Assine já
Edição Digital

Edição Digital: Entrevista a Taleb Rifai, 1 ano de pandemia, Costa Cruzeiros e ‘Health&Wellness’

Na segunda edição de março, o ex-Secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Taleb Rifai, volta a falar ao Publituris. Se em 2017, as preocupações eram o Brexit, o terrorismo e a entrada de Trump na Casa Branca, em 2021, a preocupação é uma única: como recuperar da crise da COVID-19. A resposta aparece na forma da sustentabilidade e digitalização, além da adaptação a uma nova realidade e um novo consumidor. Certo é que, tal como diz o título: “As pessoas não voltarão a viajar simplesmente porque os governos dizem ‘agora pode viajar’“.

Um ano e um dia depois de Portugal ter entrado no 1.º confinamento e o turismo ter congelado, fazemos um balanço ao que foi este primeiro ano de “confinamento”. Apesar da indústria ansiar pela retoma, 2021 será (ainda) um ano com movimentos tímidos e só em 2022 o setor turístico nacional perspetiva alguma retoma. Os resultados de 2019 são, para já, uma lembrança boa que só deverão voltar a acontecer dentro de quatro ou cinco anos.

Do lado das associações turísticas, com as mudanças ditadas pela pandemia da COVID-19, o número de associados subiu, assim como os pedidos de apoio. Sinal dos tempos difíceis que o setor vive é também o facto destas associações, cada vez mais, assumirem o papel de porta-vozes dos anseios e necessidades do setor.

Na edição que marca o 53.º aniversário do Publituris, apresentamos o Conselho Editorial, composto por 16 personalidades da indústria, bem como o 1.º “Check-in”, uma espécie de barómetro e voz ativa relativamente a alguns dos temas mais importantes da atualidade.

O mapa desta edição mostra, novamente, oito países onde a aposta reside, claramente, em acordos, certificados e oferta de vacinas para retomar viagens.

Para muitos, a retoma tão esperada para a indústria do turismo em Portugal deverá ser acompanhada por uma forte campanha de comunicação e promoção nos quatros cantos do mundo. Leia o que cinco profissionais do mercado do marketing e publicidade têm a dizer para perceber como, onde, quando e para quem essa campanha deverá ser dirigida.

Entrevistada para esta edição, foi, também, Maria Inês Amaral. A fundadora e CEO da Associação de Turismo Português para o Médio Oriente (ATPMO), criada em setembro de 2020, em plena pandemia, pretende colocar Portugal no mapa de destinos dos turistas árabes e explica como Portugal deve ser “vendido” nos países do Golfo Pérsico.

Este último ano provocou, igualmente, alterações na forma como se viaja e no que se procura durante uma viagem. Especialistas apontam que os turistas vão dar prioridade à saúde, seja física como mental. Conheça, nesta edição, a oferta e os desafios.

A propósito do lançamento do ‘Produto Ibérico’, que vai estar disponível este verão em três navios da Costa Cruzeiros, Luigi Stefanelli, diretor-geral para Espanha e Portugal da companhia italiana, falou ao Publituris das mudanças que a COVID-19 está a provocar na indústria dos cruzeiros e das perspetivas de retoma.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Carlos Torres (Jurista, professor da ESHTE), Luiz S. Marques (“Dreams” – Universidade Lusófona), Jorge Aníbal Catarino (ISCTE Executive Education), Joana Alegria Quintela (Universidade Portucalense), Armando Calvão Rocha (Great Hotels of the World) e Carlos Coelho (ivity brand corp e Associação Portugal Genial).

Victor Jorge
Edição Digital

Edição Digital: Entrevista a Taleb Rifai, 1 ano de pandemia, Costa Cruzeiros e ‘Health&Wellness’

Na segunda edição de março, o ex-Secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Taleb Rifai, volta a falar ao Publituris. Se em 2017, as preocupações eram o Brexit, o terrorismo e a entrada de Trump na Casa Branca, em 2021, a preocupação é uma única: como recuperar da crise da COVID-19. A resposta aparece na forma da sustentabilidade e digitalização, além da adaptação a uma nova realidade e um novo consumidor. Certo é que, tal como diz o título: “As pessoas não voltarão a viajar simplesmente porque os governos dizem ‘agora pode viajar’“.

Um ano e um dia depois de Portugal ter entrado no 1.º confinamento e o turismo ter congelado, fazemos um balanço ao que foi este primeiro ano de “confinamento”. Apesar da indústria ansiar pela retoma, 2021 será (ainda) um ano com movimentos tímidos e só em 2022 o setor turístico nacional perspetiva alguma retoma. Os resultados de 2019 são, para já, uma lembrança boa que só deverão voltar a acontecer dentro de quatro ou cinco anos.

Do lado das associações turísticas, com as mudanças ditadas pela pandemia da COVID-19, o número de associados subiu, assim como os pedidos de apoio. Sinal dos tempos difíceis que o setor vive é também o facto destas associações, cada vez mais, assumirem o papel de porta-vozes dos anseios e necessidades do setor.

Na edição que marca o 53.º aniversário do Publituris, apresentamos o Conselho Editorial, composto por 16 personalidades da indústria, bem como o 1.º “Check-in”, uma espécie de barómetro e voz ativa relativamente a alguns dos temas mais importantes da atualidade.

O mapa desta edição mostra, novamente, oito países onde a aposta reside, claramente, em acordos, certificados e oferta de vacinas para retomar viagens.

Para muitos, a retoma tão esperada para a indústria do turismo em Portugal deverá ser acompanhada por uma forte campanha de comunicação e promoção nos quatros cantos do mundo. Leia o que cinco profissionais do mercado do marketing e publicidade têm a dizer para perceber como, onde, quando e para quem essa campanha deverá ser dirigida.

Entrevistada para esta edição, foi, também, Maria Inês Amaral. A fundadora e CEO da Associação de Turismo Português para o Médio Oriente (ATPMO), criada em setembro de 2020, em plena pandemia, pretende colocar Portugal no mapa de destinos dos turistas árabes e explica como Portugal deve ser “vendido” nos países do Golfo Pérsico.

Este último ano provocou, igualmente, alterações na forma como se viaja e no que se procura durante uma viagem. Especialistas apontam que os turistas vão dar prioridade à saúde, seja física como mental. Conheça, nesta edição, a oferta e os desafios.

A propósito do lançamento do ‘Produto Ibérico’, que vai estar disponível este verão em três navios da Costa Cruzeiros, Luigi Stefanelli, diretor-geral para Espanha e Portugal da companhia italiana, falou ao Publituris das mudanças que a COVID-19 está a provocar na indústria dos cruzeiros e das perspetivas de retoma.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Carlos Torres (Jurista, professor da ESHTE), Luiz S. Marques (“Dreams” – Universidade Lusófona), Jorge Aníbal Catarino (ISCTE Executive Education), Joana Alegria Quintela (Universidade Portucalense), Armando Calvão Rocha (Great Hotels of the World) e Carlos Coelho (ivity brand corp e Associação Portugal Genial).

Victor Jorge
Sobre o autor
Victor Jorge
Artigos relacionados
Nova edição: Entrevista a Taleb Rifai, 1 ano de pandemia, Costa Cruzeiros e ‘Health&Wellness’
Homepage
Edição digital: Aposta da Lufthansa em Portugal, Costa Cruzeiros e Algarve
Edição Digital
Edição digital: Campanha de Portugal, Formação em Turismo e Gerês
Edição Digital
Edição digital: João Fernandes, Parques Temáticos e ZERO Hotels
Edição Digital

Na segunda edição de março, o ex-Secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Taleb Rifai, volta a falar ao Publituris. Se em 2017, as preocupações eram o Brexit, o terrorismo e a entrada de Trump na Casa Branca, em 2021, a preocupação é uma única: como recuperar da crise da COVID-19. A resposta aparece na forma da sustentabilidade e digitalização, além da adaptação a uma nova realidade e um novo consumidor. Certo é que, tal como diz o título: “As pessoas não voltarão a viajar simplesmente porque os governos dizem ‘agora pode viajar’“.

Um ano e um dia depois de Portugal ter entrado no 1.º confinamento e o turismo ter congelado, fazemos um balanço ao que foi este primeiro ano de “confinamento”. Apesar da indústria ansiar pela retoma, 2021 será (ainda) um ano com movimentos tímidos e só em 2022 o setor turístico nacional perspetiva alguma retoma. Os resultados de 2019 são, para já, uma lembrança boa que só deverão voltar a acontecer dentro de quatro ou cinco anos.

Do lado das associações turísticas, com as mudanças ditadas pela pandemia da COVID-19, o número de associados subiu, assim como os pedidos de apoio. Sinal dos tempos difíceis que o setor vive é também o facto destas associações, cada vez mais, assumirem o papel de porta-vozes dos anseios e necessidades do setor.

Na edição que marca o 53.º aniversário do Publituris, apresentamos o Conselho Editorial, composto por 16 personalidades da indústria, bem como o 1.º “Check-in”, uma espécie de barómetro e voz ativa relativamente a alguns dos temas mais importantes da atualidade.

O mapa desta edição mostra, novamente, oito países onde a aposta reside, claramente, em acordos, certificados e oferta de vacinas para retomar viagens.

Para muitos, a retoma tão esperada para a indústria do turismo em Portugal deverá ser acompanhada por uma forte campanha de comunicação e promoção nos quatros cantos do mundo. Leia o que cinco profissionais do mercado do marketing e publicidade têm a dizer para perceber como, onde, quando e para quem essa campanha deverá ser dirigida.

Entrevistada para esta edição, foi, também, Maria Inês Amaral. A fundadora e CEO da Associação de Turismo Português para o Médio Oriente (ATPMO), criada em setembro de 2020, em plena pandemia, pretende colocar Portugal no mapa de destinos dos turistas árabes e explica como Portugal deve ser “vendido” nos países do Golfo Pérsico.

Este último ano provocou, igualmente, alterações na forma como se viaja e no que se procura durante uma viagem. Especialistas apontam que os turistas vão dar prioridade à saúde, seja física como mental. Conheça, nesta edição, a oferta e os desafios.

A propósito do lançamento do ‘Produto Ibérico’, que vai estar disponível este verão em três navios da Costa Cruzeiros, Luigi Stefanelli, diretor-geral para Espanha e Portugal da companhia italiana, falou ao Publituris das mudanças que a COVID-19 está a provocar na indústria dos cruzeiros e das perspetivas de retoma.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Carlos Torres (Jurista, professor da ESHTE), Luiz S. Marques (“Dreams” – Universidade Lusófona), Jorge Aníbal Catarino (ISCTE Executive Education), Joana Alegria Quintela (Universidade Portucalense), Armando Calvão Rocha (Great Hotels of the World) e Carlos Coelho (ivity brand corp e Associação Portugal Genial).

Leia a edição aqui.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Artigos relacionados
Edição Digital

Edição Digital: Azul, Geoparque Algarvensis e Lisboa

A segunda edição de outubro do Publituris faz capa com a Azul – Linhas Aéreas Brasileiras, que já está a sentir um forte aumento na procura por viagens entre Portugal e o Brasil, na sequência da reabertura das fronteiras entre os dois países. Em resposta, a companhia prepara-se para retomar os voos diários para Lisboa já em dezembro.

Publituris

A nova edição do Publituris, a segunda do mês de outubro, faz capa com a Azul – Linhas Aéreas Brasileiras, que se prepara para retomar os voos diários entre Lisboa e São Paulo-Campinas já em dezembro. Ao Publituris, Giuliano Ponzio, gerente comercial regional da Azul para a Europa, revela que a companhia aérea, que disponibiliza atualmente quatro ligações entre os dois lados do Atlântico, está a sentir um forte aumento da procura na sequência da reabertura de fronteiras entre Portugal e o Brasil, e quer recuperar rapidamente a oferta que tinha antes da pandemia na capital portuguesa.

Nesta edição, publicamos também um dossier sobre Lisboa. Como está a recuperar a atividade turística na capital apesar do impacto da pandemia, qual é o cenário nas diferentes atividades, assim como as perspetivas para o futuro e as novidades que estão a chegar à oferta lisboeta, são alguns dos temas que exploramos e que pode conhecer neste trabalho.

Saiba também quais são as expetativas da distribuição e da aviação para quando a pandemia estiver ultrapassada. Em véspera do seminário luso-brasileiro, organizado pela Airmet, para debater os desafios pós-COVID, o Publituris quis saber, junto de alguns participantes, como olham para o futuro dos setores da distribuição e da aviação dos dois lados do Atlântico.

Este fim-de-semana, termina a 4.ª edição do Portugal Air Summit. Ao longo de cinco dias, este evento reúne a indústria da aviação em Ponte de Sor, o, num certame que tem também vantagens para a promoção económica e turística.

Conheça também o Geoparque Algarvensis Loulé-Silves-Albufeira, que é candidato a Geoparque Mundial da UNESCO e que conta 350 milhões de anos de história da região algarvia. Criar maior coesão territorial e contribuir para tornar o Algarve num destino ao longo de todo o ano, são alguns dos objetivos do novo geoparque.

Os artigos de opinião nesta edição são assinados por Pedro Machado (presidente da Turismo Centro de Portugal), Mariana Calaça Baptista (Centro de Portugal Film Comission) e Luiz S. Marques (investigador do Dreams, Universidade Lusófona).

Leia a edição aqui.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Edição Digital

Edição digital: Antonoaldo Neves, Turismo Industrial e Turismo Espacial

A primeira edição deste mês de outubro do Publituris faz capa com uma entrevista a Antonoaldo Neves, ex-presidente da TAP e agora CEO da P2Travel, que explica como funciona a plataforma de venda de viagens que apelida “Shopify” das viagens.

A primeira edição deste mês de outubro do Publituris faz capa com uma entrevista a Antonoaldo Neves, ex-presidente da TAP e agora CEO da P2D Travel, que explica como funciona a plataforma de venda de viagens que apelida “Shopify” das viagens. Na conversa com o gestor foi inevitável abordar temas como a TAP e o aeroporto de Lisboa. Se no primeiro caso afirma que “a TAP estava destinada a crescer”, relativamente ao (novo) aeroporto, “discuti-lo sem primeiro resolver o problema da Portela, é uma perda de tempo”, considera Antonoaldo Neves.

Nesta edição publicamos também um dossier sobre o Turismo Industrial em Portugal. Experiências diferenciadoras e autênticas, proximidade às comunidades locais e dispersão dos fluxos turísticos por todo o território são algumas das características do Turismo Industrial que fazem deste um produto turístico que pode responder às novas tendências da procura no pós-pandemia.

A Les Roches Marbella voltou a ser palco, entre 22 e 24 de setembro, do debate sobre o turismo espacial e subaquático e o Publituris esteve lá. Estes são dois produtos que passaram de promessa a realidade em apenas dois anos e que prometem revolucionar o futuro do turismo. Leia a reportagem.

No fórum “A World for Travel”, que aconteceu em Évora em meados de setembro, a sustentabilidade foi a palavra principal do vocabulário que se ouviu. Após dois dias de debate, análises, opiniões, conversas, a conclusão é simples: “é preciso ação”. E esta não poderá estar limitada a uma região, destino ou país, mas desenvolver-se de forma abrangente e em colaboração.

Aproveitámos para entrevistar a diretora da Organização Mundial de Turismo para a Europa, Alessandra Priante, que admite que, no que toca à sustentabilidade, há que partir, definitivamente, para a ação.

Pode ler ainda uma entrevista a Eduardo Santander, diretor-executivo da European Travel Commission (ETC), que defende que o turismo precisa de ser desafiado por outras indústrias.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Vítor Neto (ex-secretário de Estado do Turismo) e Amaro F. Correia (Atlântico Business School). Foi ainda publicado o Observatório por António Paquete.

Leia a edição aqui.

Sobre o autorRaquel Relvas Neto

Raquel Relvas Neto

Mais artigos
Edição Digital

Edição digital: Turismo nas Eleições Autárquicas, Norwegian Cruise Line e Kleya

Esta edição do Publituris dá continuidade ao Especial sobre as eleições autárquicas. Lisboa e Porto são os visados desta edição. O Publituris viajou, também da Norwegian Cruise Line (NCL) e falou com Vasco Rosa da Silva, founder e CEO da Kleya. Além disso, trazemos a diversidade da oferta turística da região Centro e muitas opiniões. Leia, vai ver que valerá a pena.

Publituris

Esta edição do Publituris dá continuidade ao Especial sobre as eleições autárquicas e as propostas para o turismo que os candidatos de alguns dos principais destinos turísticos do país têm exatamente para o turismo. Os municípios de Lisboa e Porto são os visados desta edição.

Leia também a reportagem da jornalista Inês de Matos que aceitou o convite da Norwegian Cruise Line (NCL) para viajar no primeiro cruzeiro para vacinados da companhia de cruzeiros norte-americana. O Norwegian Epic é um dos navios que marcaram o grande regresso da companhia de cruzeiros norte-americana ao Mediterrâneo. O regresso da NCL tem como base um programa de saúde e segurança, denominado SailSAFE, com base nas recomendações de um painel de especialistas, e assenta em três pilares: segurança para tripulantes e passageiros, segurança a bordo e segurança em terra.

O investimento estrangeiro no imobiliário em Portugal não foi afetado pela pandemia, apenas foi colocado em espera o avanço de alguns projetos. Vasco Rosa da Silva, founder e CEO da Kleya, que apresenta soluções integradas para investidores, empresários, trabalhadores realocados, reformados e estudantes que desejem investir no país, considera que os fatores estruturais que fazem de Portugal um país atrativo mantiveram-se e a pandemia pode até ser uma boa oportunidade para o destino nesta área.

A diversidade da oferta turística da região Centro tornou-a num dos destinos de férias preferidos dos portugueses (e não só) este ano. Pedro Machado, presidente da ERT do Centro de Portugal, faz um balanço deste verão e fala sobre as iniciativas que vão ser promovidas. Também Dalila Dias, coordenadora das Aldeias Históricas de Portugal, faz um balanço “extremamente positivo” deste verão nas 12 aldeias que constituem a rede.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Ana Jacinto (secretária-geral da Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal – AHRESP), Nuno Ribeiro (Ubiwhere), Luiz S. Marques (Universidade Lusófona). Foi ainda publicado o Observatório por António Paquete.

Leia a edição aqui.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Edição Digital

Edição digital: Turismo nas eleições autárquicas, ‘A World for Travel’ e Enoturismo

O Publituris assinala a ‘rentrée’ com um Especial sobre as eleições autárquicas e as propostas para o turismo que os candidatos de alguns dos principais destinos turísticos do país têm exatamente para o turismo. Os municípios de Albufeira e Funchal são os primeiros visados deste especial que tem continuidade na próxima edição do Publituris.

Évora recebe, a 16 e 17 de setembro, o fórum ‘A World for Travel’, que vai reunir  a indústria do turismo e setor público e privado, na criação de uma plataforma comum que visa contribuir para a transformação do Turismo numa atividade mais sustentável e responsável. A realização do evento serve de mote à entrevista ao secretário-geral do ‘A World for Travel’, Christian Delom, que fala sobre o futuro das viagens e do turismo.

Numa altura em que a recuperação do turismo é uma das prioridades, quisemos saber que papel pode ter o enoturismo nesta tarefa. As atividades predominantemente ao ar livre e em territórios de baixa densidade são caraterísticas que sustentam o optimismo dos ‘players’ do setor nessa função. Conheça ainda algumas novidades enoturísticas de norte a sul do país.

Com a melhoria da situação pandémica, a Air Canada retomou, em julho, as ligações aéreas entre Toronto, Montreal e Lisboa, e conta regressar ao Porto “assim que as condições o permitirem”. Leia as previsões da Acount Manager da Air Canada em Portugal, Raquel Serra Pinto, na seção de Transportes.

Será o Brexit uma oportunidade para o turismo de compras? Leia o artigo na seção de destinos, nos quais vários especialistas  partilham as suas expetativas. As opiniões convergem numa conclusão unânime: é uma oportunidade para o país.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Nuno Abranja (ISCE); Andrea Santos, Gilda Mendes e Filipe Trindade, coordenadores da Pós-Graduação em Organização de Eventos do ISAG – European Business School; e António Paquete.

Publituris

O Publituris assinala a ‘rentrée’ com um Especial sobre as eleições autárquicas e as propostas para o turismo que os candidatos de alguns dos principais destinos turísticos do país têm exatamente para o turismo. Os municípios de Albufeira e Funchal são os primeiros visados deste especial que tem continuidade na próxima edição do Publituris.

Évora recebe, a 16 e 17 de setembro, o fórum ‘A World for Travel’, que vai reunir  a indústria do turismo e setor público e privado, na criação de uma plataforma comum que visa contribuir para a transformação do Turismo numa atividade mais sustentável e responsável. A realização do evento serve de mote à entrevista ao secretário-geral do ‘A World for Travel’, Christian Delom, que fala sobre o futuro das viagens e do turismo.

Numa altura em que a recuperação do turismo é uma das prioridades, quisemos saber que papel pode ter o enoturismo nesta tarefa. As atividades predominantemente ao ar livre e em territórios de baixa densidade são caraterísticas que sustentam o optimismo dos ‘players’ do setor nessa função. Conheça ainda algumas novidades enoturísticas de norte a sul do país.

Com a melhoria da situação pandémica, a Air Canada retomou, em julho, as ligações aéreas entre Toronto, Montreal e Lisboa, e conta regressar ao Porto “assim que as condições o permitirem”. Leia as previsões da Acount Manager da Air Canada em Portugal, Raquel Serra Pinto, na seção de Transportes.

Será o Brexit uma oportunidade para o turismo de compras? Leia o artigo na seção de destinos, nos quais vários especialistas  partilham as suas expetativas. As opiniões convergem numa conclusão unânime: é uma oportunidade para o país.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Nuno Abranja (ISCE); Andrea Santos, Gilda Mendes e Filipe Trindade, coordenadores da Pós-Graduação em Organização de Eventos do ISAG – European Business School; e António Paquete.

Leia a edição aqui.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Edição Digital

Edição digital: João Fernandes, Parques Temáticos e ZERO Hotels

A edição de agosto do Publituris faz capa com uma entrevista a João Fernandes, presidente da Região de Turismo do Algarve. O responsável, que não faz previsões quanto a uma possível saída da crise e/ou da chegada retoma, está confiante, até porque “somos muitos bons a trabalhar a hospitalidade”.

Publicamos ainda um dossier sobre parques temáticos, as expetativas e as novidades que oferecem. Depois do confinamento, os parques temáticos voltaram a registar procura e esperam que este verão seja o primeiro passo em direção à recuperação que, apesar de não se prever imediata, deverá animar à medida que melhora a situação pandémica.

A pandemia fez com que os nómadas digitais ganhassem cada vez mais relevância e espaço, ou melhor, espaços. Na margem sul do rio Tejo nasceu, o Digital Nomads Caparica. Conheça este novo projeto.

A expansão para o alojamento turístico foi um crescimento natural para a Mainside, conhecida pelos projetos disruptivos e arrojados da LX Factory e da Pensão Amor, em Lisboa. Carlos Queirós, administrador da empresa, fala-nos da importância de “beber” a história dos edifícios para lhes dar uma nova vida, agora com os ZERO Hotels. Uma entrevista que pode ler na seção de Alojamento desta edição do Publituris.

Nesta edição, voltámos a auscultar o Conselho Editorial do Publituris para mais um Check-in. Veja para onde recai a maioria das opiniões  do Conselho Editorial sobre algumas das questões mais prementes da atualidade turística.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Carlos Torres (jurista e professor na ESHTE), Ricardo Barradas (ISCAL), Tiago Rodrigues (PEDAGO), João Vaz Estevão (Universidade Lusófona) e Diliara Lupenko (Impress).

Publituris

A edição de agosto do Publituris faz capa com uma entrevista a João Fernandes, presidente da Região de Turismo do Algarve. O responsável, que não faz previsões quanto a uma possível saída da crise e/ou da chegada retoma, está confiante, até porque “somos muitos bons a trabalhar a hospitalidade”.

Publicamos ainda um dossier sobre parques temáticos, as expetativas e as novidades que oferecem. Depois do confinamento, os parques temáticos voltaram a registar procura e esperam que este verão seja o primeiro passo em direção à recuperação que, apesar de não se prever imediata, deverá animar à medida que melhora a situação pandémica.

A pandemia fez com que os nómadas digitais ganhassem cada vez mais relevância e espaço, ou melhor, espaços. Na margem sul do rio Tejo nasceu, o Digital Nomads Caparica. Conheça este novo projeto.

A expansão para o alojamento turístico foi um crescimento natural para a Mainside, conhecida pelos projetos disruptivos e arrojados da LX Factory e da Pensão Amor, em Lisboa. Carlos Queirós, administrador da empresa, fala-nos da importância de “beber” a história dos edifícios para lhes dar uma nova vida, agora com os ZERO Hotels. Uma entrevista que pode ler na seção de Alojamento desta edição do Publituris.

Nesta edição, voltámos a auscultar o Conselho Editorial do Publituris para mais um Check-in. Veja para onde recai a maioria das opiniões  do Conselho Editorial sobre algumas das questões mais prementes da atualidade turística.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Carlos Torres (jurista e professor na ESHTE), Ricardo Barradas (ISCAL), Tiago Rodrigues (PEDAGO), João Vaz Estevão (Universidade Lusófona) e Diliara Lupenko (Impress).

Leia a edição aqui.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Edição Digital

Edição digital: Novos hotéis, Guiné-Bissau e LATAM

Nesta edição do Publituris, entrevistámos o ministro do Turismo e Artesanato da Guiné-Bissau, Fernando Vaz, que salienta que o país possui todas as condições para  fazer vingar o turismo e o destino Guiné-Bissau, apesar do trabalho que ainda existe por fazer. O responsável revelou ao Publituris alguns dos projetos e investimentos que estão a ser realizados no país. Desde a “construção do novo aeroporto, a projetos para turismo de massas”, à aposta num “eco resort vocacionado para um nicho de mercado muito elevado”, o certo é que o turismo é crucial para o atual Governo da Guiné-Bissau.

A última edição deste mês de julho volta a trazer o habitual dossier sobre novos hotéis e remodelações em Portugal e investimentos de cadeias hoteleiras portuguesas no estrangeiro, um trabalho que é uma continuidade do publicado na edição de janeiro da Publituris Hotelaria. Apesar de vivermos em tempos de pandemia, a planta hoteleira nacional vai continuar a crescer. Um pouco por todo o país, vão surgir unidades hoteleiras, cuja única alteração devido à pandemia prende-se ao ‘timing’ ideal para receber os primeiros hóspedes.  Ficque a conhecer algumas das novidades.

A LATAM Airlines já retomou a operação entre Lisboa e São Paulo, e conta regressar aos voos diários já em setembro, segundo revelou Thibaud Morand, diretor-geral da LATAM Airlines para a Europa, ao Publituris. Apesar da incerteza, que o leva a ser cauteloso nas previsões e objetivos, o responsável não tem dúvidas que a LATAM Airlines tem sabido acompanhar as mudanças trazida pela pandemia e, por isso, acredita que a transportadora vai sair “mais forte e mais competitiva desta crise”.

Abordamos também um tema que tem começado a ganhar especial atenção nos últimos tempos: a ferrovia e o turismo que dali pode advir.  Os investimentos anunciados pelo Governo para a ferrovia nacional deixam antever novas oportunidades para a atividade turística, que olha para o comboio como um instrumento promissor para desenvolver um novo produto turístico, com inegáveis vantagens ambientais e económicas, mas com tantos outros desafios.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Vítor Neto (ex-secretário de Estado do Turismo), António Abrantres (ISCE/ULHT) e por António Paquete.

Nesta edição do Publituris, entrevistámos o ministro do Turismo e Artesanato da Guiné-Bissau, Fernando Vaz, que salienta que o país possui todas as condições para  fazer vingar o turismo e o destino Guiné-Bissau, apesar do trabalho que ainda existe por fazer. O responsável revelou ao Publituris alguns dos projetos e investimentos que estão a ser realizados no país. Desde a “construção do novo aeroporto, a projetos para turismo de massas”, à aposta num “eco resort vocacionado para um nicho de mercado muito elevado”, o certo é que o turismo é crucial para o atual Governo da Guiné-Bissau.

A última edição deste mês de julho volta a trazer o habitual dossier sobre novos hotéis e remodelações em Portugal e investimentos de cadeias hoteleiras portuguesas no estrangeiro, um trabalho que é uma continuidade do publicado na edição de janeiro da Publituris Hotelaria. Apesar de vivermos em tempos de pandemia, a planta hoteleira nacional vai continuar a crescer. Um pouco por todo o país, vão surgir unidades hoteleiras, cuja única alteração devido à pandemia prende-se ao ‘timing’ ideal para receber os primeiros hóspedes.  Fique a conhecer algumas das novidades.

A LATAM Airlines já retomou a operação entre Lisboa e São Paulo, e conta regressar aos voos diários já em setembro, segundo revelou Thibaud Morand, diretor-geral da LATAM Airlines para a Europa, ao Publituris. Apesar da incerteza, que o leva a ser cauteloso nas previsões e objetivos, o responsável não tem dúvidas que a LATAM Airlines tem sabido acompanhar as mudanças trazida pela pandemia e, por isso, acredita que a transportadora vai sair “mais forte e mais competitiva desta crise”.

Abordamos também um tema que tem começado a ganhar especial atenção nos últimos tempos: a ferrovia e o turismo que dali pode advir.  Os investimentos anunciados pelo Governo para a ferrovia nacional deixam antever novas oportunidades para a atividade turística, que olha para o comboio como um instrumento promissor para desenvolver um novo produto turístico, com inegáveis vantagens ambientais e económicas, mas com tantos outros desafios.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Vítor Neto (ex-secretário de Estado do Turismo), António Abrantes (ISCE/ULHT) e por António Paquete.

Leia a edição aqui.

Sobre o autorRaquel Relvas Neto

Raquel Relvas Neto

Mais artigos
Edição Digital

Edição digital: Tecnologias no turismo, NEST e SWISS

O futuro é agora. É este o título do dossier especial sobre tecnologias no turismo que publicamos nesta primeira edição de julho do Publituris. É inquestionável o efeito que a pandemia trouxe à evolução tecnológica, tendo acelerado o desenvolvimento de muitas soluções a adotar pelas empresas turísticas. Se anteriormente o foco está em facilitar as viagens em si, hoje a segurança que as novas tecnologias podem trazer dominam a sua concepção.
Conheça algumas soluções que existem no mercado.

Para acompanhar este dossier, entrevistámos o diretor-executivo do NEST, Roberto Antunes, que explica como o centro está a contribuir para a inovação no turismo em Portugal.

A Swiss International Air Lines é a segunda companhia do Grupo Lufthansa a abrir voos para Ponta Delgada no espaço de um mês. A nova rota sazonal para os Açores é, este verão, um dos destaques da companhia aérea helvética, que conta ainda com um aumento de oferta em Portugal, segundo Romain Vetter, chefe da companhia aérea para a Suíça Ocidental e responsável comercial pelo hub de Genebra, em entrevista nesta edição.

Elemento fundamental da cadeia de valor do turismo, as empresas de animação turísticas resistem às adversidades, mas apontam constrangimentos e desafios para continuar a fazer o que de melhor fazem: enriquecer a experiência de um turista ou visitante. Saiba quais os constrangimentos e desafios que se impõem à atividade destas empresas tão necessárias ao produto turístico nacional.

A obra de José Saramago ‘A Viagem do Elefante’ deu origem a uma rota turística literária que passa por vários territórios na Beira Baixa e que se espera que possa atrair um maior número de turistas internacionais, principalmente europeus, aos destinos de menor densidade turística. Fique a conhecer o desenvolvimento desta rota na seção de Destinos.

Nesta edição, voltámos a auscultar o Conselho Editorial do Publituris para mais um Check-in. Veja para onde recai a maioria das opiniões  do Conselho Editorial sobre algumas das questões mais prementes da atualidade turística.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Luiz Marques (Universidade Lusófona), Tiago Oom (REDUNIQ),  Ema Perdigão (Your Care) e António Paquete.

Publituris

O futuro é agora. É este o título do dossier especial sobre tecnologias no turismo que publicamos nesta primeira edição de julho do Publituris. É inquestionável o efeito que a pandemia trouxe à evolução tecnológica, tendo acelerado o desenvolvimento de muitas soluções a adotar pelas empresas turísticas. Se anteriormente o foco está em facilitar as viagens em si, hoje a segurança que as novas tecnologias podem trazer dominam a sua concepção.
Conheça algumas soluções que existem no mercado.

Para acompanhar este dossier, entrevistámos o diretor-executivo do NEST, Roberto Antunes, que explica como o centro está a contribuir para a inovação no turismo em Portugal.

A Swiss International Air Lines é a segunda companhia do Grupo Lufthansa a abrir voos para Ponta Delgada no espaço de um mês. A nova rota sazonal para os Açores é, este verão, um dos destaques da companhia aérea helvética, que conta ainda com um aumento de oferta em Portugal, segundo Romain Vetter, chefe da companhia aérea para a Suíça Ocidental e responsável comercial pelo hub de Genebra, em entrevista nesta edição.

Elemento fundamental da cadeia de valor do turismo, as empresas de animação turísticas resistem às adversidades, mas apontam constrangimentos e desafios para continuar a fazer o que de melhor fazem: enriquecer a experiência de um turista ou visitante. Saiba quais os constrangimentos e desafios que se impõem à atividade destas empresas tão necessárias ao produto turístico nacional.

A obra de José Saramago ‘A Viagem do Elefante’ deu origem a uma rota turística literária que passa por vários territórios na Beira Baixa e que se espera que possa atrair um maior número de turistas internacionais, principalmente europeus, aos destinos de menor densidade turística. Fique a conhecer o desenvolvimento desta rota na seção de Destinos.

Nesta edição, voltámos a auscultar o Conselho Editorial do Publituris para mais um Check-in. Veja para onde recai a maioria das opiniões  do Conselho Editorial sobre algumas das questões mais prementes da atualidade turística.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Pedro Machado (Turismo do Centro), Luiz Marques (Universidade Lusófona), Tiago Oom (REDUNIQ),  Ema Perdigão (Your Care) e António Paquete.

Leia aqui.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Edição Digital

Edição digital: Golfe, Turismo de Macau e Reportagem de Punta Cana

Na última edição do mês de junho do Publituris, o golfe é a estrela e o presidente do Conselho Nacional da Indústria do Golfe (CNIG), Luís Correia da Silva, faz um balanço do estado da atividade, aponta medidas para apoiar o golfe e releva a importância que este produto turístico tem no atenuar da sazonalidade no país. Conheça ainda dados sobre o impacto da COVID-19 na indústria do golfe.

Ainda no golfe, entrevistámos também o licensee, Daniel di Pietro,  da final mundial do torneio International Pairs Series, que volta a realizar-se pela terceira vez em Portugal. Saiba como este evento pode ajudar a reforçar o posicionamento  de Portugal enquanto destino de golfe.

Viajámos até à República Dominicana a convite da Ávoris, através do seu operador turístico Jolidey, e com o apoio do Mintur, integrando uma famtrip com 30 agentes de viagens. Numa reportagem de seis páginas, pode ficar a conhecer como o país das Caraíbas se está a posicionar como um dos destinos de férias mais seguros nesta época de pandemia.

Em época de São João, quisemos saber qual o estado do turismo na cidade do Porto. Os hoteleiros portuenses são cautelosos e têm expetativas baixas para este ano no destino. Algumas medidas são necessárias para ajudar o setor na Cidade Invicta.

Ao fim de 16 anos, Macau decidiu encerrar o Centro de Promoção e Informação  Turística em Lisboa. Ao Publituris, Paula Machado, coordenadora do centro,  faz um balanço “positivo”  do trabalho desenvolvido , que permitiu aumentar a “notoriedade e a curiosidade dos portugueses por Macau”.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Ana Jacinto (AHRESP), Luís Ferreira (ISAG), Margarida Pereira Müller (Infobus) e António Paquete.

Publituris

Na última edição do mês de junho do Publituris, o golfe é a estrela e o presidente do Conselho Nacional da Indústria do Golfe (CNIG), Luís Correia da Silva, faz um balanço do estado da atividade, aponta medidas para apoiar o golfe e releva a importância que este produto turístico tem no atenuar da sazonalidade no país. Conheça ainda dados sobre o impacto da COVID-19 na indústria do golfe.

Ainda no golfe, entrevistámos também o licensee, Daniel di Pietro,  da final mundial do torneio International Pairs Series, que volta a realizar-se pela terceira vez em Portugal. Saiba como este evento pode ajudar a reforçar o posicionamento  de Portugal enquanto destino de golfe.

Viajámos até à República Dominicana a convite da Ávoris, através do seu operador turístico Jolidey, e com o apoio do Mintur, integrando uma famtrip com 30 agentes de viagens. Numa reportagem de seis páginas, pode ficar a conhecer como o país das Caraíbas se está a posicionar como um dos destinos de férias mais seguros nesta época de pandemia.

Em época de São João, quisemos saber qual o estado do turismo na cidade do Porto. Os hoteleiros portuenses são cautelosos e têm expetativas baixas para este ano no destino. Algumas medidas são necessárias para ajudar o setor na Cidade Invicta.

Ao fim de 16 anos, Macau decidiu encerrar o Centro de Promoção e Informação  Turística em Lisboa. Ao Publituris, Paula Machado, coordenadora do centro,  faz um balanço “positivo”  do trabalho desenvolvido , que permitiu aumentar a “notoriedade e a curiosidade dos portugueses por Macau”.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Ana Jacinto (AHRESP), Luís Ferreira (ISAG), Margarida Pereira Müller (Infobus) e António Paquete.

Leia a edição aqui.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Edição Digital

Edição digital: Campanha de Portugal, Formação em Turismo e Gerês

Estamos preparados para receber quem nos quer visitar” é a mensagem da nova campanha promocional interna e externa lançada este mês pelo Turismo de Portugal e capa desta edição de junho do Publituris. A campanha #Tempo de Ser / #Time to Be visa reativar o turismo através de uma mensagem de confiança e que, numa primeira fase, se destina ao mercado de proximidade.

Reativar o turismo, mas concretamente na cidade de Lisboa, serviu de mote a um artigo  que auscultou alguns hoteleiros lisboetas, que manifestam as suas preocupações, mas também apontam algumas medidas que deveriam ser adotadas para apoiar a retoma turística. Promoção do destino, aeroporto de Lisboa e extensão dos apoios financeiros são algumas das medidas sugeridas. Leia o artigo na seção de Destinos.

Saber se a atual oferta formativa corresponde às principais necessidades e carências das empresas turísticas foi uma das questões que colocámos às associações patronais, mas também a algumas instituições de ensino no dossier desta edição. De que forma está a ser fomentada esta aproximação entre a teoria e a prática em prol de um serviço turístico em Portugal de qualidade, que responda aos desafios constantes do sistema turístico, foi o que quisemos saber, bem como as novidades formativas do próximo ano letivo.

Para ler também a entrevista ao Publituris de Mário Almeida, diretor geral da Cabo Verde Connect Services, que revela os planos da empresa de serviços aéreos para este verão, que passam pela retoma da operação dos voos entre Lisboa e a Praia, assim como pela realização de charters para o Sal.

Viajámos até norte do país, concretamente ao Parque Natural da Peneda-Gerês para conhecer a oferta turística deste destino, que tem na Natureza o seu principal cartão de visita. Promover a autenticidade da região e os recursos naturais de forma sustentada é um dos principais objetivos.

Nesta edição, voltámos a auscultar o Conselho Editorial do Publituris para mais um Check-in. Veja para onde recai a maioria das opiniões  do Conselho Editorial sobre algumas das questões mais prementes da atualidade turística.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Cristina Siza Vieira (AHP), Ricardo Barradas (ISCAL), Renato Leite (Global Blue), Luís S.Marques (Universidade Lusófona) e Armando Calvão Rocha (The Great Hotels of the World).

Publituris

Estamos preparados para receber quem nos quer visitar” é a mensagem da nova campanha promocional interna e externa lançada este mês pelo Turismo de Portugal e capa desta edição de junho do Publituris. A campanha #Tempo de Ser / #Time to Be visa reativar o turismo através de uma mensagem de confiança e que, numa primeira fase, se destina ao mercado de proximidade.

Reativar o turismo, mas concretamente na cidade de Lisboa, serviu de mote a um artigo  que auscultou alguns hoteleiros lisboetas, que manifestam as suas preocupações, mas também apontam algumas medidas que deveriam ser adotadas para apoiar a retoma turística. Promoção do destino, aeroporto de Lisboa e extensão dos apoios financeiros são algumas das medidas sugeridas. Leia o artigo na seção de Destinos.

Saber se a atual oferta formativa corresponde às principais necessidades e carências das empresas turísticas foi uma das questões que colocámos às associações patronais, mas também a algumas instituições de ensino no dossier desta edição. De que forma está a ser fomentada esta aproximação entre a teoria e a prática em prol de um serviço turístico em Portugal de qualidade, que responda aos desafios constantes do sistema turístico, foi o que quisemos saber, bem como as novidades formativas do próximo ano letivo.

Para ler também a entrevista ao Publituris de Mário Almeida, diretor geral da Cabo Verde Connect Services, que revela os planos da empresa de serviços aéreos para este verão, que passam pela retoma da operação dos voos entre Lisboa e a Praia, assim como pela realização de charters para o Sal.

Viajámos até norte do país, concretamente ao Parque Natural da Peneda-Gerês para conhecer a oferta turística deste destino, que tem na Natureza o seu principal cartão de visita. Promover a autenticidade da região e os recursos naturais de forma sustentada é um dos principais objetivos.

Nesta edição, voltámos a auscultar o Conselho Editorial do Publituris para mais um Check-in. Veja para onde recai a maioria das opiniões  do Conselho Editorial sobre algumas das questões mais prementes da atualidade turística.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Cristina Siza Vieira (AHP), Ricardo Barradas (ISCAL), Renato Leite (Global Blue), Luís S.Marques (Universidade Lusófona) e Armando Calvão Rocha (The Great Hotels of the World).

Leia a edição aqui.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Edição Digital

Edição digital: Aposta da Lufthansa em Portugal, Costa Cruzeiros e Algarve

Ao Publituris, Patrick Borg-Hedley, General Manager Sales do Grupo Lufthansa em Portugal, fala sobre os planos das companhias aéreas do grupo germânico para Portugal este verão, em que o destaque é a abertura das rotas da Lufthansa e da Swiss para Ponta Delgada. O Grupo Lufthansa está confiante na recuperação e Patrick Borg-Hedley diz ter “esperança” que o verão traga sinais positivos, incluindo em Portugal, onde o grupo se prepara para aumentar a operação face a 2019.

Ainda na seção de Transportes, fomos a bordo do Costa Smeralda da companhia Costa de Cruzeiros, para conhecer ‘in loco’ o Protocolo de Saúde e Segurança da companhia contra a COVID-19. Saiba o que mudou e que experiência pode esperar de um cruzeiro em tempos de pandemia.

Nesta edição o Algarve é o destino do dossier especial. No ano de 2020, a procura turística foi preenchida maioritariamente pelo mercado nacional. À medida que o processo de vacinação evolui e as fronteiras reabrem, os mercados emissores internacionais começam a chegar e a dar um novo fôlego para resultados melhores do que no ano passado. Esta é uma oportunidade única para o Algarve, e Portugal no seu todo, aproveitar e mostrar porque é uma das melhores opções de férias este ano.

Pedro Braga, diretor-geral adjunto da Lisboa Feiras, Congressos e Eventos, explica as mais-valias da Bolsa de Viagens powered by BTL que vai realizar-se de 4 a 6 de junho, na FIL, em Lisboa.

Analisámos a chamada ‘bazuca de turismo’. Após várias reivindicações e reclamações por parte dos atores do setor do turismo, o Governo apresentou a “bazuca” carregada com mais de seis mil milhões de euros. Falta, agora, chegar a quem precisa para que em 2027 cheguemos aos 27 mil milhões de euros de receitas.

Também numa altura em que as viagens retomam, importa saber as novidades que existem ao nível de seguros de viagem, cada vez mais imprescindíveis para se ter umas férias seguras. Fique a conhecer as novidades que existem no mercado, porque “mais vale prevenir, do que remediar”.

Por último, falámos com a ENIT – Agência Nacional de Turismo de Itália para saber como o destino se prepara para a retoma do setor este verão. Maria Elena Rossi, diretora de Marketing da ENIT, explica que essa reabertura vai ser feita de forma gradual, até porque continua a ser “cedo para falar em medidas definitivas”.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Carlos Torres (jurista e professor da ESHTE), Ana Ferro (ISPGAYA), Amaro Correia (Atlântico Business School), António Abrantes (ISCE e ULHT), Joaquim Robalo de Almeida (ARAC) , Ricardo Carreira (AdClick) e Avelino Sousa (consultor hoteleiro).

Publituris

Ao Publituris, Patrick Borg-Hedley, General Manager Sales do Grupo Lufthansa em Portugal, fala sobre os planos das companhias aéreas do grupo germânico para Portugal este verão, em que o destaque é a abertura das rotas da Lufthansa e da Swiss para Ponta Delgada. O Grupo Lufthansa está confiante na recuperação e Patrick Borg-Hedley diz ter “esperança” que o verão traga sinais positivos, incluindo em Portugal, onde o grupo se prepara para aumentar a operação face a 2019.

Ainda na seção de Transportes, fomos a bordo do Costa Smeralda da companhia Costa de Cruzeiros, para conhecer ‘in loco’ o Protocolo de Saúde e Segurança da companhia contra a COVID-19. Saiba o que mudou e que experiência pode esperar de um cruzeiro em tempos de pandemia.

Nesta edição o Algarve é o destino do dossier especial. No ano de 2020, a procura turística foi preenchida maioritariamente pelo mercado nacional. À medida que o processo de vacinação evolui e as fronteiras reabrem, os mercados emissores internacionais começam a chegar e a dar um novo fôlego para resultados melhores do que no ano passado. Esta é uma oportunidade única para o Algarve, e Portugal no seu todo, aproveitar e mostrar porque é uma das melhores opções de férias este ano.

Pedro Braga, diretor-geral adjunto da Lisboa Feiras, Congressos e Eventos, explica as mais-valias da Bolsa de Viagens powered by BTL que vai realizar-se de 4 a 6 de junho, na FIL, em Lisboa.

Analisámos a chamada ‘bazuca de turismo’. Após várias reivindicações e reclamações por parte dos atores do setor do turismo, o Governo apresentou a “bazuca” carregada com mais de seis mil milhões de euros. Falta, agora, chegar a quem precisa para que em 2027 cheguemos aos 27 mil milhões de euros de receitas.

Também numa altura em que as viagens retomam, importa saber as novidades que existem ao nível de seguros de viagem, cada vez mais imprescindíveis para se ter umas férias seguras. Fique a conhecer as novidades que existem no mercado, porque “mais vale prevenir, do que remediar”.

Por último, falámos com a ENIT – Agência Nacional de Turismo de Itália para saber como o destino se prepara para a retoma do setor este verão. Maria Elena Rossi, diretora de Marketing da ENIT, explica que essa reabertura vai ser feita de forma gradual, até porque continua a ser “cedo para falar em medidas definitivas”.

Os artigos de opinião desta edição são assinados por Carlos Torres (jurista e professor da ESHTE), Ana Ferro (ISPGAYA), Amaro Correia (Atlântico Business School), António Abrantes (ISCE e ULHT), Joaquim Robalo de Almeida (ARAC) , Ricardo Carreira (AdClick) e Avelino Sousa (consultor hoteleiro).

Leia a edição aqui.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Toda a informação sobre o sector do turismo, à distância de um clique.

Assine agora a newsletter e receba diariamente as principais notícias do Turismo. É gratuito e não demora mais do que 15 segundos.

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.