Governo espera aprovação da reestruturação da TAP nas “próximas semanas, se não nos próximos dias”

Por a 13 de Julho de 2021 as 12:02

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, revelou esta segunda-feira, 12 de julho, que o Governo espera que a Comissão Europeia aprove o plano de reestruturação da TAP “nas próximas semanas, se não nos próximos dias”, uma vez que as negociações com Bruxelas já terão terminado, decorrendo agora a apreciação por parte da Direção-Geral da Concorrência.

“O plano de restruturação está, já não em negociação com a Comissão Europeia, com a Direção-Geral da Concorrência. Esperemos que nas próximas semanas – se não nos próximos dias – termos novidades”, afirmou Pedro Nuno Santos, durante uma entrevista à TVI24, citado pela Lusa.

De acordo com o governante, a TAP “está a passar por um processo de restruturação, pelo qual nunca tinha passado na sua história”, ao longo do qual irá perder “um quarto da força de trabalho”, com a saída de 2.400 trabalhadores, assim como duas dezenas de aviões já até dezembro.

“A TAP, até ao final do ano, vai ter menos 20 aviões do que no início de 2020, entre vendas e devoluções. Passamos de 108 para 88 aviões. Hoje já temos menos rotas. Temos uma empresa que já reduziu quase 25% da sua força de trabalho, temos pilotos com cortes salariais de 50%, com os trabalhadores com corte de 25% nos seus salários, menos 2.400 trabalhadores, menos rotas, menos voos”, explicou.

Para Pedro Nuno Santos, com esta reestruturação, cujo plano final foi entregue à Comissão Europeia em dezembro de 2020, o Governo está a “salvar uma empresa determinante para a economia portuguesa”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *