Destinos de ‘sol de inverno’ podem beneficiar de verão europeu incerto

Por a 14 de Julho de 2021 as 10:13

Em pleno verão, mas com a incerteza a pairar sob o continente europeu, uma recente análise da GlobalData revela que, devido aos riscos contínuos relacionados à contração da COVID-19, processos de vacinação ainda em curso, e restrições de viagens oscilantes, os destinos que oferecerem sol de inverno poderão sair beneficiados.

De acordo com a GlobalData, 34% dos consumidores europeus ainda estão “extremamente preocupados” com o impacto da pandemia COVID-19. Além disso, 48% dos consumidores europeus estão “bastante” ou “extremamente” preocupados com as restrições de viagem.

Ralph Hollister, analista de viagens e turismo da GlobalData, refere que “a preocupação contínua em torno da pandemia e o respetivo impacto nas viagens faz com que muitos viajantes europeus optem por destinos de sol de inverno pós-verão, dando mais tempo para a pandemia diminuir, o que reduz as possibilidades de restrições repentinas às viagens”.

Hollister reforça esta ideia ao salientar que “no inverno, muitos viajantes já estarão totalmente vacinados, o que aumentará a confiança na reserva das viagens.”

Apesar do painel COVID-19 da GlobalData referir que a União Europeia está a entrar no período de verão com mais de 60% da sua população adulta com, pelo menos, uma dose de uma vacina, Hollister admite que, “embora o processo de vacinação esteja a correr a uma velocidade acelerada, a estatística mostra que um número significativo da população da UE não estará totalmente vacinada neste verão, mas, provavelmente, estará quando se entrar no período de inverno”. Isso leva Hollister a referir que “a perspetiva de uma viagem internacional torna-se mais atraente para o final de 2021”.

O destaque da GlobalData vai, por isso, para destinos como os Emirados Árabes Unidos – Dubai e Abu Dabi, em particular – que poderiam tornar-se como “destino principal para turistas do Reino Unido e da Rússia”.

Hollister conclui, de resto, que, “como a procura intra-regional por férias de verão na Europa a parecer ainda fortemente impactada pela pandemia, muitos viajantes olharão para o inverno para obter a sua dose de sol e praia, o que colocará destinos com climas quentes nessa altura do ano em vantagem”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *