Egito espera regresso do turismo a valores de 2019 no outono de 2022

Por a 1 de Março de 2021 as 10:28
Mediterrâneo

O ministro do Turismo e Antiguidades do Egito, Khaled Al-Anani, estima que o turismo no país possa voltar aos níveis de 2019 até ao outono de 2022, na sequência do processo de vacinação que se encontra a decorrer em muitos países do mundo e dos esforços que as autoridades turísticas têm feito para criar novas atrações turísticas no país.

De acordo com o governante egípcio, que é citado pelo portal Arab News, em 2020, o turismo no Egito foi fortemente afetado pelo novo coronavírus, que provocou uma redução superior a 69% nas receitas turísticas egípcias, que caíram de 13 mil milhões de euros em 2019, para quatro mil milhões no ano passado.

Além das receitas, também os turistas que visitaram o Egito em 2020 apresentaram uma forte descida e caíram mais de 73%, passando de um total de 13 milhões de visitantes em 2019 para cerca de 3,5 milhões em 2020, ano em que o país estimava receber 14 milhões de turistas.

Segundo os dados revelados pelas autoridades egípcias, no ano passado e até ao início da pandemia, o Egito recebeu perto de dois milhões de turistas, e voltou a receber visitantes internacionais em julho, tendo recebido cerca de mais um milhão de turistas desde julho de 2020 até ao início de 2021.

No final de 2020, o país assistiu mesmo a alguma recuperação, uma vez que, explicou Khaled Al-Anani, nos últimos três meses do ano, o Egito recebeu entre 270 e 290 mil turistas por mês, o equivalente a cerca de 10 mil turistas por dia.

O ministro do Turismo e Antiguidades do Egito lembrou o trabalho que as autoridades turísticas do país têm vindo a desenvolver no sentido de criar novas atrações turísticas no país, a exemplo do Mar Vermelho e da Península do Sinai.

Mas a grande novidade que o turismo do Egito espera para este ano é a abertura do Grande Museu Egípcio, localizado perto das Pirâmides de Gizé e que tem inauguração prevista para o último trimestre deste ano.

 

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *