Apesar de demissionária, direção da AHETA mantém-se até final do mandato

Por a 7 de Abril de 2021 as 10:02

No final do mês de março, o presidente da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas, demitiu-se depois de membros da sua direção terem discordado de algumas declarações feitas num entrevista relativamente aos prémios que Portugal recebeu recentemente.

Contudo, os órgãos sociais da associação reuniram-se no dia 31 de março de 2021, concretamente a Mesa da Assembleia Geral, Conselho Fiscal e Direcção,  para analisar a situação, e anunciaram esta quarta-feira que ficou “unanimemente acordado” que, apesar de demissionária “a atual Direcção manter-se-á no exercício das suas funções até ao final do mandato, altura em que serão convocadas eleições nos termos estatutários”.

Em comunicado, o presidente da Assembleia Geral, Carlos Cabrita, esclarece que esta decisão se deve à atual crise que se vive. “Reconhecendo a difícil conjuntura que atravessamos face à actual crise sanitária, económica e social” foi considerado “imprescindível a intervenção da Associação na atenta defesa dos altos interesses dos seus associados”, fundamenta.

Assim, “os corpos sociais da AHETA, imbuídos na importância da solidariedade institucional, reiteram o compromisso de manter o melhor relacionamento com as entidades associativas nacionais e internacionais e, muito em especial, com os órgãos da administração pública central, regional e local, assegurando o habitual e superior empenho dos seus dirigentes em prol da recuperação da actividade turística nacional e do Algarve, em particular”.

O atual mandato da direção da AHETA termina em outubro de 2021.

Um comentário

  1. Jorge bruno

    8 de Abril de 2021 at 8:10

    Quem diz a verdade não merece castigo

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *