OMT lança concurso internacional de ‘startups’ para ajudar desenvolvimento rural através do turismo

Por a 7 de Abril de 2021 as 10:18
Nature Stock photos by Vecteezy

A Organização Mundial do Turismo (OMT) lançou um novo concurso para encontrar as melhores ideias para ajudar as comunidades rurais a se recuperarem dos efeitos da pandemia de COVID-19. A competição também ajudará empreendedores e empresas com capacidade para ajudar as comunidades rurais a aproveitar as oportunidades económicas e sociais que surgirão aquando da retoma do turismo.

A agência especializada das Nações Unidas registou um interesse crescente em experiências de viagem únicas e autênticas, incluindo turismo baseado na natureza e ao ar livre. Esperando-se que esta tendência registe um desenvolvimento à medida que o turismo é reiniciado, o concurso está à procura das ideias que possam ajudar a garantir que as comunidades rurais estejam em melhor posição para beneficiar das oportunidades criadas. A competição também procurará ideias que possam contribuir para o reforço da resiliência das comunidades rurais.

O concurso visa apoiar o turismo rural como uma ferramenta fundamental para combater o despovoamento, promover a inclusão e reduzir as desigualdades no que concerne o rendimento e desenvolvimento regionais, integrando-se como parte do foco especial da OMT por promover um turismo que contribua para o desenvolvimento rural.

Assim, foram abertas quatro categorias que estarão a concurso: (i) Pessoas – Não deixar ninguém para trás: projetos que incentivem a criação de empregos e oportunidades, promovam a capacitação de género e dos jovens e criem oportunidades para grupos vulneráveis em áreas rurais; (ii) Planeta – Reconstruir melhor projetos relacionados com a promoção e proteção dos recursos naturais, incluindo a abordagem do impacto do turismo nas alterações climáticas, bem como no consumo de resíduos e recursos; (iii) Prosperidade- oportunidades de crescimento para ‘startups’ que ofereçam soluções inovadoras por meio de novos modelos de negócios, instrumentos que promovam o acesso a financiamento, mercados e marketing para o turismo em áreas rurais; (iv) Propulsão de tecnologia rural – Implementação de novas tecnologias para promover o turismo e o desenvolvimento em áreas rurais.

A criação de oportunidades em destinos rurais por meio da inovação e transformação digital no turismo tem vários objetivos como, por exemplo, combater a pobreza, registando-se que 80% de todas as pessoas que vivem em ‘pobreza extrema’ vivem em comunidades rurais. Além disso, contribuirá para limitar o despovoamento, estimando-se que, em 2050, 68% da população mundial viverá em áreas urbanas e as cidades produzirão 85% da produção econômica global. Estas oportunidades fecham, igualmente, o fosso digital, admitindo a OMT que 87% das pessoas nos países desenvolvidos usam a Internet, em comparação com apenas 19% nos países menos desenvolvidos.

Finalmente, o apoio a mulheres e jovens é visto como fundamental, já que mais de 50% da força de trabalho global empregada no turismo são mulheres e quase mil milhões dos 1,2 mil milhões de jovens com idades entre 15 e 24 anos residem em países em desenvolvimento e 88% dos jovens em países em desenvolvimento vivem em áreas rurais, estimando-se que 75 milhões deles estejam desempregados.

O prazo para as inscrições termina a 1 de julho de 2021. Os vencedores serão convidados a participar da assembleia-geral da OMT, a realizar em Marraquexe, Marrocos, em outubro deste ano

A nova competição tem por base o sucesso da procura da OMT pelas melhores ‘startups’ em Espanha, iniciativa essa que viu mais de 150 projetos a serem apresentados, com os vencedores a receber orientação e apoio do governo espanhol e da Google.

Para esta edição global, a OMT conta com o apoio de parceiros institucionais como Air Europa, Wakalua, Amazon Web Services Activate, HèPic, Impact Hub, Centro de Comércio Internacional, Fademur, Ministério para a Transição Ecológica e Desafio Demográfico de Espanha, NEST Portugal, Telefonica Open Future e TUI Care Foundation.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *