1.º quadrimestre de 2021 dita menos 76% de passageiros nos aeroportos nacionais face a 2020

Por a 21 de Junho de 2021 as 13:07
Fotos de banco de imagens por Vecteezy

Os aeroportos nacionais movimentaram, no 1.º quadrimestre de 2021, 2,214 milhões de passageiros, correspondendo a uma quebra de 76,7% face ao mesmo período de 2020, período em que os aeroportos de Portugal registaram 9,5 milhões de passageiros (-42,4% face a 2019).

O aeroporto de Lisboa movimentou 49,7% do total de passageiros (1,1 milhões) e registou um decréscimo de 79,8% face aos primeiros quatro meses de 2020. Já os números do aeroporto do Porto ditam indicam 525 mil passageiros, uma quebra de 76,1% face a 2020, enquanto Faro caiu 87,8%, passando de 763 mil para 93 mil passageiros.


De salientar que, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), o aeroporto do Funchal manteve-se como terceiro aeroporto com maior movimento de passageiros neste período (173,0 mil, correspondendo a uma quebra de 71%), superando, assim, o aeroporto de Faro.


Considerando o volume de passageiros desembarcados e embarcados em voos internacionais entre janeiro e abril de 2021, os dados do INE mostram que França foi o principal país de origem e de destino dos voos, seguido da Suíça e da Alemanha.

Já no quarto mês de 2021, os aeroportos nacionais registaram um movimento de 739,4 mil passageiros, indicando o INE ser difícil realizar uma comparação com o  mês homólogo de 2020, já que devido à crise pandémica, “não houve praticamente tráfego nos aeroportos”.


Contudo, comparando com abril de 2019, os números do INE indicam que o movimento de passageiros diminuiu 86%.

Em abril de 2021 aterraram nos aeroportos nacionais 6,5 mil aeronaves em voos comerciais, correspondendo a uma diminuição de 66,9% face a abril de 2019.

Considerando os passageiros desembarcados nos aeroportos nacionais em abril de 2021, 62,3% corresponderam a tráfego internacional (85,7% no período homólogo), na maioria provenientes de aeroportos localizados no continente europeu (52,2%).


Relativamente aos passageiros embarcados, 59,8% corresponderam a tráfego internacional (87,7%
no período homólogo), tendo como principal destino aeroportos localizados no continente europeu (51,1%).

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *