Espanha com novas regras de entrada

Por a 7 de Junho de 2021 as 11:49

Espanha tem, a partir de hoje, 7 de junho, novas regras para entrada no seu território pelas diferentes vias de acesso: terrestre, avião e mar.

A aceitação de testes antigénio (aprovados pela UE), certificado de vacinação e de recuperação são as principais novidades para os turistas procedentes de países da União Europeia e Espaço Económico Europeu (EEE).

O Ministério da Saúde espanhol atualizará e publicará quinzenalmente a lista dos países  – https://bit.ly/3cn8dKJ – sujeitos às diferentes medidas sanitárias agora impostas.

Assim, quem viajar para Espanha a partir de um país da UE ou EEE, mas considerado zona ou país de risco – estado no qual se encontra Portugal neste momento – terá de apresentar um certificado de vacinação expedido pelas autoridades competentes do país de origem a partir dos 14 dias posteriores da data de administração da última dose para completar o plano; um certificado de diagnóstico, ou seja, teste negativo PCR ou similar (tipo NAAT) ou teste de antigénios dos incluídos na lista da Comissão Europeia expedidos nas 48 horas anteriores à chegada a Espanha; ou um certificado de recuperação (prova que superou a doença) emitido pelas autoridades competentes ou por um serviço médico como mínimo 11 dias depois da realização do primeiro teste com resultado positivo.

Qualquer destes três certificados deverá de estar redigido em espanhol, inglês, francês ou alemão e, caso não seja possível obter o original num destes idiomas, o documento deverá ser ir acompanhado por uma tradução para espanhol realizada por um organismo oficial.

Além de todos os certificados já descritos e independentemente do país de procedência, todos os passageiros que cheguem a Espanha via aérea ou marítima, incluídos os que estiverem em trânsito e menores de seis anos, deverão de preencher um formulário de controle sanitário a través da web www.spth.gob.es ou da app Spain Travel Health.

O preenchimento do formulário gera um código QR próprio que o viajante deverá apresentar às companhias de transporte antes do embarque, assim como nos postos de controle sanitários de entrada em Espanha.

Em território espanhol, os postos de controlo sanitário incluem a medição da temperatura através de termómetros sem contacto ou por câmaras térmicas, um controlo documental e visual sobre o estado do passageiro. Os passageiros com o Certificado Covid Digital da UE e aqueles que procedem de países considerados sem risco, obterão um código QR FAST CONTROL que dará acesso a uns controlos sanitários mais ágeis pois não terão de apresentar o certificado nem no embarque nem no controle sanitário à chegada.

Para quem der entrada em território espanhol por cruzeiro internacional que navegue por águas espanholas, não deverá utilizar a aplicação Spain Travel Health, pois ser-lhe-á pedida informação a traves da aplicação EU Digital Passenger Locator Form, disponível a través do seguinte link https://www.healthygateways.eu/.

De recordar que Espanha abriu esta segunda-feira as suas fronteiras a todos os viajantes vacinados contra a COVID-19.

Inserida na “lista amarela”, tal como agora Portugal, esta reabertura tem como objetivo relançar o turismo, um setor essencial para a economia de “nuestros hermanos” que, em 2020, registou uma quebra de 77% nas entradas relativamente aos 83,5 milhões de visitantes que entraram em território espanhol, em 2019.

5 comentários

  1. Rosilene Rodrigues da silva

    8 de Junho de 2021 at 13:42

    Esses paises também tem que aceitar turistas brasileiros que ja estejam vacinados totalmente vacinados.
    Estou com passagem para portugal desde da Dezembro de 20020 para casar em portugal e não consigo viajar.
    Ja vou tomar a segunda dose da vacina astrazeneca. E estou com passagem para dia 21 de agosto e não sei se irei conseguir porque os brasileiros ainda estão de fora.Me ajudem por favor quero casar com o amor da minha vida.

  2. António Parro

    8 de Junho de 2021 at 12:43

    Espanha de facto, não é modelo…
    Só temos é que proceder da mesma forma…
    Lá foi quantas vezes pior do que aqui?!
    Se aqui está mau…como está lá?!
    Onde morreram tantos milhares de pessoas…e grande número de infectados… muito mais do que em Portugal?
    Andam no meio uns dos outros,sem qualquer protecção?
    Vacinação Global… é a solução.

  3. DIOGO

    8 de Junho de 2021 at 11:39

    VAI ESPERANDO SENTADO QUE EU VOU TER QUE IR AGORA PAGAR UMA TRADUTORA E TER CERTIFICADO DE VACINA PARA IR PASSEAR E GASTAR O MEU SUADO DINHEIRO NA ESPANHA…. FICA ME ESPERANDO SENTADO TÁ BEM! RSRSRS…. VOU É GASTAR O MEU SUADO DINHEIRO EM OUTRO PAÍS QUE ME DE RESPEITO COMO TURISTA… BANDO DE OTÁRIOS!

  4. Leandro Bispo

    8 de Junho de 2021 at 10:25

    Infelizmente não entendi o Brasil de fora e índia liberada?

  5. FERNANDO DA SILVA FRANCO

    8 de Junho de 2021 at 0:18

    Portugal tem de fazer o mesmo ….pela saúde de todos nós …
    Mais, até vai impor a vacinação de toda a nossa população … Mas Espanha não é exemplo para nada, incluindo combate covid19 … é dos piores países nessa vertente e os mortos e contaminados são brutais …
    Vacinar é a solução, pois caso contrário temos de ficar em casa … Embora já temos mais de 5 milhões de vacinados e imunizados …pela saúde de todos nós …

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *