IATA congratula comentários de von der Leyen relativamente às viagens UE-EUA

Por a 26 de Abril de 2021 as 15:08

A IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) congratula os comentários de Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia (CE), de que a União Europeia (UE) concederá acesso irrestrito a viajantes vacinados dos EUA.

“Este é um passo na direção certa”, começa por referir Willie Walsh, diretor-geral da IATA, em nota de imprensa.

Para o responsável pela entidade, recentemente empossado, esta decisão “dá esperança às pessoas por muitos motivos – para viajar, reunir-se com seus entes queridos, desenvolver oportunidades de negócios ou voltar ao trabalho”.

Walsh refere, contudo, que “para estar totalmente preparado, é imperativo que a CE trabalhe com a indústria para que as companhias aéreas possam planear dentro dos parâmetros de referência e cronogramas de saúde pública que permitirão viagens incondicionais para os vacinados, não apenas dos EUA, mas de todos os países que usam vacinas aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos”.

Igualmente críticos serão processos digitais claros, simples e seguros para certificados de vacinação. Nesse sentido, “o IATA Travel Pass pode ajudar a indústria e os governos a gerir e verificar o status de vacinação, como faz com os certificados de teste”, diz Walsh, destacando, no entanto, “ser vital que a UE acelere a adoção do Certificado Verde Europeu”.

Embora a IATA acolha os comentários do presidente von der Leyen, a liberdade de viajar “não deve excluir aqueles que não podem ser vacinados”, concluindo Walsh que “os modelos de risco também devem incluir o teste COVID-19”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *