Brussels Airlines retoma voos para Faro, Lisboa e Porto em abril

Por a 24 de Fevereiro de 2021 as 12:34
Brussels Airlines

A Brussels Airlines conta retomar, a partir de abril, os voos para Faro, Lisboa e Porto, três das rotas que fazem parte dos planos da companhia aérea belga para uma retoma progressiva da sua rede europeia no verão e que privilegiam os destinos de lazer.

De acordo com um comunicado enviado à imprensa esta quarta-feira, 24 de fevereiro, a Brussels Airlines conta voar para 78 destinos este verão, incluindo 18 em África e na América do Norte e outros 60 de curta e média distância, com destaque para os destinos de lazer na Grécia, Portugal e Espanha.

“A partir de abril, a Brussels Airlines vai progressivamente reabrir a sua rede europeia, com foco nas viagens de férias. As primeiras rotas a regressarem à rede serão Alicante, Atenas, Barcelona, Bilbao, Bolonha, Budapeste, Catania, Faro, Gran Canaria, Heraklion, Kos, Cracóvia, Lisboa, Madrid, Málaga, Napoli, Nice, Oslo, Porto, Praga, Roma, Estocolmo, Telavive, Tenerife, Valência, Vilnius e Varsóvia”, lê-se na informação divulgada pela transportadora belga, que pertence ao grupo Lufthansa.

Além destas, a Brussels Airlines quer também voltar a voar para Dubrovnik, Edimburgo, Ibiza, Milão, Moscovo, Palermo, Palma de Maiorca, Rhodes, Split e Viena, em maio, assim como para Bari, Birmingham, Corfu, Florence, Gotemburgo, São Petersburgo, Yerevan e Zakynthos, em junho.

Na Europa, a companhia conta ainda abrir uma nova rota este verão, passando a ligar Bruxelas a Frankfurt, na Alemanha, destino que atualmente é servido pela Lufthansa, mas que a transportadora aérea belga vai passar a oferecer também, com dois voos diários, a partir de 2 de agosto.

No longo curso, a Brussels Airlines pretende retomar os voos para Washington e Nova Iorque a 14 de junho, enquanto as ligações a Montreal começam no dia seguinte, naquelas que serão as primeiras ligações da companhia aérea belga no Atlântico Norte desde 21 de março de 2020, devido à pandemia da COVID-19.

Em África, os planos da companhia passam ainda por um aumento progressivo das ligações para todos os seus destinos, com um pico em junho, quando várias das ligações passam a ser diárias, assim como pela retoma de Luanda, para onde a Brussels Airlines não voa há mais de um ano.

“Luanda volta a integrar a rede ao fim de mais de um ano. A partir de 15 de junho, a cidade angolana passará a ser servida três vezes por semana”, refere a companhia aérea belga, explicando que, face à oferta atual, “as frequências semanais na rede de longa distância vão triplicar”.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *