Assine já
Hotelaria

Tivoli Marina Vilamoura aposta em remodelação focada nos segmentos de lazer e MICE

Após a renovação de 383 quartos, dois espaços de restauração, áreas comuns e espaço exterior, nomeadamente da piscina e do jardim, o Tivoli Marina Vilamoura reabre posicionado para o segmento de lazer e de reuniões, incentivos, conferências e exposições (MICE), dada a ligação ao Centro de Congressos do Algarve.

Carla Nunes
Hotelaria

Tivoli Marina Vilamoura aposta em remodelação focada nos segmentos de lazer e MICE

Após a renovação de 383 quartos, dois espaços de restauração, áreas comuns e espaço exterior, nomeadamente da piscina e do jardim, o Tivoli Marina Vilamoura reabre posicionado para o segmento de lazer e de reuniões, incentivos, conferências e exposições (MICE), dada a ligação ao Centro de Congressos do Algarve.

Carla Nunes
Sobre o autor
Carla Nunes
Artigos relacionados

O Tivoli Marina Vilamoura já reabriu, após um período de remodelação de dois meses e uma semana que obrigou ao encerramento desta unidade entre novembro de 2022 e 1 de fevereiro deste ano.

Agora, o hotel abre portas com 383 quartos renovados, num projeto que também visou os espaços interiores e exteriores da unidade. No interior, destaque para a renovação nos espaços comuns do hotel, na área de pequeno-almoço – transformada no restaurante Voyage – e no renovado The Argo Cocktail Bar. Já no exterior, a aposta recaiu na renovação dos jardins e da piscina da unidade.

O resultado foi apresentado este fim-de-semana a um conjunto de jornalistas, parceiros comerciais e um grupo dos melhores clientes do hotel, muitos dos quais já seguem “a terceira e quarta geração familiar” a visitar a unidade. Aliás, e de acordo com o diretor-geral do Tivoli Marina Vilamoura, Hugo Gonçalves, estes clientes foram uma das razões que motivaram esta renovação.

“Os 35 anos de história [do Tivoli Marina Vilamoura] trazem a necessidade de nos atualizarmos. Esta atualização é necessária através dos requisitos atuais dos clientes e do que é necessário em termos de estruturas e infraestruturas, que têm de ser pensadas para o futuro. Esta mudança era necessária, era pedida por muita gente”, refere.

Por enquanto, o diretor-geral da unidade não se quis comprometer com um valor de investimento, uma vez que o “processo de remodelação ainda está a decorrer”, desvendado apenas que este está situado em “muitos milhões de euros, a dois dígitos” – ou seja, pelo menos dez milhões de euros.

Remodelação representará um aumento de receitas entre 20% a 25% 

Os 383 quartos espalhados pelos nove pisos da unidade, onde estão incluídas 21 suites, passam a dar primazia à simplicidade, com a aposta em cores neutras. Desta forma, o destaque recai na vista dos quartos, sobre a Marina de Vilamoura ou a costa algarvia.

Os quartos foram ainda pensados “para se tornarem o mais funcionais possível”, com a inclusão de entradas USB e USB-C. Isto porque, e de acordo com Hugo Gonçalves, a unidade pretende servir três tipologias de clientes: não só os casais e famílias que pretendem “ter um bom espaço e ambiente confortável”, como também os clientes que frequentam o Centro de Congressos do Algarve, junto ao hotel, que precisam de ter acesso a “facilidades tecnológicas básicas”.

Suite com vista para a Marina de Vilamoura. Créditos: Tivoli Marina Vilamoura

Num terceiro tipo de cliente, o diretor destaca a importância do mercado de golfe para o hotel, o que motivou a escolha de disposição de alguns quartos com camas individuais muito próximas, a pensar nos casais internacionais “que preferem dormir em camas separadas”, ou quartos twin para acomodar grupos de amigos que se deslocam para a prática deste desporto.

E como “todo o investimento tem de ter o seu retorno”, o diretor da unidade espera que esta remodelação represente um “incremento de receitas numa média que assenta nos 20% a 25% para este ano”.

Renovação de piscina exterior e jardins focada na sustentabilidade

No exterior, o destaque da renovação vai para o taque da piscina exterior, que foi reduzido em 30% de capacidade hídrica. Se antes da renovação o tanque de formato quadrado tinha 2,40 metros de profundidade, agora passa a contar com 1,40 metros de profundidade máxima – uma “redução significativa em termos de consumos de água, químicos e energéticos para a sua utilização”, de acordo com o diretor.

Ao redor do jardim “foi possível ganhar cerca de 30% [de área] ao eliminar um riacho que começava na zona oeste do resort e percorria a zona de jardim até ao lago artificial da unidade”. Desta forma, foi possível aproveitar mais área para zonas de estar e para a plantação de nova vegetação, com o intuito de criar sombras que substituam os chapéus de sol. Por enquanto, foram plantadas 40 novas palmeiras, sendo que o projeto final contempla a plantação total de 70 palmeiras.

A renovação visou ainda dois espaços de restauração, como foi o caso do The Argo Cocktail Bar, que ganhou um novo nome e conceito. Inspirado na nau Argo, devido à arquitetura semelhante a um navio, este espaço de coquetalaria bebe inspiração aos antigos speakeasy para oferecer aos clientes um conceito de bar clássico moderno. Nesse sentido, o chef Nelson de Matos desenhou uma carta com 12 cocktails de assinatura, todos com nomes inspirados na mítica nau Argo.

The Argo Cocktail Bar. Créditos: Tivoli Marina Vilamoura

Já a antiga sala de pequeno-almoço foi transformada no restaurante Voyage, pensado para servir almoços e, eventualmente, dar apoio a refeições de eventos. O diretor afirma ainda que este é um espaço potencial para refeições temáticas, dedicadas, por exemplo, à cozinha mediterrânica, italiana, ou a um buffet de grelhados e barbecues.

No restaurante Peppers, apesar de não ter havido nenhuma renovação, Hugo Gonçalves aponta para a transformação na estratégia de comunicação deste espaço, com a criação de uma conta de Instagram separada. A decisão foi motivada pelo facto de “a adesão de não hóspedes [a este restaurante] ser maior que a dos hóspedes”. Como do diretor refere, “apesar deste espaço sempre ter tido acesso ao exterior, nunca foi promovido”.

A renovação da unidade não se fica por aqui, com o diretor da unidade a indicar que ainda têm “alguns projetos para concluir”. Um deles consiste na criação de um bar na zona de jardim, “que tem tudo a ver com a vertente de sustentabilidade e orgânica” e que Hugo Gonçalves indica que “esperam estar concluído até maio [deste ano]”, altura em que antecipa terem 90% do projeto de remodelação concluído.

Procura pela unidade “só pode estar bem”

Quando questionado sobre a procura do público por esta unidade, Hugo Gonçalves afirma que “no primeiro dia de abertura do hotel, a unidade estava a 100%, [pelo que] só pode estar bem, muito bem mesmo”.

Dentro dos segmentos desta procura o diretor-geral do Tivoli Marina Vilamoura destaca não só o mercado de lazer, como também o mercado de reuniões, incentivos, conferências e exposições (MICE), “que está a aumentar cada vez mais”.

Restaurante Voyage. Créditos: Tivoli Marina Vilamoura

“O Centro de Congressos do Algarve está a posicionar o Algarve e Vilamoura na rota dos eventos internacionais. Tivemos um mês de fevereiro com três a quatro eventos já realizados no centro de congressos, dois deles internacionais, [o que é] muito importante para quebrar aquele ‘mito’ da sazonalidade”, afirma Hugo Gonçalves.

O diretor indica que a ocupação de inverno “já está muito boa, com uma ótima procura” não só no início do ano, como também em outubro, novembro e dezembro. Uma vez que “estes eventos são reservados com muita antecedência”, o diretor assegura que “já [é possível] ter uma perspetiva mais ou menos ambiciosa”, indicando que os valores da unidade são superiores quando comparados a 2019.

Sobre o autorCarla Nunes

Carla Nunes

Mais artigos

Créditos: World Travel Awards | Gala de entrega de prémios de 2022

Hotelaria

71 hotéis em Portugal nomeados para os World Travel Awards

Das 66 categorias a concurso para os melhores hotéis e resorts da Europa, os hotéis em Portugal contam com nomeações em 40 destas categorias, sendo que alguns dos hotéis contam com mais de uma nomeação. O Pestana Hotel Group concorre na categoria de Melhor Marca Hoteleira da Europa, sendo que a Amazing Evolution está nomeada para os prémios de Melhor Empresa de Gestão Hoteleira da Europa e Melhor Operador de Hotéis Boutique da Europa.

Carla Nunes

A 30ª edição dos World Travel Awards 2023 inclui 71 hotéis em Portugal na lista de nomeados para “Melhor Hotel da Europa” nas diversas subcategorias a concurso.

Este ano, o certame premeia os melhores hotéis e resorts da Europa em 66 categorias diferentes, sendo que os 71 hotéis nomeados concorrem em 40 destas categorias.

Alguns dos hotéis estão nomeados para várias categorias. Só o Monte Santo Resort está nomeado para sete categorias diferentes no segmento europeu, nomeadamente: Melhor Hotel de Suites da Europa; Melhor Fully Integrated Resorts da Europa; Melhores Residências Hoteleiras da Europa; Melhor Resort de Lazer da Europa; Melhor Resort de Lifestyle da Europa; Melhor Resort Familiar de Luxo da Europa e Resort Mais Romântico da Europa.

Segue-se o Pine Cliffs, a Luxury Collection Resort com cinco nomeações para as categorias de Melhores Residências Hoteleiras da Europa; Melhor Resort de Lazer da Europa; Melhor Resort de Praia de Luxo da Europa; Melhor Resort Familiar de Luxo da Europa e Melhor Resort de Luxo da Europa);

Por outro lado, os hotéis EPIC SANA Lisboa Hotel, Myriad by SANA, Vila Vita Parc e 1908 Lisboa Hotel estão nomeados, cada um, para três categorias diferentes.

Já as unidades hoteleiras EPIC SANA Algarve Hotel, Bairro Alto Hotel, Verride Palácio Santa Catarina, Pestana Palace Lisboa, Vila Joya, Dunas Douradas Beach Club e Martinhal Sagres Beach Family Resort arrecadam, cada uma, duas nomeações para categorias distintas.

Destaque-se ainda que o Pestana Hotel Group concorre na categoria de Melhor Marca Hoteleira da Europa, ao lado de marcas como a Barceló Hotels & Resorts, Clarion Hotel, Fairmont Hotels & Resorts, Hilton Hotels & Resorts, InterContinental Hotels & Resorts, Kempinski Hotels, Le Méridien, Marriott Hotels, ORBI Group, Sheraton Hotels & Resorts, W Hotels e Westin Hotels & Resorts.

Já a Amazing Evolution está nomeada para os prémios de Melhor Empresa de Gestão Hoteleira da Europa e Melhor Operador de Hotéis Boutique da Europa.

Fora do continente europeu, destaque para os hotéis Dom Pedro Laguna e Vila Galé Cumcumbo, ambos no Brasil, que estão nomeados para a categoria de Melhor Resort de Praia da América do Sul.

A lista de nomeados europeus completa pode ser consultada no website dos World Travel Awards, sendo que as votações para os prémios europeus fecham a 20 de agosto. Veja abaixo a lista dos hotéis em Portugal nomeados nas categorias de melhores hotéis e resorts da Europa dos World Travel Awards 2023.

Melhor Hotel de Suites da Europa
• Monte Santo Resort.

Melhor Resort Com Tudo Incluído da Europa
• Club Med Da Balaia;
• Pestana Porto Santo All Inclusive.

Melhor Hotel de Praia da Europa
• AP Oriental Beach;
• Pestana Alvor Praia.

Melhor Resort de Praia da Europa
• EPIC SANA Algarve Hotel;
• Hotel Quinta do Lago;

Melhor Boutique Hotel da Europa
• 1908 Lisboa Hotel;
• Bairro Alto Hotel;
• Porto Royal Bridges Hotel;
• Sublime Comporta;
• The Vine Hotel;
• Verride Palácio Santa Catarina.

Melhor Boutique Resort da Europa
• Herdade dos Delgados;
• Vila Joya, Portugal.

Melhor Hotel de Negócios da Europa
• EPIC SANA Lisboa Hotel;
• Myriad by SANA, Portugal.

Melhor Resort Urbano Familiar e de Bem-Estar da Europa
• Pestana Palace Lisboa, Portugal

Melhor Hotel de Cidade da Europa
• EPIC SANA Lisboa Hotel;
• Hilton Porto Gaia;
• InterContinental Porto – Palácio das Cardosas.

Melhor Hotel de Conferências da Europa
• EPIC SANA Lisboa Hotel;
• Ria Park Hotel & Spa.

Melhor Design Hotel da Europa
• 1908 Lisboa Hotel;
• Myriad by SANA;
• The Vine Hotel.

Melhor Eco Resort da Europa
• Pestana Tróia Eco Resort.

Melhor Resort Familiar e de Bem-Estar da Europa
• EPIC SANA Algarve Hotel;
• Vila Baleira Resort;
• Vila Vita Parc;
• You and the sea.

Melhor Resort Familiar da Europa
• AP Adriana Beach Resort;
• Jupiter Albufeira Hotel – Family & Fun;
• Martinhal Sagres Beach Family Resort;
• Penina Hotel & Golf Resort;
• Ria Park Hotel & Spa;
• Vila Baleira Resort.

Melhor Fully Integrated Resort da Europa
• Monte Santo Resort.

Melhor Hotel Ecológico da Europa
• Douro Palace Hotel Resort & Spa;
• Hotel Quinta da Serra;
• Inspira Liberdade Boutique Hotel;
• Vila Galé Albacora.

Melhor Resort Ecológico da Europa
• Galo Resort Hotels;
• Vila Vita Parc.

Melhores Residências Hoteleiras da Europa
• Monte Santo Resort;
• Pine Cliffs Residence, a Luxury Collection Resort.

Melhor Suite Hoteleira da Europa
• Infinity Penthouse @ Conrad Algarve.

Melhor Resort de Ilha na Europa
• Saccharum;
• Vila Baleira Resort.

Melhor Hotel Histórico da Europa
• Bairro Alto Hotel;
• Olissippo Lapa Palace Hotel;
• Pousada Mosteiro Guimarães;
• Pousada Palácio Estoi;
• Vila Galé Collection Braga.

Melhor Resort de Lazer da Europa
• Monte Santo Resort;
• Pine Cliffs, a Luxury Collection Resort.

Melhor Hotel de Lifestyle da Europa
• 1908 Lisboa Hotel;
• Boeira Garden Hotel Porto Gaia, Curio Collection by Hilton;
• Inspira Liberdade Boutique Hotel;
• Pestana CR7 Lisboa.

Melhor Resort de Lifestyle da Europa
• Conrad Algarve;
• Douro Royal Valley Hotel & Spa;
• Monte Santo Resort;
• Vale do Lobo.

Melhor Resort de Praia de Luxo da Europa
• Pine Cliffs, a Luxury Collection Resort;
• Vila Vita Parc.

Melhor Boutique Hotel de Luxo da Europa
• InterContinental Cascais-Estoril;
• Valverde Hotel;
• Verride Palácio Santa Catarina.

Melhor Hotel de Negócios de Luxo da Europa
• Pestana Palace Lisboa.

Melhor Resort Familiar de Luxo da Europa
• Monte Santo Resort;
• Pine Cliffs, a Luxury Collection Resort;

Melhor Hotel de Luxo da Europa
• Belmond Reid’s Palace;
• Myriad by SANA;
• Pestana Palácio do Freixo;
• Savoy Palace.

Melhor Resort de Luxo da Europa
• Hotel Quinta do Lago;
• Pine Cliffs, a Luxury Collection Resort.

Melhor Novo Boutique Hotel da Europa
• Casa da Companhia, Vignette Collection;
• Dos Reis by The Beautique Hotels;
• Vermelho Melides.

Melhores Moradias (Villas) em Resorts da Europa
• Dunas Douradas Beach Club.

Melhor Resort à Beira-Mar da Europa
• Pestana Carlton Madeira;
• Vila Joya.

Melhores Apartamentos com Serviços da Europa
• Altis Prime;
• Pine Hills Vilamoura.

Melhor Resort Desportivo da Europa
• Cascade Wellness Resort.

Melhor Villa Resort da Europa
• Dunas Douradas Beach Club;
• Martinhal Sagres Beach Family Resort.

Melhor Hotel de Bem-Estar da Europa
• H2otel Congress & Medical Spa;
• Vila Galé Sintra.

Melhor Hotel em Região Vinícola da Europa
• L’AND Vineyards;
• Quinta da Pacheca.

O Hotel Mais Romântico da Europa
• Jupiter Marina Hotel – Couples & Spa.

O Resort Mais Romântico da Europa
• Monte Santo Resort;
• Pousada Mosteiro Amares.

Sobre o autorCarla Nunes

Carla Nunes

Mais artigos
Alojamento

Coldplay e Queima das Fitas trazem aumento de 63% para a faturação da restauração e hotelaria de Coimbra

A faturação da restauração e hotelaria no concelho de Coimbra verificou um crescimento de 63% entre 17 e 21 de maio, quando comparada com a média deste período semanal registada desde o início do ano.

Publituris

A conclusão é do REDUNIQ Insights, relatório da rede nacional de aceitação de cartões nacionais e estrangeiros REDUNIQ e marca da UNICRE, que verificou que aquando da realização de dois grandes eventos na cidade neste período – nomeadamente os concertos da banda Coldplay e a Queima das Fitas – a faturação destes setores registou um crescimento “bastante expressivo”, como a rede refere em comunicado.

Analisando a performance homóloga da faturação destes dois setores, a restauração registou uma variação positiva de 55%, com um aumento do consumo estrangeiro (113%) e nacional (45%).

Por sua vez, a hotelaria registou um crescimento de 48%, marcado pelo aumento de 84% do consumo estrangeiro e 22% do consumo nacional. No setor da hotelaria, em particular, a transação média registada entre 17 e 21 de maio foi de 112,90 euros – um valor mais elevado do que o registado na mesma semana de 2022 (87,90 euros) e da média desde o início do ano (95,80 euros).

A procura por este e outros setores de atividade resultou num aumento de 15% do número de transações e de 8,4% da faturação dos negócios no concelho de Coimbra, entre 17 e 21 de maio e face à mesma semana do ano anterior – com o distrito a registar um crescimento de 12% no mesmo período.

A REDUNIQ explica que este crescimento pode ser justificado pelo aumento da faturação estrangeira no concelho, que representou 10,2% do total da faturação, cerca de 63% acima do registado no ano passado.

Para Tiago Oom, Chief Commercial Officer da UNICRE e porta-voz oficial do REDUNIQ Insights, estes dados “comprovam que a organização de grandes eventos, como os concertos dos Coldplay e a Queima das Fitas, permitem atrair os clientes nacionais e estrangeiros para estas regiões do país. Este género de atividades, que têm uma duração superior a um dia, acabam por obrigar a permanecer na localidade, impulsionado, assim, uma maior procura por hotéis e restaurantes”.

Numa análise mais aprofundada, comparando com a média desde o início do ano, a quarta-feira de 17 de maio, dia do primeiro concerto dos Coldplay, registou um crescimento de 14% na faturação total, face às restantes quartas-feiras do ano.

O relatório destaca ainda o domingo de 21 de maio, dia do último concerto dos Coldplay e terceiro dia de Queima das Fitas, que registou uma variação positiva de 11% face à média dos restantes domingos do ano.

Já quando analisado o consumo estrangeiro no concelho entre 17 e 21 de maio, o REDUNIQ Insights demonstra que este foi composto, essencialmente, por Espanha (22%), França (14%), Brasil (10%), Estados Unidos (8%) e Irlanda (8%). Comparativamente com o período homólogo, a faturação espanhola registou um crescimento de 258%.

Os dados recolhidos têm como base o REDUNIQ Insights, a solução de conhecimento que analisa as transações registadas pela rede de aceitação de pagamentos da REDUNIQ.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

Vila Galé investe 80 milhões de reais para abrir hotel Collection em Ouro Preto, no Brasil

O grupo Vila Galé vai abrir mais um hotel da gama Collection no Brasil, num investimento de 80 milhões de reais. A unidade vai resultar da recuperação do antigo colégio Dom Bosco, em Cachoeira do Campo, Ouro Preto, no estado brasileiro de Minas Gerais.

Publituris

O futuro Vila Galé Collection Ouro Preto, cuja abertura está prevista para 30 de dezembro de 2024, terá 182 quartos numa primeira fase, ao qual serão acrescentados mais 46 quartos numa segunda fase. A unidade vai contar ainda com dois restaurantes, dois bares, sete salas de convenções, auditório, capela, biblioteca, sala de jogos, Satsanga Spa & Wellness com piscina interior aquecida e clube infantil NEP com parque aquático. O grupo estima que o empreendimento vai gerar 120 empregos diretos, como aponta em comunicado.

O hotel ficará integrado numa área de 195 hectares, onde o Vila Galé prevê introduzir zonas experimentais de vinhas e olivais, bem como trilhos ecológicos com cascatas.

“Estamos muito contentes de ter nosso primeiro hotel neste Estado tão rico em cultura e história. Vamos fazer o que mais me dá prazer: a conversão de património histórico. Será um resort de campo com muita oferta gastronómica e de animação, sobretudo para famílias com crianças”, afirma o presidente da Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida, em comunicado.

O colégio Dom Bosco é um prédio histórico classificado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. Este será o segundo projeto de recuperação de património que o grupo Vila Galé concretiza no Brasil, à semelhança do que já aconteceu com o Vila Galé Rio de Janeiro – um antigo hotel que foi transformado em colégio por volta de 1940 e, posteriormente, reconvertido de novo em unidade hoteleira.

Atualmente, o Vila Galé conta com dez hotéis no Brasil. Além do Vila Galé Collection Ouro Preto, o grupo está também a desenvolver o Vila Galé Collection Sunset Cumbuco, junto ao Vila Galé Cumbuco, no Ceará, que deverá estar concluído em 2024.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

Iniciativa “Be Our Guest” da ADHP debate “Perseverança e Dedicação” em maio

O empresário de restauração na Região Autónoma dos Açores, Abel Cabral, será o convidado da próxima sessão que decorre a 29 de abril. A moderação ficará a cargo de Manuel Goes, delegado da ADHP para os Açores e General Manager do Octant Furnas Hotel.

Publituris

Na conversa de maio do “Be Our Guest”, a iniciativa da ADHP – Associação dos Diretores de Hotéis de Portugal que dá palco a conversas informais com profissionais do turismo, o debate será centrado na “Perseverança e Dedicação”.

O tema da sessão agendada para a próxima segunda-feira, 29 de maio, às 19h00, é justificado pela ADHP com o facto de nos encontrarmos “numa altura em que o setor do turismo discute a necessidade de profissionais motivados e comprometidos com as operações em que estão inseridos”, como indica em comunicado.

Para falar sobre este tema, a “Be Our Guest” de maio convida Abel Cabral, empresário de restauração na Região Autónoma dos Açores, sendo que a moderação ficará a cargo de Manuel Goes, delegado da ADHP para os Açores e General Manager do Octant Furnas Hotel.

“No ‘Be Our Guest’ de maio teremos um convidado que é a personificação do tema em destaque. Abel Cabral é um empresário reconhecido pelo seu sucesso na restauração açoriana. Começou a trabalhar desde cedo, aos 16 anos, como mandarete no Hotel Avenida em Ponta Delgada e, atualmente, detém três restaurantes que são uma referência em São Miguel e nos Açores. Abel Cabral é um exemplo e o seu trabalho mostra que é possível alcançar o sucesso através do trabalho árduo e da paixão pelo que se faz”, explica Patrícia Correia, dirigente da ADHP responsável pelo projeto “Be Our Guest”.

À semelhança das sessões anteriores, a conversa deste mês terá lugar através da plataforma Zoom. Apesar de gratuitas, as inscrições são limitadas e carecem de registo através de um formulário.

A “Be Our Guest” deste mês conta com o apoio da Paraty Tech.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

Casual Hoteles regista receitas superiores a 23,6 milhões de euros em 2022

A cadeia hoteleira espanhola conta atualmente com 23 hotéis, dois dos quais em Lisboa e no Porto, sendo que este último mostrou ser o preferido dos portugueses de entre as unidades da Casual Hotels. Apesar do mercado proveniente da América do Norte constituir 3% das reservas da cadeia, esta aponta que em 2022 foi o que registou o maior aumento de clientes da Casual Hotels – mais 296,2% em relação a 2019.

Publituris

A cadeia de hotéis temáticos espanhola Casual Hoteles, com presença em 12 cidades de Espanha (Valência, Benidorm, Barcelona, Madrird, Sevilha, Cádiz, Málaga, San Sebastián e Bilbao), em Portugal (Lisboa e Porto) e Itália (Florença) obteve receitas superiores a 23,6 milhões de euros em 2022.

O EBITDA registado no mesmo período foi de cinco milhões de euros, sendo que, e comparando os valores de 2022 com os de 2019, as receitas da Casual Hoteles cresceram 55,26% e o EBITDA 284,61%.

Relativamente à ocupação hoteleira média, a Casual Hoteles indica em comunicado que os valores não registaram grandes diferenças, situando-se nos 87,11% em 2022 e nos 87,05% em 2019. No entanto, apesar da ocupação ser semelhante, as tarifas foram mais elevadas – o REVPAR do ano passado foi 20,25% superior ao de 2019, com a tarifa média do quarto a aumentar de 64,59 euros, em 2019, para 77,55 euros em 2022.

Preferência do mercado norte-americano cresce 296,2% em relação a 2019

Na mesma nota de imprensa, a cadeia hoteleira indica que “a recuperação turística registada em 2022 foi possível graças ao impulso do mercado interno [espanhol], que gerou 39% das reservas”. Na restante lista de mercados que mais contribuíram para a ocupação dos hotéis do grupo destacaram-se o italiano (8,2%) e o francês (6,9%), seguidos pelos mercados britânico, holandês e alemão (3,5% cada).

É ainda destacado que, embora o mercado proveniente da América do Norte se mantenha nos 3%, “em 2022 registou o maior aumento de clientes da cadeia – mais 296,2% em relação a 2019.

Em 2022 o Casual Pop Art Benidorm mostrou ser o hotel preferido dos espanhóis, com os italianos a preferirem o Casual Cine Valencia. Já o Casual Don Juan Tenorio Sevilla foi o favorito dos franceses, o Casual del Teatro Madrid marcou a preferência dos norte-americanos e o Casual Raizes Porto foi o mais escolhido pelos portugueses de entre os hotéis do grupo.

Primeiros quatro meses de 2023 antecipam ano positivo

Fazendo as contas aos meses de janeiro e abril de 2023, a Casual Hoteles assegura que “tudo parece indicar que este ano será ainda melhor que o de 2022”, uma vez que nestes quatro meses a cadeia obteve receitas de 7,46 milhões de euros.

Ao fazer a comparação deste valor com o que foi registado nos primeiros quatro meses de 2022 – sendo para isso necessário excluir os quatro novos hotéis do grupo, que ainda não estavam abertos nessa altura – o valor da receita para 2023 seria de 6,12 milhões, o que, mesmo assim, representaria um aumento de 30,1% em comparação com o mesmo período de 2022.

Cadeia pretende reforçar posição no segmento pet friendly

Ainda em 2022, a Casual Hoteles aponta que os hotéis do grupo receberam 3.336 reservas de clientes acompanhados por animais de estimação, que geraram 3,72% da receita total da empresa.

Sobre estes clientes com animais de estimação, a cadeia hoteleira indica que 53,3% eram espanhóis e quase metade provinham de países fora de Espanha, com os franceses a representarem 7,9% destes clientes. A estadia média deste perfil de clientes foi de 2,35 dias, sendo que despenderam uma média de 228,3 euros por estadia.

A época em que estes clientes mais viajaram com os seus animais de estimação foi em agosto e no Natal, sendo que nesta última efeméride incluem-se os meses de dezembro e janeiro.

Como indicado pela cadeia em nota de imprensa, a maior parte destes clientes eram solteiros, sendo que seus estabelecimentos preferidos foram o Casual Las Olas San Sebastián, que em 2022 recebeu um total de 1.724 reservas de animais de estimação (7,66% das receitas) e o Casual de las Artes Valencia, que durante o mesmo período recebeu 1.410 animais de estimação (5,76% das suas receitas).

A Casual Hoteles tem atualmente 23 hotéis e 881 quartos em 12 cidades de Espanha, Portugal e Itália, dos quais um é propriedade da cadeia, um é gerido, 15 são explorados em regime de aluguer e seis são franchisados.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Alojamento

Wotels assume exploração da Sarrazola House e firma parceria com a EPAV

O grupo ficará responsável pela exploração daquele que será o futuro WOT Sintra Sarrazola. Após uma primeira fase de remodelações, cujo valor total é estimado entre os 200 e 300 mil euros, a unidade vai abrir ao público a 1 de junho, dirigindo-se principalmente a dois grupos: famílias e casais.

Carla Nunes

A Sarrazola House, em Sintra, foi cedida para exploração turística ao grupo Wotels na passada segunda-feira, 15 de maio. Uma vez que o edifício também pertence à Escola Profissional Alda Brandão de Vasconcelos (EPAV), o Wotels anunciou esta sexta-feira uma parceria com a instituição, que visa a exploração daquele que será o futuro WOT Sintra Sarrazola.

Em entrevista à Publituris Hotelaria, Nuno Constantino explica que “a Sarrazola House estava encerrada desde a pandemia por COVID-19”, pelo que o grupo falou “com a EPAV, que mostrou alguma abertura [em firmar uma parceria]”.

Através deste acordo, o Wotels passa a participar “nas atividades pedagógicas e escolares promovidas pela escola, assim como em projetos Erasmus”. Como Nuno Constantino explica, o objetivo passa por “colaborar no sentido de atualizar os programas escolares para estarem mais atualizados em relação ao mercado de trabalho”, sendo que o grupo também já participa enquanto júri na apresentação de trabalhos de final de curso desta instituição.

Além disso, o grupo Wotels compromete-se a disponibilizar com condição preferencial estágios e primeiro emprego aos alunos da EPAV, “não só nesta nova unidade como nas restantes do grupo”.

13ª unidade do Wotels pretende captar famílias e casais

Com esta parceria, o WOT Sintra Sarrazola torna-se a 13ª unidade do Wotels e deverá abrir para atividade a 1 de junho após algumas reformulações, como indica Nuno Constantino.

Até à data de abertura, o edifício de 22 quartos será alvo de remodelações “básicas”, nomeadamente a troca de camas, colchões, e alguns ajustes de decoração, como pintura de paredes e troca de quadros. No entanto, e como apontado por Nuno Constantino, o grupo prevê fechar a unidade numa fase posterior durante um mês, no período de inverno, para “fazer uma atualização da decoração e adequar o conceito da unidade ao cliente” que pretendem atingir.

Ao todo, o grupo irá investir entre 200 a 300 mil euros nesta remodelação.

Esta unidade vem somar-se à presença do grupo na Praia das Maçãs com o WOT Sintra Ocean e permite “uma oferta de praia e serra, bem como uma oferta para eventos únicos de empresas ou particulares”, como o grupo refere em comunicado.

Aliás, como Nuno Constantino refere, o intuito do grupo passa por “cruzar as vendas [do WOT Sintra Sarrazola] com o WOT Sintra Ocean”, focado em “dois grandes grupos”: casais e famílias, com a expetativa que este último domine a temporada de verão, associado à proximidade com as praias da zona.

Sobre o autorCarla Nunes

Carla Nunes

Mais artigos
Hotelaria

Vila Galé aposta em Beja com o reforço de três conceitos hoteleiros

A herdade do grupo em Beja, agora designada como Clube de Campo Vila Galé, passará a reunir três unidades hoteleiras. O objetivo passa por ter uma oferta diversificada que chegue a mais segmentos, públicos-alvo e mercados.

Publituris

O grupo Vila Galé está a reforçar a oferta na sua herdade em Beja, o Clube de Campo Vila Galé, que vai passar a contar com três unidades hoteleiras com conceitos distintos: o Vila Galé Alentejo Vineyards & Olive, o Vila Galé Collection Monte do Vilar e o Vila Galé Nep Kids.

No hotel rural Vila Galé Alentejo Vineyards & Olive – antigo Vila Galé Clube de Campo – a aposta atual recai em experiências de enoturismo, olivoturismo e turismo de natureza. O objetivo passa por criar “experiências diferenciadoras” ao tirar partido da localização na herdade de 1.620 hectares, onde o grupo produz os vinhos e azeites Santa Vitória. Desta fazem parte atividades como visitas à adega e ao lagar, provas de vinhos e azeites, jantares vínicos, workshops de gastronomia regional e cursos de formação, além da possibilidade de participar nas vindimas ou na apanha da azeitona.

A unidade tem como principais públicos-alvo “casais ou famílias que pretendam estar em contacto com a natureza, conhecendo as diversas atividades rurais da propriedade ou praticar atividades lúdicas ao ar livre”, como o grupo hoteleiro refere em comunicado.

Vila Galé Collection Monte do Vilar

Na mesma propriedade, o grupo abriu as portas do Vila Galé Collection Monte do Vilar, a 1 de abril. Com uma piscina exterior, restaurante e bar, salões para eventos, jardim, serviço de massagens e postos para carregamento de veículos elétricos, a unidade dirigida para maiores de 16 anos “adequa-se a casais que procuram momentos de descanso com paz, silêncio e tranquilidade, com vista para a paisagem alentejana”.

Já para o próximo mês de junho está prevista a abertura da primeira fase do Vila Galé Nep Kids, um hotel “onde os adultos só poderão entrar quando acompanhados por crianças”. A unidade terá 80 quartos, parque aquático com várias piscinas exteriores e escorregas, carrossel, trampolins, Clube Nep com brinquedoteca, parede de escalada, sala de cinema, pista de condução, apontamentos museológicos e spa infantil. Como o grupo refere em comunicado, “este hotel destina-se exclusivamente a famílias com filhos pequenos que procurem muita animação, atividades e entretenimento”.

Com estas três unidades hoteleiras na herdade agora designada como Clube de Campo Vila Galé, o objetivo passa por “ter uma oferta turística diversificada mas complementar, chegando a mais segmentos, públicos-alvo e mercados”.

Além das atividades propostas por cada unidade, os hóspedes podem ainda participar em atividades ao ar livre como piqueniques, caminhadas, voos de balão de ar quente, canoagem, passeios de bicicleta ou experiências equestres.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

Tivoli Sintra passa a NH Sintra Centro após processo de rebranding

O hotel foi ainda alvo de uma remodelação que trouxe uma decoração mais moderna às áreas comuns e quartos. Além de três salas de reuniões com capacidade para até 200 pessoas, o NH Sintra Centro conta ainda com um ginásio.

Publituris

O Tivoli Sintra surge como NH Sintra Centro após um processo de rebranding, que trouxe uma nova marca e espaços renovados ao hotel que conta já com 43 anos de história.

A unidade hoteleira foi alvo de uma remodelação de quatro meses que abrangeu as áreas do lobby, restaurante, sala de pequenos-almoços e os 77 quartos – incluindo cinco suites – do hotel. Estes passam a apresentar “uma decoração mais moderna, em tons claros, com pinturas de hortênsias”, como indicado em comunicado. A maioria dos quartos tem vista panorâmica para o vale e para a serra, sendo que alguns têm vista até ao mar, em dias sem nuvens.

O hotel ganhou ainda um novo espaço de ginásio, criado no local de uma das antigas salas de reuniões, no qual os clientes podem encontrar “equipamento premium”, aponta a unidade em nota de imprensa. As três salas de reuniões, com luz natural, têm capacidade máxima para 200 pessoas, naquele que a unidade assegura ser “o maior espaço para reuniões no centro histórico de Sintra”.

“Trazemos aos nossos clientes a reconhecida experiência da marca NH em hotéis de cidade, após um período de quatro meses de renovação. Realizámos várias intervenções em alguns espaços, nomeadamente nos quartos e nas salas de refeição. Substituímos materiais e redecorámos algumas áreas, passando a oferecer uma estadia mais contemporânea aos nossos hóspedes”, adianta Patrícia Gonçalves, diretora do NH Sintra Centro.

A par da renovação, o Restaurante & Bar Miranda, integrante do hotel, conta com um novo menu. Este dá preferência aos produtos locais e inclui pratos como a Sopa de Peixe à Sintrense, Arroz de Peixe da Nossa Costa e o Costelão Black Angus. Nas sobremesas, além da pasteleria de Sintra, com travesseiros e queijadas, o chef mantém o Arroz Doce Caseiro com Gelado de Canela e sugere a Tartellete de Creme Brulee com Gelado de Framboesa.

O NH Sintra Centro integra o programa de fidelização NH DISCOVERY, que permite aos membros usufruir de descontos adicionais até 10% nas suas estadias e começar a ganhar os chamados DISCOVERY Dólares, a partir do primeiro dia, em todas as estadias, refeições e outros serviços do hotel, podendo gastar nas estadias seguintes em hotéis parceiros.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

Portugal no radar para expansão do grupo espanhol Ilunion

Portugal parece estar no radar do grupo hoteleiro espanhol Ilunion, segundo avança a imprensa espanhola, dando conta da intenção da cadeia querer avançar com a estratégia de internacionalização.

Publituris

De acordo com a imprensa espanhola, a cadeira lunion Hotels está a considerar expandir o negócio além fronteiras, aparecendo Portugal como um dos destinos melhor colocados para receber as primeiras unidades fora de Espanha.

Depois de abrir unidades nas Canárias e deter, atualmente, 30 hotéis em 14 destinos do território espanhol, “a divisão de hospitalidade do grupo Social ONCE coloca a mira no estrangeiro”, diz a imprensa do país vizinho.

O elEconomista.es diz mesmo que o diretor-geral do grupo Social ONCE e CEO da Ilunion, Alejandro Oñoro, o portfólio de hotéis irá “seguramente” aumentar e Portugal é um dos principais destinos para a estreia internacional do grupo. “Estamos a procurar locais”, avançando Oñoro que “gostamos muito das zonas de Lisboa e Porto. Se conseguirmos, será a primeira vez que damos o salto para fora de Espanha”, frisando ainda que “estamos procurar oportunidades para poder dar esse salto”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Hotelaria

Sustentabilidade no Turismo em debate na 1ª edição das NEYA Sustainable Talks

A NEYA Hotels vai organizar pela primeira vez um evento para debater a sustentabilidade no turismo, as NEYA Sustainable Talks, que terão lugar a 18 de maio no NEYA Porto Hotel. O evento vai reunir vários convidados conceituados na área da sustentabilidade e do turismo, que vão partilhar as suas experiências e conhecimentos nesta área.

Publituris

A CEO da NEYA Hotels, Yasmin Bhudarally, abrirá a sessão e o presidente da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, ficará encarregue do encerramento.

Em comunicado de imprensa a NEYA Hotels refere que “o evento tem como objetivo promover a discussão e reflexão sobre as questões relacionadas com a sustentabilidade no turismo, um tema cada vez mais relevante na indústria hoteleira”. Como afirma, “a NEYA Hotels está empenhada em promover práticas sustentáveis e conscientes no seu funcionamento diário, e acredita que a partilha de conhecimentos e experiências é fundamental para promover a mudança e o desenvolvimento sustentável”. Por essa razão, este tipo de práticas serão abordados durante o evento pelo diretor da qualidade, ambiente e segurança do grupo NEYA, Pedro Teixeira.

O programa do evento incluirá palestras e debates sobre os desafios e as oportunidades da sustentabilidade no turismo e conta com convidados como Leonor Picão, diretora coordenadora da Direção da Valorização da Oferta no Turismo de Portugal; Inês Santos Costa, ex-secretária de Estado do Ambiente e especialista em temas ESG na Deloitte e Patrícia Araújo, CEO da Biosphere Portugal.

Para mais informações sobre o evento, os interessados podem visitar o website da NEYA Hotels ou entrar em contacto através do email [email protected].

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.