Edição digital
Assine já
PUB

CARAÍBAS: Viaje com a MSC Cruzeiros e não perca a oportunidade de ter tudo incluído nos cruzeiros deste inverno por um preço irresistível

Quer opte por realizar um cruzeiro pelo Médio Oriente, pelas Caraíbas e Antilhas, pelo Mediterrâneo, pelo Norte da Europa ou caso opte por uma Grand Voyage poderá efetuar a sua reserva com a MSC Cruzeiros e ter a possibilidade de ter tudo incluído neste Inverno 2022/2023!

Brand SHARE

CARAÍBAS: Viaje com a MSC Cruzeiros e não perca a oportunidade de ter tudo incluído nos cruzeiros deste inverno por um preço irresistível

Quer opte por realizar um cruzeiro pelo Médio Oriente, pelas Caraíbas e Antilhas, pelo Mediterrâneo, pelo Norte da Europa ou caso opte por uma Grand Voyage poderá efetuar a sua reserva com a MSC Cruzeiros e ter a possibilidade de ter tudo incluído neste Inverno 2022/2023!

Brand SHARE
Sobre o autor
Brand SHARE
Artigos relacionados
Açores aprovam revisão do Plano Estratégico e de Marketing para o Turismo para o período 2023-2030
Destinos
Turkish Airlines anuncia reforço de operação para Sharm-el-Sheikh no inverno IATA
Sem categoria
Lisboa e Buenos Aires mantêm-se como destinos internacionais preferidos dos brasileiros
Destinos
Ryanair apela aos clientes para reservar diretamente
Transportes
Norwegian Viva já está na frota da NCL e vai passar por Lisboa
Transportes
Acrópole de Atenas vai limitar entrada diária de visitantes a partir de 4 de setembro
Destinos
TAP anuncia no Brasil que vai ter ligações diárias para Natal
Transportes
Douro & Porto Wine Festival fecha várias parcerias para trazer mais público nacional e internacional
Destinos
InterContinental Porto – Palácio das Cardosas contrata Jean Hélière como Cluster General Manager
Alojamento
Nova edição: Turismo de Luxo, “Viaje com o Paladar” da Icárion, APAL e viagem a Samaná
Destinos

As Caraíbas são, para quem já as visitou, um lugar de sonho. São encaradas como um dos mais belos e fascinantes destinos do mundo, um sonho para qualquer turista que pretende descansar em cenários majestosos, rodeados por enormes praias de areia branca, palmeiras, frutos exóticos, barreira de corais, repleta de peixes tropicais de todas as cores e um mar azul-turquesa.

Ciente do forte interesse que existe por esta região, a MSC Cruzeiros terá 4 navios a navegar pelas Caraíbas durante o Inverno 2022/23 para que nada falte aos passageiros que desejam conhecer melhor as praias caribenhas, entre outras atrações.

Bahamas, Ocean Cay MSC Marine Reserve – Photo credit Conrad Schutt

O MSC Seascape, que será inaugurado em Nova York, iniciará a sua temporada inaugural no dia 11 de Dezembro de 2022 em Port Miami (EUA) aos Domingos. O navio vai disponibilizar itinerários de 7 noites com escala na Ocean Cay MSC Marine Reserve nas Bahamas, em Cozumel no México, George Town nas Ilhas Caimão e Ocho Rios na Jamaica antes de regressar a Miami.

Com porto de embarque em Port Miami, os passageiros da MSC Cruzeiros poderão antes de realizarem o embarque, encontrar uma cidade cujos bairros são muito diversificados, um autêntico puzzle que forma um corredor urbano de duas cidades tecnicamente separadas: a parte continental de Miami e o enorme banco de areia conhecido por Miami Beach.

Ao realizar um cruzeiro nas Caraíbas com a MSC Cruzeiros, a maioria das pessoas acaba por passar o tempo em South Beach, uma área relativamente pequena na extremidade sul do banco de areia, onde encontrará muitas das principais galerias de arte da Flórida, restaurantes em voga e grande parte da sua efervescente vida noturna.

Antigua, from St John’s – English Harbour

De seguida, o navio irá escalar na Ocean Cay MSC Marine Reserve, uma autêntica ilha Caribenha, onde poderá encontrar um ambiente eco-friendly, sentir o calor do espirito bahamiano, fazer uma massagem relaxante numa cabana, descobrir toda a beleza dos mares e explorar a ilha com excursões dedicadas.

O MSC Seascape passará também por Cozumel, uma ilha de quarenta quilómetros de extensão junto à costa de Playa del Carmen, a Ilha Cozumel é um porto de escala famoso, onde quase diariamente atracam até 10 navios numa das docas especializadas da ilha, todas situadas a sul da única cidade, San Miguel.

Posteriormente, o navio irá para o porto de George Town, uma cidade tradicional das Caraíbas com casas coloridas em madeira intercaladas com edifícios mais recentes. Poderá também mergulhar na história da ilha no Museu Nacional de George Town que serve duas finalidades: além de poder descobrir exemplos das espécies endémicas de flora e fauna mais interessantes, pode ainda conhecer a história da ilha.

Antes de regressar a Miami, o navio passará por Ocho Rios que se caracteriza pelos seus rios e pelo seu mar cristalino. No seu cruzeiro pelas Caraíbas recomendamos-lhe que experimente as diversas atividades ao ar livre disponíveis nos rios, como caiaque e tubing.

O MSC Meraviglia também estará a navegar pelas Caraíbas, partindo do porto de embarque Port Canaveral, onde a cerca de 20 minutos de carro, pode descobrir o fenomenal Centro Espacial Kennedy, onde os veículos da NASA são desenvolvidos, testados e enviados para a órbita do planeta.

O navio passará por Nassau que conta com o maior aquário ao ar livre do mundo, com mais de 100 espécies diferentes de peixes tropicais coloridos. Nesta região é possível interagir com golfinhos e fazer excursões a ilhas vizinhas em lanchas.

De seguida, o navio irá para a Ocean Cay MSC Marine Reserve antes de passar pelo porto da Costa Maya, onde é possível sentir a vivacidade sentida na região com as suas bancas de recordação turísticas e de aluguer de jet-ski ao largo do passeio marítimo sofisticado.

O navio passará ainda por Cozumel, antes de regressar ao porto de desembarque, Port Canaveral, num itinerário que terá a duração de sete noites.

O MSC Divina realizará itinerários de 10 noites com partida de Port Miami (EUA), fazendo escala em Ocho Rios (Jamaica), passando depois por Cartagena (Colômbia), antes de chegar ao Panamá na cidade de Colón. Através da MSC Cruzeiros poderá ter a oportunidade de realizar excursões a Portobelo. Como lugares imperdíveis em Colón, poderá visitar o Lago Gatún e o Canal do Panamá.

USA, Miami – South Beach

De seguida, o navio navegará em direção a Puerto Limón (Costa Rica), onde poderá realizar uma excursão que tem como destino o Veragua Rainforest, um parque de investigação e aventura interessante na floresta tropical que apresenta várias exposições sobre a vida animal, podendo, se assim o desejar, conversar com os biólogos responsáveis e saber mais sobre os estudos desenvolvidos continuamente sobre a extraordinária coleção de borboletas do parque.

Antes de regressar a Miami, o MSC Divina fará escala ainda na Ocean Cay MSC Marine Reserve nas Bahamas para que os passageiros conheçam a ilha.

A bordo do MSC Seaside poderá realizar cruzeiros de 7 noites com partidas de Fort- de-France (Antilhas Francesas), Pointe-à-Pitre (Guadalupe) e Philipsburg (St Maarten) com dois itinerários que incluem escalas para destinos como Castries (Santa Lúcia), Bridgetown (Barbados), Saint George (Granada) ou St John´s (Antigua e Barbuda), Basseterre (St Kitts e Nevis) e Roseau (Dominica).

Antes de embarcar no seu cruzeiro em Fort- de- France poderá desfrutar de locais imperdíveis nessa região como da Praia Anse Mitan, de andar numa ponte suspensa no jardim e da destilaria de rum Depaz que já produz a bebida nacional desde 1651.

MSC Divina in Port Canaveral – Photo credit: Port Canaveral for MSC Cruises

De seguida, o navio irá para Point-a Pitre, em Guadalupe, onde poderá desfrutar dos aromas e sons que emanam dos seus inúmeros e pequenos mercados. Destaca-se o Mercado Central, também chamado de Mercado de Saint Antoine, situado na praça com o mesmo nome em pleno centro da cidade, o Mercado das Flores na Praça Gourbeyre, em frente à Igreja de São Pedro e São Paulo, e o Mercado do Porto de Keruland no mar das Caraíbas. Para os amantes de Parques Nacionais não poderão perder a oportunidade de visitar o Parque Nacional de Guadalupe reconhecido como Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO.

Um dos itinerários percorrerá a capital de São Martinho, Philipsburg, onde poderá aproveitar para realizar um passeio a cavalo, ou ainda visitar a conhecida Lagoa de Simpson Bay. Posteriormente, seguirá para Saint John´s (Ilha de Antígua), uma colónia da Coroa Britânica ao longo de mais de 300 anos onde não pode perder a oportunidade de visitar o Estaleiro de Nelson, um velho estaleiro restaurado e ainda a Shirley Heights que é considerado o local ideal para apreciar o pôr do sol ou as festas mais famosas da ilha.

De seguida, irá para Basseterre onde poderá encontrar duas ilhas das Caraíbas que foram frequentadas pelos turistas de elite ao longo de, pelo menos, dois séculos, tendo sido o destino da nobreza europeia entre os séculos XIX e XX.

Antes de regressar a Fort-de-France o navio navegará para Roseau, a capital de Domínica, situada na costa do mar das Caraíbas. Trata-se de um lugar muito envolvente e o seu estilo colonial francês e o seu traçado urbano original ainda podem ser apreciados nas zonas do Antigo Mercado. São várias as excursões que cada passageiro pode realizar que envolvem caminhadas desde as menos exigentes às mais exigentes fisicamente.

Martinique, from Fort-de-France – Balata Church

Já o outro itinerário partirá também de Fort-de-France, fará escala em Pointe-à-Pitre, antes de ir para a capital de Santa Lúcia, Castries, antigo refúgio de piratas, onde poderá encontrar as melhores praias desertas e os melhores centros comerciais das Caraíbas.

De seguida, o MSC Seaside passará por Barbados, onde poderá descobrir a capital Bridgetown. Entre as várias atrações desta pequena cidade das Caraíbas, vale a pena admirar os seus vários edifícios coloniais, o Edifício do Parlamento e a estátua de Lord Nelson, situada na praça atual denominada National Heroes Square.

Posteriormente, o seu navio irá para Saint George (Granada), onde poderá vislumbrar algumas casas crioulas do século XIX que ainda mantêm os telhados de telhas em tijolos, usadas como lastro nos navios do Velho Mundo.

Antes de desembarcar em Fort-de-France, o navio passará por Kingstown onde encontrará a atmosfera típica das Índias Ocidentais, com o seu mercado de peixes, lojas de rum e edificações coloniais.

Considerada um paraíso escondido nas Caraíbas, Kingstown tem também belíssimas igrejas como a Catedral de Santa Maria, datada de 1820, famosa pelos seus arcos de estilo romano, torres góticas e ornamentos mouriscos.

Não lhe faltam motivos para fazer um cruzeiro!

Embarque nesta aventura com a MSC Cruzeiros!

 

 

Artigos relacionados
Açores aprovam revisão do Plano Estratégico e de Marketing para o Turismo para o período 2023-2030
Destinos
Turkish Airlines anuncia reforço de operação para Sharm-el-Sheikh no inverno IATA
Sem categoria
Lisboa e Buenos Aires mantêm-se como destinos internacionais preferidos dos brasileiros
Destinos
Ryanair apela aos clientes para reservar diretamente
Transportes
Norwegian Viva já está na frota da NCL e vai passar por Lisboa
Transportes
Acrópole de Atenas vai limitar entrada diária de visitantes a partir de 4 de setembro
Destinos
TAP anuncia no Brasil que vai ter ligações diárias para Natal
Transportes
Douro & Porto Wine Festival fecha várias parcerias para trazer mais público nacional e internacional
Destinos
InterContinental Porto – Palácio das Cardosas contrata Jean Hélière como Cluster General Manager
Alojamento
Nova edição: Turismo de Luxo, “Viaje com o Paladar” da Icárion, APAL e viagem a Samaná
Destinos
PUB
Destinos

Nova edição: Turismo de Luxo, “Viaje com o Paladar” da Icárion, APAL e viagem a Samaná

A única edição do mês de agosto do jornal PUBLITURIS faz capa com o Turismo de Luxo. Além disso, trazemos mais uma iniciativa “Viaje com o Paladar” da Icárion, uma entrevista a Desidério Silva, presidente da APAL, e a reportagem sobre a viagem a Samaná a contive do operador turístico Soltour.

Publituris

A única edição do mês de agosto do jornal PUBLITURIS faz capa com o Turismo de Luxo. Se logo no início do dossier pretendemos definir ou esclarece o que, de facto, é Turismo de Luxo, nas páginas seguintes ouvimos diversos agentes da hotelaria que atuam no segmento mais alto do turismo em Portugal. Além disso, também falámos com Eduardo Cabrita, diretor-geral da MSC Cruzeiros em Portugal a propósito do Luxo em Alto Mar, bem como com alguns académicos que ensinam e analisam o mercado do turismo.

Na “Distribuição”, a iniciativa “Viaje com o Paladar” do operador turístico Icárion, deu a conhecer a agentes de viagens os paladares do Vietname. Ao PUBLITURIS, os agentes que marcaram presença nesta iniciativa asseguraram que, a partir de agora, vão olhar o destino com outros olhos depois de o terem sentido pelo sabor da sua gastronomia.

Nos “Destinos”, entrevistámos Desidério Silva, presidente da Agência de Promoção de Albufeira (APAL), que foi eleito em janeiro e que faz um balanço positivo dos primeiros meses de mandato e revela o calendário de ações que a associação tem previsto para 2023.

Nas “Viagens”, damos conta da viagem que o PUBLITURIS realizou a Samaná, na República dominicana, a convite do operador turístico Soltour. No Caribe, podemos confirmar que se trata de um destino para, de facto, nos sentirmos “rulay”.

As opiniões desta edição pertencem a Francisco Jaime Quesado (economista e gestor) e Jaume Vidal (diretor Regional da Tiqets em Portugal e Espanha).

O jornal PUBLITURIS na sua versão em papel vai agora de férias e regressa com a edição de 1 de setembro.

A todos os leitores do PUBLITURIS desejamos umas ótimas férias.

A versão completa desta edição é exclusiva para subscritores do Publituris. Pode comprar apenas esta edição ou efetuar uma assinatura do Publituris aqui obtendo o acesso imediato.

Para mais informações contacte: Carmo David | [email protected] | 215 825 43

Nota: Se já é subscritor do Publituris entre no site com o seu Login de assinante, dirija-se à secção Premium – Edição Digital e escolha a edição que deseja ler, abra o epaper com os dados de acesso indicados no final do resumo de cada edição.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Destinos

Edição Digital: Turismo de Luxo, “Viaje com o Paladar” da Icárion, APAL e viagem a Samaná

A única edição do mês de agosto do jornal PUBLITURIS faz capa com o Turismo de Luxo. Além disso, trazemos mais uma iniciativa “Viaje com o Paladar” da Icárion, uma entrevista a Desidério Silva, presidente da APAL, e a reportagem sobre a viagem a Samaná a contive do operador turístico Soltour.

Victor Jorge

A única edição do mês de agosto do jornal PUBLITURIS faz capa com o Turismo de Luxo. Se logo no início do dossier pretendemos definir ou esclarece o que, de facto, é Turismo de Luxo, nas páginas seguintes ouvimos diversos agentes da hotelaria que atuam no segmento mais alto do turismo em Portugal. Além disso, também falámos com Eduardo Cabrita, diretor-geral da MSC Cruzeiros em Portugal a propósito do Luxo em Alto Mar, bem como com alguns académicos que ensinam e analisam o mercado do turismo.

Na “Distribuição”, a iniciativa “Viaje com o Paladar” do operador turístico Icárion, deu a conhecer a agentes de viagens os paladares do Vietname. Ao PUBLITURIS, os agentes que marcaram presença nesta iniciativa asseguraram que, a partir de agora, vão olhar o destino com outros olhos depois de o terem sentido pelo sabor da sua gastronomia.

Nos “Destinos”, entrevistámos Desidério Silva, presidente da Agência de Promoção de Albufeira (APAL), que foi eleito em janeiro e que faz um balanço positivo dos primeiros meses de mandato e revela o calendário de ações que a associação tem previsto para 2023.

Nas “Viagens”, damos conta da viagem que o PUBLITURIS realizou a Samaná, na República dominicana, a convite do operador turístico Soltour. No Caribe, podemos confirmar que se trata de um destino para, de facto, nos sentirmos “rulay”.

As opiniões desta edição pertencem a Francisco Jaime Quesado (economista e gestor) e Jaume Vidal (diretor Regional da Tiqets em Portugal e Espanha).

O jornal PUBLITURIS na sua versão em papel vai agora de férias e regressa com a edição de 1 de setembro.

A todos os leitores do PUBLITURIS desejamos umas ótimas férias.

Leia aqui a nova edição.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos

GIobal Revenue Forum anuncia XLR8 como parceiro Afiliado

Parceiro afiliado em Lisboa para ampliar ainda mais o alcance da rede de revenue management do Global Revenue Forum

Brand SHARE

Os membros fundadores do Global Revenue Forum anunciam hoje a adição do parceiro associado em Portugal, XLR8, que contribuirá para a extensão da comunidade que participa da conferência anual de revenue e, assim, estenderá os recursos educacionais e de networking em revenue management em toda a região.

Os membros fundadores do Global Revenue Forum (GRF) representam uma colaboração entre três das empresas de revenue management mais respeitadas da Europa, Hotel Performance, com sede em Milão; Revenue by Design, com sede em Londres, e Taktikon, com sede em Estocolmo. A adição da XLR8 em Portugal adiciona outra excelente empresa de revenue management ao GRF.

A XLR8 dispõe de uma oferta 360º em revenue management, com um revenue management system, consultoria, formação online e serviços de outsourcing de revenue management cobrindo o espectro de oportunidades de revenue em todos os pontos de contato com o cliente. As ofertas de formação e educação da empresa alinham-se idealmente com os objetivos do Global Revenue Forum para oferecer as melhores práticas à comunidade de revenue management.

Citações

Ally Northfield, Diretora, Revenue by Design Co-Fundadora GRF

Em nome da equipa GRF, tenho o prazer de dar as boas-vindas à XLR8 como parceira afiliada do Global Revenue Forum, um facilitador líder na prestação de serviços de revenue management para a complexa e diversificada indústria hoteleira em Portugal e também permitindo que o fórum se estenda a um país que é conhecido pela sua expertise em turismo e hotelaria. Este é o início de uma grande jornada para ambas as partes, e esperamos que seja um dia muito especial para a comunidade de Revenue Management em Portugal.

José Pedro Almeida, CEO, XLR8

Para a XLR8 esta é uma oportunidade fantástica de trazer para Portugal o evento líder de Revenue Management na Europa e é um prazer estar nesta jornada em parceria com a Revenue by Design, Taktikon e Hotel Performance. Estamos muito entusiasmados por fazer parte do Global Revenue Forum, antevendo uma parceria de longo prazo e apresentando o melhor do revenue management que Portugal tem, reunindo os principais stakeholders da indústria num evento de um dia incrivelmente rico onde os tópicos mais relevantes serão debatidos, em sessões com oradores locais e sessões em streaming das restantes localizações.

Sobre o Global Revenue Forum

O Global Revenue Forum é uma colaboração entre a Revenue by Design, Taktikon e Hotel Performance, e é o veículo para estender eventos de revenue management e educação entre as três empresas e parceiros afiliados a toda a região europeia. O principal evento para 2024 é o The Global Revenue Forum, a ser realizado a 30 de janeiro de 2024. Os eventos são realizados simultaneamente em Londres, Milão e Estocolmo, além de serem transmitidos ao vivo para parceiros afiliados e online. O evento contará com líderes e visionários da indústria que se reunirão para um dia de debate, discussão e networking incomparáveis.

Sobre a XLR8

A XLR8 é uma empresa portuguesa de Revenue Management que disponibiliza um conjunto de soluções que se adaptam às necessidades de cada hotel, qualquer que seja a sua dimensão, estrutura de equipas ou fase de desenvolvimento. A XLR8 oferece o primeiro e único sistema do mercado, desenvolvido para se tornar um assistente estratégico do hotel, um RMS intuitivo que permite aos hotéis obter resultados extraordinários de receita e economizar tempo, com o objetivo de fornecer aos Grupos Hoteleiros e Hotéis Independentes uma solução de software que, até agora, estava disponível apenas para grandes marcas internacionais. Além do Revenue Management System, contamos com uma equipa especializada, com experiência consolidada em cadeias hoteleiras internacionais e também em hotéis independentes, que trabalham com cada hotel para melhorar os seus resultados.

Sobre o autorBrand SHARE

Brand SHARE

Mais artigos
Aviação

Airbus aumenta receitas, mas baixa lucros

Os resultados da Airbus mostram um aumento nas receitas, mas uma baixa nos lucros. A área da aviação comercial mantém-se no positivo.

Victor Jorge

A Airbus registou, no primeiro trimestre de 2023, receitas de 27.663 milhões de euros, um aumento de 11% face aos 24.810 milhões de euros obtidos em igual período de 2022, sendo que do valor alcançado este ano 4.772 milhões de euros dizem respeito à área de defesa.

Contudo, no que diz respeito aos lucros, o fabricante de aeronaves europeu assinalou uma quebra de 20%, já que, se nos primeiros seis meses de 2022 obteve 1.901 milhões de euros de lucro, no presente exercício não foi além dos 1.526 milhões de euros.

Em termos de EBIT, também houve uma quebra, passando de 2.579 milhões de euros para 1.887 milhões de euros, correspondendo a um decréscimo de 27% face aos seis meses de 2022.

Já a área de negócios comercial da Airbus registou resultados positivos, com as receitas a aumentarem 16%, passando de 17.533 milhões de euros para 20.349 milhões de euros no primeiro semestre de 2023, embora o EBIT tenha caído 39%, de 2.478 milhões de euros para 1.523 milhões de euros.

“Durante o primeiro semestre de 2023, progredimos bem nos nossos negócios num ambiente que continua complexo. As nossas aeronaves comerciais registam uma forte procura, como demonstrado por mais de 800 pedidos anunciados no Paris Air Show. Essa procura é impulsionada tanto pelo crescimento quanto pela substituição da frota, à medida que as companhias aéreas investem em frotas mais eficientes em termos de combustível”, refere Guillaume Faury, CEO da Airbus, no comunicado que anuncia os resultados da companhia.

Em termos de encomendas brutas, a Airbus refere que nas aeronaves comerciais estes pedidos totalizaram 1.080 unidades (1.º semestre de 2022: 442 aeronaves), com pedidos líquidos de 1.044 aeronaves após cancelamentos (1.º semestre 2022: 259 aeronaves).

A carteira de pedidos totalizou um recorde de 7.967 aeronaves comerciais no final de junho de 2023.

Os objetivos, traçados em fevereiro para o exercício de 2023 mantêm-se, assumindo a companhia “nenhuma interrupção adicional na economia mundial, tráfego aéreo, cadeia de fornecimento, operações internas da empresa e capacidade para entregar produtos e serviços”.

Nesta base, a Airbus espera chegar ao final de 2023 com 720 entregas de aeronaves comerciais.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Destinos

Portugueses e europeus preferem Lisboa, Porto, Faro, Madeira e Açores para suas férias em agosto

Portugal está entre os destinos mais pesquisados e escolhidos pelos turistas europeus, recaindo a opção por Lisboa, Porto, Faro, Madeira e Açores. Também os portugueses estão a ponderar o “vá para fora cá dentro”.

Victor Jorge

De acordo com dados da Jetcost, que analisa os resultados da procura de voos durante o mês de agosto de 2023, uma grande maioria de europeus optou por Lisboa, para passar as suas férias, sobretudo italianos e alemães, ocupando a primeira posição em termos das pesquisas, sendo para os espanhóis, holandeses, franceses e britânicos, o segundo destino mais procurado.

Já relativamente aos portugueses parece existir uma concordância, já que a análise revela que a capital portuguesa também foi a primeira escolhida para passar uns dias de lazer e descanso.

O motor de pesquisa de viagens refere que “a recuperação do turismo é um facto”, salientando que está a atingir números recordes superiores aos de 2019, ano anterior à pandemia, e mesmo aos do ano passado, em que o coronavírus foi superado.

“Neste agosto de 2023, os europeus estão mais ansiosos do que nunca para viajar”, revela, os dados da Jetcost, mostrando que as pesquisas de viagens, em agosto, já são 37% superiores às do mesmo mês de 2019 e 14% superiores às de agosto do ano passado. Além disso, os utilizadores, gastam 62% mais de tempo a procurar soluções diferentes, tarifas alternativas e datas, para encontrar a oferta que melhor se adapte ao orçamento de cada um.

“Uma boa parte dos europeus que decidiram viajar durante as férias do mês de agosto de 2023 têm Portugal como destino, seja pelo clima com o sol e a praia como protagonistas principais, seja pela riqueza cultural, os costumes e as festas populares, além da gastronomia, além dos bons hotéis e infraestruturas e dos preços mais baixos que outros países”, fazendo com que Portugal seja o terceiro país mais procurado na Jetcost para passar as férias de agosto, depois da Espanha e da Itália.

Outro destino português que combina a atração de uma grande cidade, com a sua riqueza cultural e gastronómica de renome, é o Porto, que é a cidade mais procurada por viajantes franceses e espanhóis, a segunda por alemães e a terceira por italianos, britânicos e holandeses.

Já Faro, porta de entrada para o Algarve é o destino para quem procura sol, praia, mar, bons restaurantes e vida noturna, sendo o destino mais procurado por ingleses e holandeses, a terceira pelos franceses e alemães, a quarta pelos italianos e a quinta pelos espanhóis. Para os portugueses é a nona cidade mais procurada do mundo.

Quanto às ilhas, a da Madeira parece ser a preferida pelos turistas europeus, já que é a segunda a ser escolhida pelos italianos, no terceiro lugar pelos espanhóis e no quarto lugar pelos franceses, ingleses, alemães e holandeses, sendo a terceira mais procurada pelos portugueses.

A outra grande ilha do arquipélago, Porto Santo, ocupa o sexto lugar entre as preferências dos turistas franceses, britânicos, alemães e italianos e o sétimo entre os turistas espanhóis e holandeses. Para os portugueses ocupa o 17.º lugar.

Por outro lado, nos Açores, a ilha de São Miguel ocupa o quarto lugar em termos de preferência dos espanhóis, o quinto dos franceses, britânicos, alemães e italianos e o sétimo dos holandeses, seguida da Terceira, escolhida na sexta posição para espanhóis e holandeses e a sétima posição para franceses, britânicos e italianos e a nona para alemães. Por outro lado, São Miguel e a Terceira também são muito desejadas pelos portugueses e ocupam a posição número 5 e 18, respetivamente.

A Ilhas do Pico, Faial, Flores, Santa Maria, Corvo, São Jorge e Graciosa também estão entre as preferências dos turistas europeus para as férias de agosto.

Além das cidades portuguesas, dos destinos de verão de sol e praia, juntamente com as capitais e grandes cidades dos principais países europeus, são os destinos que ocupam as melhores posições da lista: Palma de Maiorca (4), Paris (6), Barcelona (7), Madrid (10), Ibiza (11), Malta (12), Roma (14), Alicante (15), Atenas (16), Amsterdão (19), Menorca (20), Amsterdão (16), Gran Canaria (21), Londres (22), Málaga (23) e Tenerife (25).

Os que optaram pelos destinos de longa distância optaram por cidades onde se fala português, como São Paulo, que ocupa a 8.ª posição, Cabo Verde 13.º, São Tomé 22.º e Rio de Janeiro 24.º.

As cidades mais procuradas pelos portugueses para passar agosto de 2023 são:

  • Lisboa
  • Porto
  • Madeira
  • Palma de Mallorca
  • São Miguel
  • Paris
  • Barcelona
  • São Paulo
  • Faro
  • Madrid
  • Ibiza
  • Malta
  • Cabo Verde
  • Roma
  • Alicante
  • Atenas
  • Porto Santo
  • Terceira
  • Amsterdão
  • Menorca
  • Gran Canaria
  • Londres
  • São Tomé
  • Málaga
  • Rio de Janeiro
  • Tenerife
  • Ignazio Ciarmoli, diretor de marketing de Jetcost, refere que, este ano, os europeus estão “mais ansiosos por férias do que nunca, fazendo pesquisas recordes, superando as de 2019 e do ano passado. As cidades e as ilhas portuguesas continuam a ser grandes destinos turísticos mundiais, nas quais os bons preços que oferecem em relação a outras cidades, a sua riqueza cultural, as suas praias, os seus costumes e festas populares, a sua requintada gastronomia e os seus bons hotéis e infraestruturas, continuam a seduzir um grande número de turistas. Portugal é o terceiro destino preferido dos europeus no motor de busca Jetcost, para passar uns dias de descanso em agosto de 2023. Por outro lado, muitos portugueses também escolheram destinos nacionais para as suas férias, muito acima das cidades europeias e destinos de longa distância”.

    Foto crédito: Depositphotos.com
    Sobre o autorVictor Jorge

    Victor Jorge

    Mais artigos
    Destinos

    Feira do turismo de golfe internacional será em Lisboa nos próximos dois anos

    Lisboa foi a cidade escolhida para receber, em 2023 e 2024, o International Golf Travel Market.

    Publituris

    O próximo International Golf Travel Market (IGTM), evento organizado pela RX (Reed Exibitions), terá como palco a cidade de Lisboa, realizando-se de 16 a 19 de outubro na Feira Internacional de Lisboa (FIL).

    Com rotatividade nos locais de exibição nas duas últimas décadas, o IGTM terá Lisboa como a anfitriã nos próximos dois anos, evento que pretende definir o futuro do segmento para expositores, agentes de viagens e operadores turísticos.

    “Ao escolher Lisboa como cidade anfitriã, estabelecemos o IGTM num destino para os próximos dois anos. Isso fará uma grande diferença para todos os participantes, pois o local não fica apenas perto do aeroporto, mas também a uma curta caminhada de hotéis, restaurantes e bares. A proximidade de todas as comodidades proporcionará a oportunidade perfeita para os participantes que buscam oportunidades adicionais de networking na comunidade de viagens de golfe”, refere David Griffiths, diretor de Eventos do IGTM.

    Segundo dados do Fundo Monetário Internacional (FMI), entre 2022 e 2032, o mercado de Turismo de Golfe deverá ultrapassar os 36 mil milhões de euros, acrescentando que esta evolução é “alimentada principalmente pelo número crescente de torneios internacionais e domésticos e um aumento maciço no número de jogadores de golfe profissionais e amadores em todo o mundo”.

     

    Sobre o autorPublituris

    Publituris

    Mais artigos
    Transportes

    Startup portuguesa nasce para ajudar os passageiros a reclamarem indemnizações junto das companhias aéreas

    Prevendo constrangimentos nos voos durante os próximos dias, a startup portuguesa lança uma plataforma – FlyFair – de apoio aos direitos dos passageiros.

    Publituris

    A poucos dias do arranque da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e prevendo constrangimentos nos voos durante esta altura, a FlyFair lança uma plataforma de apoio aos direitos dos passageiros.

    Além das greves no controlo de tráfego aéreo (ATC) por toda a Europa e outras paralisações no setor de aviação, em particular no Aeroporto de Lisboa, junta-se ainda a entrada de mais de um milhão de peregrinos para assistirem à Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que se realiza de 1 a 6 de agosto.

    “Perturbações são, naturalmente, esperadas durante os próximos dias” afirma Ivan Ferreira, CEO da FlyFair, acrescentando que “estaremos atentos a todas as irregularidades e daremos todo o apoio necessário aos passageiros lesados, para que se façam valer dos seus direitos.”

    Assim, quem viajar de avião, saiba que de acordo com o Regulamento CE 261/2004 que regula os voos na União Europeia, quando um voo é cancelado, atrasado mais de três horas, ou o embarque lhe seja recusado por motivos intrínsecos à companhia aérea, além do reembolso do bilhete e do direito a assistência (que inclui alimentação, alojamento, transfer e comunicações), tem direito a pedir uma indemnização de 250 a 600 euros, valor que varia conforme a origem e o destino da sua viagem.

    Por isso, a FlyFair tem o objetivo de “simplificar a vida dos passageiros, tratando de todo o processo burocrático de garantir a sua indemnização que, por vezes, pode demorar largos meses até à sua resolução”.

    Sobre o autorPublituris

    Publituris

    Mais artigos
    Transportes

    Aeroportos de Cabo Verde receberam mais de 187 mil passageiros em junho

    Os aeroportos e aeródromos de Cabo Verde receberam um total de 187.208 passageiros em junho, um aumento de 6,6% em relação ao mês anterior, segundo dados oficiais.

    Publituris

    De acordo com o Boletim Estatístico da Agência de Aviação Civil (AAC), em junho, os aeroportos e aeródromos do arquipélago de Cabo Verde receberam 46.413 passageiros domésticos e 140.795 internacionais, correspondendo a um aumento total de 11,4% face ao mesmo mês de 2022.

    Ainda em junho, os aeroportos e aeródromos do arquipélago registaram um movimento de 2.307 aeronaves, nos voos nacionais e internacionais, um aumento de 14,3% comparando com o mês anterior, e de 5,8% em relação a junho de 2022.

    O Governo cabo-verdiano assinou em 18 de julho de 2022 um contrato de concessão do serviço público aeroportuário ao grupo Vinci, envolvendo a gestão por 40 anos dos quatro aeroportos internacionais e três aeródromos, recebendo 80 milhões de euros de renda, prevendo o seu início ainda este ano.

    A nova empresa que vai gerir os aeroportos de Cabo Verde é participada em 70% pela Vinci Airports e em 30% pela portuguesa ANA (por sua vez detida totalmente pela Vinci desde 2013).

    Os quatro aeroportos internacionais e os três aeródromos do arquipélago registaram no ano de 2022 um movimento total de 2.177.611 passageiros nos voos domésticos e do exterior, um aumento de 162% face aos 830.240 em 2021.

    Ainda de acordo com os dados da AAC, os aeroportos e aeródromos cabo-verdianos somaram 25.400 movimentos de aeronaves, face aos 14.284 em 2021.

    Apesar do forte crescimento em 2022, o movimento aeroportuário em Cabo Verde continuou muito abaixo dos valores anteriores à pandemia de covid-19.

    Em 2019, ano em que o arquipélago bateu o recorde de turistas, com mais de 819.000, esse movimento foi de 2.771.931 passageiros e 35.202 aeronaves.

    Sobre o autorPublituris

    Publituris

    Mais artigos
    Destinos

    Raul Almeida eleito presidente da Turismo Centro de Portugal

    Raul Almeida foi eleito para um mandato de cinco anos, em lista de unidade, conseguindo obter 98,2% da totalidade dos votos.

    Publituris

    A Assembleia Geral Eleitoral da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal (TCP) elegeu esta quarta-feira, 26 de julho, os órgãos sociais para o mandato de 2023-2028. O novo presidente da Comissão Executiva é Raul Almeida, que sucede a Pedro Machado nas funções.

    O ato eleitoral, que determinou a composição da Comissão Executiva, da Mesa da Assembleia Geral e do Conselho de Marketing, realizou-se em três mesas de voto, situadas em Aveiro, Guarda e Leiria.

    A lista liderada por Raul Almeida foi a única a apresentar-se a sufrágio. Votaram 115 associados, que representam 72,3% dos 159 elementos do colégio eleitoral. Entre estes, registaram-se 113 votos a favor, 1 voto branco e 1 voto nulo, o que totaliza 98,2% de votos a favor.

    “O resultado desta votação expressiva manifesta uma grande confiança do colégio eleitoral da Turismo Centro de Portugal na lista e nas propostas que apresentei, o que me deixa sensibilizado e motivado e que me traz responsabilidades acrescidas. A melhor forma de agradecer esta confiança, aos autarcas, empresários e associações, é desempenhando estas funções com redobrado empenho”, sublinhou Raul Almeida.

    O sucessor de Pedro Machado referiu ainda que, “conto para isso com duas equipas de grande qualidade: a que juntei nos órgãos sociais e a que trabalha todos os dias na Entidade Regional. Em conjunto, tenho a certeza de que iremos prosseguir o caminho de sucesso que tem pautado a Turismo Centro de Portugal nos últimos anos”.

    A tomada de posse dos órgãos sociais terá lugar às 11h30 de dia 1 de setembro, no Convento São Francisco, em Coimbra.

    Os órgãos sociais da TCP, para o período 2023-2028, são:

    Comissão Executiva:
    Raul Almeida (Presidente)
    Jorge Sampaio
    Anabela Freitas
    Elsa Marçal
    Luís Albuquerque

    Mesa da Assembleia Geral:
    Presidente da Mesa: Pedro Machado (TCP – Associação para a Promoção do Turismo na Região Centro de Portugal)
    Secretário da Mesa: Vítor Pereira (Câmara Municipal da Covilhã)

    Conselho de Marketing:
    Jorge Almeida “Loureiro” (Hotel Avenida)
    José Francisco Rolo (ADIRAM – Associação Aldeias de Montanha)
    Carlos Ascensão (Aldeias Históricas de Portugal)
    Laura Rodrigues (Câmara Municipal de Torres Vedras)
    Rodolfo Baldaia de Queirós (Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior)
    Jorge Costa (Empreendimentos Turísticos Montebelo)
    António Marques Vidal (APECATE – Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos)

    De referir que Raul Almeida nasceu em Moçambique, a 30 de março de 1971. Licenciado em Direito pela Universidade Lusíada do Porto, exerceu advocacia, especializando-se em Direito Informático numa sociedade de advogados em Lisboa. Em 2013, venceu as eleições para a Câmara Municipal de Mira, tendo sido reeleito em 2017 e 2021, funções que exerce até tomar posse como presidente da Turismo Centro de Portugal.

    Sobre o autorPublituris

    Publituris

    Mais artigos
    Destinos

    Madeira Rural é lugar de refúgio, bem-estar e hospitalidade

    A Madeira Rural – Associação de Turismo em Espaço Rural da Região Autónoma da Madeira, constituída em 2000, tem-se afirmado não só ao nível do alojamento, mas acima de tudo como um lugar de refúgio, de bem-estar e hospitalidade, numa ilha em que estes fatores são a essência da sua oferta turística.

    A Madeira Rural, desde a sua fundação, em outubro de 2000, “tem-se afirmado no desenvolvimento de atividades de promoção conjunta e multidisciplinar do Turismo Rural na Região Autónoma da Madeira”, declarou a associação, que acrescenta que ela “não se limita a disponibilizar alojamento. Acima de tudo, é um lugar de refúgio, bem-estar e hospitalidade”.

    O centro de reservas online, www.madeira-rural.com, foi a primeira forma de materializar estes esforços promocionais conjuntos. Agora uma segunda fase surgiu, a elaboração de um guia útil para visitantes e residentes, foi-nos informado.

    “Esperamos contribuir para um Turismo Rural melhor e mais frutífero, para que a experiência dos hóspedes seja única e as suas expectativas superadas”, indicou a Madeira Rural.

    Neste momento a associação sem fins lucrativos, de natureza privada, engloba 34 alojamentos associados, cujas tipologias passam por casas de campo/casas rurais, hotéis rurais, quintas, cottages, villas e moradias turísticas, ou seja, não só oferece alojamentos rurais, como também acolhimento e bem-estar nas ilhas da Madeira e Porto Santo, e representa atividades e serviços de animação.

    A Madeira Rural tem vindo a contribuir para o desenvolvimento sustentável do espaço rural, dando prossecução àqueles que são os seus principais objetivos: Coordenar a comercialização e promoção conjunta, publicidade, relações públicas de todos os seus associados; Controlar a qualidade do serviço prestado; Promover a formação profissional dos seus associados; Promover e desenvolver iniciativas de desenvolvimento do TER; Dar a conhecer a oferta de turismo rural da RAM (Madeira Rural), e as atividades de animação turística que contribuem para o seu desenvolvimento (Madeira Outdoor). O seu principal papel tem sido apoiar os seus associados através de reservas que são feitas com esses alojamentos.

    Os principais desafios que se colocam a este tipo de turismo na Madeira são, essencialmente, ‘o facto de existirem cada vez mais hotéis na região, o que faz com que sejam concorrência a este tipo de turismo; os preços que os hotéis praticam muitas vezes são bastante competitivos; os custos destes alojamentos para mantê-los em funcionamento e de acordo com a lei’”

    Segundo a associação, os principais desafios que se colocam a este tipo de turismo na Madeira são, essencialmente, “o facto de existirem cada vez mais hotéis na região, o que faz com que sejam concorrência a este tipo de turismo; os preços que os hotéis praticam muitas vezes são bastante competitivos; os custos destes alojamentos para mantê-los em funcionamento e de acordo com a lei”. No entanto, revela que tem desenvolvido diversos tipos de projetos com a ajuda da Secretaria Regional do Turismo da Madeira, entre eles a elaboração de eventos de animação turística na Madeira.

    A Madeira Rural promove-se através do seu website próprio, das redes sociais, da organização de eventos e através da sua loja em Machico. Os alojamentos que representa têm encontrado eco principalmente entre os turistas estrangeiros, mas também pelos nacionais que, cada vez mais procuram este tipo de turismo.

    A atividade dos seus associados teve, em 2022 um balanço positivo, e a associação acredita, que pelo volume de reservas, este ano será ainda melhor, referindo que “a procura pelo Turismo Rural na Madeira tem aumentado.

    Durante a pandemia, por parte da Madeira Rural, a procura por este tipo de turismo “foi baixa no início, mas depois começou a aumentar mais para o final”, disse a associação, para acrescentar que “este tipo de turismo era muito procurado pelas pessoas em geral”, pois estavam afastados dos grandes centros.

    A Madeira Rural realça que “é uma tendência que se mantém e que tem cada vez mais aumentado”, mas “achamos que ainda não se pode falar em recuperação total, mas estamos a chegar lá”.

    Foto crédito: Depositphotos.com
    Sobre o autorCarolina Morgado

    Carolina Morgado

    Mais artigos
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB
    PUB

    Navegue

    Sobre nós

    Grupo Workmedia

    Mantenha-se informado

    ©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.