Iberia testa app VeryFLY COVID nos voos para os EUA

Por a 25 de Fevereiro de 2021 as 12:25

A Iberia vai testar, até 23 de abril, o uso da aplicação VeryFLY COVID nos voos para Miami e Nova Iorque, nos EUA, uma ferramenta que, segundo a companhia aérea espanhola, permite poupar tempo no aeroporto e verifica se os documentos exigidos para entrar nos EUA cumprem os requisitos estabelecidos pelas autoridades de saúde norte-americanas.

“O VeriFLY foi projetado para garantir que os passageiros possuem a documentação de saúde necessária para serem admitidos nos países de destino, numa altura em que os requisitos mudam com frequência e variam de país para país”, explica a companhia aérea, num comunicado enviado à imprensa esta quinta-feira, 25 de fevereiro.

O projeto-piloto da Iberia arrancou a 23 de fevereiro e vai estar em vigor ao longo de dois meses, inicialmente apenas nos voos da companhia aérea à partida de Espanha para Miami e Nova Iorque, nos EUA.

“Agora é a hora de aproveitar tudo o que a tecnologia nos oferece para simplificar a experiência de viagem e voar com confiança. Na Iberia estamos a trabalhar na digitalização dos documentos e testes exigidos por cada país, para os tornar mais fáceis de verificar e para proporcionar aos nossos clientes uma experiência segura e sem contacto”, destaca Ignacio Tovar, diretor de Transformação da Iberia.

De acordo com a companhia aérea, a app VeriFLY é “intuitiva, rápida e segura”, está disponível para dispositivos eletrónicos IOS e android, bastando apenas fazer o download e o registo, adicionar uma fotografia, escolher o destino e um voo, e fazer o upload dos documentos, nomeadamente do resultado do teste negativo à COVID-19 e assinar uma declaração de honra.

Se for detetado algum problema com os documentos de viagem, a app imediatamente alerta o passageiro através de uma notificação e, caso a documentação cumpra os requisitos, o passageiro é avisado que pode seguir viagem.

Apesar desta nova ferramenta, a Iberia garante que a app VeriFLY é de adesão opcional, já que continua a ser possível apresentar os documentos em papel no ato do check-in.

 

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *