TAP paga subsídio de férias a trabalhadores da Groundforce

Por a 21 de Julho de 2021 as 21:42

O Ministério das Infraestruturas e da Habitação anunciou no final desta quarta-feira, 21 de julho, após reunião com sindicatos da Groundforce, que a TAP vai “proceder ao pagamento do valor correspondente ao subsídio de férias e às anuidades em atraso diretamente aos trabalhadores da Groundforce”.

Esta foi, segundo o Ministério tutelado por Pedro Nuno Santo, “a solução encontrada para ultrapassar a recusa na semana passada da administração da Groundforce em aceitar a transferência da TAP que permitiria o pagamento aos trabalhadores do subsídio que lhes era devido”, lê-se no comunicado que adianta ainda que, “no seguimento da decisão do juízo central cível de Lisboa que declarou improcedente a providência cautelar interposta pela Pasogal para impedir o Montepio de alienar a participação na Groundforce”, o Ministério das Infraestruturas e da Habitação “vê reunidas as condições para uma resolução definitiva da instabilidade que se vive na empresa”.

“Ao mesmo tempo, a TAP vai abreviar o pagamento definido contratualmente para saldar a fatura relativa a serviços prestados em junho, garantindo que a administração da Groundforce tem liquidez suficiente para pagar integral e atempadamente os salários dos trabalhadores relativos ao mês de julho”, refere o comunicado do Ministério. O mesmo documento sublinha ainda que “o valor dos serviços prestados pagos pela TAP à Groundforce é superior às necessidades salariais dos trabalhadores da Groundforce”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *