“Não tenho dúvidas que a operação da easyJet em Faro vai crescer”, salienta Pedro Nuno Santos

Por a 15 de Junho de 2021 as 15:40

A easyJet inaugurou, esta terça-feira, 15 de junho, a sua segunda base aérea em Portugal no Aeroporto Internacional de Faro, depois de Lisboa, em 2012, e do Porto, em 2015.

Com a nova base sazonal para o destino onde começou a voar em 1999, a companhia aérea low cost vai basear três aviões A320 e pretende operar 21 rotas de e para Faro e algumas das principais cidades europeias entre março e outubro de 2021.  As rotas vão ligar a região algarvia a cidades como Amesterdão, Basileia, Belfast, Berlim Brandenburg, Bordéus, Bristol, Genebra, Glasgow, Liverpool, Londres Gatwick, Londres Luton, Lyon, Manchester, Milão Malpensa, Paris Charles de Gaulle e Paris Orly.

Além destas, existem ainda cinco  novas rotas que estão a ser lançadas para o Luxemburgo,  Munique, Lille, Toulouse e Zurique.

Presente na cerimónia da inauguração, Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas e da Habitação,  frisou que “este é um dia importante porque temos uma companhia aérea a apostar no nosso país, com a redobrada importância da abertura de uma base em Faro em plena pandemia”.   “Não tenho a menor dúvida que esta é uma aposta certa por parte da easyJet em Portugal e, particularmente, no Algarve. Não tenho dúvidas nenhumas que a operação vai crescer e que o número de aviões e ligações a partir de Faro também vai crescer”, destacou ainda o responsável.

Já o CEO da easyJet, Johan Lundgren, que viajou do Reino Unido para Portugal, salientou que a “abertura da base sazonal permite responder de forma positiva à procura crescente que é esperada em toda a Europa nos meses de verão. Queremos continuar a contribuir para a economia local e estamos satisfeitos por termos conseguido criar mais 100 empregos” sob contratos portugueses. “O Algarve é um dos melhores destinos de férias em Portugal e um dos maiores pontos da nossa rede que ainda não tinha uma base. Esta base vai permitir chegar a novos mercados em toda a Europa”, reforçou o CEO da easyJet.

Por sua vez, Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, também referiu que “este é um dia bom em que assistimos à abertura da base da easyJet, uma notícia muito positiva para Faro e para Portugal”, considerando que se trata de “uma aposta num momento crítico, numa região e na sua capacidade para continuar a atrair visitantes”.

A cerimónia contou também com a presença da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques e de Nicolas Notebaert, CEO da Vinci Aeroportos.

2 comentários

  1. [email protected]

    19 de Junho de 2021 at 17:01

    Uma ótima iniciativa da easyjet. Muitos parabéns e muito sucesso, porque o sucesso da companhia será o sucesso da indústria hotelaria do Algarve e obviamente da economia portuguesa que tanto depende das receitas turísticas

  2. Alberto Martins

    18 de Junho de 2021 at 15:09

    Bom trabalho e a continuação de bom sucesso.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *