Assine já
Agenda

Alojamento Local em debate em Viana do Castelo

 Esta iniciativa, que acontece dia 24, resulta de uma parceria da AHRESP com as Entidades Regionais de Turismo.

Publituris
Agenda

Alojamento Local em debate em Viana do Castelo

 Esta iniciativa, que acontece dia 24, resulta de uma parceria da AHRESP com as Entidades Regionais de Turismo.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
AHRESP entregou primeiros certificados QUALITY
Homepage
AHRESP organiza 1ª Convenção de Alimentação Colectiva
Agenda
Roadshow da AHRESP sobre Alojamento Local começa em Grândola
Homepage
Jornadas AHRESP acontecem a 9 de Janeiro
Homepage

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) promove, no dia 24, terça-feira, um workshop sobre Alojamento Local destinado aos empresários da região de Viana do Castelo. A iniciativa enquadra-se no Roadshow Nacional de Workshops e realiza-se no Auditório do Castelo de Santiago da Barra, a partir das 15h.

Esta iniciativa, que resulta de uma parceria da AHRESP com as Entidades Regionais de Turismo do Alentejo, Turismo Centro de Portugal e Turismo do Porto e Norte de Portugal e com o apoio institucional da Câmara Municipal de Viana do Castelo, conta com as presenças de José Maria Costa, presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Jorge Magalhães, Vice-presidente da ERT do Porto e Norte de Portugal, José Mendes, da IDTOUR, Jorge Dias, CIMAI, Rute Esteves e Nuno Freitas, do Hostel Dona Emília Guesthouse, Carina Viana, da Branco Cavaleiro Architects, Patrícia Purshotam Morais e Joaquim Ribeiro, ambos da AHRESP.

O roadshow nacional de workshops é cofinanciado pelo Compete 2020 / Portugal 2020 e tem como objetivo alargar a aprofundar o conhecimento sobre a actividade das unidades de Alojamento Local em Portugal. ‘Sou empresário de Alojamento Local e agora?’ é o mote para esta iniciativa, que vai apresentar também o conjunto de respostas que a AHRESP desenvolveu no âmbito do Programa QUALITY, projecto que visa a valorização e qualificação do Alojamento Local.

«A AHRESP vai, com esta iniciativa, dar resposta à dinâmica e aos desafios de crescimento da atividade do Alojamento Local em Portugal, fornecendo aos empresários ferramentas de apoio à gestão e garantindo padrões de qualidade do serviço», afirma Ana Jacinto, secretária-geral da AHRESP. «Queremos promover e projectar internacionalmente o destino Portugal com uma marca que gera confiança nos consumidores».

A primeira edição deste roadshow realizou-se em Grândola, seguindo-se agora Viana do Castelo, Seia, Évora, Porto Santarém, Caldas da Rainha, Vila Real e Aveiro. A participação nos workshops é gratuita, mas exige inscrição obrigatória. Em cada iniciativa será apresentado o Programa QUALITY e as ‘Referências de Boas Práticas’ já desenvolvidas com o objectivo de discutir a aplicação das mesmas, bem como suscitar o debate sobre temas muito específicos e operações de gestão do AL.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Agenda

Politécnico de Setúbal promove encontro internacional para debater futuro do turismo

O encontro internacional “The Future of Tourism” pretende suscitar o debate sobre diferentes cenários para o futuro do turismo, assente nos pilares da inovação, sustentabilidade e colaboração.

O projeto de investigação SHIFT, liderado pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) e com financiamento da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), promove no próximo dia 15 de fevereiro, em Lisboa (Hotel Holiday Inn, a partir das 09h30), o encontro internacional “The Future of Tourism”, que pretende suscitar o debate sobre diferentes cenários para o futuro do turismo, assente nos pilares da inovação, sustentabilidade e colaboração.

Organizado em várias mesas redondas temáticas, o encontro reúne especialistas em áreas como Sustentabilidade e Desenvolvimento; Panorama Económico e Geopolítico; Ciência, Inovação e Transformação Tecnológica; e Turismo & Hospitalidade, reservando, no final dos trabalhos, um momento de networking.

O projeto SHIFT – Sustainability-oriented, Highly interactive, and Innovation-based Framework for Tourism Marketing, que decorre desde janeiro de 2022, surge com o propósito de “trazer uma nova abordagem interdisciplinar para os desafios que as pequenas e médias empresas do setor enfrentam, desenvolvendo e validando uma nova estrutura teórica para explicar de que forma o turismo se pode reinventar de forma colaborativa num mundo pós-pandémico”.

Deste referencial teórico pretende-se que resulte um “framework de marketing turístico voltado para a sustentabilidade, interativo e inovador, de base digital, e alavancador da transformação de que o turismo necessita com urgência”. O projeto contempla igualmente a validação empírica dos modelos teóricos a serem desenvolvidos e um protótipo de uma plataforma de marketing digital colaborativo, que sirva de suporte aos agentes de turismo neste processo de transição.

O projeto SHIFT tem como investigadora responsável Teresa Costa, professora coordenadora do IPS (Escola Superior de Ciências Empresariais), reunindo uma equipa de investigadores da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE), Instituto Politécnico de Lisboa (Escola Superior de Comunicação Social) e Universidade do Algarve (Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo). São parceiros o CiTUR – Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação em Turismo e o Turismo de Portugal, IP.

É possível assistir gratuitamente ao evento via online, mediante inscrição em https://shiftresearch.pt.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agenda

Nuno Fazenda vai fazer Roteiro para o Turismo no Interior

O secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, vai percorrer o interior a partir desta terça-feira, dia 31 de janeiro, para ouvir e debater com os atores locais os desafios, as potencialidades e as prioridades do turismo nessas zonas do país.

Publituris

Segundo Nuno Fazenda, citado em comunicado do Governo, “mais interior é uma prioridade da política de turismo”, lembrando que este setor “assume um papel chave para um desenvolvimento mais harmonioso do nosso país, sem deixar nenhum território para trás”.

Assim, o governante indica que “o nosso objetivo com este roteiro é ouvir, em proximidade, os empresários, as instituições e as pessoas, para que esta agenda estratégica para o turismo seja construída com o território e as suas forças vivas”.

O comunicado do Ministério da Economia e Mar refere que o “Roteiro da agenda para o turismo no interior» tem início no dia 31 de janeiro e será o ponto de partida, com presença ativa no terreno, para a construção de uma Agenda para o Turismo no Interior, em proximidade e diálogo com empresas, instituições de ensino superior, municípios, associações e entidades públicas e privadas, e destaca que esta Agenda será composta por medidas e iniciativas para a valorização e afirmação do turismo no interior.

Este roteiro, dinamizado conjuntamente com o Turismo de Portugal e as Entidades Regionais de Turismo, inclui já esta semana, três sessões públicas nas regiões do Alentejo, Centro e Norte e a visita a projetos relevantes para o turismo e a empresas do setor, nomeadamente em Nisa, Évora, Estremoz, Elvas, Campo Maior, Viseu, São Pedro do Sul, Chaves, Valpaços e Peso da Régua. Esta iniciativa incluirá também o interior da região do Algarve e outros pontos do país a decorrer durante o mês de fevereiro.

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agenda

“Food Needs Design? Design Needs Food?” é tema de mesa-redonda sobre turismo na Universidade Europeia

A Universidade Europeia promove, de fevereiro a maio, um ciclo de mesas-redondas, sendo que a primeira sessão terá como tema “Food Needs Design? Design Needs Food?” e decorrerá no dia 7 deste mês, entre as 10.00 e as 13.00.

Publituris

Em parceria com o The FORK Organization, o evento conta com a participação de diversos especialistas do mundo do design e da alimentação que vão discutir e propor ideias, tendo como pressuposto que o Food Design é muito mais do que uma questão de estilo ou apresentação.

Este evento marca o arranque do ciclo de mesas redondas, promovido pela Universidade Europeia, sobre temas relacionados com o setor do Turismo: “Os Desafios do Gestor Hoteleiro no atual contexto de instabilidade mundial” (15 de março), “Qual o valor do Marketing para o Turismo?” (17 de abril) e “Com quantas estrelas se faz um Destino? Guia Michelin para Portugal” (7 de maio).

O 1º seminário, que decorrerá no Campus da Quinta do Bom Nome, Universidade Europeia, parte do racional que o Design e a Alimentação são conceitos inerentes à evolução do ser humano e das sociedades contemporâneas.

As inscrições terão que ser submetidas até ao dia 3 de fevereiro.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agenda

Be Our Guest” vai falar sobre marcas e diferenciação de produto

A próxima edição do “Be Our Guest”, iniciativa mensal da ADHP, que está agendada para o dia 30 de janeiro, vai receber Paulo Duarte, diretor geral dos Memmo Unforgettable Hotels, e conversar sobre “A importância das marcas e a diferenciação de produtos”.

Publituris

O “Be Our Guest” regressa no dia 30 de janeiro. A primeira conversa do ano está agendada para as 19 horas e terá lugar através da plataforma Zoom. As inscrições, cujo número é limitado, encontram-se abertas.

O projeto da ADHP – Associação dos Diretores de Hotéis de Portugal, traz conversas informais com diretores de unidades hoteleiras e nomes de referência do turismo sobre as suas experiências profissionais, a hotelaria e o setor turístico.

“A importância das marcas e a diferenciação de produtos” é o tema desta sessão, que recebe Paulo Duarte, diretor geral dos Memmo Unforgettable Hotels. A moderação ficará a cargo de João Serrano, da ADHP.

Para Patrícia Correia, dirigente da ADHP responsável pelo projeto “Be Our Guest”, trata-se de “um tema de particular relevância para um setor cada vez mais dinâmico, competitivo e mutável”, acrescentando que “estamos certos de que a sessão dará azo a uma troca de ideias e de know-how especializado extremamente frutuosa, à semelhança daquilo que este projeto da ADHP tem oferecido ao longo das suas várias edições”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agenda

Igreja discute turismo de 2 a 4 de fevereiro em Coimbra

A Pastoral do Turismo – Portugal (PTP) vai promover, entre os dias 2 e 4 de fevereiro, no Seminário Maior de Coimbra, as V Jornadas Nacionais da Pastoral do Turismo. As inscrições para participação já estão a decorrer.

Publituris

Com o tema “A caminho de uma Pastoral Laudato Si”, as V Jornadas são abertas à participação de todos os interessados nos temas propostos. As inscrições estão a decorrer em três modalidades: presencial, um dia e online.

Segundo o programa das jornadas, a sessão de abertura, contará com intervenções do Bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, do secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, do presidente da Comissão da Pastoral Social e Mobilidade Humana da Conferência Episcopal Portuguesa, D. José Traquina, do presidente da Câmara Municipal de Coimbra, José Manuel Silva, do presidente do Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, e do diretor da Pastoral do Turismo – Portugal, padre Miguel Lopes Neto.

“Propomos um programa amplo, com um conjunto de convidados que vêm de áreas diferentes: das universidades, do mundo empresarial, que realizam projetos inovadores, e não só de Portugal, porque também teremos oradores de Espanha e do Brasil”, refere o padre Miguel Lopes Neto.

Está igualmente confirmada a apresentação de uma comunicação gravada de monsenhor Rino Fisichella, prefeito do Dicastério para a Evangelização, setor do Vaticano que tem sob sua tutela a Pastoral do Turismo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agenda

Convenção Europeia dos Territórios Vinhateiros de 1 a 4 de fevereiro em Foz Côa

A AMPV — Associação de Municípios Portugueses do Vinho vai promover a 1ª Convenção Europeia dos Territórios Vinhateiros, de 1 a 4 de fevereiro no Centro de Alto Rendimento do Pocinho, em Vila Nova de Foz Côa.

A organização anuncia na sua página oficial que, definir novas linhas de trabalho em rede, concertar estratégias de promoção integrada dos territórios, apresentar novos projetos e promover a aproximação entre municípios associados e parceiros são os principais objetivos desta 1ª Convenção dos Territórios Vinhateiros.

Segundo o programa do evento, o dia 2 está reservado para reuniões de trabalho com técnicos dos municípios associados, no dia 3 decorre o grande encontro da Convenção Europeia, enquanto no dia 4 todos os participantes estão convidados a assistir à Gala de Abertura do Douro – Cidade Europeia do Vinho 2023, que terá lugar no Multiusos de Lamego.

Os interessados em participar neste encontro, que conta com a parceria da Recevin — Rede Europeia das Cidades do Vinho, devem efetuar a sua inscrição até dia 13 de janeiro, através do formulário disponível em https://bit.ly/3GpZQMF. As Inscrições para as atividades do dia 3 podem ser efetuadas até 20 de janeiro para o e-mail [email protected].

A Associação de Municípios Portugueses do Vinho foi criada a 30 de abril de 2007 e apresenta-se como porta-voz de todos os municípios com vincada tradição vitivinícola.

Desenvolve ações e atividades de interesse comum a todos os seus municípios associados a nível local, nacional e europeu e tem como missão a afirmação da identidade histórico-cultural, patrimonial, económica e social dos municípios portugueses e dos territórios ligados à produção de vinhos de qualidade.

Entre os seus objetivos estratégicos está a valorização do potencial endógeno dos territórios cuja economia, cultura e identidade histórica estão fortemente associadas ao vinho.

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Agenda

11.º Congresso da APECATE vai “Encarar, Refletir e Avançar”

O 11.º Congresso da APECATE vai centrar-se nos efeitos que a atual conjuntura, difícil e em permanente mutação, tem vindo a exercer sobre o setor do turismo. Os palcos de 1 a 3 de fevereiro serão Elvas e Campo Maior.

Publituris

Elvas e Campo Maior serão os palcos do 11.º Congresso da Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE) que, de acordo com António Marques Vidal, presidente da associação APECATE, “vai centrar-se nos efeitos que a atual conjuntura, difícil e em permanente mutação, tem vindo a exercer sobre o setor do turismo”.

António Marques Vidal salienta ainda que o evento, que se realiza de 1 a 3 de fevereiro, tem como objetivo proporcionar aos empresários – em particular aos organizadores de congressos, eventos e atividades de Animação Turística – “um maior e melhor conhecimento sobre as opções e os caminhos que terão que desbravar e trilhar para poderem construir o seu futuro”.

De forma a proporcionar um debate construtivo para todos os participantes, vão estar presentes no Congresso empresários de vários subsetores do Turismo e também representantes de instituições portuguesas e espanholas. Quanto aos temas que serão abordados, o presidente da APECATE frisa que “visam refletir sobre algumas das nossas principais preocupações e são uma clara manifestação das nossas intenções sobre como desenvolver o setor dos Congressos, Eventos e Animação Turística”.

Assim, Sustentabilidade e Turismo, o Desafio dos Eventos, Património como um valor incontornável e Valorizar, Partilhar Reforçar os Destinos do Interior são apenas alguns dos tópicos que estarão em discussão ao longo dos três dias.

Quanto às expetativas da direção para o 11.º Congresso da APECATE, são as de “conseguir fazer um Congresso que seja um momento de partilha e reflexão do setor com os empresários e todas as instituições com que trabalhamos, alargando os momentos de partilha e convívio, dinamizando a vida empresarial e facilitando contatos e criação de rede”.

De salientar também a aposta num destino do interior, “demonstrando que existem condições para receber os Congressos e Eventos”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agenda

Unlock Boutique Hotels desvenda futuro a 11 de janeiro

Sete anos após a criação, a Unlock Boutique Hotels irá desvendar o futuro da rede, que conta com 16 unidades em Portugal, a operadores e agências, entidades oficiais, parceiros e meios de comunicação social.

Publituris

A Unlock Boutique Hotels (UBH) irá desvendar o futuro da rede de hotéis boutique, que conta com 16 unidades em Portugal, no próximo dia 11 de janeiro, num evento a realizar no Hotel da Estrela, em Lisboa.

Não se conhecendo pormenores, o objetivo do evento é apresentar o futuro da UBH a operadores e agências, entidades oficiais, parceiros e meios de comunicação social, sete anos após a fundação da hotel management company.

Atualmente, a Unlock Boutique Hotels é responsável pela gestão de várias unidades por todo o país: Casa Melo Alvim e o Melo Alvim Suites & Apartments (Viana do Castelo), Monverde Wine Experience Hotel (Amarante), Casa da Lavand’eira (Douro), 1877 Estrela Palace (Aveiro), Hotel da Estrela (Lisboa), Palacete Chafariz D’el Rei (Lisboa), Rosegarden House (Sintra), Sobreiras Alentejo Country Hotel (Grândola), Albergaria do Calvário (Évora), The Noble House e o The Noble House Suites & Apartments (Évora), Villa Termal Caldas das Termas de Monchique e os seus quatro hotéis – Pure Monchique Hotel, Hotel Termal, Hotel Central e Central Suites & Apartments (Algarve – Monchique).

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Turismo

Universidade Europeia debate os desafios e oportunidades do setor do Turismo

“New Tourism – Challenges and Opportunities” é o título da conferência promovida pela Universidade Europeia para debater os assuntos mais relevantes na atualidade da agenda do setor do turismo.

Publituris

A Universidade Europeia promove a conferência “New Tourism – Challenges and Opportunities”, nos dias 17 e 18 de outubro, no Campus da Quinta do Bom Nome em Carnide, numa iniciativa da Área de Turismo & Hospitalidade da Faculdade de Ciências Sociais e Tecnologia (FCST).

O 1.º dia da Conferência arranca com a Mesa-Redonda ‘As tendências do turismo e o papel dos novos Intervenientes do setor’, moderada pelo professor Paulo Marques. Presentes estarão Elmar Derkitsch, do Lisbon Marriot Hotel, que falará do ‘Hotel do Futuro – Inovação & Tendências na hotelaria’, Gonçalo Castel-Branco, do Presidential, que falará de ‘Comboios de ontem, projeto de Amanhã’, e Francisco Moser, da Norfin, que abordará ‘Que futuro para o Retail e operação turística?’

Durante a tarde, Luís Araújo, do Turismo de Portugal, falará de “Redes Colaborativas”, seguindo-se uma Mesa-redonda sobre “A importância das redes para a criação de relações entre a academia e o mercado”, moderada pela professora Sofia Almeida. Esta mesa-redonda vai contar com a presença de Sara Sardinha, que fará uma apresentação da ToursForYou (Operador Turístico de segmento de Luxo) especialistas em desenhar experiências à medida, Ana Jacinto, da AHRESP, que apresentará o Projeto Taste Portugal (Rede internacional de restaurantes portugueses no mundo), e Rita Machado, VP Sales Manager, que falará da Rede Great Hotels of the World: The Bleisure Experience.

A professora Anabela Monteiro fará a abertura da sessão, no dia 18 de outubro, e Greg Richards (Tilburg University) apresenta a palestra “Tourism development trajectories: From service industry to travel curation”. Segue-se a mesa-redonda dedicada ao tema ‘Investigação no novo Turismo – principais drivers’, que terá como oradores Cláudia Seabra (CEGOT, Faculdade de Letras, Dep.Geografia e Turismo, Universidade de Coimbra), Ana Cláudia Campos (CinTurs, Research Centre for Tourism, Sustainability and Well-being da Universidade do Algarve), Ana Gonçalves (Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril; CEG-IGOT, Universidade de Lisboa; CiTUR – Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação em Turismo). A moderação estará a cargo da professora Sofia Lopes.

Durante a tarde, o Presidente da Região de Turismo do Centro, Pedro Machado, fará a apresentação do tema ‘A recuperação do destino Serra da Estrela – desafios da liderança’. Segue-se a mesa-redonda dedicada ao tema ‘Desafios da Liderança e Gestão de Crise’, que terá como oradores Cristina Siza-Vieira (Associação de Hotéis de Portugal), Ricardo Bramão (Associação Portuguesa dos Festivais de Música), António Marques Vidal (Associação portuguesa de Empresas, de Congressos, Animação Turística e Eventos de Portugal), sendo moderada pela Professora Gabriela Silva Marques. A professora Ana Passos, Vice-reitora da Universidade Europeia fará o encerramento dos trabalhos.

“Por sermos uma universidade de referência na área do turismo e gestão hoteleira queremos escutar os profissionais e os investigadores para debater os assuntos mais relevantes na atualidade da agenda do setor, adaptando as principais conclusões do evento às boas práticas de ensino, investigação e transferência de conhecimento para o mercado”, afirma a reitora da Universidade Europeia, Hélia Gonçalves Pereira.

O evento é gratuito e aberto à comunidade académica, sujeito a inscrição.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agenda

Guestcentric prevê resultados positivos para hotéis no inverno 2022/23, mas…

Apesar de existirem fatores, como a inflação, que poderão alterar a situação, razão pela qual foram elaborados três cenários potenciais, de um modo geral, a GuestCentric prevê resultados positivos para os hotéis no final de 2022 e início de 2023.

Publituris

A empresa de soluções de e-commerce hoteleiro, que trabalha com hotéis de mais de 50 países, elaborou uma previsão de negócio sob o mote “7 Razões para os Hoteleiros estarem otimistas em 2022”. Após este verão de resultados recordes e extraordinários, será interessante verificar quais as previsões que se realizaram em 2022.

Chegado o mês de setembro de 2022, os hotéis olham para o futuro com bastante antecipação, mas também, com alguma preocupação, diz a empresa, que destaca a guerra na Ucrânia, os aumentos nos preços da energia e a elevada taxa de inflação como os principais fatores que impactam negativamente as previsões dos hoteleiros para o inverno 2022/23.

Analisando 2022, até à data, conclui-se que seis das sete previsões partilhadas em fevereiro deste ano se concretizaram. E, apesar da taxa de ocupação não ter superado os níveis de 2019, o preço médio recorde que os hotéis atingiram, aliado ao forte crescimento das vendas diretas, resultaram num aumento significativo das receitas totais dos hotéis, comparativamente a esse ano, também ele um ano “recorde”, indica a GuestCentric.

Neste quadro, a empresa estima que 2022 poderá ser o melhor ano de sempre para as reservas diretas, ano em que a procura está de volta, os preços atingem valores históricos, os cancelamentos de reservas voltaram a níveis normais, o Turismo de Negócios poderá recuperar em 2022, os hoteleiros voltaram a viajar em trabalho no ano 2022, e no inverno 2022/23, embora seja impossível uma previsão do futuro 100% exata, “podemos e devemos trabalhar com cenários, baseados na informação de mercado disponível, que nos ajudarão a preparar o ano que vem”, sublinha a análise.

Para ajudar a delinear a estratégia dos hotéis para o inverno 2022/23, a GuestCentric elaborou três cenários possíveis: Inverno igual a 2019; Elevada procura no inverno, com preços mais baixos; Disrupções no mercado este inverno, gerando uma quebra na procura.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.