UE quer eleger a Capital Europeia de Turismo Inteligente 2022

Por a 22 de Abril de 2021 as 15:07

A Comissão Europeia lançou esta quinta-feira, dia 22 de abril, o concurso para Capital Europeia de Turismo Inteligente 2022, iniciativa que pretende premiar cidades europeias pelas suas práticas de turismo notáveis, inovadoras e sustentáveis.

“O setor do turismo desempenha um papel crucial na promoção do crescimento e do emprego na UE e apresenta um potencial ainda inexplorado – principalmente no domínio do turismo inteligente”, considera a CE na nota de imprensa que anuncia a 3.ª edição do concurso.

“A inovação, a acessibilidade e a sustentabilidade são o futuro do turismo” e o objetivo da Comissão Europeia é “manter o turismo na liderança”, adianta ainda a nota.

Admitindo que a pandemia de COVID-19 prejudicou o ecossistema do turismo, com muitas cidades e destinos a tentarem recuperar e tornar-se mais resilientes, a CE diz que “é importante desenvolver e implementar práticas de turismo inteligente em linha com a transição ecológica e digital”.

Financiada ao abrigo do Programa COSME, a Capital Europeia de Turismo Inteligente é uma iniciativa da EU e assenta na experiência bem-sucedida da Ação Preparatória proposta pelo Parlamento Europeu e implementada pela Comissão Europeia em 2019 e 2020. O concurso está aberto a cidades da UE e também de países externos à UE que participem no Programa COSME. A iniciativa visa “fortalecer o desenvolvimento inovador gerado pelo turismo nas cidades europeias e respetivas áreas circundantes, aumentar a sua atratividade e promover o crescimento económico e a criação de empregos”. Além disso, pretende, também, criar uma estrutura para a partilha de melhores práticas entre as cidades que participam no concurso, criar oportunidades de cooperação e novas parcerias.

Para concorrerem ao título de Capital Europeia de Turismo Inteligente 2022, as cidades devem demonstrar as suas práticas de turismo inovadoras em quatro áreas: acessibilidade, sustentabilidade, digitalização, herança cultural e criatividade. As candidaturas serão, em primeiro lugar, avaliadas por um painel de peritos independentes. Na segunda fase, 7 cidades pré-selecionadas serão convidadas a apresentar a respetiva candidatura perante o Júri europeu. O Júri europeu irá selecionar duas vencedoras, as Capitais Europeias de Turismo Inteligente 2022, que serão anunciadas em novembro de 2021.

Ambas as cidades vencedoras irão receber apoio especializado em comunicação e imagem de marca ao longo de 2022. Tal irá incluir a produção de um vídeo promocional, uma escultura em grande escala de um hashtag para instalação num local de destaque, diferentes atividades promocionais e visibilidade a nível da UE.

As cidades de Gotemburgo e Málaga foram selecionadas como as vencedoras do concurso de Capitais Europeias de Turismo Inteligente 2020. Helsínquia e Lyon venceram o concurso inaugural e partilharam o título de Capitais Europeias de Turismo Inteligente 2019.

Para formalizarem a candidatura, os representantes das cidades devem preencher um formulário online e submetê-lo até 16 de junho de 2021.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *