Edição digital
Assine já
PUB
Meeting Industry

Diving Talks regressa a Tróia de 7 a 9 de outubro

A segunda edição do Diving Talks, evento promovido pela Portugal Dive – está de regresso a Tróia, entre os dias 7 e 9 de outubro.

Publituris
Meeting Industry

Diving Talks regressa a Tróia de 7 a 9 de outubro

A segunda edição do Diving Talks, evento promovido pela Portugal Dive – está de regresso a Tróia, entre os dias 7 e 9 de outubro.

Publituris
Sobre o autor
Publituris
Artigos relacionados
Emirates regressa a Portugal para recrutar tripulantes de cabine
Aviação
Obrigado, André Jordan
Turismo
Nortravel dá a conhecer programação de 2024 num ciclo de formação entre 19 e 22 de fevereiro
Distribuição
Brasil recebeu 182 mil turistas portugueses em 2023
Destinos
Turkish Airlines lança nova forma de pagamentos e reembolsos digitais
Aviação
ALEP denuncia em Bruxelas conflitos do Mais Habitação com a legislação europeia
AL
Pestana abre 4.º hotel nos EUA
Hotelaria
Quebras nos portugueses e britânicos ditam descida da ocupação no Algarve em janeiro
Alojamento
Porto e Terceira recebem GLEX Summit 2024
Agenda
Governo aprova quadro de medidas para reduzir consumo de água no Algarve
Destinos

Durante os três dias do Diving Talks, Tróia acolhe aquele que é considerado o maior encontro sobre mergulho realizado em Portugal. No primeiro dia do evento, 7 de outubro, os participantes vão ter a oportunidade de conversar com diversas marcas do setor e fazer parte de um momento de mergulho coletivo, onde poderão testar novos equipamentos.

Já nos dias 8 e 9 de outubro, o destaque vai para os 10 painéis de discussão, que integram 27 oradores nacionais e internacionais.

No evento vão ser abordados temas como o impacto de leis internacionais na formação de novos mergulhadores, a influência da inteligência artificial no mergulho técnico e, ainda, a história do último navio da Alemanha Nazi que naufragou no Oceano Báltico, entre outros tópicos.

Recorde-se que no âmbito da realização do Diving Talks foi também realizado o International Survey | Diving Talks, um estudo internacional sobre o setor de mergulho, que tem como objetivo traçar o perfil dos seus praticantes e determinar tendências, dando uma visão abrangente sobre o potencial da modalidade para o setor do Turismo em Portugal e sobre o seu impacto – não só em território nacional, como também a nível mundial.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Artigos relacionados
Emirates regressa a Portugal para recrutar tripulantes de cabine
Aviação
Obrigado, André Jordan
Turismo
Nortravel dá a conhecer programação de 2024 num ciclo de formação entre 19 e 22 de fevereiro
Distribuição
Brasil recebeu 182 mil turistas portugueses em 2023
Destinos
Turkish Airlines lança nova forma de pagamentos e reembolsos digitais
Aviação
ALEP denuncia em Bruxelas conflitos do Mais Habitação com a legislação europeia
AL
Pestana abre 4.º hotel nos EUA
Hotelaria
Quebras nos portugueses e britânicos ditam descida da ocupação no Algarve em janeiro
Alojamento
Porto e Terceira recebem GLEX Summit 2024
Agenda
Governo aprova quadro de medidas para reduzir consumo de água no Algarve
Destinos
PUB
Agenda

Porto e Terceira recebem GLEX Summit 2024

Portugal volta a ser o palco da maior cimeira de exploradores do mundo. Com início no Porto, a Global Exploration Summit (GLEX Summit) segue viagem para a ilha Terceira, nos Açores.

Victor Jorge

Entre os dias 15 e 19 de junho, a Global Exploration Summit (GLEX Summit) volta a reunir a elite da exploração em Portugal e, desta vez, a cidade do Porto acolhe o programa do primeiro dia da cimeira que reúne a elite mundial de exploradores e cientistas. Depois da estreia na Invicta, a GLEX Summit viaja, pelo segundo ano consecutivo, até à ilha da Terceira, para mais dois dias de partilha de algumas das mais extraordinárias histórias da exploração e ciência associadas ao Espaço, Oceanos e conservação do Planeta.

Organizada pela Expanding World, com a chancela e curadoria do The Explorers Club, a GLEX Summit estreia-se na cidade do Porto, a 15 de junho, com a GLEX Ignition Session. O dia inaugural da quinta edição da cimeira vai ser totalmente dedicado à evolução da exploração espacial. Nos dias 18 e 19 de junho, com sessões abertas ao público, a GLEX Summit regressa aos Açores com um programa inspirador onde vão ser partilhadas as mais recentes descobertas, as tecnologias mais inovadoras e as novas missões que estão a revolucionar o futuro do planeta.

Sob o mote “What’s Next?”, um dos destaques da edição deste ano vai ser dedicado à revolução da próxima década de exploração lunar, com destaque para a missão Artemis, que vai levar uma tripulação de astronautas a pisar a Lua, pela primeira vez, desde 1972, incluindo a primeira mulher.

Esta missão da NASA representa um ponto de viragem na consolidação da exploração espacial, já que para além de pretender abrir portas para futuras missões, tem como grande objetivo estabelecer uma presença humana sustentável e duradoura na Lua.

A Alfândega do Porto e o Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo vão ser o palco onde a linha da frente dos exploradores e cientistas vão apresentar e partilhar as descobertas mais recentes, as mais recentes tecnologias e as futuras missões que estão a revolucionar o futuro do Espaço, dos Oceanos e do Planeta.

E como as alterações climáticas também ditam o futuro, este vai ser outro tema em grande destaque na GLEX Summit, onde vai ser abordado o papel do Espaço e dos Oceanos para a recolha de dados que permitam investigar e mitigar os efeitos dessas alterações.

Manuel Vaz, responsável da Expanding World salienta o “orgulho e privilégio” de trazer para Portugal o maior encontro de exploradores do nosso planeta. “O GLEX Summit 2023 foi uma experiência inspiradora e enriquecedora que nos trouxe a linha da frente de exploradores em todas as áreas, desde o Alasca até a floresta Amazónica, incluindo os oceanos e os confins do espaço. Para além dos oceanos e da conservação da natureza, um dos tópicos em foco desta edição é a próxima década na lua com a missão Artemis que levará os primeiros europeus à Lua”, refere Manuel Vaz.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Meeting Industry

Herman José dá cara à campanha da BTL 2024

O humorista português Herman José, que está a assinalar os 50 anos de carreira, é o rosto da edição 2024 da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que se realiza de 28 de fevereiro a 3 de março, na FIL (Parque das Nações).

Publituris

Assumindo-se como evento onde os viajantes portugueses podem encontrar as melhores oportunidades para umas férias de sonho, desde sol e mar à neve, a organização da BTL volta a promover uma campanha de divulgação e a apostar numa figura emblemática do humor.

Assim, Herman José será o rosto da campanha que estará disponível esta semana em meios digitais, através das redes sociais e de uma forte aposta numa estratégia de publicidade digital. Marcará também presença através de suportes físicos como mupis, espalhados por Lisboa, onde a figura de Herman José aparecerá como imagem da BTL 2024.

Este ano a parceria com a CP voltou a ser renovada com o objetivo de garantir uma maior abrangência da campanha, que viajará de norte a sul do país a bordo dos comboios da empresa. De modo a ampliar a visibilidade da campanha, a BTL também estabeleceu parcerias com rádios locais e com a televisão.

Dália Palma, gestora da BTL, realça, a propósito desta campanha que “a mensagem que pretendemos transmitir é a vasta oferta que a feira apresenta ao seu público e que tem sido superada ano após ano”, para avançar que “apostamos novamente no humor, e na figura incontornável de Herman José pelo seu carisma e pelo que representa para o público português: uma fonte de experiências memoráveis, que é o que a BTL procura proporcionar todos os anos.”

 

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

Imppacto passa a gerir novo espaço para eventos na região de Lisboa

A Imppacto tem um novo espaço exclusivo para eventos na região Lisboa. Trata-se do Plaza Eventos – Centro Ribeiro Telles, localizado em Vila Franca de Xira.

Publituris

A Imppacto Catering & Eventos, detentora de espaços de referência como a Quinta da Pimenteira, em Lisboa, acrescentou mais um local para a realização de eventos. Trata-se do Plaza Eventos – Centro Ribeiro Telles, em Vila Franca de Xira, a poucos quilómetros de Lisboa.

O espaço, que passa a ser gerido pela Imppacto, será palco de uma apresentação aos clientes – Open Day – no próximo dia 7 de maio – das 10h00 às 19h00 e quem pretender conhecê-lo poderá inscrever através do e-mail [email protected]

O Plaza Eventos – Centro Ribeiro Telles é um multifacetado centro de eventos e reuniões, localizado a 25 km a norte de Lisboa. Com cerca de 3.000 metros quadrados de área construída, oferece condições para a realização de diferentes tipos de eventos: festivos, promocionais, familiares ou de trabalho, apresentações de artigos, entre outros.

O espaço tem capacidade para acolher grupos de 550 pessoas num jantar sentado, 720 pessoas num buffet volante e 720 num cocktail. Inclui ainda 350 lugares de estacionamento.

“O espaço funciona num todo ou em parte, com grande plasticidade, quer no contexto institucional ou particulares, com a dignidade ou circunstância que escolher, com cerimónia ou informalidade”, sublinha a Imppacto, em comunicado.

Além do Plaza Eventos – Centro Ribeiro Telles, a Impaccto tem o catering exclusivo de espaços como a Cidade do Futebol, na Cruz Quebrada; o Museu do Oriente, em Lisboa; ou a Quinta da Pimenteira, em Lisboa.

A nova gestão pretende “reforçar a posição” da Plaza Eventos – Centro Ribeiro Telles como “um dos principais centros de eventos do país, oferecendo um serviço ainda mais completo e personalizado aos seus clientes”.

“Estamos muito entusiasmados com esta nova fase”, afirma Madalena Ribeiro Telles, proprietária da Plaza Ribeiro Telles, frisando ainda que o espaço “tem um enorme potencial e estamos determinados a fazer dele um espaço ainda mais atrativo para a realização de eventos de todos os tipos e dimensões”.

Já Paulo Pinto, CEO da Imppacto, acredita que “a combinação da nossa experiência e expertise nos permitirá oferecer um serviço de excelência aos nossos clientes”.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

Macau regressa à BTL com a APAVT e tem agenda preenchida

O Turismo de Macau volta a marcar presença na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorre de 28 de fevereiro a 3 de março, desta vez num stand destacado dentro do espaço da APAVT, no Pavilhão 4 da FIL.

Publituris

A presença de Macau no espaço da associação na BTL integra-se no programa de atividades desenvolvidas no âmbito do “Destino Internacional Preferido da APAVT”, estatuto de que o território goza este ano.

Na agenda do espaço APAVT, o dia 29 de fevereiro será especialmente dedicado a Macau. Pelas 11h30 realiza-se uma cerimónia de inauguração do seu stand com a presença de Maria Helena de Senna Fernandes, diretora da Direção dos Serviços de Turismo de Macau, e Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT. Na ocasião terá lugar a tradicional cerimónia de vivificação e dança do leão.

Às 15h00 do mesmo dia e no mesmo espaço, será feita a apresentação do projeto de e-learning da APAVT dedicado a Macau, dirigido a agentes de viagens portugueses, a que se seguirá uma demonstração de artes marciais, uma Happy Hour com gastronomia macaense e nova dança do Leão.

Durante toda a feira, o stand de Macau no espaço APAVT será palco de diversas atividades relacionadas com o destino.

Refira-se que, como a APAVT já anunciou, o seu congresso anual de 2025 será realizado em Macau, no âmbito do reforço da ligação especial entre Portugal e esta região.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Foto: Frame It

Meeting Industry

BTL 2024 terá mais de 200 ‘Hosted Buyers’ de 42 mercados emissores

A 34.ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) regista um aumento significativo no número de mercados emissores representados por ‘Hosted Buyers’ internacionais.

Publituris

Ao todo, serão mais de 200 ‘Hosted Buyers’ de diferentes latitudes que estarão presentes na 34.ª na edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorrerá de 28 de fevereiro a 3 de março de 2024, representando quase o dobro face à edição do ano passado, provenientes de 42 os mercados emissores

Este reforço é a consequência da estratégia de internacionalização da BTL, em linha com a promoção do destino Portugal desenvolvido pelo Turismo de Portugal e pela TAP Air Portugal. Para a edição de 2024, a colaboração com a ACISO – Associação Empresarial Ourém – Fátima representou um passo adicional para fortalecer a visibilidade da feira e a receção de ‘Hosted Buyers’ internacionais.

Parte central dessa estratégia é o programa ‘Hosted Buyers’, que tem como objetivo apoiar a participação de compradores internacionais com interesse no destino Portugal e promover a realização de negócios B2B entre profissionais. Para a edição de 2024, o programa continuará a desempenhar um papel importante na promoção e compra do destino Portugal, abrindo portas a ‘Hosted Buyers’ qualificados e reforçando a representatividade de diversos segmentos do sector turístico. São expectáveis realizar mais de 3000 reuniões one-to-one, entre os 200 ‘Hosted Buyers’ e os 350 expositores participantes neste programa.

No entanto, até à data, a BTL registou a inscrição de mais de meia centena de ‘buyers’ internacionais que marcarão presença na feira a próprio custo para conhecer a oferta turística portuguesa. Este número é revelador da atratividade crescente de Portugal e da BTL como marketplace privilegiado para comprar o destino.

“Este crescimento é o resultado de uma estratégia de promoção e vocação internacional na qual a BTL tem concentrado esforços ao longo dos últimos anos. Mas também de um trabalho incansável de notoriedade e qualificação do destino Portugal por parte das Agências Regionais de Promoção Turística, do Turismo de Portugal e da TAP. Na edição passada, fizemos um balanço muito positivo, tanto a nível quantitativo como qualitativo, da participação dos buyers internacionais. Este ano, o aumento do número de mercados emissores é um indicador entusiasmante e estamos seguros de que teremos uma BTL com valor reforçado neste capítulo, assumindo a sua posição, cada vez mais destacada no panorama internacional, de marketplace para o destino Portugal”, refere Dália Palma, gestora da Bolsa de Turismo de Lisboa.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

FITUR 2024 fecha com mais de 250 mil visitantes, 153 mil dos quais profissionais

A 44.ª edição da FITUR Madrid 2024 terminou com um histórico número de visitantes. Foram mais de 250 mil as pessoas que passaram pelo complexo da IFEMA na capital espanhola. A agenda coloca o evento de 2025 entre os dias 22 e 26 de janeiro.

Victor Jorge

A Feira Internacional de Turismo de Madrid – FITUR – terminou a 44.ª edição ultrapassando os 250 mil participantes – 153 mil profissionais e 97 mil público em geral – contando com a participação de 152 países, 96 representações oficiais.

Estes números, em linha com a estimativa fornecida pela IFEMA MADRID, representam um aumento de 13,7% em relação a 2023.

A FITUR 2024 também se destacou por bater o recorde de espaço e exposição, com um total de nove pavilhões, mais um que em 2023, bem como pela consolidação do seu carácter internacional, tendo contando com o Equador como país parceiro da FITUR.

O relatório oficial da FITUR 2024 revela números recordes de participação com 9.000 empresas, 152 países, 96 representações oficiais (mais 20 que em 2023), 806 expositores principais, 9 pavilhões, 10 secções monográficas para segmentos turísticos – FITUR 4all, TechY, Cruzeiros, Know-How & Export, LGTB+, Lingua, Screen, Sports, Talent e Woman – e o trabalho realizado pelo Observatório FITURNEXT como canal para o compromisso sustentável da Feira Internacional de Turismo.

Adicionalmente, importa referir que a afluência de visitantes à FITUR deverá gerar cerca de 430 milhões de euros em receitas para Madrid.

O crescimento da feira reflete-se também pela ampla cobertura mediática, com mais de 37.000 notícias publicadas sobre a FITUR 2024 nos meios de comunicação nacionais e internacionais, e na presença de cerca de 6.800 jornalistas credenciados na feira, incluindo 6.157 jornalistas nacionais e 607 internacionais de 53 países.

Além disso, nas redes sociais, durante os dois primeiros dias da FITUR, houve um crescimento de 10.602 seguidores no Facebook, X, LinkedIn e Instagram, atingindo uma comunidade total de 311.341 seguidores. Os mais de 860 posts publicados alcançaram quase 6,5 milhões de impressões e 83 mil interações. Por último, é importante destacar que a FITUR gerou um elevado volume de tráfego web com aproximadamente um milhão de visitas.

A IFEMA Madrid já está a trabalhar na FITUR 2025, que acontecerá de 22 a 26 de janeiro, com o México a assumir o papel de país parceiro.

Recorde-se que Portugal esteve presente nesta FITUR 2024 com a sua maior representação de sempre, contando com mais de 1.200 m2, incluindo no espaço as sete Agências Regionais de Promoção Turística (ARPTS) e 116 empresas. Adjacente ao espaço ocupado pelo stand do Turismo de Portugal, existiu pela primeira vez uma área de 400 m2 onde diversas entidades nacionais, que não tendo como objetivo a venda direta, beneficiaram da exposição agregadora gerada pela marca “Destino Portugal”.

Ao Publituris, o secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços (SETCS), Nuno Fazenda, confirmou os “excelentes sinais” saídos desta feira.

“Saio com uma impressão muito positiva. Tivemos sinais muito positivos no WTM de Londres, em novembro, que se confirmam e reforçam com esta participação de Portugal na FITUR”, referiu Nuno Fazenda ao Publituris ainda no final do primeiro dia da FITUR.

À pergunta se “todos” responderam ao desafio lançado pelo próprio SETCS, Nuno Fazenda admitiu que “foi um desafio que fiz, de facto, no ano passado e que vejo com muito agrado que realmente o setor do turismo se mobilizou, trabalhou em conjunto para que este ano pudéssemos ter um stand com o dobro do tamanho do ano passado”.

“É de facto importante Portugal aparecer uno na sua promoção, comunicação e na sua exposição externa, em vez de ter o stand do Turismo de Portugal aqui e depois termos uma Câmara, uma entidade qualquer pulverizada pelo espaço da feira. Portugal tem de aparecer todo junto na sua promoção externa para mostrar o seu valor, diferença e diversidade. É isso que encontramos aqui”, frisou.

Se este será um exemplo a seguir em futuros eventos e feiras, com a ITB Berlim já no início de março, Nuno Fazenda garantiu que este “é um exemplo que deve ser seguido e aprofundado. Um Portugal junto, debaixo de uma marca ‘Visit Portugal’, num espaço que mostra a diversidade das diferentes regiões e com as empresas no centro da ação de promoção externa. Portugal tem feito este trabalho com as organizações regionais e isso é muito positivo”, assinalou.

 

 

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Eventos Publituris

RoadShow das Viagens do Publituris já tem datas e locais

Pela 9.ª vez, o jornal Publituris irá realizar o RoadShow das Viagens. Este ano mantém-se a escolha de três cidades para o evento: Braga, Aveiro e Lisboa.

Publituris

O Roadshow das Viagens do Publituris regressa, na sua 9.ª edição, nos dias 19, 20 e 21 de março de 2024, mantendo a aposta na realização do evento no primeiro trimestre do ano e em três cidades diferentes: Braga, Aveiro e Lisboa.

O arranque da 9.ª edição do Roadshow das Viagens do Publituris acontecerá na cidade de Braga, no dia 19 de março, com o workshop a decorrer no Meliá Braga Hotel & SPA.

O segundo dia, 20 de março, terá como palco o Meliá Ria Hotel & SPA, em Aveiro, para o evento terminar no Lisbon Marriott Hotel, no dia 21 de março, na capital.

A 9.ª edição do RoadShow das Viagens do Publituris trará algumas novidades quantos aos expositores.

A dois meses do evento, conheça as empresas e entidades já confirmadas na 9.ª edição do RoadShow das Viagens do Publituris:

Saudi Arabia Tourism Authority
Grupo Airmet
Latam Airlines
Bedsonline
MGM Muthu Hotels
Amazing Evolution
Insure Broker
4 tours
Ibiza Tourism Board
Sonhando
Air France/KLM
Mundo Mar Cruzeiros
Ilha Verde
Avis
Loja de Cruzeiros
Transavia
MSC
Turismo do Centro
WoW
Belive Hotels
AlgarExperience
Editory Hotels
Lisbon Marriott Hotel
Melia Hotels
United Airlines
Un Mundo de Cruceros
Mawdy
Turismo de Marrocos

Dirigido aos agentes de viagens de todo o país, o evento é uma oportunidade para Operadores Turísticos, Companhias Aéreas, GSA, Cruzeiros, Hotéis e Delegações Oficiais de Turismo mostrarem a sua oferta num evento que potencia o conhecimento, o negócio e o networking.

Além do habitual workshop, a 9.ª edição do Roadshow das Viagens do Publituris terá, também, um programa social, com jantares exclusivos e animação que promovem o networking entre os participantes.

Os workshops decorrem entre as 18h00 e 21h00, seguindo-se os jantares com os agentes de viagem inscritos.

O evento conta com o patrocínio da Turismo do Centro e terá como parceiros a YVU, Meliá Braga Hotel & SPA, Meliá Ria Aveiro Hotel & SPA, Lisbon Marriott Hotel, GR8 e IberoBus.

Para qualquer informação, por favor, contacte Lídia Luís: [email protected]

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

Wine & Travel Week está de regresso ao Porto de 18 a 25 de fevereiro

Enoturismo, vinho e gastronomia estão de regresso ao Porto no Wine & Travel Week, entre os dias 18 e 25 de fevereiro, para mais uma edição que promete uma semana de grandes experiências.

Publituris

O Porto prepara-se para receber mais uma semana em que o turismo, o vinho e a gastronomia estarão em destaque na segunda edição da Wine & Travel Week (WTW), num encontro que agrega profissionais de todo o mundo, numa comitiva de mais de 100 compradores especializados em enoturismo, que irá contactar diretamente com uma rede de mais de 100 operadores, regiões de turismo e organizações, a que acrescem membros das capitais dos grandes vinhedos do mundo, a Great Wine Capitals (GWC). África do Sul, Espanha, França, Índia, Inglaterra, Israel, Japão, Nigéria, Portugal são alguns dos países representados.

A receção dos participantes acontece no dia 18 de fevereiro, no World of Wine. As reuniões profissionais B2B decorrerão no Museu Nacional Soares dos Reis, durante os dias 19 e 20 de fevereiro, local que simultaneamente proporcionará uma imersão em expressões artísticas.

No dia 19, no Palacete Silva Monteiro, a sede da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, o almoço terá assinatura do chefe Renato Cunha, do restaurante Ferrugem, que nos últimos tempos tem reavivado a tradição da cozinha popular em potes de ferro. Mais adiante, à noite, na Casa da Música, a gala “Best of Wine Tourism” da GWC, da qual a cidade do Porto é única representante portuguesa, distinguirá os vencedores do nosso país nas diferentes categorias destes prémios internacionais de enoturismo, enquanto, no dia 20, o almoço, no Museu Soares dos Reis, tem autoria do chefe Rui Paula (duas estrelas Michelin no restaurante Casa de Chá – Paço da Boa Nova).

De realçar que, pela primeira vez, WTW terá uma região convidada: Castela e Leão (Espanha), que aproveitará a presença na iniciativa para realizar, em paralelo, a estreia mundial do espetáculo “Merina: o ouro espanhol. Oteiza”. O palco será o Coliseu do Porto, ao final da tarde de 20 de fevereiro.

A comitiva internacional de compradores estará, de 21 a 23 de fevereiro, a participar num conjunto de visitas pelas diferentes regiões de turismo portuguesas, arquipélagos incluídos, oportunidade extra de contacto com projetos diferenciadores na área do enoturismo.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Agenda

ALTS Madeira já esgotado

A primeira edição do Access Luxury Travel Show (ALTS) na Madeira já esgotou a capacidade disponível para expositores.

Publituris

A primeira edição do Access Luxury Travel Show (ALTS) na Madeira, que ocorrerá de 14 a 17 de fevereiro, já esgotou a capacidade disponível para expositores. Este evento exclusivo, que será realizado pela primeira vez na ilha da Madeira, reunirá um grupo seleto de expositores regionais, nacionais e internacionais, e mais de 40 buyers internacionais especializados no segmento de viagens de luxo.

Os compradores, criteriosamente selecionados e convidados, estão entre os melhores designers de viagens de luxo do mundo. Vão ter a oportunidade única de estabelecer parcerias durante as sessões de networking B2B e de descobrir ou redescobrir as maravilhas que a Madeira tem a oferecer neste segmento exclusivo.

Entre os expositores confirmados, destacam-se os parceiros especiais desta edição do ALTS – o Turismo da Madeira, o Hotel Savoy Signature Madeira, que vai sediar o evento, e a INSIDER Luxury DMC Madeira, que organiza todo o programa para os visitantes.

A lista inclui também marcas de renome na indústria de alojamento como a Barceló Hotels and Resorts, Bomporto Hotels, Editory Hotels Collection, Porto Bay Hotels & Resorts, Reid’s Palace by Belmond, VidaMar Hotels & Resorts, 1905 Zino’s Palace, além de Creta Maris Resort e Santo Collection Resorts & Villas (Grécia), GF Victoria (Espanha), METT Hotel & Beach Resort Marbella (Espanha), Maxx Royal Resorts (Turquia), Meliá Hotels International Luxury Brands, Royal Hideaway Hotels, The St. Regis Maldives Vommuli Resort (Maldivas) e The Lux Collective. A presença dos cruzeiros de luxo da Silversea, DMCs como Bliss Maldives DMC (Maldivas), Going2Italy DMC (Itália), HL Adventure DMC (Islândia e Noruega), a app VAMOOS Travel e o Turismo das Seychelles enriquece ainda mais o evento.

“Estamos muito satisfeitos com a extraordinária procura de espaço por parte dos expositores para o ALTS na Madeira, que superou todas as nossas expectativas e praticamente esgotou o espaço disponível. Quanto aos buyers, também estamos quase a alcançar o limite dos lugares disponíveis, que foram exclusivamente por convite”, explica Daria Mironova, Head of Business Development da ALTS.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Foto: Frame It

Destinos

“A presença de Portugal vai ser mais sentida [na FITUR], não vai estar pulverizada”

Durante cinco dias, Portugal terá a maior presença de sempre na FITUR, em Madrid. Lídia Monteiro, vogal do Conselho Diretivo do Turismo de Portugal, explica a “nova” presença do nosso país na feira dividida nos três dias B2B e nos restantes dois B2C.

Victor Jorge

De 24 a 28 de janeiro, Portugal marca presença na 44.ª edição da FITUR, em Madrid, com a maior participação de sempre. A participação nacional ocupa uma área de 880 m2 e inclui as sete Agências Regionais de Promoção Turística (ARPTS) e 116 empresas. Adjacente ao espaço ocupado pelo stand do Turismo de Portugal, existe pela primeira vez uma área de 400 m2 onde diversas entidades nacionais, que não tendo como objetivo a venda direta, beneficiam da exposição agregadora gerada pela marca “Destino Portugal”.

Apresentações, workshops, provas gastronómicas e de vinhos, bem como demonstrações de tradições portuguesas são algumas das atividades programadas para este certame, com o intuito de reforçar a componente empresarial e dinamizar a participação nacional, sobretudo durante o fim de semana.

A nova campanha do Turismo de Portugal “Visit Portugal. It’s not tourism. It’s futourism” vai ser um dos destaques da presença nacional e vai ser apresentada juntamente com os 12 compromissos para o turista do futuro. Mais do que uma campanha é uma iniciativa que ambiciona mobilizar as pessoas e transformar as suas viagens em experiências autênticas e sustentáveis, por isso, capazes de gerar um impacte positivo nos territórios, no ambiente e nas comunidades.

Encontrámo-nos no WTM London 2023 e referiu, na altura, que o stand do Turismo de Portugal teve a maior participação de sempre. Vamos ter agora a FITUR, em Madrid. Que perspectivas tem o Turismo de Portugal para esta feira?
As melhores. Como disse o nosso secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, de facto, em 2023, a nossa presença nas feiras foi reforçada em número de empresas, mas também em espaço. A FITUR vai ser um exemplo onde vamos estar com o maior stand de sempre do Turismo de Portugal.

Vamos ter um espaço totalmente distinto do que tínhamos tradicionalmente e vai ser impactante. Vamos ter uma presença muito forte logo à entrada do espaço europeu.

O pavilhão de Portugal vai ter a sua área habitual, mas vai ter outro espaço contíguo, sob o chapéu “Visit Portugal”, onde todas aquelas instituições que estavam dispersas na feira – câmaras municipais, Comunidades Intermunicipais, associações – terão espaço. Trabalhámos em conjunto com a IFEMA e agregámos toda essa área.

A presença de Portugal vai ser mais sentida, não vai estar pulverizada. Isto acontece, justamente, porque o nosso secretário de Estado nos estimulou a fazê-lo, tendo lançado o desafio ao Turismo de Portugal, mas também às entidades que estavam presentes na feira de uma forma pulverizada, para que, em 2024, estivéssemos todos juntos. E todos respondemos positivamente e tentamos, de facto, ter uma mancha maior de Portugal.

Essa maior mancha é para mostrar Portugal ao mercado espanhol ou aos mercados globais?
A FITUR não é uma feira meramente espanhola. É, como sabemos, uma das três feiras internacionais mais importantes para além da WTM e da ITB. Portanto, é uma feira mundial, em espaço espanhol. Por isso, o espaço é para mostrar Portugal ao mercado espanhol, mas também ao mercado latino-americano e outros mercados, porque é, de facto, uma feira internacional.

Continua a existir a individualidade dos stands, das entidades que querem estar institucionalmente presentes, porém, sob o chapéu “Visit Portugal”.

Além disso, acrescentámos uma coisa que já foi ensaiada no ano passado e este ano vai ter também presença na FITUR. Durante o fim de semana, aberto ao público, onde tínhamos pouca presença, este ano vai ser totalmente diferente e vamos ter uma programação própria para esses dois dias.

Vamos aproveitar os cinco dias da feira, com uma programação própria, dirigida ao consumidor e com iniciativas com outros expositores. O stand vai ser transformado de sexta para sábado, retirando os módulos de negócio.

[Na FITUR] Durante o fim de semana, aberto ao público, onde tínhamos pouca presença, este ano vai ser totalmente diferente e vamos ter uma programação própria para esses dois dias

Isto é um modelo que pode ser transposto para outras feiras, sabendo-se que a ITB e WTM se mantém B2B e com três dias?
A FITUR é um caso muito especial pela proximidade com Espanha. Naturalmente, as entidades portuguesas têm uma maior propensão a estar presentes e, portanto, temos de tratar a FITUR de uma forma diferente das outras feiras. Há adaptações que estamos a fazer do ponto de vista da presença de Portugal, alargando a outro tipo de associações para além das empresas.

Mas, como digo, a FITUR é muito particular e temos de tratar as coisas particulares de forma particular. Na componente negócio, vamos ter lá as nossas empresas. Quisemos que estivessem nas melhores condições para receber o trade espanhol e o trade internacional. Mas durante o fim-de-semana também queremos receber o público espanhol e mostrar a nossa oferta de uma forma diferente, envolvendo outros protagonistas no nosso stand.

Por falar em secretário de Estado, este referiu que, por exemplo, os sinais com que saiu do WTM foram extremamente encorajadores, quer por parte das empresas e entidades expositoras, com feedback muito positivo, como dos operadores que mostraram uma predisposição para o destino Portugal. Também tem essa esperança para a FITUR?
Na verdade, o secretário de Estado tem relatado muito bem o que se passou no WTM London. E essa é também a nossa expectativa para a FITUR. Todos os sinais vindos dos contactos que temos e mantemos quase diariamente com os operadores internacionais, são muito positivos.

As nossas equipas no estrangeiro relatam-nos, naturalmente, os contactos que têm de prospeção de mercado nas reuniões que fazem com os operadores e a expectativa é muito positiva. As próprias empresas fazem-nos chegar ecos de que 2024 será um bom ano.

Mercado espanhol regista crescimento em 2023

**De acordo com os principais indicadores de performance do mercado, entre janeiro e outubro de 2023, as dormidas dos turistas provenientes da Espanha em alojamentos turísticos em Portugal atingiram os 4,8 milhões de euros, tendo registado um crescimento de 7,9% face ao mesmo período de 2022, representando uma quota de mercado de 10%, sendo o 3.º mercado neste indicador, a seguir ao Reino Unido e Alemanha.
Por sua vez, os hóspedes superaram os 2 milhões, com um aumento de 9,8% e uma quota de mercado de 12,8%, sendo o 2.º mercado neste indicador, a seguir ao Reino Unido.
Em termos de receitas turísticas verificou-se um crescimento de 17%, com um total superior a 2,4 mil milhões de euros.
**

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.