Portugueses optam por turismo e gastronomia nacionais nas férias deste ano

Por a 29 de Junho de 2021 as 17:41
Header Stock photos by Vecteezy

O TheFork analisou o comportamento e escolhas dos clientes portugueses relativamente às suas viagens em 2021 e concluiu que dos portugueses que viajarão neste verão, 93% optará pelo turismo nacional. Para além disso, o estudo revela que 89% dos portugueses aproveitará para viajar este ano, e com vontade de desfrutar da restauração, com 76% dos cidadãos a planear ir mais frequentemente aos restaurantes durante as suas férias do que no resto do ano.

Como tem acontecido nos verões anteriores, 75% dos portugueses escolheram destinos de praia, seguidos de zonas rurais (15%) e montanhas (7%), refere também a marca do Tripadvisor, plataforma de reservas de restaurantes online.

Ansiedade pelas férias
“Após vários meses de confinamento, os portugueses estão mais desejosos do que nunca de sair de casa. Excluindo o período de férias, 43% dos portugueses pensa frequentar restaurantes na cidade uma vez por semana”, revela o estudo.
Neste contexto, “os portugueses decidiram desfrutar de uma semana (40%) ou duas (33%) de férias, com a quase totalidade a escolher estadias em formato exclusivo de férias e apenas 7% a optarem por uma mistura de descanso e teletrabalho. O período de férias será passado, na sua maioria, com a família (57%), a dois (29%) ou com amigos (13%)”, avança The Fork.

Apoiar e desfrutar da restauração
31,7% dos clientes portugueses planeia ir a restaurantes todos os dias durante as suas férias, 30,5% deseja fazer entre uma a três reservas semanais em restaurantes e 27,5% pretende fazê-lo mais de três vezes por semana, com apenas 3,2% dos portugueses a optarem por menos de uma reserva semanal.

Relativamente ao período pré-pandemia, os dados do TheFork mostram que 71% dos portugueses relata que o seu orçamento para as férias de 2021 se manteve estável, tal como para a ida a restaurantes (69%). “A escolha dos restaurantes será feita, na sua maioria, através de avaliações disponíveis online (66%). Os clientes portugueses preveem em gastar no almoço e jantar em restaurantes entre 25€ e 35€ (35%) ou menos de 25€ (30%), com um pequeno número a optar por valores entre 35€ e 50€ (18%) ou mais de 50€ (17%)”. Por último, com 77%, a maioria dos portugueses considera que as reservas são mais importantes do que no passado, devido à capacidade limitada dos restaurantes, sendo que 37% pretende reservar no dia anterior e 32% entre dois e três dias antes.

Rumo a sul
Quase metade dos portugueses (41,5%) decidiram apostar no Algarve para desfrutar do mar e do sol, enquanto apenas 11,2% optou pelo Alentejo, onde o calor é igualmente um fator decisivo. As restantes opções relativamente a regiões, por
popularidade, são a Costa Vicentina (6,8%), os arquipélagos da Madeira (6,1%) e Açores (5,6%), o Gerês (3,3%) e as grandes cidades como Porto (3,0%) e Lisboa (2,8%), indicam os dados resultantes do estudo do TheFork.

A pandemia teve um impacto muito extenso na vida pessoal e profissional dos cidadãos e, por este motivo, a quase totalidade dos portugueses optou pelo turismo relaxante (87%). No entanto, Portugal, apesar da sua relativamente pequena extensão, detém uma grande variedade e qualidade gastronómica, com excelentes produtos e propostas culinárias por todo o território nacional. Assim, uma generosa proporção dos portugueses sente-se incentivada a viajar pelo nosso país, com 41% das pessoas a considerar a gastronomia e este tipo de turismo para as suas férias.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *