Acordo para o desenvolvimento do transporte ferroviário internacional recebido com agrado pela distribuição turística

Por a 30 de Março de 2021 as 10:00

A distribuição turística vê com bons olhos o acordo assinado por todos as organizações ferroviárias para promover o desenvolvimento do transporte ferroviário de passageiros internacional.

Nesta segunda-feira, foi assinalado o início do Ano Europeu do Transporte Ferroviário, destacando os comboios como o transporte de passageiros mais sustentável, inovador e seguro.  Os Estados-membros apresentaram um  relatório sobre a Plataforma sobre Transporte Ferroviário Internacional de Passageiros, que vai suportar uma agenda europeia para os serviços internacionais de transporte ferroviário de passageiros, que inclui um relatório com recomendações aos Ministros de Transporte entregue em meados de 2021.

Esta terça-feira, as partes interessadas do setor ferroviário europeu emitiram uma declaração do setor apoiando o  trabalho da Plataforma Internacional de Passageiros Ferroviários. O setor compromete-se a contribuir para o trabalho contínuo da Plataforma e a assessorar o caminho para avançar para uma agenda europeia para o desenvolvimento dos serviços internacionais de transporte ferroviário de passageiros.

Uma conclusão comum entre o setor é que os sistemas de transporte internacional da Europa precisam de “ser adaptados para enfrentar os desafios da crise climática em curso”. Assim, urge a criação de uma  interconectada e competitiva rede de serviços ferroviários de passageiros que vai sustentar a sustentabilidade económica, social e ambiental do continente europeu.

Esta declaração do setor ferroviário, que foi assinada também pela ECTAA – Confederação Europeia das Associações de Agentes de Viagens e Operadores Turísticos, pretende assumir “certos compromissos e necessidades a fim de desenvolver a rede e serviços internacionais de passageiros ferroviários e tornar o Espaço Único Ferroviário Europeu uma realidade”.

O presidente da ECTAA, Pawel Niewiadomski, considera que este compromisso vai ter de contar com os distribuidores de bilhetes de comboio, que podem desempenhar “um papel importante ajudando os clientes a planear, pesquisar e reservar  bilhetes para os serviços de transporte ferroviário internacional, incluindo serviços domésticos (urbano, regional, longa distância), entre diferentes operadoras ferroviárias e, assim, tornar a ferrovia mais atrativo para os cidadãos”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *