Assine já
Meeting Industry

WTM 2021: “O mundo está a mudar e o turismo tem de estar na linha da frente”

Foram cerca de 30 os responsáveis pelo turismo de outros tantos países que deixaram, durante a conferência no WTM London 2021, a sua perspetiva sobre o que terá de ser feito em termos de sustentabilidade. E uma coisa é certa, o turismo é parte integrante nesta mudança.

Victor Jorge
Meeting Industry

WTM 2021: “O mundo está a mudar e o turismo tem de estar na linha da frente”

Foram cerca de 30 os responsáveis pelo turismo de outros tantos países que deixaram, durante a conferência no WTM London 2021, a sua perspetiva sobre o que terá de ser feito em termos de sustentabilidade. E uma coisa é certa, o turismo é parte integrante nesta mudança.

Victor Jorge
Sobre o autor
Victor Jorge
Artigos relacionados
O futuro do turismo: sustentável, responsável, inteligente (c/ vídeo)
Análise
Natureza Fotos de banco de imagens por Vecteezy
“Temos de ajudar o turismo do nosso país a recuperar depois do duro golpe dos últimos 14 meses”
BTL
Viagens B2B (ainda) pouco sustentáveis
Homepage
Free Stock photos by Vecteezy
“Acredito que sairemos da crise mais rápido que outros destinos nossos concorrentes”
Homepage
Foto: Vasco Célio/Stills

“Hoje vivemos numa era em que a maior ameaça para o bem-estar do ser humano, para outras espécies e para o planeta como o conhecemos, somos nós próprios”.

A frase pertence ao ativista David Attenborough e foi desta forma que Julia Simpson, CEO do World Travel & Tourism Council, iniciou o seu discurso no “UNWTO, WTTC and WTM Ministers’ Summit 2021 – Investing in Tourism’s Sustainable Future”, onde participou a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.

Julia Simpson prosseguiu ao afirmar que, “se no COP26 os líderes mundiais estão a discutir o que fazer no que diz respeito às alterações climáticas, nós, aqui, nós do turismo, temos de fazer a nossa parte”.

A responsável pelo WTTC disse mesmo que, “por vezes, é preciso uma crise como esta para os líderes acordarem e perceberem a importância deste setor [turismo e viagens]”, admitindo que “este é um caminho que não se faz sozinho. Por isso, há que caminhar em conjunto para o bem do planeta”.

Focando a importância do investimento, frisando, contudo, que “terá de ter, forçosamente, em conta as questões ambientais”, Julia Simpson destacou outros fatores a ter em conta como, por exemplo, o digital, segurança e saúde, recursos humanos qualificados, diversificação dos destinos, mobilidade, inclusão e o local”.

Já Zurab Pololikashvili, secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), destacou o facto do turismo ser o terceiro setor mais importante do mundo a nível económico – a seguir ao petróleo e indústria química -, frisando que “o nosso setor tem a responsabilidade e obrigação de participar ativamente na mudança que está ou terá de acontecer em prol do ambiente e do nosso planeta”, salientando que “há dinheiro para fazer esta mudança”.

“O mundo está a mudar novamente e nós temos de estar na linha da frente”, disse o responsável pela OMT, assinalando, ainda, que “os modelos de negócio terão de abranger novas formas de gestão e olhar para os desafios e objetivos que estão a ser traçados”.

No painel que juntou cerca de três dezenas de ministros do turismo, a frase inicial pertenceu, também, a Zurab Pololikashvili ao referir que “não se trata de uma questão de fazer, mas sim de como, quando e onde fazê-lo”.

Certo é que para o secretário-geral da OMT, “não há melhor momento para investir no turismo. Quando há uma crise, surgem grande oportunidades de investimento”.

 

Por vezes, é preciso uma crise como esta para os líderes acordarem e perceberem a importância deste setor [turismo e viagens]” – Julia Simpson, CEO do WTTC

 

Ao participar neste painel, Julia Simpson – cuja carreira profissional passou pelo setor da aviação -, admitiu que “não devemos diabolizar a aviação, já que se não tivermos aviação, não teremos turismo”. Por isso, a CEO do WTTC reforçou a importância do setor da aviação, sem ignorar que “é preciso transformá-lo”. “A indústria da aviação está a investir, mas não podemos esquecer que, quando falamos em investimento na aviação, estamos a falar de investimentos enormes, brutais”.

Certo ficou, também, que “todos os países querem ter a sua companhia de aviação, não prescindem dela”, frisando que “todos os governos investem nos carros elétricos, mas não vejo nenhum governo a investir da mesma forma na aviação”, concluindo que “não estou a falar de injetar dinheiro, mas dar incentivos fiscais para quem investe”.

Da mesma opinião foi Nigel Huddleston, ministro do Desporto e Turismo do Reino Unido, admitindo que esses apoios ou incentivos fiscais são “cruciais”, salientando que os governos, neste particular, “têm uma obrigação de liderar”.

Rita Marques, por sua vez, frisou a questão da responsabilidade social, económica e ambiental que todos devem ter, deixando claro que, em Portugal”, só damos apoios a quem tem uma agenda verde”.

 

A SET portuguesa destacou, igualmente, a aposta que deverá ser feita em ter um turismo ao longo do ano e não sazonal, concluindo ainda que “o consumidor está preparado para pagar um pouco mais para ter serviços e soluções verdes”.

O debate que focou, essencialmente, as questões sustentáveis teve no ministro do Turismo italiano, Massimo Caravaglia, a afirmação, eventualmente, mais surpreendente, ao dizer que “o ‘overtourism’ vai voltar”, assinalando que “o ‘overtourism não é um problema, é uma consequência”. No entanto, afirmou, também, que o “turismo vai mudar. A atitude do turista vai fazer com que a indústria do turismo mude”.

Quando trazida para o debate a questão dos países subdesenvolvidos e das ajudas que devem ser dadas ao mesmo, o ministro britânico admitiu que “o apoio dos Estados mais ricos é essencial”, mas que não deve ser somente financeiro, mas ter, igualmente, componentes ao nível da formação, criação de parcerias, infraestruturas.

Do lado da tecnologia, David Lavorel, CEO da SITA, referiu que as questões ambientais “já existiam todas. A questão da sanitária ‘convidou-se’ para juntar-se a toda esta problemática”.

A questão dos combustíveis no setor da aviação foi trazida pelo ministro do Turismo do Bahrain ao afirmar que “este é somente um dos problemas”. Para o responsável, “tudo o que pesa num avião faz com que se gaste mais combustível” e que, por isso, há que “reduzir tudo o que possa contribuir para maiores gastos e consumos”.

Mas, também, deixou uma certeza: “se oferecermos menos ao consumidor/viajante, o mais certo é que ele mude para outra companhia aérea. Por isso, temos de encontrar um equilíbrio, realidade que não é fácil de encontrar”.

Ou seja, “o consumidor está na vanguarda na luta ambiental, mas terá de querer fazer a sua parte, terá de fazer parte da mudança. Não é querer, mas se lhe cortarmos algo, ele muda de hotel, companhia aérea ou destino”.

Sobre o autorVictor Jorge

Victor Jorge

Mais artigos
Artigos relacionados
Meeting Industry

Madeira acolhe edição especial “M&I VIP Connect”

A Worldwide Events promove até ao dia 06 de julho, quarta-feira, na Madeira, a edição especial “M&I VIP Connect”. Trata-se de um evento privado, destinado a profissionais de elite da indústria MICE, desenhado para reunir buyers e supplier.

Para além das reuniões one to one, o evento inclui também um programa social com experiências no destino.

Esta edição com destaque especial na sustentabilidade, um desafio permanente para a indústria, conta com a parceria entre a Worldwide Events e especialistas suecos como o Hermes Group e o Climate First, que irão partilhar conhecimentos e perspetivas sobre o futuro eco friendly deste setor.

O mote do evento é a partilha de conhecimento entre os principais players do segmento MICE e, por isso, os convidados do M&I VIP Connect terão oportunidade de trocar ideias para o crescimento de uma indústria mais sustentável e apresentar as iniciativas já implementadas, com o objetivo de alcançar uma maior consciencialização sobre o impacte do turismo no planeta.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Eventos Publituris

Fotogaleria dos Meeting Forums do Publituris

Durante três dias, 17 buyers internacionais ficaram a conhecer a oferta dos 21 suppliers nacionais que marcaram presença nos Meeting Forums do Publituris.

Publituris

Durante três dias – de 21 a 23 de junho – o Publituris colocou frente-a-frente buyers internacionais com suppliers nacionais na 6.ª edição dos Meeting Forums by Publituris, realizado no Vila Galé Sintra.

O programa dos Meeting Forums iniciou-se com um Welcome Drink, seguido de jantar no Palácio de Sintra, oferecido pela Câmara Municipal de Sintra onde os presentes tiveram oportunidade de descobrir a beleza do histórico edifício.

O segundo dia iniciou-se com as reuniões one-to-one, nas quais os suppliers nacionais tiveram oportunidade de dar a conhecer as ofertas disponíveis para os mais diversos mercados internacionais que marcaram presença no evento.

Depois de almoço, seguiu-se um tour pela região de Sintra, com prova de vinhos e visita a alguns dos mais emblemáticos locais da vila.

O jantar decorreu no Rooftop do Hotel Mundial, oferecido pelo PHC Hotels Group, e no qual os convidados tiveram oportunidade de contemplar a beleza da cidade de Lisboa, desde o castelo de São Jorge, à Baixa lisboeta com o rio Tejo como fundo.

O último dia começou, novamente, com reuniões de trabalho, seguindo-se um almoço no Sky Bar do Hotel Tivoli Oriente Lisboa, oferecido pelo Minor Hotels Group.

Presente nos Meeting Forums do Publituris, que contou com o apoio do Turismo de Portugal, e teve a TAP Air Portugal como companhia aérea oficial e a PHC Hotels, YVU Produções, Tivoli Oriente, Associação Turismo de Sintra e Hotéis Vila Galé como parceiros, marcaram presença 17 buyers internacionais e 21 suppliers nacionais.

Os buyers internacionais presentes foram:
CCMG – Congress Consulting Management Group – Dinamarca
Corporate Travel Agency s.r.o. – Praga (Rep. Checa)
Direct Travel – Montreal (Canadá)
Venue Find Group – Reino Unido
Goway Travel – Toronto (Canadá)
New Wave Travel – Toronto (Canadá)
The Travel Agent Next Door – Toronto (Canadá)
Exotik Journeys Travelbrands – Montreal (Canadá)
Windrose – Berlim (Alemanha)
Zitango Travel – Miami (EUA)
CVC Viagens – Brasil
Mapa Mundo – Espanha
Special Tours (Grupo Avoris) – Espanha
Grupo CDV – Espanha
Voyzant – Montreal (Canadá)
Lumuna Associates International – Reino Unido

Do lado dos suppliers nacionais estiveram:
Hotel Cascais Miragem
Hotel Palácio Estoril
Grupo Nau
Hotéis Olissippo
Pestana Hotels & Resorts
Go Health Portugal
EcorkHotel Évora
PHC Hotels
Domitur DMC
Bensaude Hotels Collection
Around Portugal DMC
Azoris Hotels & Leisure
Vila Galé Hotéis
Liberty International DMC
Voqin
Minor Hotels
TAP Air Portugal
Associação Turismo de Sintra
AlgarExperience
Gr8 Events
Turismo de Portugal

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

Edição 2022 do Festuris Gramado quer puxar a recuperação do turismo

A 34ª edição do Festuris Gramado (Rio Grande do Sul-Brasil), que está agendada para os dias 03 a 06 de novembro deste ano, quer ser a “ponta de lança” na recuperação do turismo no país, e a comercialização de espaços já está cerca de 30% superior a 2019.

Publituris

A feira de negócios turísticos está, inclusive, a expandir a sua área de exposição dentro dos pavilhões do Serra Park para atender a crescente procura do mercado, e acredita que poderá ser a maior edição de todos os tempos do evento.

De acordo com os organizadores, o volume atual de vendas para exposição no Festuris deve ser comemorado e indica a recuperação da cadeia do turismo após dois anos de incertezas e um impacto devastador no setor. Nas duas últimas edições, a feira não parou e se adaptou às restrições impostas pela pandemia.

Marcas importantes que não participaram das últimas edições estão já a manifestar a sua intenção em regressar à feira, incluindo companhias aéreas, destinos internacionais e outras marcas do turismo brasileiro, indica o CEO do Festuris, Eduardo Zorzanello.

Face ao crescimento da feira este ano, a ampliação também se dará no sentido de reposicionar alguns segmentos, a exemplo do Espaço Luxury, que estará em uma área maior e também a presença de buyers e expositores de diferentes procedências.

Paralelamente, a aposta do Festuris será em mais experiências dentro da feira, networking qualificado entre os participantes, além de mais uma edição do Meeting Festuris, evento que acontece nas manhãs do evento.

Além da feira geral, o Festuris trabalha com espaços segmentados: Luxury, Green Experience, Business & Innovation, LGBT+ e Wedding.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

47º Congresso da APAVT já tem data: 08/11 de dezembro de 2022

O 47º Congresso da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) vai acontecer de 08 a 11 de dezembro deste ano. O local da sua realização é que ainda não foi anunciado.

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) comunicou ao trade turístico, na noite de quinta-feira, que a realização do seu 47º Congresso, já tem data marcada: será de 08 a 11 de dezembro de 2022.

O local da realização deste, que é considerado o maior congresso do Turismo nacional, e que abrange a discussão de todas as áreas do setor, e não só da distribuição, é que continua no segredo dos deuses.

A nota da APAVT que nos chegou diz apenas ao trade para “salvar” esta data na sua agenda, remetendo para breve novas informações.

Refira-se que, para além de uma realização em Macau, todos os congressos da APAVT, com a liderança de Pedro Costa Ferreira, tiveram como palco o território português. A última edição decorreu em Aveiro, no início de dezembro de 2021.

 

 

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Meeting Industry

Há otimismo, mas “Fátima ainda não recuperou”, alertou a Turismo Centro de Portugal

O otimismo em relação à retoma do fluxo de turistas para Fátima, é generalizado, mas Alexandre Marto Pereira, que discursou na sessão solene de abertura dos X Workshops Internacionais do Turismo Religioso, na qualidade de representantes doa Turismo Centro de Portugal, alertou que o destino Fátima não recuperará tão depressa para os resultados antes da pandemia.

O também vice-presidente da AHP, e representante desta Associação no Centro de Portugal, grande conhecedor do destino Fátima, realçou que o turismo está a recuperar em força, em Portugal, e até abril, a região Centro teve um aumento de 2% em relação ao mesmo período de 2019, mas a recuperação não é homogênea, e Fátima ainda não recuperou”, estando com 19% do número de noites abaixo dos verificados antes da pandemia. Lembrou que existe ou polo importante na região Centro – Coimbra com o número de noites 8% abaixo do 2019.

Alexandre Marto destacou que o turismo religioso, para Fátima, tem as suas especificidades, baseando-se muito em grupos, pessoas de maior idade, e mercados intercontinentais. O Brasil, disse, em abril estava ainda 20% abaixo da pré-pandemia, vários mercados asiáticos ainda estão por abrir, para lembrar que só a Coreia do Sul era responsável por quais de 100 mil noites em Fátima, e “está parado”. O que está a crescer, na opinião de Alexandre Marto, é o mercado polaco, tendo atingido em abril, um aumento de 16% face a 2019.

Por sua vez, o padre Carlos Cabecinhas, Reitor do Santuário de Fátima, deixou também alguns números que têm a ver com o de peregrinos àquele que é considerado o “Altar do Mundo”.

O reitor realçou que, em 2017 o Santuário acolheu 9,5 milhões de peregrinos, passando a 7 milhõs em 2018, 6,5 milhões em 2019. No primeiro ano da Pandemia, Fátima recebeu 1,4 milhões de pessoas em peregrinação, 2,5 milhões em 2021, e este ano, até maio “superou já os números do total 2020. “Estamos a sentir o regresso de peregrinos”, disse, para sublinhar a presença do mercado espanhol.

Na sua intervenção, o padre Carlos Cabecinhas reconheceu que “a retoma do Turismo Religioso será mais lenta, dada a sua especificidade”.

Os dois intervenientes têm, no entanto, esperança que as Jornadas Mundiais da Juventude, no próximo ano, em Lisboa, vão catapultar Fátima e o Turismo Religioso em Portugal.

A sessão solene de abertura, que decorreu esta quinta-feira no Centro Pastoral Paulo VI, em Fátima, contou ainda com intervenções de Purificação Reis, presidente da Direção da ACISO, entidade que promove o evento, Francisco Calheiros, presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP),Jorge Brandão, vogal Executivo do Centro 2020, Sérgio Costa, presidente do Município da Guarda, Natálio Reis, vice-presidente da Câmara Municipal de Ourém, e Rita Marques, secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços. Sobre as restantes intervenções e as restantes palestras que incluíram a conferência durante toda a manhã de quinta-feira. daremos conta em pormenor na próxima edição do Publituris.

Participam nestes X Workshops Internacionais do Turismo Religioso, que termina esta sexta-feira, em Fátima, com reuniões B2B, 122 hosted buyers de 47 países, 123 suppliers e 41 expositores. Só a conferência inaugural contou com a presença de aproximadamente 500 pessoas.

 

Sobre o autorCarolina Morgado

Carolina Morgado

Mais artigos
Meeting Industry

Encontro Nacional da Formação Turística a 4 e 5 de julho em Fátima

A Academia de Formadores, evento organizado pelo Fórum Turismo, tem com o objetivo juntar os formadores nacionais deste setor na mesma sala de aula para o Encontro Nacional da Formação Turística.

Publituris

Este ano o evento irá decorrer entre 4 e 5 de julho no SDivine Fátima Hotel – Congress & Spirituality. A inscrição poderá ser feita através do link: https://academiadeformadores.pt.

Neste evento é possível assistir a debates sobre as inovações e estratégias que impactam atualmente o setor e a formação turística, conhecer estudos de casos práticos bem como ouvir oradores, professores e formadores de referência nas áreas do turismo e da educação.

Refira-se que o hotel garante uma tarifa especial para participantes da Academia de Formadores ’22.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Eventos Publituris

Meeting Forums do Publituris já tem programa

A 7.ª edição dos Meeting Forums do jornal Publituris, que decorre de 21 a 23 de junho, no Vila Galé Sintra Resort Hotel Conference & Spa, em Sintra, já tem programa.

Publituris

O programa da 7.ª edição dos Meeting Forums do Publituris está fechado. O evento, que decorre 21 a 23 de junho de 2022, em Sintra, no Vila Galé Sintra Resort Hotel Conference & Spa, conta já com a confirmação de 19 buyers internacionais e 20 suppliers nacionais.

Programa

21 junho
Chegada dos Buyers e Suppliers ao Vila Galé Sintra seguido das formalidades de check-in
18:45 – Transfer do Vila Galé Sintra para o Palácio da Vila de Sintra
19:00 – Visita guiada pelo grandioso e magnífico Palácio onde bate o coração de Sintra, seguido de um Welcome drink
20:30 – Jantar servido no Palácio da Vila em Sintra
22:30 – Regresso ao Hotel Vila Galé

22 junho
07:00 – 08:30 – Pequeno-almoço no Hotel
08:30 – 10:30 – One-to-One meetings
10:30 – 10:45 – Coffee break
10-45 – 13:00 – One to One meetings
13:00 – Almoço no Restaurante do Vila Galé Sintra
15:00 – 18:00 – Tour em autocarro acompanhado de guia intérprete pelo Concelho de Sintra
19:00 – Transfer do Vila Galé Sintra para o Hotel Mundial em Lisboa – Um Hotel do Grupo PHC Hotels
19:30 – 23:00 – Jantar servido no Rooftop do Hotel Mundial com DJ e muita animação
23:00 – Regresso ao Vila Galé Sintra

23 junho
08:00 – 08:45 – Pequeno-almoço no Hotel
08:45 – 10:45 – One to one meetings
10:45 – 11:00 – Coffee break
11:00 – 12:45 – One to one meetings
12:45 – 13:00 – Check-out e transfer do Vila Galé Sintra para o Hotel Tivoli Oriente Lisboa
14:00 – 16:00 – Almoço servido no Sky Bar do Tivoli Oriente Lisboa – Um Hotel do Grupo Minor Hotels
Transfer do Hotel para o Aeroporto de acordo com o horário de partida de voos dos Buyers

Fim do evento

Esta edição dos Meeting Forums tem o apoio do Turismo de Portugal e conta com a TAP como companhia aérea oficial, e a PHC Hotels, YVU Produções, Tivoli Oriente, Associação Turismo de Sintra e Hotéis Vila Galé como parceiros.

No evento marcarão presença buyers dos mercados identificados como estrategicamente importantes para o mercado português.

Os buyers internacionais confirmados são:

  • CCMG – Congress Consulting Management Group – Dinamarca
  • Immens-Events – Munique (Alemanha)
  • Corporate Travel Agency s.r.o. – Praga (Rep. Checa)
  • Venue Find Group – Reino Unido
  • Voyages Vision Travel – Virtuoso Member – Montreal (Canadá)
  • Goway Travel – Toronto (Canadá)
  • New Wave Travel – Toronto (Canadá)
  • The Travel Agent Next Door – Toronto (Canadá)
  • Exotik Journeys Travelbrands – Montreal (Canadá)
  • Windrose – Berlim (Alemanha)
  • Zitango Travel – Miami (EUA)
  • CVC Viagens – Brasil
  • Davington Events – Reino Unido
  • Mapa Mundo – Espanha
  • Special Tours (Grupo Avoris) – Espanha
  • Grupo CDV – Espanha
  • Voyzant – Montreal (Canadá)
  • Lumuna Associates International – Reino Unido
  • Panoptic Events – Glasgow (Escócia)

Os suppliers nacionais confirmados são:

  • Hotel Cascais Miragem
  • Hotel Palácio Estoril
  • Grupo Nau
  • Hotéis Olissippo
  • Pestana Hotels & Resorts
  • Go Health Portugal
  • EcorkHotel Évora
  • PHC Hotels
  • Domitur DMC
  • Bensaude Hotels Collection
  • Around Portugal DMC
  • Azoris Hotels & Leisure
  • Vila Galé Hotéis
  • Liberty International DMC
  • Voqin
  • Minor Hotels
  • TAP Air Portugal
  • Associação Turismo de Sintra
  • AlgarExperience
  • Gr8 Events

Para mais informações contactar Lídia Luís: [email protected] / Telm.: +351 913 256 261

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

Inovação e sustentabilidade no turismo em análise na Católica de Braga

A Universidade Católica Braga recebe, no próximo dia 08 de junho, a partir das 09h00, a Conferência Internacional “Minho, INovação e Sustentabilidade no Turismo”.

Publituris

A Aula Magna da Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Católica de Braga abre as portas para receber oradores, especialistas em Sustentabilidade e Turismo, nacionais e internacionais, no âmbito da Conferência Internacional “Minho, INovação e Sustentabilidade no Turismo”.

O evento, que contará com a apresentação dos resultados de um estudo conduzido junto das empresas do setor turístico, entidades e residentes da região, proporcionará a oportunidade de refletir sobre o modo como o setor pode contribuir para o desenvolvimento sustentável da região do Minho.

A abertura da sessão será conduzida pelo professor João Duque, Pró-reitor do Centro Regional, que introduzirá a conferência, seguindo-se as intervenções de Manoel Batista, presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho, Domingos Bragança, presidente da Comunidade Intermunicipal do Ave, e Ricardo Rio, presidente da Comunidade Intermunicipal do Cávado.

Seguem-se temáticas como “Inovação para a Sustentabilidade do Turismo no Minho: tendências e ações inovadoras”, “Governança & Políticas Públicas para a sustentabilidade dos destinos”, e “Turismo, Natureza e Biodiversidade no contexto da agenda 2030”, com intervenções de especialistas nacionais e internacionais nestas áreas.

 

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Publituris Hotelaria

Recorde a 6.ª edição do “Hotels&Suppliers” em vídeo

Durante um dia, a revista Publituris Hotelaria juntou 38 empresas fornecedoras e hotéis em reuniões one-to-one, na 6.ª edição do “Hotels&Suppliers”.

Publituris

Durante um dia, a revista Publituris Hotelaria juntou 38 empresas fornecedoras e hotéis em reuniões one-to-one, na 6.ª edição do “Hotels&Suppliers”.

Nesta edição, foram vários os fornecedores que participaram pela primeira vez no evento “num veículo para se aproximarem do setor hoteleiro”.

Foi o caso da Andros, representada no evento por Joana Ferreira, Company Manager da empresa, que frisou que, “com o regresso à normalidade, a marca aproveitou a abertura “para estar mais próxima do setor hoteleiro”, pelo que o evento serviu para apresentarem não só os conhecidos doces “Bonne Maman” e os sumos da “Andros”, como também novas soluções para piqueniques, dirigidas às unidades hoteleiras que fornecem este tipo de refeições.

No caso da La Redoute, a empresa participou pela primeira vez no evento. Com o surgimento de vários pedidos por parte de profissionais de hotelaria, a marca criou um canal específico para dar “uma resposta mais adequadas às exigências do setor”, tal como explicou João Sousa, New Business Manager da La Redoute. Desta forma, a marca apresentou os dois conceitos que tem disponíveis para as unidades hoteleiras na área do mobiliário.

Por outro lado, este evento serviu para reencontrar fornecedores que estão presentes desde a primeira edição, como é o caso da Groupe GM. Para além da linha portuguesa Real Saboaria, lançada por altura da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), a marca aproveitou para apresentar “uma nova linha de nicho”, a Campos de Ibiza, mas também “fortalecer relações e alargar a carteira de clientes”, tal como explicou António Albuquerque, diretor comercial do grupo.

Do lado dos hotéis, a curiosidade residiu, acima de tudo, para conhecer as novidades e estabelecer contactos para negócios futuros.

A 6.ª edição do “Hotels&Suppliers” contou com a presença das empresas: Alaire; Andros; Dauti; Decorhotel; Decorweb; Ezpeleta; Gergran/Delifrance; GROHE Portugal; Groupe GM; ISEG; YVU; Jacobs Douwe Egberts; La Redoute; Legrand; Life Fitness Iberia; NSContract; Proquimia; Revestech; Roca e Televés.

Do lado dos grupos hoteleiros participaram: Grupo Oásis Atlântico; Hoti Hotéis; Editory Hotels; Neya Hotels; Bom Porto Hotels; Casas Vivas Resort; My Story Hotels; Olissippo Hotels; Amazing Evolution; HF Hotels; Unlock Boutique Hotels; PHC Hotels; Nau Hotels & Resorts; Vila Galé Hotéis; Jupiter Hotel Groupe e Hotel Shop.

Recorde o evento em vídeo. da 6.ª edição do “Hotels&Suppliers” da Publituris Hotelaria.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos
Meeting Industry

ITB Berlim regressa em março de 2023 focada exclusivamente no B2B

A ITB Berlim passa a ter a duração de apenas três dias (em vez dos cinco habituais) e focar-se-á, em exclusivo, na vertente B2B.

Publituris

A ITB Berlim anunciou as datas para a realização da feira que, segundo a organização, terá como foco os clientes B2B, reduzindo os dias do evento de cinco para três. Em vez de se iniciar a uma quarta-feira e ir até domingo, a organização optou por dar início à feira a uma terça-feira, dia 7 de março, terminando na quinta-feira, dia 9 de março.

Esta é a primeira vez que a ITB Berlim se realiza de forma presencial desde o início da pandemia, reconhecendo a organização “os desafios que as feiras globais enfrentaram, tendo mudado consideravelmente nos últimos anos”. Assim, os responsáveis da feira, que terá a Georgia como destino convidado, salientam que o evento estará “concentrado nas empresas expositoras, bem como exclusivamente em visitantes do trade, compradores e a media”.

“Ao posicionar a ITB Berlin exclusivamente como um produto B2B, queremos virar o formato para o futuro e melhorar ainda mais a marca como um catalisador global da indústria do turismo”, refere David Ruetz, diretor da ITB Berlim.

Sobre o autorPublituris

Publituris

Mais artigos

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se conectado

©2021 PUBLITURIS. Todos os direitos reservados.