evento que tem como principal objetivo reunir e promover a integração do setor de viagens e turismo, ao mesmo tempo que oferece novos produtos ao mercado. O evento é organizado pela BBC Eventos, que estreou a feira em 2010 com 60 expositores e 200 agentes e operadores de viagens visitantes, e na sua 9ª e última edição, em 2019, contou com a presença de 4.000 profissionais do turismo e 240 stands, tornando-se um dos maiores eventos B2B de turismo realizado no Brasil.

Por sua vez, seguindo o modelo aplicado em Portugal, a feira de emprego a realizar no BTM, terá 10 stands compostos por empresas de turismo, nacionais e internacionais, de diferentes áreas do setor. Os profissionais interessados nas vagas disponíveis pelas empresas participantes, poderão realizar as suas candidaturas espontâneas no local, diretamente com os diretores ou responsáveis de recursos humanos que estarão a representar as empresas durante os dois dias de evento.

A décima edição do BTM – Brazil Travel Market – acontece nos dias 22 e 23 de outubro de 2021 em Fortaleza (CE), no Centro de Eventos do Ceará.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Homepage

Escola de Turismo da Madeira abre inscrições para curso de Guias de Montanha

O objetivo do curso é formar e certificar profissionais na área de Informação Turística.

Publituris

A Escola Profissional de Hotelaria e Turismo da Madeira tem inscrições abertas para o Curso de Guias de Montanha 2021-2022, até ao dia 30 de setembro.

O objetivo do curso é formar e certificar profissionais na área de Informação Turística e desta feita proporcionar aos alunos acesso a uma atividade profissional em forte crescimento na Ilha da Madeira.

A duração do curso será de nove meses (840 horas) a decorrer em regime pós-laboral, de segunda a sexta-feira, das 19h às 23h e contará com seis Saídas de Campo, ao sábado. O curso inclui itinerários e circuitos pedestres.

O seu caráter interdisciplinar baseia-se em três vertentes: a Sociocultural, com ênfase nas disciplinas de Português (60h), Relações-Públicas e Humanas (60h) e dois idiomas estrangeiros, Inglês e Alemão/Francês (120h cada). A vertente Científica, com base nas disciplinas de Geografia e Orientação (90h) e História Económica e Social da Madeira (60h). E a vertente Tecnológica, com enfoque nas disciplinas de Fauna e Flora Terrestre da Madeira (120h), Primeiros Socorros (90h) e Itinerários e Circuitos Turísticos da Madeira (120h).

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Toda a informação sobre o sector do turismo, à distância de um clique.

Assine agora a newsletter e receba diariamente as principais notícias do Turismo. É gratuito e não demora mais do que 15 segundos.

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.